Neo-impressionismo - 3

2,583 views
2,383 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
2,583
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
60
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Neo-impressionismo - 3

  1. 1. Pós-impressionismo - 1880-1900 Neo-impressionismo: pontilhismo ou divisionismo – 1883-1900 ? Parte 3 Paul Cézanne. La Montagne Sainte-Victoire vue de Bellevue – 1882-85. ost.
  2. 2. Poderíamos chamar Van Gogh de pós-impressionista, neo-impressionista ou divisionista? ?
  3. 3. Descobrindo o estilo do artista. O grande incentivador, ou seja, patrocinador de Van Gogh foi seu estimado irmão Theo. Que se preocupava com ele enviado-lhes gravuras neoclássicas para que aperfeiçoasse a técnica da pintura e do desenho. A exemplo das “As repigadeiras (1857) de Jean-François Millet. Em 1880 vai para a Escola de Belas Artes Bruxelas.
  4. 4. Pintou muitas naturezas-mortas e paisagens, era uma tendência da época. Van Gogh. Natureza-morta. 1881. Ost. 44,5x57,5cm. Von der Museum,Wuppertal, Alemanha.
  5. 5. Van Gogh foi professor de pintura, costumava levar os alunos para o campo e os incitava a pintar inesperadamente sem retoques. “Não tratem de embelezar”. Vincent van Gogh. Beira-mar em Scheveningen, 1882. Coleção particular
  6. 6. Van Gogh. A igreja em Nuenen. 1884, 42x33. Van Gogh Museum, Amsterdã (Holanda) Queria ser pastor, vivia numa crise existencial e encontrou a arte aos 27 anos, o sentido de sua existência.
  7. 7. Vincent van Gogh. Camponeses: Homem e Mulher Plantando batatas. 1885. ost. Kunsthaus Zürich, Zürich, Suíça. Queria provar para sua família que poderia ganhar a vida com o dinheiro dos seu quadros. Podemos encontrar nesta obra que influência de estilo?
  8. 8. “ É tão fácil pintar um bom quadro, como encontrar um diamante ou uma pérola. Significa obstáculos e você arrisca a sua vida por isso”. (Van Gogh). Os Camponeses comendo batatas – 1885 – ost – 82x114 – museu Van Gogh, Amsterdã.
  9. 9. O ambiente refletindo na produção do artista. Em 1886 chegou a Paris, lugar onde seu irmão Theo mantinha uma galeria de arte. O convívio com vários artistas vai influenciar seus novos quadros. Em dois anos pintou cerca de 200 quadros. Vincent van Gogh. No Jardin de Luxembourg. 1886. ost. Sterling e Instituto de Arte Francine Clark, Williamstown, MA, E.U.A..
  10. 10. Van Gogh. “Guinguette” de Montmartre. 1886. Ost. 49x64. Musée d’Orsay. França. Aplicava a tinta em grossas camada, diretamente sobre a tela, sem desenho pr é vio e com extrema rapidez. Por isso os professores da Academia Real de Artes desaprovaram o seu trabalho. Em 1885.
  11. 11. “ Grandes realizações não são feitas por impulso, mas por uma soma de pequenas coisas”. (Van Gogh). Vincent Van Gogh, Autorretrato – 1887. “ A arte é o homem adicionado à natureza”. (Van Gogh). Que estilo podemos comparar este autorretrato?
  12. 12. Van Gogh. Autorretrato com chap é u de feltro cinza, 1887 Ó leo sobre cartão, Stedelijk Museum, Amsterdã. “ Os quadros mais bonitos são aqueles que sonhamos quando fumamos cachimbo na cama, mas que a pintamos. Mesmo assim, devemos atacá-los por mais incompetentes que nos possamos sentir ante a perfeição indescritível, os gloriosos esplendores da natureza” (Van Gogh)
  13. 13. Concepções psicológicas do próprio artista: frustrações, traumas e depressão. Van Gogh, Autorretrato com chapéu de palha 1888 – 47x37 ost, Museu van Gogh, Amsterdã. “ Sofrer sem queixa-se é a única lição que se deve aprender nesta vida”. Van Gogh. Influência do pontilhismos?
  14. 14. “ Gostaria de pintar retratos que daqui a cem anos aparecessem como uma revela ç ão (...) não por fidelidade fotogr á fica, mas antes (...) pela valoriza ç ão dos nossos conhecimentos e do nosso gosto presente na cor, como meio de expressão e exalta ç ão do car á ter ” . (Van Gogh) Pintou 27 autorretratos em dois anos. Van Gogh. Auto-retrato com chap é u de palha. 1887. Ost. 35x27cm. The Institue of Arts, Detroit. Estados Unidos.
