O Ambiente de Software Livre no Espirito Santo

  • 1,901 views
Uploaded on

Acompanhe como está o uso e a disseminação do ambiente de Software Livre no Estado do Espírito Santo.

Acompanhe como está o uso e a disseminação do ambiente de Software Livre no Estado do Espírito Santo.

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
1,901
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1

Actions

Shares
Downloads
13
Comments
0
Likes
1

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. O Ambiente de Software Livre no Espírito Santo Gilberto Sudré gilberto@sudre.com.br http://vidadigital.blog.br http://www.gilberto.sudre.com.br Gilberto Sudré 1
  • 2. Gilberto Sudré 2
  • 3. Agenda » O espírito do Software Livre » Contexto do Software Livre no mercado de TI » Modelo de negócio » Iniciativas locais • Empresariais • Acadêmicas • ONGs • Governo » Conclusão Gilberto Sudré 3
  • 4. O que é Software Livre?
  • 5. Um pouco de história » No início todos eram livres... • ...mas resolveram fechar » Então nascem: • Projeto GNU (1983) • Free Software Foundation (1984) • Linux (1991) • E a cada dia dezenas ou centenas de novos SL Gilberto Sudré 5
  • 6. As quatro liberdades fundamentais » A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito » A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades » A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo » A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie Gilberto Sudré 6
  • 7. Qual é o espírito do Software Livre?
  • 8. A Catedral e o Bazar » Catedral • Modelo padrão do Software Proprietário • Baseado na restrição de acesso à informação » Bazar • Estilo de desenvolvimento de Software livre • Modelo colaborativo • Libere Cedo, Libere Freqüentemente Gilberto Sudré 8
  • 9. RESPOSTA !! COLABORAÇÃO !!! Gilberto Sudré 9
  • 10. Quem desenvolve? » Programadores » Professores e estudantes de todos os graus » Ativistas do movimento de SL » Governos (prefeituras, câmaras, etc) » ONG’s » Grupos de Usuários (GUs) » Empresas Gilberto Sudré 10
  • 11. Como desenvolve? » Sozinho ou colaborativamente » Utilizando a Internet e Software Livre » Utilizando sites que hospedam projetos e fornecem a infra- estrutura necessária » Não reinventa a roda, “brinca” de Lego » Seguindo padrões • Nenhuma outra categoria de SW segue tantos padrões da indústria Gilberto Sudré 11
  • 12. Brasil » O Brasil é referência mundial quando se fala em Software Livre » A comunidade é grande e forte, tem trabalhado com afinco e conseguido grandes vitórias » Dezenas de desenvolvedores e ativistas reconhecidos internacionalmente Gilberto Sudré 12
  • 13. Brasil » Software Livre é política de governo para a administração federal • O Instituto Nacional de Tecnologia da Informação – ITI ligado ao Ministério da Casa Civil • Frente parlamentar mista do Software Livre com mais de 150 congressistas. » Diversos governos estaduais e municipais estão utilizando » A comunidade faz parte do Governo e o vice-versa Gilberto Sudré 13
  • 14. Modelo de negócios em Software Livre
  • 15. Cadeia de valor do Software » Indústria de software não é homogênea em seus modelos de negócio • Pacotes • Aplicativos embarcados • Customizáveis • Sob medida » Software Livre também é um modelo de negócios! » Eixo da receita deslocando-se para serviços Gilberto Sudré 15
  • 16. Oportunidades de Negócio » Suporte » Migração » Capacitação » Personalização » Desenvolvimento Gilberto Sudré 16
  • 17. Iniciativas locais com o Software Livre
  • 18. Iniciativas locais com o SL » Clientes demandando desenvolvimento em plataforma livre » Muitas empresas • Desenvolvendo aplicativos na plataforma livre • Utilizando aplicativos livres » Dezenas de profissionais certificados ou buscando certificação » Muita gente utilizando sem nem saber Gilberto Sudré 18
  • 19. Iniciativas empresariais com o SL » Rede Gazeta » UCL » CST » Autoglass » Escelsa » Unimed Vitória » Vitória Apart Hospital » MUITOS OUTROS !!!! Gilberto Sudré 19
  • 20. Iniciativas empresariais com o SL » Diversos cursos de certificação Linux » Aplicação de Provas de certificação locais » Aumento da quantidade de profissionais certificados » Uso de ferramentas livres Gilberto Sudré 20
  • 21. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Apoio a grupos de desenvolvimento de Software Livre • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux Gilberto Sudré 21
  • 22. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Disciplinas com ênfase na certificação Linux para o curso de Tecnólogo em Redes de Computadores (140 horas) • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux • Desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso baseados em Software Livre Gilberto Sudré 22
  • 23. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Disciplinas com ênfase na certificação Linux (40 horas) • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux • Desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso baseados em Software Livre • Grupo Guará Linux Gilberto Sudré 23
