Internet
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Internet

on

  • 266 views

Trabalho fundamentos de Telecomunicacoes

Trabalho fundamentos de Telecomunicacoes
email: gilsonrodrigis15@hotmail.com

Statistics

Views

Total Views
266
Views on SlideShare
266
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Internet Internet Document Transcript

  • Universidade de Cabo Verde Departamento de Ciência e Tecnologia Engenharia Informática e de Computadores ANO LECTIVO 2013/14 F U N D A M E N TO S D E T E L E C O M U N I C A Ç Õ E S INTERNET Elaborado por: Mónica Rebelo Jailson Pires correia Gilson Rodrigues Martins O Professor: Claudino Mendes
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 2/23 1. INDICE 1. Indice.....................................................................................................................2 2. Introdução.............................................................................................................3 3. O que é a Internet?...................................................................................................4 4.Ligar-se à Internet .................................................................................................5 5.Vantagens e desvantagens da internet ..............................................................................6 6.HISTÓRIA da Internet ................................................................................................7 7.Funcionamento da internet...............................................................................................8 9.Protocolo de rede..............................................................................................................9 10.Meios de acesso a internet............................................................................................11 11. Segurança na internet.........................................................................................17 12. serviços de internet..............................................................................................18 13. Motor de Busca..................................................................................................19 14. A Internet em cabo verde....................................................................................19 14.Conclusão ...................................................................................................................21
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 3/23 2. INTRODUÇÃO O tema que irá ser tratado ao longo deste trabalho é sobre a Internet, tem como objectivos dar a conhecer o que é a Internet, quais as suas vantagens e desvantagens; falar um pouco sobre a sua história, como funciona, saber qual foi a sua origem e os primeiros estudos que surgiram. Com este trabalho pretendemos aprofundar mais acerca do que está englobado com a Internet, tais como, o que é a internet, a história dela, falar sobre o IP, que serviços estão disponíveis, quais os fornecedores do serviço, os serviços de rede; os fornecedores do serviço; o protocolo de rede, quais existem e as suas funções, em fim, falar um pouco de tudo da Internet.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 4/23 3. O QUE É A INTERNET? A Internet é um conjunto de redes em grandeza mundial de milhões de computadores interligados pelo TCP/IP que permite o acesso a informações e todo tipo de transferências de dados. Pode suportar uma grande diversidade de recursos e serviços, incluindo os documentos interligados por meio de hiperligações, World Wibe Web, e a infra-estrutura para suportar os correios electrónicos e serviços como comunicação instantânea e compartilhamentos de arquivos. A internet, como muitos sabem, é o melhor meio de comunicação e transmissão de dados, e hoje, com suas grandes evoluções tecnológicas, dispomos de várias maneiras de conexão. Internet via rádio, telefônica e 3G, por exemplo, são formas de se conectar mais comuns entre as pessoas; todas criadas e desenvolvidas de modo a facilitar e tornar eficiente o acesso de seus usuários. A Internet é constituída por alguns milhões de computadores interconectados entre si. Rede de computadores: uma rede de computadores é a interconecção de pelo menos dois, mas normalmente mais, computadores, que podem comunicar uns com os outros. Existem dois tipos de redes: Local Area Network ("LAN") ou redes locais: nestas redes, os computadores possuem um elevado grau de proximidade geográfica encontrando-se interconectados por um cabo. Usualmente numa mesma rede existem uma série de computadores pessoais (clientes) e um ou mais servidores centrais responsáveis pela disponibilização de serviços. O processo de comunicação por parte dos computadores clientes é assegurado através dos servidores. Wide Area Network ("WAN"): A interconecção entre várias redes LAN, que por vezes possuem um carácter muito distinto e residem em pontos geográficos remotos toma o nome de WAN. A interconecção entre LAN’s é feita através de nós computacionais univocamente identificados. Os computadores que estabelecem a ligação entre cada uma das LAN’s e a WAN tomam o nome de Gateways.