  15. 15. Van Gogh. Nos arredores de Paris, 1887 ost, coleção Private “ De meu trabalho resultam telas feitas velozmente, uma depois da outra, mas bem calculadas de antemão. E quando se diz que é coisa feita demasiadamente r á pido, poder á responder que viu demasiadamente r á pido ” . (Van Gogh)
  16. 16. Van Gogh. Dois girass ó is cortados. 1887. Ost.43x61cm. Metropolitan Museum of Art, Nova York. Pintor dos Girass ó is: s í mbolo de fecundidade, vida e nostalgia. Podemos observar a supera ç ão do pontilhismo. Porém, avançando para um simbolismo e expressionismo.
  17. 17. Van Gogh. Doze girassóis numa jarra. 1888.- 91x72 – Nue Pinakothek, Munique. Começou pintar girassóis para decorar sua casa. Preparar o ambiente para receber o ilustre e admirável amigo Gauguin, que gostava do tema. “ Quero explicar-lhe o que busco com isso e por que me parece útil copiar. A nós, os pintores, exige-se compor e ser apenas compositores, mas na música não é assim. Quem toca Beethoven, acrescenta sua interpretação pessoal; na música e no canto, há destaque para a interpretação e o compositor não é o único a tocar sua composição”. O que Van Gogh queria dizer com isso? Que não era pecado copiar um Rembrandt, Delacroix e Millet, este último sua paixão preferida.
  18. 18. Pintou sete quadros com girassóis. O mais famosos são os de 15 flores que compõem uma harmonia de amarelo. “ Para atingir esse elevado tom de amarelo a que cheguei neste verão, tive que superar limites”. A grande descoberta do artista. Quando gostava de um quadro fazia outra cópia. Van Gogh. Os girassóis. 1888.ost. 92x73cm. The Nacional Gallery, Londres. Grá-Bretanha.
  19. 19. e. August 1888. Oil on canvas. Bayerische Staatsgemäldesammlungen, Neue Pinakothek, Munich, Germar O grande achado do artista. Veja o que ele escreve para seu irmão Theo: “Veja como estas telas chamam a atenção. Mas aconselho que as guarde para si e sua mulher. É a partir desse tipo de pintura, um pouco mutante no aspecto, que se enriquece quando, por um momento, a observa profundamente”. (Van Gogh) “ Eu tenho um pouco de girassol”. (Van Gogh).Para ele o amarelo representava a amizade e a esperança e a flor a gratidão.
  20. 20. Bebida apreciada pelo artista que levou as últimas consequências. Natureza-morta com absinto. 1887 – ost – 46,5x33 cm – Museu van Gohg – Amsterdã. Muitas vezes, nas suas crises chegava a comer as próprias tintas.
  21. 21. Nasceu um ano após sua mãe ter dado a luz a um menino, a quem deu o nome de Vincent, mas que morreu no parto. Assim, Van Gogh cresceu vendo o seu nome na lápide funerária de seu irmão. O escolar (filho do carteiro) – 1888. ost – 63x54 – Museu de Arte de São Paulo.
  22. 22. Referências: JANSON, H. W. História da Arte: o mundo moderno. São Paulo, Martins Fontes, 1993. p. 940. LYNTON, Norbert. O mundo da arte: arte moderna. 7ª ed. – Rio de janeiro, Expressão e Cultura, 1979. SPENCE, Devid. Grandes artistas: vida e obra. Cézanne, Degas, Gauguin, Manet, Michelangelo, Monet, Picasso, Rembrandt, Renoir e Van Gogh. São Paulo, Editora Melhoramento, 2004. Folha de São Paulo. Vincent van Gogh. Tradução Martín Ernesto Russol. Barueri – SP, Editorial Sol 90, 2007. www.históriadaarte.com.br www.jvanguarda.com.br www.portalartes.com.br www.ricci-art.com www.abcgallery.com www.ocaiw.com www.oleografia.com.br www.pintoresfamosos.com.br www.armandguillaumin.org www.mestredapintura.com.br
  23. 23. Autoria e criação: <ul><li>Gilson Cruz Nunes </li></ul><ul><li>– Especialista em Artes Visuais – UFPB </li></ul><ul><li>Professor da Disciplina de Artes das Escolas: </li></ul><ul><li>Dr. Hortênsio de Sousa Ribeiro – Rede Estadual </li></ul><ul><li>Pe. Antonino e Lafayete Cavalcante – Rede Municipal. </li></ul><ul><li>Campina Grande, 25 de maio a 07 de setembro de 2010. </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Paraíba - Brasil </li></ul>

×