Your SlideShare is downloading. ×
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

99 Dicas Essenciais Para Uma Vitrine Magnetica

138,935

Published on

A vitrine é responsável por 70% das vendas de uma loja, esse e-book te ajuda a fazer com que você tenha uma Vitrine magnética! …

A vitrine é responsável por 70% das vendas de uma loja, esse e-book te ajuda a fazer com que você tenha uma Vitrine magnética!

Published in: Business, Technology
11 Comments
29 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
138,935
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
10
Actions
Shares
0
Downloads
1,616
Comments
11
Likes
29
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Apresentação A vitrine é responsável por pelo menos 70% das vendas de uma loja, logo sua importância é enorme. Imagine que a cada 100 vendas, 70 sejam por causa de alguma coisa que chamou a atenção do consumidor nessa vitrine. Agora imagine que a vitrine dessa semana está desorganizada, sem tema, morna.Você consegue manter seu negócio com apenas 30% das vendas (supondo que o produto tenha boa qualidade, valor percebido pelo cliente como justo e um excelente atendimento)?
  • 2. O consumidor de hoje está muito mais centrado em sí e só gosta do que é parecido com ele, seus valores, seus desejos, suas cores preferidas, a decoração, o aroma... A loja precisa ser uma extensão do ambiente que seu cliente frequenta (ou quer frequentar) e a decoração da vitrine é a forma de demonstrar que sua loja faz parte do mesmo mundo dele. O universo das vitrines é tão diverso e fascinante como somos nós, consumidores do século 21. Por isso, eu espero que esse e-book possa ajudá-la (o) a atrair o maior número possível de clientes para sua loja tornando-a uma Vitrine Magnética.
  • 3. Porque um e-book? A palavra chave é acessibilidade. Quando eu escrevo, penso que alguém lá longe, que não tem acesso aos grandes centros e quer que sua vitrine seja atrativa, magnética, possa utilizar uma dessas idéias e sentir-se mais feliz, com as vendas, com os elogios, consigo mesma. É isso que me move (e um pouquinho de vaidade, afinal, como diz Paulo Coelho, o maior prazer do escritor é ser lido). Sou apaixonada por design, em todas as suas variáveis (de embalagens, interiores, gráfico) e por moda, demorou, mas finalmente encontrei uma atividade em que todos esses elementos estão presentes. Sempre em busca de conhecimento, uma vitrine de cada vez.
  • 4. Ao meu marido Vicente, meus filhos Anderson Gustavo e Arthur Germano e à minha mãe Izilda Fatima, pelo apoio, conselhos e incentivo.
  • 5. Sumário 1. Briefing .......................................................... 08 2. Tema ..............................................................14 3. Materiais ........................................................18 4. Conceitos de Visual Merchandising .............. 24 5. Cores ........................................................... 34 6. Proporção .....................................................42 7. Iluminação .....................................................50 8. Organização ................................................. 55 9. Links .............................................................60 10. Contato, Créditos e Licença de uso .............. 63
  • 6. Briefing O briefing é o ponto de partida para o desenvolvimento de uma vitrine. É aquela conversa com o cliente em que ele expressa qual a sua expectativa em relação ao projeto, qual o público alvo da loja e quanto está disposto a investir. Se a loja for sua, o processo é praticamente o mesmo: descobrir o que você quer conseguir com uma vitrine repaginada. Seu cliente pode ter exigências quanto às cores (não gostar de amarelo, por exemplo), ao estilo (romântico, futurista, alegre, dark) e cabe a você decifrar isso fazendo as perguntas certas. Seu primeiro cliente é quem está te contratando, mas você, como profissional, deve ter a habilidade de encontrar um consenso, entre o que ele quer e o que realmente funciona.
  • 7. 1. Descubra quem é o consumidor dessa loja, qual a sua idade, sexo, onde mora, quanto gasta em média a cada compra, suas preferências musicais, quais os eventos a que comparece. Você pode descobrir isso e muito mais apenas criando um cadastro no momento da compra ou em um formulário no website.Se você premiar esse cliente por responder essa pesquisa, com descontos ou um brinde, a chance de que obtenha dados reveladores é muito maior. 2. Tenha claro qual será a função dessa vitrine. Promover um lançamento de produto? Uma liquidação? Reforçar a imagem da marca ou promover uma data comemorativa como Dia dos Namorados ou Natal?
