Seminario Turismo Residencial Andrew Coutts 2008 Apresentacao Do Monitor
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Seminario Turismo Residencial Andrew Coutts 2008 Apresentacao Do Monitor

on

  • 958 views

Vê as conclusões de um estudo que efectuámos o ano passado. Deve ajudar.

Vê as conclusões de um estudo que efectuámos o ano passado. Deve ajudar.

Abraço

Statistics

Views

Total Views
958
Views on SlideShare
956
Embed Views
2

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 2

http://www.slideshare.net 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Seminario Turismo Residencial Andrew Coutts 2008 Apresentacao Do Monitor Seminario Turismo Residencial Andrew Coutts 2008 Apresentacao Do Monitor Presentation Transcript

  • PORTUGAL RESIDENTIAL TOURISM MARKET INTELLIGENCE MONITOR ILM ■ THR RESIDENTIAL TOURISM MARKET DEMAND SURVEY Promovido por: Andrew Coutts 1 Hotel Pestana Alvor Praia, 3 de Outubro de 2008
  • 1. SUMÁRIO 1. Sumário..............................................................................................................................2 2. Objectivos Gerais…………….......………………………………………………………..…… 3 3. Objectivos Específicos………………….…………………………………………………...… 4 4. Zona de Influência em Estudo…..………………….…………………………………….…… 6 5. Metodologia........................................................................................................................8 6. Caracterização da Amostra................................................................................................9 7. Conclusões Chave…........................………………………………………………….……… 10 7.1. Conclusões Chave – Proprietário.............................................................................11 7.1.1. Conclusões Chave – Proprietário Resort..............................................................20 7.2. Conclusões Chave – Potencial Proprietário.............................................................22 8. Outros Destaques...............................................................................................................27 9. Comparação Regional - Proprietário..................................................................................30 10. Comparação Regional – Potencial Proprietário................................................................37 11. Portugal Residential Tourism Market Intelligence.............................................................44 2
  • 2. OBJECTIVOS GERAIS 1. Reunir informação estatística sobre o Turismo Residencial; 2. Definir o perfil do turista residencial; 3. Analisar o potencial de crescimento do Turismo Residencial. 3 View slide
  • 3. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS 1. Estudar as principais razões/ motivações: a) Da compra de 2ª habitação; b) Da escolha de Portugal/ Central & Eastern Algarve. 2. Verificar quais os preços considerados e efectivamente pagos; 3. Analisar quais os tipos e tipologias de habitação preferenciais; 4. Aferir o nível de satisfação do turista residencial; 5. Avaliar quais os serviços e facilities que mais influenciam a decisão de compra; 4 View slide
  • 3. OBJECTIVOS ESPECÍFICOS 6. Estudar quais as principais fontes de financiamento para a compra da 2ª habitação 7. Verificar a existência ou não de preferência de enquadramento 8. Analisar a diferença entre os proprietários dentro e fora de resorts 9. Estudar a tendência de arrendamento da 2ª habitação 10. Estudar a diferença entre os proprietários de várias nacionalidades. 5
  • 4. ZONA DE INFLUÊNCIA EM ESTUDO 6
  • 4. ZONA DE INFLUÊNCIA EM ESTUDO CENTRAL ALGARVE 3 CONCELHOS Albufeira, Loulé e Faro EASTERN ALGARVE 6 CONCELHOS Olhão, Tavira, S. Brás de Alportel, Vila Real de Sto. António, Castro Marim e Alcoutim 7
  • 5. METODOLOGIA A ILM ■ THR realizou o estudo do mercado turístico residencial através de: • Administração de inquéritos direccionados aos proprietários e potenciais proprietários de imobiliário turístico; • Da sua realização na rua e no Aeroporto de Faro de forma sistemática; • De entrevistadores com formação prévia e bem identificados com t-shirts e crachás de identificação. Com o principal objectivo de transmitir confiança aos inquiridos e assim obter respostas fidedignas. Equipa de entrevistadores de rua da ILM ■ THR. 8
