Your SlideShare is downloading. ×
Objetivos para erradicar a fome
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

Objetivos para erradicar a fome

2,670
views

Published on

Objetivos para acabar com a fome no brasil e no mundo

Objetivos para acabar com a fome no brasil e no mundo

Published in: Education

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
2,670
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
30
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.
    • Cerca de 14 milhões de pessoas convivem com a fome no Brasil e mais de 72 milhões de brasileiros estão em situação de insegurança alimentar
  • 2. O Brasil está entre os três países com os piores índices de distribuição de renda. Perde apenas para Serra Leoa e Namíbia.
  • 3. Nas principais empresas brasileiras as mulheres recebem cerca de 70% do salário de um homem que ocupe o mesmo nível hierárquico, mesmo tendo mais anos de estudo.
  • 4. A desnutrição entre crianças com menos de 1 ano diminuiu em mais de 60% nos últimos 5 anos, mas ainda existem cerca de 60 mil crianças com menos de 1 ano desnutridas.
  • 5. Aquecimento Global: Os atuais modelos científicos prevêem que, se nada for feito, a temperatura pode aumentar entre 1,4º C e 5,8º C até 2100
  • 6. 40% da população mundial, ou seja, mais de 2 bilhões de pessoas, não têm acesso à água potável ou ao saneamento básico
  • 7. O que fazer para mudar?
  • 8. Reduzir as diferenças
  • 9. O mundo salvará 300 milhões de pessoas que morreriam por causa da fome, caso o objetivo número 1 seja alcançado até 2015.
  • 10. Combater os grandes males
  • 11. 30 milhões de crianças com até 5 anos de idade serão salvas, se a mortalidade infantil for reduzida até 2015.
  • 12. Garantir as condições de sobrevivência do planeta
  • 13. O mundo salvará 2 milhões de pessoas se universalizar até 2015 o acesso a água potável e ao saneamento.
  • 14.  
  • 15.
    • Todos os problemas que enfrentamos hoje, como desigualdade social, violência, drogas, poluição, fazem parte de um mesmo conjunto de riscos enfrentado por toda a humanidade.
    • Foi por isso que em setembro de 2000 a ONU aprovou a Declaração do Milênio e o Brasil, junto com outros 191 países, assinou o pacto e estabeleceu um compromisso compartilhado com a sustentabilidade do Planeta.
    • A Declaração do Milênio elegeu oito objetivos para combater os grandes problemas que afetam a humanidade, definindo metas para que sejam alcançadas até 2015. São os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, os 8 jeitos de mudar o mundo .
    • Conheça agora cada um deles e saiba como fazer a sua parte.
  • 16.
    • Aderir ou promover a adesão de empresas para programas de combate ao desperdício de alimentos, como por exemplo o Cozinha Brasil, organizado pelo SESI;
    • Implantar hortas comunitárias na comunidade, monitorando e garantindo sua manutenção;
    • Colaborar com bancos de empregos, divulgando suas oportunidades de trabalho;
    • Criar oportunidades de empregos, especialmente, para jovens, propiciando-lhes a primeira experiência profissional;
    • Investir em cursos de capacitação a professores e merendeiras e em material pedagógico para estimular uma alimentação saudável na escola e em casa.
    O que as empresas podem fazer
  • 17.
    • Realizar um levantamento na comunidade, identificando o número de adultos analfabetos para posterior encaminhamento aos centros/cursos de alfabetização;
    • Promover ações de combate ao trabalho infantil na empresa, entre seus parceiros e na comunidade, incentivando e apoiando campanhas voltadas para o esclarecimento das famílias sobre a importância da permanência dos filhos na escola;
    • Organizar e manter bibliotecas, videotecas ou brinquedotecas para a comunidade, podendo sediá-las em uma escola ou na associação de moradores;
    • Apoiar nas escolas da comunidade, ações esportivas, culturais e educativas, tais como: grupos de teatro, feira de ciências, etc.
    O que as empresas podem fazer
  • 18.
    • Assegurar salários e benefícios iguais para mulheres e homens em funções equivalentes;