  • 8. 3. Defina qual será o orçamento do projeto. Para definir um orçamento, é preciso que você tenha fornecedores de confiança. Saiba exatamente quanto custa um display em acrílico, uma placa de PS, a mão de obra do estofador, do marceneiro, a taxa de instalação da empresa de comunicação visual e etc. Sem esses dados, com certeza sua verba vai estourar e o projeto ficará prejudicado. Imagine prometer ao seu cliente um cenário todo em madeira e entregar as peças feitas com isopor? Para não correr esse risco, pesquise muito. A diferença de preços entre fornecedores chega a até 600%, alguns por terceirizarem a produção, outros pela matéria prima importada e ainda pela força da marca.
  • 9. 4. Prepare um plano de ação: especifique qual o tempo necessário para a entrega do projeto e sempre dê uma margem para imprevistos, 2 dias, por exemplo. Eles acontecem e arruinariam sua reputação. Entregue um documento com as datas listadas de cada etapa do projeto e comunique seu cliente sobre alguma mudança. 5. Terceirize: se você não sabe desenhar no Corel Draw, ou renderizar imagens, contrate alguém que saiba. Apresentação é tudo, capriche. 6. Trabalhe com uma entrada em dinheiro, para pagar o sinal da gráfica, do marceneiro. Se conseguir descontos, repasse ao seu cliente. Isso trará fidelidade.
  • 10. 7. Se trabalhar com outro vitrinista, peça para ele comparecer a essa reunião junto com você e escrever suas impressões em separado. Dessa forma, o que for consenso entra no projeto e as chances de que dê certo serão maiores. 8. Separe imagens de vitrines por segmento para consulta. Leve no dia da reunião.Se a loja é sua, faça uma galeria e separe tons e formas que gostaria de trabalhar. 9.Se a loja tem mais de um sócio com poder de decisão, marque um horário com ambos. Se você tem um sócio, ouça suas opiniões antes de mudar a decoração da vitrine, dessa forma evita-se perda de tempo e uma eventual mudança no último minuto.
  • 11. Tema A escolha do tema norteará todo o projeto e deve ser a sua primeira decisão. Com um tema definido, tudo flui melhor. Os temas podem ser divididos em datas comemorativas como Natal, Dia das Mães, Dia dos Namorados, promocionais (lançamento de produtos), liquidação, verão, inverno ou temas abstratos: Um piquinique no Parque, Sonhos, Bem estar, Músicos e outros milhares. Com o tema definido entra em cena a adequação, que é o momento em que tudo deve fazer sentido para o consumidor ao observar essa vitrine.
  • 12. 10.O mesmo tema pode ter dezenas de variações dependendo quem é o público alvo dessa loja. Por exemplo, o tema pode ser Verão e numa loja de surf entrariam coqueiros, esteiras e numa loja de roupa feminina de luxo apenas uma espreguiçadeira e uma guarda-sol estilizados. 11. Materiais ecológicos estão em voga, mas isso não quer dizer um monte de garrafa pet ou copinho de café de plástico pela vitrine. Madeira de demolição, tecidos de fibras orgânicas, lonas impressas com corantes à base de água são opções verdes não tão óbvias. 12. Treine o olhar: praticamente tudo à sua volta pode servir como um tema da sua próxima vitrine. Fotografe tudo.
  • 13. 13.Não defina o tema à partir do budget. Existem diversas opções de materiais, portanto troque a madeira por isopor ou papelão, utilize papel machê e recicle objetos. O importante aqui é o acabamento, que deve ser impecável. 14.Invente novos usos, lojas de roupas infantis não precisam apenas de ursinhos, pirulitos e bolas na vitrine. Faça apenas a carcaça de um avião com as peças dentro, desperte o interesse do consumidor. 15. Sex shop são lojas em que as vitrines são negligenciadas. Crie composições burlescas, com um toque de cabarés hollywoodianos e fuja do óbvio!