  • 6. CARACTERIZAÇÃO DA AMOSTRA 5 SEMANAS - 9/Junho, 16/Junho, 23/Junho, 30/Junho, 7/Julho 4.035 TURISTAS INQUIRIDOS 38,0% Alojados em Hotel 1532 25,9% Alojados em Habitação de Férias Própria 1044 18,1% Alojados em Habitação Alugada 730 14,3% Alojados em Casa de Familiares e Amigos 577 2,0% Alojados em Time-Share/Quarter-Share 81 1,6% Outros 65 0.1% S/ Resposta 6 9
  • 7. CONCLUSÕES CHAVE 46,0% Dos turistas inquiridos pertencem à faixa etária dos 35 e os 54 anos 33,1% Foram inquiridos no AEROPORTO 31,9% Foram inquiridos no CENTRAL ALGARVE 35,0% Foram inquiridos no EASTERN ALGARVE Os indivíduos mais entrevistados no aeroporto e Central Algarve são maioritariamente provenientes do Reino Unido e Irlanda, enquanto que o Eastern Algarve regista o maior número de respostas de indivíduos do mercado nacional e Espanhol. Os indivíduos mais jovens, com menos de 24 anos foram entrevistados com maior incidência no Aeroporto e em Albufeira. Os concelhos que atraem, em proporção, escalões etários mais elevados, acima dos 55 anos de idade, são principalmente Alcoutim, Loulé e Olhão. 10
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 25,9% Dos inquiridos são proprietários de residência turística no Algarve 26,4% Dos inquiridos são potenciais proprietários de residência turística no Algarve Os proprietários de imobiliário turístico são principalmente provenientes dos seguintes mercados: 1. Portugal (41,1%) 2. Reino Unido (29,5%) 3. Irlanda (7,0%) 4. Alemanha (5,6%) 5. Benelux (4,8%) 6. Espanha (3,6%) 7. Escandinávia (3,5%) Salienta-se apenas dentro dos “outros países”, a emergência do mercado da Polónia 11
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 50,0% Dos proprietários têm entre 45 e 64 anos de idade 67,7% Dos proprietários são trabalhadores no activo 27,3% Dos proprietários apresentam- se numa situação de reforma e são na maioria provenientes do Reino Unido e Benelux Salienta-se o reduzido número de inquiridos reformados provenientes da Irlanda 43,4% Dos proprietários têm formação superior 71,9% Dos proprietários vive em família e tem em média 1 ou 2 filhos 12
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO Os rendimentos médios anuais dos proprietários distribuem-se de forma equitativa pelos diferentes escalões monetários: 12,6% Dos proprietários auferem entre 36.523€ e os 51.132€ 11,8% Dos proprietários respondem auferir um rendimento anual superior a 73.047€ 13
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO Entre 21,9% Dos proprietários provenientes da Escandinávia, Irlanda e Reino Unido auferem e anualmente valores superiores a 73.047€ 32,3% Entre 12,5% Dos proprietários originários de Portugal e Espanha apresentam uma elevada e proporção de rendimentos abaixo dos 22.645€. 22,1% Os inquiridos no Eastern Algarve são mais jovens do que nos restantes locais de inquirição, e no Aeroporto tendencialmente mais idosos, relativamente aos valores médios. O nível literário subdivide-se entre nível secundário/avançado e grau superior, sendo a formação superior maioritária nos inquiridos da região do Eastern Algarve e o nível secundário nos do Aeroporto. Os rendimentos médios anuais dos indivíduos entrevistados no aeroporto são bastante superiores aos dos restantes. 14
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 72,6% Dos proprietários elegem como principais actividades de lazer: ir à praia Outras actividades de lazer de interesse para os proprietários: • Repousar • Ler • Caminhar a pé • Jogar golfe Os proprietários do R.U., Irlanda e Escandinávia são os que mais se ocupam a jogar golfe 15
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO A procura inicial da propriedade foi feita através: 38,1% Da Visita ao País/ Propriedade 20,6% Da Internet 16,3% Da Família e Amigos (PASSA PALAVRA) As propriedades localizam-se principalmente em 4 Concelhos: 17,7% Loulé 16,5% V.R.S.A. 13,9% Tavira Albufeira 13,8% 16