  • 24. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Disciplinas sobre Linux • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux • Desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso baseados em Software Livre • EESL - Encontro de estudantes sobre Software Livre Gilberto Sudré 24
  • 25. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Cursos de Pós-Graduação em Linux • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux • Desenvolvimento de trabalhos de conclusão de curso baseados em Software Livre Gilberto Sudré 25
  • 26. Iniciativas Acadêmicas com o SL » • Cursos de certificação LPI 1 e LPI 2 • Apoio a eventos de Software Livre • Laboratórios com Linux Gilberto Sudré 26
  • 27. ONGs que apoiam o SL » • Grupo de usuários Linux mais antigo do estado • http://www.linux-es.org.br • Mantêm uma lista de discussão para solução de dúvidas e dicas com mais de 200 usuários locais Gilberto Sudré 27
  • 28. Linux-ES » Encasoft • Palestras e minicursos • http://www.linux-es.org.br • Maior evento de SL do estado • Periodicidade anual (outubro) • Média de 450 Inscritos Gilberto Sudré 28
  • 29. Linux-ES » Guia do Linux Desktop • Livro sobre o uso do Linux no Desktop • Usuário iniciante e intermediário • Distribuições mais comuns • Ubuntu, Fedora, OpenSUSE, Slackware, Debian • http://livrolinux.wikispaces.com Gilberto Sudré 29
  • 30. Linux-ES » Zine Linux-ES • Revista de dicas e soluções do ambiente Linux • http://www.linux-es.org.br • Periodicidade trimestral Gilberto Sudré 30
  • 31. ONGs que apoiam o SL » • Associação civil sem fins-lucrativos para divulgação e apoio ao Software Livre • http://www.espiritolivre.org Gilberto Sudré 31
  • 32. Espírito Livre » Flisol • Festival Latino-americano de instalação do Software Livre • 26 de abril • Faesa (Campus I) e CEFETES • Palestras e minicursos Gilberto Sudré 32
  • 33. Espírito Livre » DFD • Dia da liberdade dos Documentos • 26 de março • UCL e Doctum • Palestras Gilberto Sudré 33
  • 34. ONGs que apoiam o SL » EESL • Encontro de estudantes sobre Software Livre • http://eesl.wordpress.com • CEFETES Gilberto Sudré 34
  • 35. ONGs que apoiam o SL » Gubro-es • Grupo de usuários do BrOffice.org • Encontro Nacional de usuários do BrOffice.org • http://www.broffice.org/gubro-es Gilberto Sudré 35
  • 36. ONGs que apoiam o SL » CDI-ES • Comitê para democratização da Informática • EICs – Escolas de Informática e Cidadania • Capacitação em Software Livre • http://www.cdi-es.org.br Gilberto Sudré 36
  • 37. Governos Municipais » Prefeitura Municipal de Cariacica • Migração para BrOffice.org » Secretaria de Educação de Vitória • Laboratórios das escolas municipais de 1o grau usam Linux » Prefeitura municipal de Vitória • Uso do BrOffice.org Gilberto Sudré 37
  • 38. Governo Estadual » O Estado já tem um lei 7411/02 que dá preferência ao uso de Software Livre (ainda não regulamentada) » I Seminário de Software Livre no Legislativo e treinamento de BrOffice.org na ALES » Ainda assim um uso muito timido • Muitas aplicações desenvolvidas pelo governo só funcionam em plataformas proprietárias • Serviços a população que obrigam o uso de plataformas proprietárias Gilberto Sudré 38
  • 39. Governo Estadual » O que fazer? • Iniciativas reais na adoção de padrões • Saimos do monopólio dos Mainframes e caimos no monopólio dos formatos proprietários !!! • Incentivo ao uso do Software Livre • Avaliação dos aplicativos que atendem as necessidades dos usuarios • Editais, Licitações • Integração dos Governos Estadual e Municipal com a Academia e grupos atuantes em Software Livre Gilberto Sudré 39
  • 40. Padrões » e-PING • Conjunto mínimo de premissas, políticas e especificações técnicas que regulamentam a utilização da Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) no governo federal, • https://www.governoeletronico.gov.br Gilberto Sudré 40
  • 41. Conclusão
  • 42. Conclusão » O Software Livre é: • Baseado na colaboração • Realidade para o mundo acadêmico e empresarial » O modelo de negócio do Software Livre está focado na prestação de serviços e tem como base a colaboração » Já encontramos hoje iniciativas bem desenvolvidas do uso e apoio ao Software Livre no Estado • Academia, Empresas e ONGs » O estado possui competência técnica local e oportunidades para avançar nestas iniciativas Gilberto Sudré 42
  • 43. Antes era assim.... Gilberto Sudré 43
  • 44. Agora é assim..... Gilberto Sudré 44
  • 45. Nada é mais poderoso do que uma idéia cujo tempo chegou Victor Hugo Gilberto Sudré 45
  • 46. Perguntas Gilberto Sudré 46
  • 47. O Ambiente de Software Livre no Espírito Santo Gilberto Sudré gilberto@sudre.com.br http://vidadigital.blog.br http://www.gilberto.sudre.com.br Créditos: algumas imagens e informações desta apresentação foram obtidas e adaptadas de apresentações de Avi Alkalay, Paulino Michelazzo e Klayson Bonatto Gilberto Sudré 47