  • 14. Materiais São eles que contribuem para um trabalho diferenciado. Quanto maiores forem suas referências, mais rico será o seu projeto. Os mais usados são a madeira, o vidro, os tecidos, a placa de PS e o papel, de todas as gramaturas. O acrílico é um material excelente e bastante versátil, além das fibras naturais, pastilhas... Todos os materiais que são lançados para decoração interior e exterior, residenciais e comerciais servem para uma vitrine.
  • 15. 16. Procure fornecedores e peça catálogos e amostras. 17. Visite as feiras do setor e eventos. No capítulo links você encontra sites que tratam do assunto. 18. Vá no maior número de exposições de arte que conseguir. Treine o olhar para novos materiais e novas combinações de cores. 19. Lojas de bricolagem e material de construção te mantém atualizado com os lançamentos do setor além de oferecerem cursos gratuítos.
  • 16. 20. Pesquise na web novos artistas, em diretórios de blogs e em sites especializados, como o casa.com.br. Acostume-se a assinar os feeds. 21. Troque de shopping pelo menos 1 vez por semana (para os shopaholics) e visite um especializado em decoração. 22. Treine o inglês: pesquisando em inglês seu repertório cresce exponencialmente, tanto em termos de idéias e adaptações como em novos usos para velhos materiais de todo o mundo.
  • 17. 23. O lixo de um é o luxo de outro. Aprenda a reciclar objetos ou busque quem tem essa habilidade. Visite feirinhas de artesanato e antiguidades. 24. Para criar cenários, contate empresas que fabricam aqueles bonecos gigantes para fachada de buffets. Na dúvida, ligue para o buffet em questão e pergunte. 25.Visite ruas especializadas, como a Rua do Gasômetro, com suas lojas de madeira, a Rua Rangel Pestana, com materiais para tapeçaria e estofamento, a Rua 25 de Março e redondezas para tecidos e armarinhos, entre outras (em SP).
  • 18. 26. Importe novos materiais você mesma! As lojas americanas e canadenses, por exemplo, em sua maioria, vendem à partir de uma peça ou 1 yard para tecidos, pouco menos de 1m. 27.Compre refugos e sobra de coleções, dessa forma terá várias opções sem gastar muito - e muitas serão peças com edição limitada. 28. Comece a recolher móveis largados nas ruas. Recicle e crie novos usos. Além do custo, ajuda o planeta.
  • 19. Conceitos de VM Assim que uma pessoa vê uma vitrine e identifica-se, olha para o interior da loja pra ver se ambas projetam a mesma linguagem. Imagine uma vitrine sem graça com uma loja impecável, com modelos da última moda, de qualidade superior ao dos concorrentes. É praticamente impossível que o consumidor adivinhe tudo isso nessas circunstâncias. E uma vitrine bem feita mas com um emaranhado de roupas no balcão, cabides para todos os lugares, sem sinalização adequada? Mesmo efeito. Quando não existe uma linguagem única na loja entre exterior e interior o consumidor não sente confiança e vai embora.
  • 20. 29. A vitrine deve conter os produtos de destaque da loja e não todos, de todos os setores, amontoados. É comum ver vitrines mostruário, o que afasta o consumidor e não agrega valor nenhum para a marca. 30. Sinalize os produtos da loja e sempre deixe espaços para circulação. Agrupe produtos semelhantes, como saídas de banho perto dos biquínis, chinelinhos perto das camisolas, coberturas ao lado do freezer de sorvete e incentive a compra casada. 31. Ofereça uma consultoria silenciosa. Monte ambientes em que seu cliente visualize o uso do produto, com combinações de peças no manequim e acessórios.
  • 21. 32. Agrupe as mercadorias por cores, no caso de roupas e coloque em uma mesma arara peças iguais de diferentes tamanhos. Vendedoras dizendo para o cliente escolher o modelo "que eu pego do seu tamanho lá dentro" é ofensivo. 33. Coloque preços em todas as mercadorias. Inclusive na vitrine. Para não poluir visualmente, numere as peças e coloque uma placa com os valores. Jamais coloque preços em folhas de sulfite escritas com caneta e pior - coladas com durex no vidro. 34. identifique os pontos quentes da sua loja, percorra o caminho que seu cliente fará e coloque as mercadorias com maior margem de lucro nesses lugares.