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 82,3% Dos proprietários não considerou outras regiões portuguesas para efectuar a compra de 2ª habitação 17,7% Dos proprietários consideraram comprar maioritariamente no Alentejo, sobretudo no Litoral, e na região de Lisboa 20,3% Dos proprietários pensou adquirir imobiliário turístico em Espanha 13,2% Dos proprietários considerou França, Itália e Grécia – DESTINOS TRADICIONAIS As razões que levam à compra de imobiliário turístico em Portugal ou noutros destinos são: • O clima • A proximidade de família e amigos • A cultura e população locais Oportunidade: • O preço das propriedades Empreendimentos abertos e autênticos 17
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 29,8% Dos proprietários considerou um orçamento inicial para a compra da sua habitação entre os 115.000€ e os 295.000€ Em geral, o orçamento coincide com o preço final pago pela propriedade. Quando isto não se verifica, a compra recai sobre o intervalo de preços imediatamente superior. Salientam-se os proprietários da Escandinávia, que são quem mais gasta na aquisição de segunda habitação (35,5% - gasta entre 515.000€ e 735.000€). 18
  • 7.1. CONCLUSÕES CHAVE - PROPRIETÁRIO 41,0% Dos proprietários financiou a sua propriedade recorrendo a poupanças 45,7% Dos proprietários visitou a sua propriedade mais de 7 vezes antes de efectuar a compra 74,3% Das propriedades localizam-se na Costa 46,1% Dos proprietários optou por apartamento, maioritariamente (78,6%) na tipologia T2/T3 68,0% Das propriedades são utilizadas para férias 41,8% Das propriedades são utilizadas entre 2 a 6 semanas por ano 17,5% Dos proprietários aluga a sua propriedade: • 2 a 3 meses por ano • directamente ou através de um intermediário • rendendo entre 5.000€ a 10.000€ anualmente 19
  • 7.1.1. CONCLUSÕES CHAVE – PROPRIETÁRIO RESORT 5,7% Das propriedades estão inseridas em ambiente Resort Salienta-se a fraca representatividade desta sub-amostra, com apenas 50 proprietários inquiridos 60,0% Dos proprietários em ambiente resort aufere valores mais elevados, acima de 36.523€ 44,0% Dos proprietários classifica o seu resort como muito bom – 10 valores Proprietários Inquiridos por Região de Inquirição Não se identificou qualquer Frequência Percentagem proprietário de imobiliário Aeroporto 21 42,0 turístico dentro de resort no Central 29 58,0 Eastern Algarve Total 50 100,0 Melhorias sugeridas pelos proprietários - segurança, facilidades de lazer, zonas comerciais, maior número de actividades diurnas e nocturnas, tours organizados, promoção da cultura e tradições locais. Serviços de resort mais requisitados – acesso a piscinas (80,0%) , segurança (80,0%), manutenção (70,0%), limpeza (68,0%) e jardinagem (60,0%). Salienta-se que os equipamentos desportivos não são muito valorizados. 20
  • 7.1.1. CONCLUSÕES CHAVE – PROPRIETÁRIO RESORT As localizações mais populares são: Loulé, Albufeira e Lagos. As razões para estas preferências são idênticas às gerais, podendo apontar-se apenas a menção do golf, como factor diferenciador Tipo de Propriedades adquiridas em Ambiente Resort Percentagem Frequência Percentagem acumulada Moradia 13 26,0 26,0 Moradia Geminada 11 22,0 48,0 Moradia em Banda 13 26,0 74,0 Apartamento 13 26,0 100,0 Total 50 100,0  As propriedades turísticas no interior de empreendimentos do tipo resort são variadas e os proprietários identificados subdividem-se equitativamente pelos vários tipos de propriedade 21
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 26,4% Dos inquiridos são potenciais proprietários de imobiliário turístico 16,6% Afirmaram ser potenciais proprietários em 2007, inquiridos no Barlavento Algarvio São provenientes do Reino Unido (39,5%), Portugal (16,0%) e Irlanda (10,8%) Mas também de: • Benelux (8,4%) • Escandinávia (6,5%) • Alemanha (4,8%) • Espanha (4,6%) • França (3,0%) 50,9% Têm menos de 54 anos 22
