CS304 - O Documentário Clássico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

CS304 - O Documentário Clássico

on

  • 2,882 views

CS304 - História do Cinema I

CS304 - História do Cinema I
Prof. Dr. Francisco Elinaldo Teixeira

Seminário - O Documentário Clássico

Statistics

Views

Total Views
2,882
Views on SlideShare
2,720
Embed Views
162

Actions

Likes
1
Downloads
71
Comments
0

3 Embeds 162

http://cameracotidiana.com.br 153
http://www.katon.com.br 8
http://www.cameracotidiana.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

CC Attribution License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

CS304 - O Documentário Clássico Presentation Transcript

  • 1. Cinema de ficção versus cinema de realidade
    1
  • 2. A palavra “documentário”
    Nas ciências humanas:
    Segunda metade do séc. XIX
    Conotação representacional
    Caráter comprobatório
    No cinema:
    Razões pragmáticas
    Final dos anos 1920, início dos anos 1930
    Escola Documental Inglesa
    2
  • 3. Surgimento
    A partir de 1922
    Divergências na consideração da narrativa
    Domínio, não gênero
    Contraponto à ficção
    Finalidade
    Referente
    Saturação
    Sistema de estúdio
    Montagem
    Caráter comercial e star system
    3
  • 4. Ideal de verdade estabelecido
    Ponto em comum entre documentário e ficção
    Verdade não resulta de criação cinematográfica
    Não é efeito-verdade criado pelo cinema através de processos imagético-narrativos
    "A verdade era tida como algo externo, dado de antemão, e que se expunha como objeto de descoberta e revelação pelo cinema”
    4
  • 5. Ideal de verdade estabelecido
    Narrativas de grandes acontecimentos
    Personagens exemplares
    Heróis civilizadores
    Visões totalizantes como verdades absolutas
    5
  • 6. O Documentário Clássico
    6
  • 7. O Documentário Clássico
    Modelo, cânone ou referência
    Recusa da ficção
    Subdivido em dois pólos:
    Documentário etnográfico
    Investigação e reportagem
    Primeiros grandes documentaristas
    7
  • 8. Robert Flaherty (1884-1951)
    Observação participante
    Documentário etnográfico
    Nanook ofthe North (1922)
    Inaugural
    Contraponto à artificialidade
    ManofAran (1934)
    Entre ficção e documentário
    Idealização
    8
  • 9. John Grierson (1898-1972)
    Documentário etnográfico
    Produtor e diretor
    “Tratamento poético das realidades”
    Responsável pela nomenclatura
    Documentário social
    Drifters (1929)
    9
  • 10. DzigaVertov (1896-1954)
    Investigação e reportagem
    Cine-olho, cinema-verdade e montagem
    Renovação das atualidades
    Experimentalismo
    Anti-ilusionismo construtivo
    Kino-eye (1924)
    Manwith a moviecamera (1930)
    Sociedade soviética pós-revolução
    “Tomar a vida de improviso”
    10
  • 11. LeniRiefenstahl (1902-2003)
    Propaganda política alemã
    Próxima de Adolf Hitler e de Joseph Goebbels
    Inovações estéticas
    Avanços na montagem
    TriumphdesWillens (1935)
    Obsevacional?
    Representação?
    Olympia (1938)
    Subjetividade imersa na realidade
    11
  • 12. Frank Capra (1897-1991)
    Whywefight series (1942-1945)
    Prelude to War (1943)
    Documentário e política:
    Encomenda governamental
    Lenin: propaganda ideológica
    Experimentação e compromisso
    Idealização: glória e patriotismo
    Domínio público
    http://www.archive.org/details/PreludeToWar
    12
  • 13. Alberto Cavalcanti (1897-1982)
    Vanguardas francesas
    Documentário inglês
    Antecipação das sinfonias urbanas
    Cotidiano urbano
    Importância do som ambiente
    Rien que lesheures(1926)
    Antropocinematografia
    Imagens da realidade e realidade das imagens
    13
  • 14. Jean Vigo (1905-1934)
    “Ponto de vista documentado”
    À propos de Nice (1929)
    Filme silencioso
    Desigualdade social
    Visão satírica
    Naturalismo
    Colaboração de Boris Kaufman
    14
  • 15. O Documentário Moderno
    15
  • 16. Sinfonias Urbanas
    Subgênero do cinema documental
    Proliferado entre 1925-30
    Walter Ruttman (1887-1941)
    Joris Ivens (1898-1989)
    Participam também:
    Cavalcanti
    Vertov
    Vigo
    16
  • 17. O cinema se estrutura como linguagem
    Contexto de extrema racionalidade
    Pós-guerra
    Necessidade de novo fundamento
    Linguagem e fonocentrismo
    Cinema sem especificidade
    Diferenciação entre narrativo e experimental
    17
  • 18. Novas características
    Novo realismo ético-estético
    Inflexão do cinema moderno
    Novas prerrogativas do direto, do campo, do ao vivo:
    Proliferação de denominações
    Nova base técnica
    Diferentes métodos de filmagem
    Novo circuito das imagens objetivas e subjetivas
    18
  • 19. Jean Rouch (1917-2004)
    Chronique d'un été (1960)
    Dirige juntamente a Edgar Morin
    Documentário participativo
    Cinema-verdade
    Limites da representação
    Uso de nova aparelhagem técnica
    19
  • 20. Documentário Contemporâneo
    20
  • 21. Década de 1960
    Noções de interatividade
    Auto-reflexividade
    Participação política
    Arte como projeto de transformação social
    21
  • 22. Década de 1970
    Revisa legado “ficcional” do documentário
    Desarticula linguagem
    Encaminhamento para novo construtivismo
    “Cinema de não-ficção”
    22
  • 23. Últimas décadas
    Cultura cibernético-informacional
    Ambiente videográfico e digital
    “Perda da realidade”
    Reality shows
    Similaridade de desafios:
    Roger and Me (Michael Moore, 1989)
    33 (KikoGoifman, 2004)
    Cabra marcado para morrer (Coutinho, 1984)
    Ônibus 174 (José Padilha, 2002)
    23
  • 24. Narrativas documentais na ficção
    Dúvidas na classificação
    Divergência de modelos clássicos
    Concebidas através da montagem
    Dois indicados ao último Oscar:
    TheHurLocker (KathrynBigelow, 2009)
    In the loop (Armando Iannucci, 2009)
    Exploração dos limites
    Jogo de cena (Coutinho, 2007)
    24
  • 25. Referências
    AUMONT, J.; MARIE, M. Dicionário teórico e crítico de cinema.  3 ed. Campinas: Papirus, 2007.
    Dancyger, K. Técnicas de edição para cinema e vídeo: história, teoria e prática. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.
    FLAHERTY, R. How I filmed Nanook of the North. Disponível
    NICHOLS, B. Introdução ao documentário. 3. ed. Campinas, São Paulo: Papirus, 2008.
    RAMOS, F. V. P. O que é documentário. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/pessoa-fernao-ramos-o-que-documentario.pdf.
    RAMOS, F. V. P. Mas afinal... o que é mesmo documentário?. São Paulo: Senac, 2008.
    TEIXEIRA, F. E. Documentário Moderno, in História do cinema mundial. Campinas: Ed. Papirus, 2006.
    VERTOV, D. Kino-eye: thewritingsofDzigaVertov. Berkeley: Univ. ofCalifornia, c1984.
    25
  • 26. Suporte Técnico
    Felipe Martinelli Orsini
    26