  • 22. 35. Para crianças: utilize materiais fáceis de limpar e sem bordas pontiagudas. Ouse na combinação de cores mas lembre-se que a loja infantil também deve agradar aos pais. 36. Utilize as prateleiras do meio para os produtos que geram mais lucro. Na vitrine, utilize o centro para esse tipo de produto. 37. Uma pessoa leva 30 segundos para decidir se gostou ou não de uma vitrine. Impressione de primeira ou não terá mais essa chance. Pense nisso todos os dias. 38. Coloque um produto com um preço extremamente alto ao lado do produto que quer vender. Um relógio de R$ 2.500 fica barato perto de outro custando R$18.000
  • 23. 39. Estimule o tato: misture texturas, como seda e ráfia, puro algodão e camurça na ambientação da loja. Banquinhos de folha de bananeira não passam a idéia de conforto e acabam como objeto de decoração. Se quer que seus clientes sentem- se, providencie poltronas ou sofá macios. 40.Limpe a vitrine regularmente. A poeira que se acumula entre os vãos do piso de madeira, ou embaça o adesivo e os banners são a primeira coisa que seu cliente nota. Sim, ele vê a sujeira no teto, com certeza. 41. Liquidação não é desova: tenha o mesmo cuidado com a vitrine nessa época. Nada de papel de embrulho com canetão! Inove e atraia.
  • 24. 42. Estimule a audição, com uma música adequada ao perfil da loja. Se quiser que a fila ande, como uma véspera de Natal, coloque músicas com batidas fortes, em que as pessoas fiquem alertas. Se, ao contrário, quer que seu cliente caminhe calmamente pelos corredores, coloque uma música mais lenta, porém alegre. 43. Aromas: algumas lojas já possuem fragrâncias próprias, mas você pode facilmente ligar um aromatizador com algumas gotas de óleo essencial para criar um efeito diferenciado. Porém, cuidado com a dosagem, para que não incomode ou fique na pele da sua cliente ao sair da loja. Tudo muito sutil.
  • 25. 44. Estimule o paladar, colocando algum alimento na vitrine (cenográfico), como morangos em taças para uma loja de lingerie. A tendência nesse verão é colocar limões sicilianos em baldes de alumínio, pela imagem refrescante que ele transmite. No interior da loja, ofereça chá, café, balinhas e o que mais sua verba permitir, principalmente para os acompanhantes, que não tem muito o que fazer quando seus companheiros estão no provador. Em qual loja eles voltarão quando comprarem para sí? 45. Exercite a intuição. Se algo na loja não agrada mais, recicle ou doe. Se tons vibrantes estão na moda mas a coleção é romântica, suavize a decoração.
  • 26. 46. Invista um pouco de dinheiro no profissional adequado. Aquela amiga que adora plantas pode não ser a pessoa mais adequada para a ambientação externa da sua loja. Sua esposa (ou marido) pode ter bom gosto para a decoração da casa, mas aquele vaso dentro da vitrine pode não ser a melhor opção. 47. Adquira um Manual de Identidade Visual para a sua loja, com um logotipo adequado, fachada da loja, especificações de tamanho, fontes, cores. Siga um padrão, mesmo se a loja é pequena, utilize a mesma fonte (letra) nos catálogos, nos anúncios, na fachada, na lista de preços.
  • 27. 48. Valorize produtos em promoção utilizando elementos promocionais (faixas, cartazes, banners, ilhas, pontas de gôndolas, etc). 49. Mantenha as prateleiras sempre abastecidas. Um truque é sempre retirar 2 ou 3 objetos para dar a impressão de que alguém já os comprou. 50. Eleja um ponto na loja para mostrar as novidades que chegam todos os dias.
  • 28. Cores As cores dão vida à uma vitrine e são responsáveis pela primeira impressão do cliente. Os objetos serão descobertos com um olhar mais aguçado, mas as cores são o fator mais importante na atração. Como uma foto em preto e branco não consegue transmitir a grandeza de um pôr do sol, assim é uma vitrine com as cores em desarmonia. A vitrine pode ser toda em branco mas com texturas diferentes é possível criar um efeito poderoso, mas para olhos não treinados talvez fique "hospitalar" demais. Já um objeto vermelho em um cenário todo branco será foco de atenção total, por menor que seja esse objeto.
