A classe dos verbos 1 gt

11,340 views
11,008 views

Published on

PPT sobre a classe dos verbos ainda segundo a Gramática Tradicional.

Published in: Education

A classe dos verbos 1 gt

  1. 1. 1
  2. 2. Os verbos são palavras que indicam asações, estados, processos praticados ousofridos pelo sujeito, ou que fazemafirmações a seu respeito com indicaçõesde tempo – Presente, Pretérito (passado)ou Futuro. 2
  3. 3. O tempo identifica o momento em que serealiza a ação.Os tempos fundamentais são:O Presente - Situa a ação no momento da enunciação.O Pretérito - Situa a ação num momento anterior ao da enunciação.O Futuro - Situa a ação num momento posterior ao tempo da enunciação. 3
  4. 4. Imperfeito indica uma ação de modocontínuo que aconteceu no passado.Ele lia os livros com muito interesse.Perfeito indica uma ação do passadocompletamente realizada ou terminada.Ele leu os livros com muito interesse.Mais-que-Perfeito indica uma ação passadaanterior a outra também passada.Ele lera os livros com muito interesse. 4
  5. 5. Imperfeito situa a ação num momentoposterior ao tempo da enunciação.Comprarei o bilhete de avião.Perfeito indica uma ação futura que seconcluirá antes de outra também futura.Terei comprado o bilhete de antes de chegares. 5
  6. 6. Algumas formas verbais podem apresentar-senum tempo simples ou num tempo composto.Tempos simples - são formados por um sóelemento verbal.Tempos compostos - são formados com osverbos auxiliares ter ou haver e o particípiopassado do verbo que se pretende conjugar. 6
  7. 7. 7
  8. 8. 8
  9. 9.  Modo indicativo - Apresenta um facto real.• Os teus amigos foram ao cinema.• Aquele cão morde!• Eu fui à escola esta manhã. Modo conjuntivo exprime: uma possibilidade: É possível que eu vá amanhã ao cinema. uma dúvida: Talvez eu apareça por lá. um desejo: Gostava que visses o filme. 9
  10. 10. Modo imperativo pode exprimir:uma ordem: Sai daí para fora!um conselho: Presta atenção ao atravessar a rua.um pedido: Ajuda-me a fazer os trabalhos de casa.Modo condicional considera a realização daação dependente de uma condição.•Ela ficaria muito contente se lhe oferecesses esta prenda. Modo infinitivo (pessoal) indica a ação de uma maneira vaga, em abstrato. •Para comer bem, só aqui. 10
  11. 11. O verbo possui ainda formas impessoais queequivalem a nomes ou adjetivos – as formasnominais.Infinitivo impessoal equivalente a umnome, mas sem qualquer flexão.Brincar é divertido.Particípio equivalente a um adjetivo, comflexão de género e de número.O bolo feito por mim é esse.Gerúndio com valor equivalente a um adjetivoou a um advérbio. Exprime o desenrolar da ação.Nós estamos trabalhando nisso. 11
  12. 12. O verbo, tal como algunspronomes, apresenta flexão de três pessoasgramaticais:1.ª, 2.ª e 3.ª.A categoria de pessoa é marcada por sufixosespecíficos, que permitem distinguir seisformas diferentes.Os sufixos de flexão verbal acumulam umvalor de pessoa e de número. 12
  13. 13. 13
  14. 14. O verbo apresenta flexão de número –singular e plural. 14
  15. 15. A ação expressa pelo verbo pode serapresentada de duas formas: PASSIVA ATIVA O bolo foi comido pelo O João comeu o bolo João O sujeito pratica a ação. O sujeito sofre a ação praticada pelo agente da passiva. 15
  16. 16. A conjugação de um verbo consiste nasvárias formas que pode apresentar. Aterminação do infinitivo impessoal dos verbosindica-nos a conjugação a que o verbopertence: 16
  17. 17. NOTA: O verbo pôr e seus compostos(repor, depor, compor, impor, etc.) pertencemà segunda conjugação, porque pôr evoluiuda forma latina “ponere “(vogal temática e).Curiosidade: O verbo latim “ponere” passou por“poner”, “ponher”, “poer”, chegando a nós como “pôr”.Entre os espanhóis, a mudança foi mais lenta, dizendoeles, ainda hoje, “poner”. 17
  18. 18. 18
  19. 19. Verbos regulares São os que mantém oradical em toda a conjugação do verbo•cantar – radical cant.•Escrever – radical escrev.Verbos irregulares São os que não mantêmo radical em toda a conjugação do verbo.Ex.: dar, fazer, estar, dizer, caber, haver…. trazer - radical trazTrago traziaTrazes trouxesseTraga trareiTrouxe traria 19