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 5/23 4.LIGAR-SE À INTERNET A placa de rede é o elemento do computador que permite conectar-se a uma rede através de linhas especialmente concebidas para transitar informações numéricas. O modem permite conectar-se a uma rede através das linhas telefónicas, que não foram concebidas inicialmente para esse efeito mas que continuam a ser o meio de comunicação mais usado. A placa de rede é associada a um endereço IP, permitindo caracterizar o computador na rede. A conexão através de um modem é totalmente diferente. Com efeito, um modem permite estabelecer uma comunicação entre dois computadores através de uma linha telefónica. Pode- se ter acesso a uma rede ( e por consequência à Internet) contactando um computador ligado (“por um lado”) a uma ou várias linhas telefónicas (para receber a chamada) e (“por outro lado”) a uma rede através de uma placa rede.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 6/23 5.VANTAGENS E DESVANTAGENS DA INTERNET  Desvantagens da Internet Algumas das desvantagens da utilização da Internet são os vírus; problemas de segurança; pessoas estranhas que tentam falarem connosco; a má qualidade de informações; muitos dos conteúdos impróprios tais como as drogas, o sexo e até mesmo a violência; publicidade enganosa; o aproveitamento excessivo de informações pessoais; pessoas que utilizam demasiado o computador, podem-se tornar viciadas ou mesmo anti-sociais; pessoas mal-intencionadas. Uma das grandes desvantagens da internet é o isolamento das pessoas que quando estão viciadas não mostram interesse por actividades fora do computador, deixam de dormir e muitas das vezes, deixam de comer. Os conteúdos pornográficos, também são uma das principais desvantagens que a Internet contêm, porque por vezes é utilizado para fins xenófobos e incentiva a violência sexual. Por fim, na Internet também são violados os direitos de privacidade das pessoas.  Vantagens da internet A Internet, não traz só desvantagens para os utilizadores, também podemos “tirar” algumas vantagens, como por exemplo, na internet pode-se encontrar lazer de todo o género e para todas as idades (jogos, vídeos, jornais, conteúdos para adultos, conteúdos infantis, etc...). Com a Internet, também é possível pesquisar livros, fazer chamadas, enviar e-mail (anteriormente só se enviavam cartas) , entre outros Uma das vantagens que a Internet encaminhou foi uma ligação mais rápida. Outra das suas vantagens é o seu custo que é muito reduzido, e por essa via está acessível a qualquer pessoa. A Internet facilitou a criação de conteúdos, que se pode aceder a uma grande quantidade de informações, a comunicação é muito mais rápida e eficaz.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 7/23 6.HISTÓRIA DA INTERNET A Internet surgiu a partir de algumas pesquisas militares nos períodos da Guerra Fria. Na década de 1960, dois blocos ideológicos e politicamente opostos exerciam um enorme controlo e a influência no mundo, qualquer mecanismo; inovação; instrumentos novos poderiam contribuir para o conflito dirigida pela União Soviética e pelos Estados Unidos: as duas superpotências compreendiam a eficiência e necessidade total dos meios de comunicação. Nesta probabilidade, o governo dos Estados Unidos temia um ataque russo às bases militares. Um ataque poderia trazer ao público informações secretas. Então foi planeado um modelo de troca e compartilhando de informações que autorizasse a descentralização das mesmas. Assim, se o Pentágono quer que fosse atingido, as informações armazenadas ali não estariam perdidas, era preciso criar uma rede, a ARPANET, criada pela ARPA. A ARPANET trabalhava através de um sistema conhecido como chaveamento de pacotes, que é um sistema de propagação de dados em redes de computadores no qual as informações são divididas em pequenos pacotes, que por sua vez contém fragmento dos dados, o endereço do destinatário e informações que permitiam a remontagem da mensagem original. O ataque agressivo nunca aconteceu, mas o que o departamento de defesa dos Estados Unidos não sabia era que dava início ao maior fenómeno mediático do século 20, era o único meio de comunicação que simplesmente em 4 anos, conseguiria atingir cerca de 50 milhões de pessoas. Em 29 de Outubro