• Like
Plano de curso de teatro Ensino Médio
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

Plano de curso de teatro Ensino Médio

  • 10,200 views
Published

 

Published in Education
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
10,200
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
117
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. COL. EST. LOURIVAL BAPTISTA 2013 PLANEJAMENTO ANUAL PARA O ENSINO MÉDIO DA DISCIPLINA DE ARTES CÊNICASPROFESSORA: GLICIANE SILVEIRA ARAGÃO OLIVEIRA.Justificativa Shechtman (2009) afirma que a mediação pedagógica é um procedimentocomunicacional, conversacional, de construção de significados, cujo objetivo é ampliar aspossibilidades de diálogo e ampliar a negociação significativa de processos e conteúdos aserem trabalhados nos ambientes educacionais, bem como incentivar a construção de umsaber relacional, contextual, gerado na interação professor aluno. A mediação pedagógica pressupõe, dessa forma, a ação de um docente que ajuda adesenvolver no aluno a curiosidade, a motivação, a autonomia e o gosto pelo aprender. E é por meio desta mediação que será desenvolvido este plano de ensino, poisdesta forma os alunos participarão de maneira mais aberta para realização do jogo. Faz-se necessário saber que Jogos Teatrais é a designação dos jogosimprovisacionais desenvolvidos pela diretora teatral norte-americana Viola Spolin, para finsde preparação de atores profissionais ou na utilização do teatro para iniciantes ou mesmo nasatividades escolares. Segundo a autora não é qualquer jogo que é um jogo teatral, para tanto énecessário que o mesmo tenha um foco específico, desenvolvido a partir de instruções eregras que levam o jogador a desenvolver formas da arte teatral. E em nosso caso específico,temos a necessidade de uma maior compreensão por parte da criança do lúdico,proporcionando a mesma uma maior concentração, criatividade e interesse pelaaprendizagem, logo que passa, a saber, que até nas brincadeiras poderá aprender.Objetivo Geral: Desenvolver habilidades que proporcionem aos alunos uma maior concentração ecriatividade.Objetivos Específicos: Realizar atividades que propicie ao educando, maior agilidade no pensar, bem como no expressar destes pensamentos; Identificar os motivos que promovem a falta de concentração dos discentes; Desenvolver atividades que envolvam os alunos e que permita aos mesmos navegar no mundo da imaginação; Estimular a concentração dos alunos por meio do jogo teatral;
  • 2. Despertar o interesse pela criação de Histórias; Ampliar a capacidade da oratória, eliminando a timidez e o medo de expressar os seus pensamentos. Estimular o raciocínio em expressar a criatividade, o vocabulário e a atenção com rapidez.1ºAno EMObjetivos: Compreender a ideia de intervenção em Arte; Articular imagens, ideias e sentimentos por meio da especificidade dos processos de criação nas linguagens das artes visuais, música, teatro ou dança, gerando projetos de intervenção na escola; Observar o lugar – espaço – escola como modo de fazer uma leitura – sondagem em questões propositoras para intervenção; Apresentar a ideia da intervenção em artes na escola por meio de projetos individuais ou colaborativos visando à mediação cultural na escola.Conteúdo: Arte circense; circo tradicional; famílias circenses; circo contemporâneo; escola de circo; palhaço clown e a tradição cômica; folia de reis; palhaços de hospital. Artistas e coletivos de artistas que trabalham com ações de intervenção; Modos de intervenção artística e seus processos de criação em modalidades da Arte; Ações de intervenção e mediação cultural por meio de projetos poéticos individuais e colaborativos. O corpo como Suporte Físico na dança e no teatro; Suportes, ferramentas e procedimentos técnicos e inventivos; o corpo como suporte físico na dança e no teatro; Relatos – temas – espaços; estilos – transformações na dança; Corpo espetacular; intervenção em espaço não convencionais; Texto, temas de intervenção cênica; Música, som da palavra, timbre; Visualidade da forma- conteúdo em conexão com a materialidade e com os processos de criação.2º Ano EM