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 59,9% Encontram-se em situação familiar 30,3% Encontram-se em situação pré-familiar (solteiros, divorciados ou casais jovens) Reino Unido, Portugal e Benelux distinguem-se com o maior número de reformados 23
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 17,9% Auferem rendimentos anuais entre os 51.132€ e os 73.047€ Escandinávia, Reino Unido, Benelux e Irlanda destacam-se valores mais elevados Rendimento Médio Anual €22.645 - €36.523 - €51.132 - Mais de Não sabe/ Até €22.645 €36.523 €51.132 €73.074 €73.074 /Não Responde Total 105 9,7% 137 12,7% 141 13,1% 193 17,9% 134 12,4% 369 34,2% Nacionalidade Portugal 59 34,1% 36 20,8% 16 9,2% 6 3,5% 1 0,6% 55 31,8% R.U. 11 2,6% 34 8,0% 51 12,0% 105 24,6% 71 16,7% 154 36,1% Irlanda 1 0,9% 13 11,1% 18 15,4% 26 22,2% 21 17,9% 38 32,4% Alemanha 7 13,5% 9 17,3% 4 7,7% 9 17,3% 6 11,5% 17 32,7% Benelux 10 11,0% 9 9,9% 14 15,4% 21 23,1% 11 12,1% 26 28,6% Espanha 5 10,0% 14 28,0% 9 18,0% 3 6,0% 1 2,0% 18 36,0% Escandinávia 1 1,4% 6 8,6% 7 10,0% 11 15,7% 14 20,0% 31 44,3% França 3 9,4% 7 21,9% 3 9,4% 6 18,8% 1 3,1% 12 37,5% Outros países 8 11,8% 9 13,2% 19 27,9% 6 8,8% 8 11,8% 18 26,5% 24
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 71,7% Recorrem em primeiro lugar à internet para e os 73.047€ Aufere rendimentos anuais entre os 51.132€procurar e recolher informações acerca das propriedades disponíveis Ponderam a compra devido a motivações como: o clima (67,7%), o preço das propriedades (10,4%) e a cultura e população locais (4,6%) Consideram comprar igualmente em destinos residenciais tradicionais, tais como: Espanha (32,8%), Itália (9,7%), França (9,0%) e Grécia (7,3%) 65,4% Consideram orçamentos entre os 115.000€ e 515.000€ para comprar casa Pretendem financiar a compra principalmente através de poupanças (47,4%), de um misto de poupanças e crédito (16,6%) ou de crédito hipotecário (16,3%). 46,2% Demosntram preferência por apartamentos T2/ T3 Os mais jovens preferem apartamentos, enquanto que os indivíduos com mais de 35 anos demonstram preferência por moradias em banda ou geminadas 25
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 45,4% Têm intenção de arrendar a sua propriedade 50,1% 45,4% *Não sabe/ Não responde: 4,5% Os mercados de arrendamento são claramente o Irlandês e o Alemão Valorizam os seguinte serviços de condomínio: segurança, piscina, manutenção, limpeza e ainda equipamentos de saúde e lazer. Entenda-se que estes equipamentos de lazer estão relacionados com o entretenimento e não com infraestruturas desportivas 26
  • 7.2. CONCLUSÕES CHAVE – POTENCIAL PROPRIETÁRIO 18,5% Consideram comprar a sua propriedade no interior de um resort Por regiões de inquirição, pretendem comprar imobiliário turístico em ambiente de resort, na sua maioria os inquiridos no aeroporto (33,7%) e no Central Algarve (14,6%). Dos indivíduos inquiridos no Eastern Algarve, apenas 2 demonstraram interesse de compra em ambiente de resort (0,7%) Por mercados, e não obstante a predominância do mercado do Reino Unido, a preferência por resort é do Alemão, Escandinavo e Irlandês 27
  • 8. OUTROS DESTAQUES 2,0% Dos inquiridos afirmaram ter ficado alojados em modalidade de time-share Esta modalidade ou outras semelhantes poderão constituir uma oportunidade de negócio. A utilização média das propriedades é de 2 a 13 semanas por ano, assim há possibilidade de crescimento deste tipo de mercados Os inquiridos demonstraram ser bastante sensíveis ao factor preço, mas continuam a considerar os destinos residenciais tradicionais para efectuar a compra. Daí que seja importante apurar os preços praticados nestes destinos Os indivíduos entrevistados preferem uma localização urbana em deterimento da rural, o que nos permite concluir que os inquiridos valorizam a reabilitação urbana De uma forma geral, através da análise dos orçamentos considerados por proprietários e potenciais proprietários de imobiliário turístico, a procura situa-se nos intervalos de valor mais baixos, enquanto a oferta se apresenta com os preços mais elevados. A solução poderá ser o regime fraccionado (time-share/ quarter-share) 28