    • Sensibilizar os funcionários homens quanto à divisão das tarefas domésticas, paternidade responsável e intolerância para toda forma de violência contra mulheres e crianças;
    • Implementar uma política de marketing que promova a valorização da mulher, bem como medidas que evitem a utilização de imagens ofensivas e estereótipos sexuais femininos na publicidade;
    • Assegurar que a participação de mulheres nos cargos de direção seja proporcional ao total de mulheres no quadro funcional.
    O que as empresas podem fazer
  • 19.
    • Identificar as crianças desnutridas para orientar as famílias acerca dos tratamentos necessários, até sua recuperação;
    • Participar das campanhas de vacinação, garantindo que todas as crianças da comunidade sejam vacinadas;
    • Apoiar projetos de promoção da higiene pessoal e sanitária, da melhoria da nutrição infantil e de acesso aos medicamentos básicos para diminuir as causas da mortalidade infantil;
    • Organizar campanhas de orientação e incentivo ao aleitamento materno.
    O que as empresas podem fazer
  • 20.
    • Realizar campanhas em favor da saúde materna com programas de informação sobre planejamento familiar, sexualidade, doenças sexualmente transmissíveis, auto-exame de mamas, amamentação, entre outros;
    • Garantir o respeito à gravidez de todas as funcionárias, inclusive terceirizadas, oferecendo-lhes segurança no local de trabalho e nas atividades que desempenham;
    • Apoiar políticas públicas e ONGs que trabalhem com o tema de gênero e com a melhoria dos serviços de saúde.
    O que as empresas podem fazer
  • 21.
    • Realizar um mutirão envolvendo funcionários, escolas, agentes de saúde e comunidade, visando orientar sobre os sintomas e as formas de tratamento da tuberculose, hanseníase, dengue, entre outras doenças;
    • Organizar campanhas para a doação de sangue envolvendo funcionários, familiares e comunidade;
    • Esclarecer e sensibilizar funcionários, familiares e comunidade a não estimular o consumo de bebida alcoólica por crianças e adolescentes, contribuindo para prevenção do alcoolismo e suas conseqüências;
    • Identificar entre os funcionários aqueles que fazem uso abusivo de álcool ou de drogas, apoiando-os no tratamento médico e psicológico;
    • Promover programas de prevenção e tratamento de DSTs, em especial Aids, para os funcionários e a comunidade.
    O que as empresas podem fazer
  • 22.
    • Implantar um programa de coleta seletiva do lixo e divulgar essa prática entre os funcionários e no entorno da empresa;
    • Implementar ações educativas sobre o uso racional da água e do sistema de esgotos para as famílias da comunidade e os líderes comunitários;
    • Estimular o protagonismo juvenil, capacitando os jovens da comunidade para serem futuros formadores e multiplicadores das atividades de educação ambiental nas escolas e organizações de bairro;
    • Desenvolver, de forma continuada, atividades de educação ambiental nas escolas, promovendo palestras sobre temas como esgotamento sanitário, reciclagem, coleta seletiva do lixo, preservação do meio ambiente, promoção da saúde e da qualidade de vida, desenvolvimento sustentável, Agenda 21.
    O que as empresas podem fazer
  • 23.
    • Organizar um Grupo de Voluntários, para atuação na comunidade, fortalecendo parcerias com a sociedade civil e com o poder público;
    • Organizar ações para disseminar os Objetivos do Milênio, promovendo a participação dos funcionários na solução dos problemas apontados e engajando a empresa na implementação de ações concretas em prol dos Objetivos do Milênio;
    • Adotar pequenos negócios, acompanhando-os durante um ano através de consultoria e aconselhamentos pontuais, promovendo o aumento da geração de trabalho e renda para jovens empreendedores que ainda necessitam de indicações e caminhos para conseguir o salto de qualidade dos seus negócios;
    • Articular-se com organizações governamentais e da sociedade civil, para a realização de programas de qualificação e de formação para jovens em situação de desvantagem social, a fim de inseri-los no mercado de trabalho.
    O que as empresas podem fazer
  • 24.
    • www.fiemg.com.br/cidadania
    • [email_address]
    • (31) 3263-4351