de 1969 ocorreu a transmissão do que pode ser considerado o primeiro E-mail da história. O texto desse primeiro e-mail seria "LOGIN", correspondente pretendia o Professor Leonard Kleinrock da Universidade da Califórnia em Los Angeles, mas o computador no Stanford Research Institute, que recebia a mensagem, parou de funcionar após receber a letra "O". Na década de 1970, a pressão entre a URSS e os EUA diminui. As duas potências entram decisivamente naquilo em que a história se encarregou de chamar de Coexistência Pacifica. Não havendo mais a proximidade de um ataque imediato, o governo dos EUA permitiu que pesquisadores que aumentassem, nas suas respectivas universidades, estudos na área de defesa pudessem também entrar na ARPANET. Com isso, a ARPANET começou a ter dificuldades em administrar todo este sistema, devido ao grande e crescimento dos números de localidades universitárias envolvidas nela. Este sistema dividiu-se em dois grupos, a MILNET, que tinha as localidades militares e a nova ARPANET, que tinha as localidades não militares. O desenvolvimento da rede, neste ambiente mais livre, pôde então acontecer. Não só os pesquisadores como também os alunos e os amigos dos alunos, tiveram acesso aos estudos já principiados, adicionaram empenhos para aperfeiçoá-los. Houve uma época nos Estados Unidos em que sequer se reflectia a possibilidade de comprar computadores, já que a diversão estava em montá-los.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 8/23 7.FUNCIONAMENTO DA INTERNET A Internet serve para interligar qualquer tipo de computador em qualquer lugar do mundo. A internet não tem um dono ou uma empresa encarregada de administrá-la. Cada rede individual conectada á internet pode ser administrada por uma entidade governamental, uma empresa ou uma instituição educacional. Actualmente qualquer pessoa pode comunicar com a Internet, envolvendo empresas privadas, governos, escolas e organizações não governamentais. Os requeridos são possuir um computador, um software compatível com a Internet e uma conexão por telefone com um fornecedor de acesso à Internet. Cada computador na rede possui um único endereço para acesso. A comunicação entre computadores da rede é feita através do protocolo TCP/IP que gerência e encaminha mensagens de dados entre os computadores. Para ser capaz de comunicar numa rede, o computador deve ser capaz de aceder a um meio de comunicação comum a todos e trocar informações utilizando o mesmo protocolo de comunicações das outras máquinas. Existem diversos meios de comunicação, sendo que devem ser classificados como meio de comunicação e meio de comunicação não orientado. É possível aceder a internet utilizando qualquer um desses meios, desde que se utilize os protocolos adequados. O usuário abre o navegador em seu computador, e digita um endereço de uma página; A requisição do endereço é passada da camada de aplicação à camada de host/rede transformando em impulsos eléctricos para passar pela camada física da rede telefónica; Ao chegar no servidor do provedor, a requisição sobe todas as camadas até a camada de inter- rede ou aplicação onde pode ser processada ou repassada para qualquer outra máquina da Internet; A máquina para qual se destina a requisição finalmente processa esta solicitação, e envia no caminho inverso os dados do arquivo HTML; Ao receber os dados da página que solicitou, o navegador do cliente interpreta as informações e começa a exibir a página na tela do computador. Cliente de acesso Este é o software que permite a comunicação da estação de trabalho com o servidor e também com a Internet. Servidor O servidor está presente somente nas redes que seguem a filosofia das redes cliente servidor, nas quais os servidores ficam o tempo todo à disposição da rede, apenas para fornecer recursos compartilhados aos usuários como: impressoras, discos e acessos a outras redes. Naturalmente esses são dimensionados para esta tarefa, com bastante espaço em disco, grande capacidade de memória RAM, boa capacidade de processamento, bons componentes, boa ventilação, sistema
