Projeto conscientização do transito

27,647 views
27,364 views

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
27,647
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
13
Actions
Shares
0
Downloads
467
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Projeto conscientização do transito

  1. 1. PROJETO CONSCIENTIZAÇÃO E EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO COM FANTOCHES Objetivos  Proporcionar ferramentas a fim de sensibilizar as crianças sobre a necessidade e a possibilidade de adoção de medidas preventivas, principalmente no tocante à mudança de atitude, e com isso, contribuir para a segurança e paz no trânsito.  Incentivar a boa convivência no trânsito;  Estimular a obediência às regras de trânsito; Promover a segurança no trânsito; Instrutora FABIANA Conteúdos  Consequências e causas da violência no trânsito;  Prevenção da violência no trânsito;  Aplicação das diretrizes Nacionais da Educação para o Trânsito (portaria 147 do Denatran)  Educação para o Trânsito baseada em valores;  O trânsito como tema transversal nas escolas;  Educação para o trânsito contextualizada;  Educando crianças para o trânsito e convivência no trânsito;  Regras de trânsito e Segurança no trânsito.
  2. 2. Estratégia  Resolução das atividades sugeridas na 1ª questão;  Músicas alusivas(paródias);  Uso de Fantoches como personagens:  BRUXA(representando os aspectos negativos de ações erradas);  PRINCESA e PRÍNCIPE(representando aspectos das ações positivas e estimuladoras do bem);  MENINO E MENINA(representando as pessoas que podem ser influenciadas pela sociedade e as boas e más ações);  SOL E LUA(representando o dia e a noite e cada mudança de atitudes do ser humano);  PAPAI E MAMÃE(representando a família e a referência de valores);  Recursos audio visuais;  Semáforo confeccionado pela Policial:  Discussão no grande grupo;  Resolução de atividades e cruzadinhas;  Motivação: - Autoconhecimento; - Auto-Estima através do uso de FANTOCHES;  Ética: - Como resolver conflitos de trânsito, mantendo a ética; - A importância da prática de valores positivos no trânsito.  Métodos e Técnicas de Educação para o Trânsito: - Recursos educativos para o trânsito; - Educando crianças e adultos para o trânsito; - Educação para o trânsito nas escolas;  Campanhas Educativas de Trânsito: - Projetos de educação para o trânsito; - Análise de campanhas educativas de trânsito dentro da escola com perspectiva de externização pelos alunos; - Formato de campanhas educativas de trânsito
  3. 3. Desenvolvimento  Após a apresentação da Policial Fabiana, esta direcionará e orientará os alunos sobre a dinâmica do projeto e o significado da consciência cidadã na educação para o trânsito;  Apresentação dos Personagens e suas ações e intenções na comunidade do Trânsito;  Os alunos terão participação interativa nas elaborações de textos e apresentações de conclusões sobre atitudes no trânsito;  Condução de questionamentos entre perguntas e respostas de forma reflexiva;  Elaboração e exposição de cartazes e atividades pertinentes aos temas trabalhados.
  4. 4. MÚSICAS 1. ANDANDO DE ÔNIBUS - Música: O Cravo brigou com a Rosa O ônibus é um veiculo Para o uso coletivo, Por isso seja educado, Paciente e compreensivo. Para ser um motorista Precisa habilitação, Seguir o regulamento, Ter sempre muita atenção. Respeitar todos os pontos De parada obrigatória, Zelar pela segurança Em toda a trajetória. Para ser bom passageiro É correto e importante Conceder o seu assento A idosos e a gestantes. Pra você subir ou descer O ônibus tem que parar. Cuidado, não se apresse, Pois pode se machucar. Questões 1. Você anda de ônibus? Resposta Pessoal 3. Conforme a música “O ônibus”, o que é necessário para ser um bom passageiro de ônibus? Conceder o assento a idosos e a gestantes, quando for subir ou descer do ônibus, esperar ele parar. (Professor! Questionar o porquê destas atitudes) 4. Que outras atitudes deve ter um passageiro de ônibus? Pessoal (professor! É importante orientar os alunos sobre os riscos de colocar o braço ou a cabeça para fora da janela dos veículos, sobre a necessidade, ao desembarcar do ônibus, de esperar que ele siga em frente para então atravessar a rua). 5. O texto que você acabou de ler é um poema. Um poema é organizado em versos e estrofes. Releia alguns versos do poema.
