• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Carboidratos2
 

Carboidratos2

on

  • 1,719 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,719
Views on SlideShare
1,719
Embed Views
0

Actions

Likes
3
Downloads
95
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Carboidratos2 Carboidratos2 Presentation Transcript

    • CARBOIDRATOS Os carboidratos são as moléculas orgânicas mais abundantes da natureza. Constituem ¾ da massa seca de todas as plantas (grãos, verduras, hortaliças). São produzidos pelas plantas verdes na fotossíntese a partir da H2O, CO2 e luz solar. A energia é armazenada nas suas ligações químicas. Os carboidratos obtidos na natureza são normalmente a celulose e a sacarose, e com maior freqüência o amido. Dos quais por hidrólise são obtidas a glicose e a frutose. As moléculas dos carboidratos são constituídas por C, H e O.
    • Importância e funções dos carboidratos pertencem ao grupo dos nutrientes básicos (têm função nutricional); são encontrados em grande quantidade na maioria dos alimentos; são alimentos baratos e de fácil digestão; principal fonte de fornecimento de energia na dieta da maioria dos organismos; alimentos de reserva (amido/plantas, glicogênio/humanos); atuam como componentes das membranas celulares; servem como componente estrutural (sustentação) de muitos organismos (ex: paredes celulares de bactérias, esqueleto de insetos, celulose fibrose de plantas); participam dos mecanismos de defesa (glicoproteínas e imunoglobulinas); carboidratos não digeríveis – fibras; nos alimentos exercem uma série de funções: edulcorantes, geleificantes, espessantes, precursores de compostos de aroma e cor; nos alimentos são responsáveis pela maioria das reações de escurecimento.
    • Exemplos de CARBOIDRATO São alimentos ricos em carboidratos: cereais, pães, farinhas, mandioca, batata, doces e frutas.
    • Classificação e nomenclatura doscarboidratos: Fórmula geral: Cn(H2O)m São classificados de acordo com seu tamanho molecular em:
    • Monossacarídeos Os monossacarídeos são os carboidratos mais simples. Apresentam de 3 a 7 carbonos em sua estrutura, havendo uma proporção entre esses átomos e os átomos de hidrogênio, obedecendo uma fórmula geral, onde há um carbono para cada dois hidrogênios e um oxigênio: Cn(H2O)n. Se um monossacrídeo tiver 4 átomos de carbono, ele terá 8 átomos de hidrogênio e 4 átomos de oxigênio. Os monossacarídeos recebem o sufixo –ose, precedida pelo numero de carbonos que contém em sua fórmula, então: Nº carbonos Fórmula Nome 3 C3H6O3 Triose 4 C4H8O4 Tetrose 5 C5H10O5 Pentose 6 C6H12O6 Hexose 7 C7H14O7 heptose
    •  Monossacarídeos de importância biológicaPentose FunçãoRibose Participa da produção do ácido ribonucléico (RNA) atuando como matéria-prima.Desoxirribose Participa da produção do ácido desoxirribonucléico (DNA) atuando como matéria-prima.Hexose FunçãoGlicose É a principal fonte de energia para os seres vivos, mais usada na obtenção de energia. É fabricada pelos vegetais na fotossíntese e utilizada por todos os outros seres vivos na alimentação.Frutose Possui função energéticaGalactose Possui função energética. Participa da composição de monossacarídeos da lactose.
    • OLIGOSSACARÍDEOS São glicosídeos que contêm de 3 a 10 unidades de monossacarídeos, unidos por ligações glicosídicas (alguns autores consideram os dissacarídeos como oligossacarídeos). Os oligossacarídeos são considerados alimentos prebióticos: Alimentos prebióticos são alimentos não digeríveis, como as fibras, que beneficiam o estímulo seletivo, crescimento e a atividade das bactérias do cólon intestinal. A ingestão de prebióticos estimula o aumento (crescimento) das bifidobactérias presentes no organismo. Como exemplo de oligossacarídeo pode-se citar os frutoligossacarídeos e a inulina.
    • Dissacarídeos Os dissacarídeos são o resultado da ligação entre dois monossacarídeos. Na reação de formação de um dissacarídeo há formação de uma molécula de água, portanto se trata de uma síntese por desidratação para cada ligação. Um dos monossacarídeos perde um hidrogênio (H) e o outro perde a hidroxila (OH). Essa duas moléculas se unem, formando uma molécula de água (H2O). A ligação que ocorre entre as extremidades dos monossacarídeos é chamada de ligação glicosídica.
    •  Esse mesmo tipo de ligação ocorre na formação das moléculas de DNA e RNA, através da ligação entre uma pentose e uma base nitrogenada:Dissacaríde Monossacarídeos Funçãoo constituintesSacarose Glicose + frutose Apresenta função energética. Está presente nos vegetais, principalmente na cana-de- açúcar.Lactose Glicose + galactose Apresenta função energética e é o açúcar presente no leite.Maltose Apresenta função energética e é encontrado Glicose + glicose em vegetais.
    • Polissacarídeos Os polissacarídeos são moléculas formadas através da união de vários monossacarídeos. Alguns apresentam em sua fórmula átomos de nitrogênio e enxofre. Principais Polissacarídeos estruturais Polissacarídeo Função Celulose Participa da composição da parede celular dos vegetais. É o carboidrato mais abundante na natureza. Quitina Está presente na parede celular de fungos e no exoesqueleto dos atropodes. Possuem grupos amina (NH2) em sua cadeia.
    •  Principais Polissacarídeos energéticosPolissacarídeo FunçãoAmido Apresenta função de reserva. É encontrado em raízes, caules e folhas.Glicogênio É o carboidrato de reserva dos animais e dos fungos. É armazenado nos músculos e no f ígado dos animais.
    • OLIGOSSACARÍDEOS São glicosídeos que contêm de 3 a 10 unidades de monossacarídeos, unidos por ligações glicosídicas (alguns autores consideram os dissacarídeos como oligossacarídeos). Os oligossacarídeos são considerados alimentos prebióticos: Alimentos prebióticos são alimentos não digeríveis, como as fibras, que beneficiam o estímulo seletivo, crescimento e a atividade das bactérias do cólon intestinal. A ingestão de prebióticos estimula o aumento (crescimento) das bifidobactérias presentes no organismo. Como exemplo de oligossacarídeo pode-se citar os frutoligossacarídeos e a inulina.