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 9/23 inteligente de backup e tolerância a falhas. A performance dos recursos compartilhados fica optimizada, pelo fato de que, além de o servidor ser dimensionado para a tarefa em questão, tem todo o seu poder de processamento destinado a tarefas da rede. O uso de servidores dedicados permite também um melhor gerenciamento dos usuários e do uso dos recursos, podendo controlar quem entra no sistema e quais recursos podem acessar. Estação de trabalho Também chamada de workstation ou PC (Personal Computer) Desktop, são computadores que fazem parte da rede e são dedicados aos usuários da rede local. Geralmente fazem o papel de cliente, sendo eles os computadores que irão solicitar recursos ao servidor. Uma colecção de estações de trabalho pode também formar uma rede de computadores independente da presença de um servidor, a qual chamamos de rede pontoa-ponto. Neste tipo de rede, todos os computadores fornecem recursos para a redes mas também são clientes ou usuários dos recursos fornecidos pelos outros computadores. Normalmente, a performance e confiabilidade do sistema é menor do que quando se tem um servidor dedicado, porém é uma solução que garante um bom aproveitamento dos recursos disponíveis e possui um custo mais baixo, bastante acessível para redes utilizadas em pequenas empresas, escolas ou até mesmo em residências. 9.PROTOCOLO DE REDE Um protocolo de rede é um conjunto de normas determinadas que permitem uma comunicação entre o cliente e o servidor.  Protocolos de comunicação da internet:  TCP (Transmission Control Protocol - protocolo de controle de transmissão);  IP (Internet Protocol);  TCP – fluxo e integridade da informação IP – transporte da informação em pacotes; Trâmite da informação: quebra de pacotes menores, cada um segue seu caminho, deve ser montado no destino;  DNS (domain name server) servidor – onde são armazenados os endereços IP, como uma lista telefónica.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 10/23 O endereço IP, de forma genérica, é uma identificação de um dispositivo (computador, impressora, etc) em uma rede local ou pública. Cada computador na internet possui um IP (Internet Protocol ou Protocolo de internet) único, que é o meio em que as máquinas usam para se comunicarem na Internet. Para um melhor uso dos endereços de equipamentos em rede pelas pessoas, utiliza-se a forma de endereços de domínio, tal como "www.wikipedia.org". Cada endereço de domínio é convertido em um endereço IP pelo DNS (Domain Name System). Este processo de conversão é conhecido como "resolução de nomes". O que é TCP/IP O TCP/IP é o total de redes de computadores que transmite e recebe informações por meio de pequenos pacotes de informações. É também conhecido como, um conjunto de protocolos de comunicação entre computadores em rede (também chamado de pilha de protocolos TCP/IP) O seu nome vem de dois protocolos, o TCP (Transmission Control Protocolo, que em português quer dizer, Protocolo de Controle de Transmissão) e o IP (Internet Protocolo, que em português quer dizer, Protocolo de Interconexão). O conjunto de protocolos pode ser visto como um modelo de camadas, onde cada camada é responsável por um grupo de tarefas, fornecendo um conjunto de serviços bem definidos para o protocolo da camada superior. Funções do TCP/IP  Dividir a informação em pequenos pacotes;  Enviar estes pacotes ao destinatário por meio da rede;  Receber os pacotes que estão sendo enviados;  Verificar se estes pacotes estão correctos;  Reunir os pacotes na forma original;  Criar um número de verificação para montagem, porque se os números forem diferentes, o arquivo está corrompido e será solicitada ao remetente a retransmissão. Funções do IP:  Endereçamento (remetente e destinatário);  Envio dos dados empacotados.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 11/23 10.MEIOS DE ACESSO A INTERNET No princípio era o fio. A internet deu seus primeiros passos a partir de cabos e fios. Apesar de soar como algo bastante antiquado, esses tipos de conexões ainda são amplamente utilizados, principalmente devido à alta velocidade obtida por alguns meios tais como: Dial Modem O motivo? A baixa velocidade. A conexão Dial Modem alcançava, no máximo, 56,6 kbps. Sem contar o irritante som que emitia enquanto conectava e o fato de cair sempre que alguém tirava o telefone do gancho. Além disso, como a conexão era feita a partir de uma ligação telefônica para a operadora, o computador precisava ficar próximo a alguma tomada ou ao alcance do fio. Como a grande maioria dos cabos tinha apenas 1,5m, a distância era bastante limitada. Porém nada impedia de comprar uma extensão maior e alcançar incríveis 5 metros da tomada! xDSL Acessar a internet até cinco vezes mais rápido do que a conexão discada e conseguir falar ao telefone ao mesmo tempo. Este tipo de conexão ainda utilizava uma linha telefónica para acessar a internet, mas conectada a um modem externo específico, o que acabava com a necessidade fazer ligações para a operadora. A velocidade, 128 kbps, no mínimo. Cabo Algumas empresas decidiram aliar a ela o acesso à internet. Com isso, uma linha telefônica não era mais pré-requisito para se conectar, o que deu mais liberdade ao usuário. Outra grande vantagem deste tipo de conexão é a velocidade, que varia entre 70 kbps e 150 Mbps. Além disso, a internet a cabo facilitou a criação de redes de computadores, dividindo a conexão com múltiplas máquinas, sem contar a distribuição sem fio através de roteadores wireless. O problema é que a internet a cabo necessita de um modem especial para receber o sinal via cabeamento de televisão.