  5. 5. 1º verso: “O ônibus é um veículo” 2º verso: “Para o uso coletivo,” a) Depois dessa observação, diga quantos versos há no poema. Há 20 versos no poema. (Professor! Estimule os alunos a indicar o conceito de verso). b) Do 1º ao 4º verso temos uma estrofe, do 5º ao 8º verso temos outra. Baseado nisto, diga quantas estrofes há no poema. Há 5 estrofes. (Professor! Estimule os alunos a indicar o conceito de estrofe). 2. ANDANDO NA RUA - Ritmo: "Se esta rua fosse minha" Toda rua, toda rua tem perigos, Você deve, você deve se cuidar, Pois sua vida, pois sua vida é importante, Para que, para que se aventurar. Olhe bem, olhe bem por onde anda, Atravesse, atravesse com atenção, Use sempre, use sempre a faixa branca, Para sua, para sua proteção. Se o sinal, se o sinal está vermelho, É preciso, é preciso esperar, Se o sinal, se o sinal estiver verde, Você pode, você pode atravessar. Questões: Após ler e cantar a música Andando na Rua, responda: a) Quais os perigos que podemos encontrar na rua? b) Que cuidados devemos ter ao andar na rua? c) Você considera sua vida importante? Por quê? d) Que cor deve está o sinal para pedestre e o sinal para motorista para podermos atravessar? e) Retire e classifique todos os substantivos da música. 3. Ande Ciclista - Música: Marcha Soldado. Ande ciclista, Atento e devagar, É pela ciclovia Que deves pedalar. Pedalar é um exercício E um ótimo lazer,
  6. 6. Um meio econômico De se locomover. Ande ciclista, Com determinação, Sempre respeitando A sinalização. Com os pneus sempre cheios, Espelho retrovisor. Equipe a bicicleta, Não seja infrator. 4. MOTORISTA VÁ - Música: Marinheiro Só - "Eu não sou daqui / Marinheiro só / Eu não tenho amor / Marinheiro só / Eu sou da Bahia Marinheiro só / De São Salvador / Marinheiro só..." Vá com atenção, Motorista vá, Pra todo lugar, Motorista vá, Com tranqüilidade, Motorista vá, Sempre devagar, Motorista vá. (Bis) Oi motorista, motorista, Motorista vá, Aonde você que chegar? Motorista vá, Será no Rio Grande do Sul, Motorista vá, Ou em Belém do Pará. Motorista vá. Lá vai, lá vai, Motorista vá, Vá com confiança, Motorista vá, Sempre use o cinto, Motorista vá, Pra ter segurança, Motorista vá. (Bis)
  7. 7. 5. Direção e Bebida - Ritmo: Cachaça (Você pensa que cachaça é água...) Mirabeau Pinheiro-Lúcio de Castro-Heber Lobato Você pensa em voltar dirigindo, Então não pode beber não, Direção exige consciência, E bebida lhe deixa “doidão”. Você pode aproveitar a vida Sorrir, brincar e pular, Pode cair na folia, De tudo mais pode desfrutar. Pode beber à vontade, Cerveja e até batida. Só não pode misturar Direção com a bebida. 6. 6. Vou de carona - Ritmo: Saca-Rolha (As águas vão rolar...) Zé da Zilda-Zilda do Zé-Waldir Machado A festa vai rolar, Vou de carona então posso aproveitar, De mão em mão o copo, o copo, o copo passa, E bebo até eu me fartar, Mas sem exagerar. O motorista vai beber “refri”, Com segurança ele vai nos levar, Por isso o copo, o copo, o copo passa, Hoje é só farra! Hoje é só farra!
  8. 8. 7. Que a Semana Nacional de Trânsito não seja em vão! Que os professores pratiquem Cada idéia, cada lição, Sobre trânsito e cidadania. Que façam a multiplicação! Que o exemplo dos pais E a orientação dos educadores Influencie as crianças, Nossos futuros condutores, A serem pessoas dignas, Boas senhoras e bons senhores. Que os motoristas levem em sua bagagem As muitas lições aprendidas. Que durante a viagem Valorizem mais a vida. Que todo cidadão, Não importa a idade, Coloque em prática o que aprendeu. QUE HAJA CONTINUIDADE! 8. Motorista páre o carro - (É possível cantar no ritmo de: "Jacaré foi ao mercado / Não sabia o que comprar / Comprou uma cadeirinha / Para a vovó se sentar"...) Irene Rios da Silva Motorista pare o carro Pro pedestre atravessar, Deixe a calçada livre Para ele transitar. Colabore cidadão Para o trânsito fluir, Obedeça aos sinais Sempre que for dirigir. Sua vida é importante Você é especial, Cuide dela com carinho Seja um ser fenomenal.