  • 8. OUTROS DESTAQUES 5,7% Dos proprietários actuais compraram unidades em ambiente resort, MAS... 18,5% Dos inquiridos têm intenção de comprar unidades em ambiente resort Na comparação entre nacionalidades pode verificar-se que os indivíduos provenientes da Irlanda são, proporcionalmente, os que mais efectuaram opção por ambiente resort (21,0%). Os aldeamentos turísticos são favorecidos pela Escandinávia e Reino Unido (19,4% e 15,4%, respectivamente). Os potenciais proprietários que tencionam comprar imobiliário em ambiente de resort, sugerem como países alternativos a Portugal, os tradicionais: Espanha, Itália, Grécia e França, e outros de longa distância como os E.U.A. e o Brasil. Os inquiridos são unânimes no que diz respeito a actividades de lazer, proprietários e potenciais proprietários elegem as idas à praia, repouso, caminhadas, jogar golfe e a participação em eventos culturais, entenda-se neste último caso, experiências e programas temáticos, nomeadamente ligadas à identidade e cultura locais, como preferenciais. 5,0% Do total de inquiridos afirmaram estar interessados em adquirir imobiliário turístico em ambiente de resort – 200 indivíduos no total 29
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL A origem da procura de propriedades turísticas no Algarve é principalmente proveniente do Reino Unido e Portugal. No Eastern Algarve para além do Reino Unido e Portugal, verificam-se em maior número potenciais compradores de origem espanhola. A Irlanda ocupa, em geral, a 3ª posição no número de proprietários Os inquiridos são unânimes no que diz respeito a actividades de lazer, proprietários e potenciais proprietários elegem as idas à praia, repouso, caminhadas, jogar golfe e a participação em eventos culturais, entenda-se experiências e programas temáticos, nomeadamente ligadas à identidade e cultura locais, como preferenciais. 30
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO Quanto à estrutura etária, as indivíduos mais jovens localizam-se maioritariamente no Eastern Algarve, constatando-se que no Aeroporto foram inquiridos indivíduos com idades mais elevadas. Western e Central Algarve revelam uma posição intermédia no que diz respeito à idade dos entrevistados. Os inquiridos são unânimes no que diz respeito a actividades de lazer, proprietários e potenciais proprietários elegem as idas à praia, repouso, caminhadas, jogar golfe e a participação em eventos culturais, entenda-se experiências e programas temáticos, nomeadamente ligadas à identidade e cultura locais, como preferenciais. 31
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO Quanto à estrutura etária, as indivíduos mais jovens localizam-se maioritariamente no Eastern Algarve, constatando-se que no Aeroporto foram inquiridos indivíduos com idades mais elevadas. Western e Central Algarve revelam uma posição intermédia no que diz respeito à idade dos entrevistados. Os inquiridos são unânimes no que diz respeito a actividades de lazer, proprietários e potenciais proprietários elegem as idas à praia, repouso, caminhadas, jogar golfe e a participação em eventos culturais, entenda-se experiências e programas temáticos, nomeadamente ligadas à identidade e cultura locais, como preferenciais. 32
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO Nos rendimentos médios anuais, observa-se que os indivíduos identificados no aeroporto auferem valores mais elevados com grande percentagem de indivíduos a auferir mais de 73.047€. A região do Eastern Algarve é onde se observam os rendimentos mais baixos. Importa, ainda, salientar a elevada percentagem de indivíduos com escalão máximo de rendimentos entrevistados no Western Algarve. 33
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO A procura inicial da propriedade turística é feita através da internet, visita ao país e opinião de familiares e amigos, segundo os indivíduos de todos os locais de inquirição. Os inquiridos são unânimes no que diz respeito a actividades de lazer, proprietários e potenciais proprietários elegem as idas à praia, repouso, caminhadas, jogar golfe e a participação em eventos culturais, entenda-se experiências e programas temáticos, nomeadamente ligadas à identidade e cultura locais, como preferenciais. 34