  • 29. 51. Aprenda a criar paletas de cores. Existem milhares de combinações, dependendo do efeito que você quer alcançar e para isso, apenas muito estudo e observação. Comece agora. 52. O vermelho chama a atenção e serve muito bem para vitrines de liquidação. 53. O amarelo é uma cor extremamente chamativa e excitante que pode tirar a atenção do produto da sua vitrine, promovendo aquela sensação de: "Viu que vitrine linda? Era do que mesmo?". Quebre seu efeito com outras cores.
  • 30. 54. O azul é a cor da calma. Excelente para vitrines de produtos para bebês, já que passam essa sensação para as mamães. Não combinam com produtos de tecnologia ou de alimentos. 55. O verde está no centro do espectro de cores e simboliza o equilíbrio. Transmite tranquilidade, sendo excelente para clínicas e não muito adequado para vitrines, a não ser que faça combinação com tons mais fortes, como o marrom. 56. O roxo é a cor do espírito, das solenidades, sendo muito pouco empregado em vitrines, por seu ar lúgubre. Porém, o lilás junto com o branco e o azul é muito utilizado quando o tema é praia.
  • 31. 57. O cinza é uma cor neutra altamente utilizada em vitrines, geralmente associado a tons mais fortes. Puxando para o prateado confere um ar de alta tecnologia ou de festa. 58. O preto sozinho nunca é utilizado em uma vitrine já que não transmite nenhuma sensação de atração ( a não ser se for uma loja gótica, claro). Serve como complemento para todas as outras cores, assim como o branco. 59. O rosa é uma cor essencialmente feminina, que pode ser usado sozinha em várias tonalidades, para vitrines infantis ou para produtos que remetam à infância.
  • 32. 60. Tons escuros no fundo da vitrine, como em banners ou painéis, criam o efeito espelho, ou seja, a cliente pára em frente a vitrine, olha um produto e sem perceber, começa a ajeitar os cabelos ou acaba lembrando-se de retocar o batom e o momento da atração passa imediatamente. 61. Preste atenção na combinação de cores e sempre deixe-as em segundo plano, ou seja, quem deve aparecer primeiro é o produto. 62. As cores mudam conforme a iluminação. Faça o teste das cores em um ambiente com a mesma iluminação da vitrine.
  • 33. 63. Sempre peça uma prova de imagem para a gráfica. os tons da tela do computador são muito diferentes do tom impresso em tecidos, lona ou adesivos. Até mesmo entre computadores o tom muda. Já reparou em lojas de eletrodomésticos como a cor das roupas mudam de uma tv para outra? Acontece a mesma coisa. 64. Tons vibrantes para vitrines de verão e tons frios para vitrines de inverno. Vitrines de roupa masculina tendem a terem um look mais clean, com tons de bege, branco e marinho.
  • 34. 65. Entre no embalo das cores comemorativas: em época de Copa do Mundo, utilize as cores da bandeira (sutilmente ou utilize o tema com fidelidade), no Halloween aposte em tons de laranja e preto e assim por diante. 66. Utilize apenas 3 cores em cada composição de vitrines. Fica mais harmônico e sem o efeito "carnaval". 67. Por outro lado, ouse colocar corações amarelos no Dia dos Namorados, ou nuvens roxas, invente novos pontos de impacto.
  • 35. Proporção Muitas vezes imperceptível, objetos fora do lugar nos trazem uma sensação de bagunça, desordem e desconforto. É o caso daquela vitrine que parece "estranha" mesmo que seus objetos sejam bonitos e bem acabados. O olho humano procura a ordem e é à partir disso que classifica as coisas como bonitas. Tudo que é maior, mais largo, menor, mais estreito, rebaixado, muito alto, acaba passando uma imagem de algo fora do lugar. O que pode ser uma grande vantagem no caso de atrair e chamar a atenção para uma vitrine.
