• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
A arábia pré islâmica - uma breve história
 

A arábia pré islâmica - uma breve história

on

  • 7,333 views

Uma breve narrativa sobre as origens do islamismo e seu impacto na estrutura da região Palestina além da visão história ao longo do fim da Antiguidade e Medievo.

Uma breve narrativa sobre as origens do islamismo e seu impacto na estrutura da região Palestina além da visão história ao longo do fim da Antiguidade e Medievo.

Statistics

Views

Total Views
7,333
Views on SlideShare
7,333
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
68
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    A arábia pré islâmica - uma breve história A arábia pré islâmica - uma breve história Presentation Transcript

    • A ARÁBIA PRÉ-ISLÂMICA - uma breve história sobre o surgimento do Islã
    • Localização• península da Ásia Ocidental • perto da ÁfricaLimites• ao norte = a Palestina • ao sul = Oceano Índico • a leste = o Golfo Pérsico • a oeste o mar vermelho
    • Importantes centros urbanos (comerciais)• Meca e • Latreb (Medina) Onde partiam caravanas para• a Aden, ao sul da Arábia (porto) • a Bassorá, no Golfo Pérsico (porto)Onde os mercadores adquiriam especiarias orientais para revender no Oriente Médio e PróximoHavia muita riqueza na regiãocomércio externo + comércio internoComércio interno entre os árabes:• os árabes do litoral e• os árabes do deserto, os beduínos.O comércio interno ocorria de setembro a dezembro, quando os beduínos iam para as cidadesA migração era por razão:• mercantilista e • religiosa
    • O alvo era Meca, onde fica:• uma fonte sagrada: Zem-Zem• um vale onde o demônio Iblis era apedrejado pelos fiéis • o Monte Arafat, que é um local de meditação • e a CaabaA Caaba abrigava:• numerosos ídolos adorados pelas tribos do deserto • uma Pedra Negra que, segundo a tradição, foi dada pelo anjo Gabriel a Ismael.Os beduínos preferiam ir a Meca a ir a Latreb, pois, além da satisfação comercial, havia a satisfação espiritual, por isso:Meca era rival de Latreb
    • O SURGIMENTO DO ISLÃ
      Em 630 Maomé se apoderou de Meca; afastou Coraixitas do poder; destituiu os ídolos da CaabaSurge o Islã• de 630 a 660 = o Islã é dirigido pelos familiares de Maomé • de 660 até 750 = o Islã é dirigido pela Dinastia Omíada• em 750 passa a ser dirigido pelos Abássidas Espanha• Na Espanha já surgia os primeiros califados autônomos instaurado por descendentes de OmíadasÁfrica do Norte• Por volta de 800 = califado na África do Norte = capital = Kairouan• Fátima = única filha do profeta Maomé • Em 969 = os descendentes de Fátima conquistaram o Egito = fundaram a cidade do Cairo • O império islâmico original = encontrava-se reduzido ao Oriente Médio, com a capital em Bagdá • Em 1258 = Bagdá foi tomada pelos mongóis • Em 1453 = Constantinopla é conquistada pelo sultão Maomé IIOs turcos otomanos restauraram o Califado do Oriente em Constantinopla
    • A doutrina islâmica prega:• A existência de um só Deus • Com natureza exclusivamente divina • Sem forma humana • Aos muçulmanos é proibido representar formas vivas de Alá • Maomé deveria ser considerado o último profeta, depois de Moisés e de Jesus, também considerados profetas.Os muçulmanos deveriam crer em:• Anjos • Juízo Final • Inferno • Paraíso
    • A moral era buscada no cristianismo e nas tradições árabes.As principais exigências eram:• Cinco orações diárias • Jejum no mês do Ramadã • Peregrinação a Meca uma vez na vida • Dar esmolas • Fazer a Guerra Santa aos infiéis
    • MAOMÉ E O ISLAMISMOMaomé:• nasceu em Meca (+ou – 570 d.C) • na tribo Coraixitas • mas a família (Haxemitas) era pobre • ficou órfão aos seis anos • foi criado:- 1° pelo avô - Depois pelo tio Abu TalebCom 15 anos trabalhava nas caravanas que percorriam o Oriente Médio e: - conheceu as doutrinas monoteístas do Cristianismo e do Judaísmo- assimilou os ensinamentos- construiu um sincretismo religioso, ou seja, juntou as duas religiões e criou uma única com elementos de ambasMaomé tinha uma vida atribulada• não conseguia estruturar um esquema religiosoCasou-se com Khadidja que era uma viúva rica, teve mais tempo para desenvolver sua religião, passou a ter um comportamento estranho, a fazer retiros espirituais no Monte Arafat, até que em 610, teve três visões do anjo Gabriel; na última o anjo teria lhe dito:“Maomé, tu és o único profeta do verdadeiro deus, Alá!” Definindo assim, a sua missão.
    • DIFUSÃO DA CRENÇADe início pregou para amigos e familiares, em dois anos tinha 80 adeptos, a segurança lhe permitiu ir à pregação pública, os politeístas Coraixitas se surpreenderam, e tentaram ridicularizá-lo, como não tiveram sucesso, perseguiram-no e; em 622, tentaram assassinar o profeta.Maomé fugiu de Meca para Latreb, isso se chamou HÉGIRA (fuga)A HÉGIRA MARCA O INÍCIO DO CALENDÁRIO MUÇUMANO.Em Latreb:Um grupo de judeus se opuseram a Maomé, recusando-se a aceitar Alá como deus.