  • 3. Objetivos: Dominar das linguagens através do processo de criação, análise das modalidades da Arte e interpretação crítica. Investigar o encontro entre Arte e público na dimensão da mediação cultural, como experiência estética a ser compartilhada; Conhecer e valorizar os espaços e as formas de integração entre Arte e público; Perceber a dimensão cultural como abertura de possíveis canais de interação comunicativa e de diálogo entre o público e as modalidades das artes; Esboçar projetos individuais ou colaborativos como condutores de espaço para apresentação do fazer artístico da comunidade escolar e/ou do seu entorno.Conteúdos: Espaços expositivos, modos de expor, salões de Arte, bienais, feiras de Artes; Festivais de teatro, espaço promotores de leituras dramáticas, mostra universitária; Festivais de dança em mostra universitária, espaço alternativos de dança; Festivais de música, espaços de concerto, espaços alternativos de música. Potencialidade e a singularidade poética nas linguagens artísticas; Poética nascida de processos coletivos e/ou colaborativos; Invenção de pré – projetos e elaboração de sua escrita; A construção de jingles; Improvisação teatral; A dança e suas modalidades; O festival e o salão como possibilidade de mostrar a produção dos alunos.3ºAno E.MObjetivos: Discutir em grupo sobre cultura de massa e o consumismo; Refletir a Indústria cultura pós e contra; Trabalhar seminários discutindo aportes da cultura da sociedade contemporânea; Identificar as diferenças entre culturas e a influência da mídia. Discutir sobre música e dança nos dias de hoje e seu contexto histórico: Funk, pop, sertanejo, etc.;
  • 4. Apresentar cultura de massa em forma de teatro; Enriquecer as relações com o mundo e consigo mesmo; Conteúdos: História do teatro. Estudo sobre cultura de massa: dança, música, etc.; Cultura Visual; Arte de elite x Arte popular; Cinema; Moda hoje; Teatro e Instalação; Performance; vídeo – arte; Arte do Corpo (body Art); Teatro político.Metodologia: Aulas expositivas “imagens, vídeos, música”; Discussões reflexivas em grupo; Apresentações em grupo – Seminário; Processos de criação; Aulas expositivas; Jogos dramáticos e teatrais; Oficinas de atuação e expressão corporal; Montagem de espetáculo.Recursos: Apostilas; Projetor, Data show, TV/DVD; Celular (música, fotografia, filmagem); Materiais diversificados no processo de criação de cenários e figurino; Ventilador;
  • 5. Maquiagem cenográfica; Som com cd player;Avaliação:Os alunos serão avaliados durante todo o andamento do processo, sua participação como umtodo e não apenas as finalizações dos resultados, mas também o interesse, o esforço e oenvolvimento dos educandos. Será respeitada a individualidade e conhecimentos prévios decada estudante assim como suas competências e habilidades.Referências:- CAMARGO, Robson. Teatro e fragmentos: construindo emoções, pensamentos e razões. In:Sensibilidade e Sociabilidades - editora da UCG 2008. 55 a 62. Acessado em:http://ufg.academia.edu/RobsonCamargo/Papers .- CHACRA, S. Improvisação para o Teatro. São Paulo: Perspectiva, 1983.- COURTNEY, R. Jogo, Teatro e Pensamento. São Paulo: Perspectiva, 1986.- DESGRANGES, Flávio. Pedagogia do teatro: provocações e dialogismo. São Paulo:Hucitec, 2006.___________________. Pedagogia do Espectador. São Paulo: Hucitec. 2003.- HARTMANN, Luciana; FERREIRA, Taís. Módulo 16: História da arte-educação paralicenciatura em teatro. Brasília: Estão Gráfica LTDA, 2010.- PUPO, Maria Lucia Souza Barros (org.) Dossiê Teatro Educação. In Revista Sala Preta(USP), São Paulo, v. 2. Acessado em http://www.eca.usp.br/salapreta/sp02.htm.- SPOLIN, Viola. Jogos Teatrais: o fichário de Viola Spolin. Tradução e introdução porIngrid Koudela. São Paulo: Perspectiva, 2001.- ____________. Jogos Teatrais na Sala de Aula. Tradução e introdução por IngridKoudela. São Paulo: Perspectiva, 2007.