  • 36. 68. A proporção áurea é aquela tida como perfeita, infelizmente, esse espaço não me permite aprofundar o assunto, mas é muito interessante e os monumentos mais impressionantes possuem essa proporção, até no quadro "A Monalisa" de Leonardo Da Vinci, nas sinfonias 5 e 9 de Beethoven, entre outros. 69. Vitrines simétricas possuem uma linguagem visual de objetos semelhantes em forma e tamanho, com tudo milimetricamente acertado. É medida a distância entre um objeto e outro e todos estarão na mesma altura.
  • 37. 70. Você pode criar vitrines simétricas com displays de vidro, madeira ou acrílico e posicionar manequins idênticos no tamanho um ao lado do outro. 71. Vitrines assimétricas são aquelas em que várias formas e tamanhos diferentes são utilizados, como manequins pequenos ao lado de grandes displays e vice versa. Vitrines com cadeiras penduradas no teto entram nessa categoria. 72. Para expor o produto na vitrine, imagine uma linha que a atravesse na altura dos olhos. É nesse ponto que os produtos de maior destaque devem ficar.
  • 38. 73. Arranjos em escada dão movimento ao olhar. Coloque sempre os produtos de maior saída ou de maior valor agregado no topo. 74. Se você precisa mostrar vários produtos de forma organizada, faça arranjos em ziguezague, com alturas diferentes, fazendo com que o olhar percorra a vitrine de um lado para o outro e de cima para baixo. 75. Vitrines minimalistas valorizam o produto ao máximo, sendo muito utilizadas em vitrines de lojas de luxo.
  • 39. 76. Vitrines impactantes fazem uso de elementos que fogem à associação, muito utilizadas em lojas de jeanswear, como calças junto com ferramentas, caixotes de feira, arcos, ferros e escadas. 77. Vitrines gráficas, como grafites, são utilizadas para reforço do conceito da marca já que o que menos aparece é o produto. 78. A vitrine aérea, expõe todos os produtos de forma suspensa, geralmente jeanswear também ou lojas de moda jovem e de acessórios culinários.
  • 40. 79. Vitrines exageradas atraem o público e se o produto estiver bem inserido no cenário, alavancam as vendas. Utilize tudo em formas gigantescas, como um grande urso de pelúcia, bolas enormes, sacolas de loja com 2 metros de altura, entre outros. 80. Sempre separe espaços vazios em sua vitrine. São esses espaços que permitirão um descanso à visão, tornando a composição harmoniosa. 81. Crie mais de um foco de atenção utilizando texturas diferentes em displays e suportes.
  • 41. 82. Brinque com os manequins: utilize manequins com cabeças de animais, como coelhos ou raposas, com acabamentos diferenciados, em posições inovadoras, como alguns que parecem dançar break. 83.Em vitrines pequenas, coloque no máximo 2 manequins tamnho extra G e acrescente objetos que passem a impressão de pesados, como cubos. 84. Se utilizar um monitor de tv na vitrine, coloque-o sempre no canto esquerdo.
  • 42. Iluminação A iluminação é a responsável pelo efeito do deslumbramento que uma vitrine pode oferecer e ser também a causa número um do insucesso de uma vitrine. Tudo pode ser modificado através da iluminação. Objetos são destacados, cores são potencializadas e é através da iluminação que a loja transmite a mensagem de que é sofisticada, vibrante, descolada ou austera. Recurso número 1 de arquitetos e designers de sucesso, infelizmente, ainda não é amplamente utilizada no segmento de vitrines, salvo nas de luxo.
  • 43. 85. Lâmpadas frias não passam emoção nenhuma e nem diferenciam um produto do outro. Evite-as. 86. Lâmpadas quentes, como o próprio nome diz, transmitem uma sensação insuportável de calor quando utilizadas em excesso. 87. Se possível, utilize sempre lâmpadas embutidas ou spots na iluminação da vitrine. Confere um visual mais elegante e limpo. Fios à mostra, nem pensar.
  • 44. 88. Procure iluminar os produtos com focos diferentes. Em joalherias, a iluminação sempre é focada em cada peça, ou nas peças mais caras, dando o ar de sofisticação que a peça exige. 89. Limpe regularmente os spots e lâmpadas. Com o tempo a poeira os encobre e além de prejudicar a vida útil, perde o efeito da composição. 90. Lâmpadas coloridas dão um efeito divertido. Porém, focando em apenas um ou outro objeto.