    • Deu-se a GUERRA SANTA CONTRA MECAMaomé conhecia bem os itinerários das caravanas, então começou a atacá-las, seus êxitos militares eram considerados como prova da existência de Alá, fazendo com que o prestígio de Maomé crescesse.Nesta ocasião os Coraixitas procuraram um acordo, conhecido como O TRATADO DE HODAIBIYASegundo este Tratado, Maomé voltaria a Meca, mas os ídolos da Caaba seriam conservados. Em 630, com o apoio dos árabes do deserto, Maomé destruiu os ídolos.A Pedra Negra foi mantida e, em solenidade, dedicada a Alá.Surge, então, o Islã e, consequentemente, o monoteísmo.
    • - Organizou-se, então, o Estado Teocrárico- Os árabes recalcitrantes foram convertido à força das armas - Durante dois anos, Maomé: construiu a Mesquita de Kuba, em Medina, e organizou os pontos básicos da doutrina;- Morreu em 632;- o Corão, ou Alcorão, só foi compilado mais tarde, com base nos escritos de Said, um escravo persa de Maomé.- A Suna surgiu depoisA SUNA É UM CONJUNTO DE DITOS E REALIZAÇÕES ATRIBUÍDOS A MAOMÉ
    • A EXPANSÃO DO ISLÃ (VII-XI)
      Foi uma das mais fulminantes da história; em pouco tempo, os árabes conquistaram um império mais vasto do que o Império Romano em seu apogeu.Isso se explica com:• explosão demográfica dos árabes • atração pelo saque (botim) • centralização política • fanatismo religioso • a fraqueza dos adversários:
    • Império Bizantino X Império Persa• Vinham travando uma luta desgastante secular • Império Romano do Ocidente já havia desaparecido • Os bárbaros germânicos encontravam-se enfraquecidosOs 1°s conquistadores:Dinastia HaxemitaComposta pelos familiares de Maomé, tinha como capital Meca, promoveu a unificação religiosa da ArábiaSucessor: Abu Bekr (pai de Aisha), Unificou a Arábia politicamente
    • 2° califa: Omar; ampliou as conquistas, ocupou: Síria, Palestina, Pérsia e o Egitoa família Omíada disputava o califatoHaxemita, Omar foi assassinado pelos Omíadas• a única filha de Maomé foi Fátima • Ali, o Marido de Fátima, foi o último da dinastia HaxemitasOs Omíadas, controlaram o califato1° califa omíadeOtmanMudou a capital para Damasco, pratica política expansionista em direção ao ocidente, ocupou o norte de África, invadiu a Espanha (711), expulsou os visigodos da região das Astúrias
    • Os arábes eram também chamados de sarracenosOs francosComandados por Carlos Martelo, impediram o avanço muçulmano à França (Poiters 732)Entretanto cai em poder dos muçulmanos: todo o sul da França, ilhas da Córsega, Sardenha, SicíliaOs Abássidas tomaram o poder dos Omíadas, transferiram a capital para DamascoSurgimento do Califato de Córdoba• califato independente na EspanhaO Califato de Córdoba foi o início da cisão política do IslãO Islã se desmembrou em numerosos califatos autônomos, mas os árabes ainda tinham força e tomaram: Palermo (830), Bari (840) e saquearam Roma (846)
    • ASSIMOs muçulmanos assumiram o controle do Mediterrâneo, porém não dominaram o Adriático e o Egeu, mas começaram a impedir as comunicações dos cristãos pelo Mediterrâneo, obrigando os cristãos a navegarem pelo Adriático até o porto balcânico de Zara; e de Zara, se dirigir a Constantinopla por via terrestre através da MacedôniaRAZZIAS eram incursões que os árabes faziam contra as áreas dominadas pelos cristãos, onde: implantavam insegurança, isolaram a Europa levaram as atividades comerciais que sobreviveram às incursões germânicas ao dquase desaparecimento completo.Com issoa economia européia ressentiu-se e desde o século 5, a Europa já vinha se caracterizando como ruralista e, a partir desse isolamento, essa tendência tornou-se ainda mais marcante.
    • O FECHAMENTO DO MEDITERRÂNEO PELOS MUÇULMANOS É UM DOS FATORES RESPONSÁVEIS PELO ESTABELECIMENTO DO FEUDALISMO NA EUROPA
      RESUMO:Os árabes pré-islâmicos eram:• politeístas e• idólatras A primeira dinastia do Islã correspondia a família Haxemita, de Maomé• A religião islâmica não é original, trata-se de um sincretismo religioso que tem por base o Cristianismo e o Judaísmo • As principais razões econômicas e políticas que motivaram a expansão árabe pelo mediterrâneo são:- a atração pelo saque (botim)- a unificação política que Maomé conseguiuA expansão do Império Árabe isolou a Europa Ocidental com o fechamento do Mediterrâneo, acentuando uma tendência à ruralização econômica que culminou na formação do sistema feudal europeu.
    • Gisele F. Baraglio
      Licenciatura em História
      Estácio Uniradial
      Campus Santo Amaro