  9. 9. 9. Ao Retornar com o Veículo - (Pode ser cantado no ritmo de: Sapo Cururu: "Sapo Cururu, na beira do rio / Quando o sapo grita: ó, Maninha / é porque tem com frio...") Irene Rios da Silva Se ao transitar, precisar voltar, Faça o retorno e prossiga, Sem se afobar. Mas se não tiver local apropriado, No acostamento, à direita, Fique no aguardo. Não faça retorno pela contramão, Em curvas e locais proibidos, Com indicação. Em subidas e descidas, não deve retornar, Por cima de calçada, ou canteiro, Não pode passar. 10. VELOCIDADE NÃO! - Música: Ciranda, cirandinha Devagar, devagarinho, Você também vai chegar, Vá com calma e segurança, Não precisa se apressar. Motorista obedeça Sempre a sinalização, Pra não perder o controle Do seu carro e condução. Tenha em mente, motorista, Em suas mãos tem muitas vidas, Ande na velocidade Que por lei é permitida. SILVA, Irene Rios da. Transitando com Segurança: Educação para o trânsito. 2ª edição. Ilha Mágica Editora. Florianópolis, 2006. Página 113.
  10. 10. 11. Dê a Preferência - Pode ser cantado no ritmo de Pombinha Branca (Pombinha Branca, que está fazendo / Lavando roupa pro casamento / Vou me lavar, vou me trocar / Vou na janela pra namorar...) Irene Rios da Silva Oi, motorista, dê a preferência Para os veículos que têm urgência. Se ouvir a sirene, deixe passar, Vá para o lado, onde há lugar. Se é bombeiro, Ou ambulância, Estão na corrida Pra salvar vidas. Se é a polícia, Libere a pista, Estão em ação Para pegar o ladrão. Oi, motorista, num cruzamento, Tome cuidado, fique atento. Tem que parar e ter consciência, Olhar de quem é a preferência. Se um condutor vem da direita, Ou se ele guia Na rodovia. E placa não há Para indicar, Tenha paciência, Pois é dele a preferência. Tema: Álcool e direção Paródias de trânsito no ritmo de "marchinhas de carnaval" 12. Direção e Bebida - Ritmo: Cachaça (Você pensa que cachaça é água...) Mirabeau Pinheiro-Lúcio de Castro-Heber Lobato Você pensa em voltar dirigindo, Então não pode beber não, Direção exige consciência, E bebida lhe deixa “doidão”. Você pode aproveitar a vida Sorrir, brincar e pular, Pode cair na folia, De tudo mais pode desfrutar.
  11. 11. Pode beber à vontade, Cerveja e até batida. Só não pode misturar Direção com a bebida. 13. Vou de carona - Ritmo: Saca-Rolha (As águas vão rolar...) Zé da Zilda-Zilda do Zé-Waldir Machado A festa vai rolar, Vou de carona então posso aproveitar, De mão em mão o copo, o copo, o copo passa, E bebo até eu me fartar, Mas sem exagerar. O motorista vai beber “refri”, Com segurança ele vai nos levar, Por isso o copo, o copo, o copo passa, Hoje é só farra! Hoje é só farra! 14. VIVA com a Lei Seca! O texto está com métrica e rimas, possibilitando a inserção de melodia e a transformação em música. Pode ser cantado no ritmo de "Jacaré foi ao Mercado", Terezinha de Jesus", "Ciranda Cirandinha"... A Lei Seca está aí, Ela veio pra ficar, Pois beber e dirigir, Não dá mais pra suportar. A sociedade pediu, O Congresso aprovou, A lei Seca então surgiu, E a segurança aumentou. VIVA com a Lei Seca! VIVA! VIVA! VIVA! Caso precise beber, Pra poder se divertir, Você pode isso fazer, Mas não pode dirigir. Ao sair para beber, Façam um acordo entre vocês, Procurem sempre eleger, O grande AMIGO DA VEZ. VIVA com a Lei Seca! VIVA! VIVA! VIVA!
  12. 12. 15. É Proibido Estacionar! - Música: A Barata diz que tem É proibido estacionar Em frente de hospital, Pois veículos de emergência Tem que parar no local. Já pra lá. Xô, xô, xô Estacione em outro local. (bis) É proibido estacionar Numa esquina ou cruzamento, Pois ter que fazer a curva Sem espaço é um tormento. Já pra lá. Xô, xô, xô Sem espaço é um tormento. (bis) É proibido estacionar Nas entradas de garagem, Pois se estacionar ali Vai fechar toda a passagem. Já pra lá. Xô, xô, xô Está fechando a passagem. (bis) É proibido estacionar, O sinal é o E cortado, Quem não obedece à regra Tem o seu carro guinchado. Já pra lá. Xô, xô, xô Cuide pra não ser guinchado. (bis)

×