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO Os orçamentos considerados para compra de imobiliário turístico foram superiores nos indivíduos inquiridos no aeroporto. Mais uma vez, observam-se os valores mais baixos no Eastern Algarve e valores médios nas restantes. 35
  • 9. COMPARAÇÃO REGIONAL - PROPRIETÁRIO O uso médio que se prevê dar à propriedade turística é muito semelhante em todas as regiões, entre 2 a 13 semanas. No entanto, no Western Algarve constata-se que o uso médio é superior ao das restantes regiões. O aeroporto é o que apresenta menor percentagem de proprietários a utilizar a sua propriedade por mais de 26 semanas. 36
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO A origem da procura de propriedades turísticas no Algarve é principalmente proveniente do Reino Unido e Portugal. No Eastern Algarve para além do Reino Unido e Portugal, verificam-se em maior número potenciais compradores de origem espanhola. Já no Aeroporto, identificam-se igualmente eventuais proprietários originários da Escandinávia. 37
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO Na análise por faixa etária, os indivíduos mais jovens localizam-se maioritariamente no aeroporto e Western Algarve, constatando-se que as regiões do Central e Eastern Algarve atraem indivíduos com idades mais elevadas, na faixa etária dos 35 aos 54 anos. 38
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO Nos rendimentos médios anuais, observa-se que os indivíduos identificados no aeroporto auferem valores mais elevados, com grande percentagem de indivíduos a auferir mais de 73.047€, seguindo-se os indivíduos entrevistados no Western Algarve com rendimentos entre os 36.523€ e os 51.132€. No Central e Eastern Algarve verificam-se rendimentos inferiores, maioritariamente entre os 22.645€ e os 36.523€. 39
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO A procura inicial da propriedade turística é feita através da internet, visita ao país e opinião de familiares e amigos, segundo os indivíduos de todos os locais de inquirição. A excepção diz respeito aos entrevistados no aeroporto que pretendem recorrer à imprensa especializada em vez de solicitar a opinião de familiares e amigos. 40
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO Os orçamentos considerados para a potencial compra de imobiliário turístico são bastante superiores nos indivíduos inquiridos no aeroporto, com valores maioritariamente entre os 295.000€ e os 515.000€. Nas restantes regiões o intervalo de preço mais considerado é o de 115.000€ e os 295.000€. 41
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO As poupanças são claramente a base do potencial financiamento, seguindo-se uma mistura de poupanças e crédito e o crédito hipotecário. No caso do Eastern Algarve, verifica-se que os indivíduos afirmam recorrer com maior frequência ao crédito, enquanto que no Western Algarve recorrem mais vezes a um misto de poupanças e crédito. 42
  • 10. COMPARAÇÃO REGIONAL – POTENCIAL PROPRIETÁRIO O uso médio que se prevê dar à propriedade turística é muito semelhante em todas as regiões, entre 2 a 6 semanas. No entanto, no Western Algarve constata-se que o uso médio anual é bastante mais elevado do que nas outras regiões, sublinhando-se o uso superior a 26 semanas por ano, que apresenta valores consideravelmente discrepantes. 43
  • 11. PORTUGAL RESIDENTIAL TOURISM MARKET INTELLIGENCE PORTUGAL RESIDENTIAL TOURISM MARKET INTELLIGENCE MONITOR ILM ■ THR + PORTUGAL RESIDENTIAL TOURISM MARKET INTELLIGENCE 10 10 10 QUESTIONS DEVELOPERS AGENTS Q U A R T E R L Y M O N I T O R ILM ■ THR + PORTUGAL RESIDENTIAL TOURISM MARKET INTELLIGENCE SEMINARS ILM ■ THR 44
  • II L M L M INTERNATIONAL TOURISM ADVISERS Praça Duque de Saldanha, Edifício Atrium Saldanha 10º J • 1050-094 Lisboa • Portugal Tel.: (+351) 213 145 481 • Fax: (+351) 213 145 482 • e-mail:info@ilm-portugal.com www.ilm-portugal.com 45