  20. 20. 20
  21. 21. 21
  22. 22. 22
  23. 23. Termo que designa os verbos cujaconjugação é incompleta, uma vez que nãoflexionam em todas as formas possíveisnum paradigma flexional regular.São exemplos de verbos defetivos: reaver(que só se usa nas formas em que o verbohaver tem v:reavemos, reaveis, reavia, reouve, etc.), colorir, abolir, falir, extorquir, retorquir, etc. 23
  24. 24. Verbos que exigem um sujeito específico eque portanto são utilizados apenas na 3.ªpessoa do singular e do plural, salvo quandousados em sentido figurado.Regra geral, estes verbos exprimem vozesde animais.•o cão ladra.•o cavalo relincha•as rãs coaxam. 24
  25. 25. Verbos que apresentam um sujeito nulo, peloque apenas se conjugam na 3. ª pessoa dosingular, salvo quando usados em sentidofigurado.Regra geral, este verbos exprimem fenómenosatmosféricos: amanhecer (ex: amanheceu às6h), chover (ex: choveu muito estanoite), nevar (ex: neva no inverno), trovejar (ex:trovejou ontem?), relampejar, etc.O verbo haver quando significa existir também 25é impessoal (ex: havia muitos problemas nopaís).
  26. 26. A Ana comprou um livro e leu-o.O verbo ler está conjugado com pronome o.Trata-se de uma CONJUGAÇÃOPRONOMINAL. 26
  27. 27. Quando a forma verbal termina em -r, -s, ou -z, suprimem-se estas consoantes e o pronomepessoal passa a ser: lo, la, los, las.•Vou a casa do Luís porque quero vê-lo.•Gostei daquelas flores, por isso, vou comprá-las.•O João não apanha o comboio porque o pai trá-lo de carro.•Tu não guardas segredos, conta-los a toda a gente.•Nós vimos os brinquedos na montra e comprámo-los. 27
  28. 28. Se a forma verbal terminar em ditongonasal, o pronome tomará as formas:no, na, nos, nas.•Os alunos pegam nos cadernos e dão- nos ao professor.•Elas têm bicicletas e levam-nas para a escola.•Como não podiam entrar no cinema com os cães, confiaram-nos ao porteiro.•Tem-nos.•Põe-na. 28
  29. 29. Sempre que na frase se encontrem emcontacto duas formas de pronome pessoalcomplemento (direto e indireto), contraem-seformando uma só palavra. (em qualquertempo verbal).•Já li o livro. Posso emprestar-to ( te + o )•Encontraste a peça? Então dá-ma. (me + a)•Tirei os lápis ao João e escondi-lhos. (lhe + os) 29
  30. 30. VERBOS NO MODO CONDICIONAL:Juntam-se ao radical do verbo, depois dopronome pessoal, as seguintes terminações: ia,ias, ia, íamos, íeis, iam.•Se eu tivesse uma bicicleta, levá-la-ia para a escola.•Se os teus amigos estivessem livres, convidá-los-ias para oteu aniversário.•Se vós fôsseis ricos, aqueles carros de coleção, comprá-los-íeis todos!•Se elas quisessem livros da biblioteca, pedi-los-iamemprestados. 30
  31. 31. O TEMPO FUTURO:Juntam-se ao radical do verbo, depois dopronome pessoal, as seguintes terminações: ei,ás, á, emos, eis, ão.•Eu tenho uma mota nova. Amanhã levá-la-ei para a escola.•Dentro de uma semana fazes anos e os teus amigos, convidá-los-ás para a festa.•Nós vamos ter um jogo difícil mas, com coragem, vencê-lo-emos.•As alunas terão um trabalho importante para fazer. Precisarão delivros e pedi-los-ão na biblioteca. 31
  32. 32. O Simão observou-se ao espelho. Verbo reflexoNós lavámo-nos cuidadosamente. Verbo reflexoOs pronomes se e nos representam a mesmapessoa que o sujeito do verbo: O Simãoobservou o Simão ao espelho. Isto é, o sujeitopratica e sofre a ação.Trata-se de conjugação pronominal reflexa, emque o verbo aparece acompanhado dos 32pronomes pessoais reflexosme, te, se, nos, vos, se.
  33. 33. O Luís e o Pedro cumprimentam-se.O pronome se exprime reciprocidade de ação, istoé, o Luís e o Pedro cumprimentam-se um aooutro, entre si, mutuamente .Trata-se da conjugação pronominal recíproca.OBSERVAÇÃO:Esta conjugação só se usa no plural com ospronomes nos, vos, se.• Nós abraçamo-nos• Vós abraçastes-vos.• Eles abraçaram-se. 33

×