  • 45. 91. A iluminação pode aumentar um ambiente, principalmente com o uso de espelhos. Faça isso em vitrines pequenas (desde que o tema permita). 92. Sempre coloque as lâmpadas em arandelas, para caso elas estourem ofereçam maior proteção aos clientes e funcionários. 93. Sempre verifique pessoalmente as instalações elétricas da vitrine antes de partir para o projeto. Algumas vitrines possuem tomadas mas não receberam fiação.
  • 46. Organização Uma vitrine bonita e bem organizada é reflexo de um profissional dedicado, sempre em busca de novidades e atualizações. Como você deve ter percebido até aqui, fazer uma vitrine não é um processo de "deixar bonitinho" e sim de transformar aquele espaço em uma ferramenta de vendas. Porque o investimento em vitrines, como em qualquer outro aspecto de uma loja, precisa retornar e com lucro! Nesse tempo maluco em que não sobra tempo para nada é fundamental munir-se de alguns truques para facilitar o dia a dia e consequentemente, para manter seu repertório sempre em evolução.
  • 47. 94. Separe um canto da casa para as suas coisas relativas ao vitrinismo. Compre pastas, fichários e pelo menos um pen drive. 95. Comece uma galeria de imagens, de vitrines de todos os setores e perfis. Não para copiá-las e sim para buscar inspirações de materiais inusitados. Aliás, se você não conhecer as vitrines que já foram feitas, pelo menos as mais impactantes, como saberá que o que você acabou de criar não é uma cópia?
  • 48. 96. Pense fora da caixa, ou seja, busque inspiração na moda, nas artes, em revistas de decoração, arquitetura, materiais ecológicos e marque todo esse material com post-its para não se perder. Conhecimento só é poder quando é direcionado e utilizado. 97. Faça mapas mentais. Eles te ajudam a perceber qual o melhor fluxo de atividades para desenvolver com mais rapidez e menos stress todos os seus projetos.
  • 49. 98. Faça seu marketing pessoal: utilize cartões de visita, faça um blog ou um website, participe de comunidades virtuais, faça cursos e tenha um interesse genuíno em conhecer novas pessoas. Troque idéias e não tenha medo de ser copiado, quem copia não tem muito futuro numa área que é baseada na criatividade. 99. Última dica mas não menos importante: Divulgue, divulgue e divulgue. Surpreenda, sempre entregue mais do que é pedido. Se as pessoas entregam o projeto num envelope, entregue numa pasta personalizada. Se fazem projetos em 3D, faça uma maquete. O extraordinário é o novo ordinário!
  • 50. Links Como você pode perceber, o universo da vitrine é fascinante e requer atualização constante. Passa pela decoração de interior, pela moda, arquitetura, recebe inspiração da música, do cinema, do folclore... E a internet é uma forte aliada, em poucos segundos é possível encontrar milhares de fontes e matérias sobre todos esses assuntos. Selecionei alguns links de sites que eu frequento regularmente, alguns várias vezes por dia!
  • 51. Valem o clique! www.casa.com.br www.visualmerchand.blogspot.com meu blog, caso você tenha baixado de outra fonte. www.feirasdobrasil.com.br calendário de todas as feiras. www.vitrinerg.blogspot.com Rogério Wolf é um excelente professor de VM.
  • 52. Moda Essenciais para saber o que é in e o que é out, excelentes fontes para produção de moda em manequins. www.itgirls.com.br www.fashiongazette.com.br www.oficinadeestilo.com.br/blog
  • 53. Contato Qualquer dúvida, comentário ou convite para um projeto, envie um e-mail para giselychessed@gmail.com e acesse www. visualmerchand.blogspot.com. Créditos e Licença de Uso Todas as imagens utilizadas nesse e-book são royalty free. Nenhum blogueiro ou publisher da seção de links endossa qualquer parte do e-book, são apenas indicações pessoais da autora. Distribua à vontade. Se possível, link o blog.

×