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 12/23 Rádio A grande vantagem desta conexão é dispensar o uso de qualquer fio ou cabo e até mesmo modems. O sinal é enviado por uma antena e recebido por uma torre de transmissão, que é posicionada em um local estratégico, geralmente no alto de prédios ou lugares que não ofereçam barreiras para a onda. Além disso, a conexão via rádio é bastante útil devido ao seu longo alcance, o que favorece quem mora em cidades onde o sinal telefónico ou via cabo não alcança. O único problema é que, para obter o máximo da conexão, o sinal deve chegar à torre sem encontrar nenhum tipo de barreira, e até mesmo chuvas podem desestabilizá-la.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 13/23 Wi-Fi A mais popular das conexões wireless é basicamente uma versão sem fio da banda larga comum, distribuída através de um roteador especial. É por isso que são designadas como redes, já que necessitam de uma conexão com fios para criar o ponto de acesso. O sinal de internet é enviado a frequências que variam entre 2,4 GHz e 5 GHz e podem alcançar até 54Mbps no raio de alguns metros. LTE Considerada por muitos a evolução do 3G, a conexão LTE alcança velocidades inimagináveis em comparação com a tecnologia atual. Para se ter uma ideia, ela alcança um pico de 170 Mbps! Essa velocidade supera o 3G em mais de dez vezes e é o dobro do máximo atingido pela WiMax, sua principal concorrente. Redes ad-hoc As ad-hoc fazem com que cada computador transforme-se em uma espécie de roteador. Em outras palavras, é como se os PCs se comunicassem entre si sem a necessidade que um dispositivo faça a mediação. Isso torna mais flexível a troca de informação. Outro ponto interessante deste tipo de conexão é que ela não é exclusiva para computadores. Você pode conectar desde sua impressora até criar uma rede de vídeo game para jogos online.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 14/23 Satélite A conexão via satélite funciona de maneira semelhante à rádio, mas com a diferença de poder ser acessada de qualquer lugar do planeta. Por conta disso, é um dos métodos mais caros para acessar a internet. Para conectar é necessário ter dois modems (um para envio de dados e outro para recebimento) e uma antena específica para este tipo de sinal. Esse modelo de comunicação permite o contacto entre navios, aviões e demais pontos, comunicação que seria impossível ocorrer por meio de cabos. Como a distância entre o satélite e o receptor é enorme o tempo de resposta e envio de dados é muito alto e sujeito a múltiplas interferências. Para contornar isso, a troca de informações é feita em grandes “pacotes”, mas com um grande intervalo entre um e outro. A velocidade fica entre 200 e 600 kbps. No entanto, há a desvantagem de que em dias chuvosos, de céu encoberto ou até mesmo se um objecto passar frente da antena, o sinal é prejudicado ou até mesmo interrompido. Outra desvantagem desta tecnologia é o seu alto custo, devido a necessidade de alta tecnologia, tanto na residência de usuário quanto no espaço onde a tecnologia será implementada. Modelo básico funcionamento da tecnologia internet via satélite:  O usuário acessa um site do seu computador, entre outros.  O modem 2, responsável por enviar os dados, processa a solicitação e envia para a antena a informação que você deseja acessar esse determinado site.  A antena se encarrega de transmitir os dados para o satélite.  O satélite recebe a solicitação.  O satélite se comunica com uma antena na terra que irá retornar os dados que o usuário solicitou.  A antena base envia os dados do determinado site de volta para o satélite.  O satélite transmite o determinado site requisitado para a antena do usuário.  O modem 1, responsável por receber dados, aceita os dados da antena e transmite para o computador, ou dispositivo utilizado para acessar o site.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 15/23 WiMax A WiMax é, resumidamente, uma versão mais poderosa e potente da já conhecida rede Wi-Fi, tanto em velocidade quanto em cobertura. Esta conexão é capaz de cobrir uma cidade inteira e com uma taxa de transferência de dados surpreendente. Porém, assim como a internet a rádio e via satélite, a WiMax também sofre com interferência, principalmente de ondas de alta frequência, e até uma chuva diminuiria a força de acção do sinal. Ainda assim, a conexão é uma boa alternativa para quem mora em locais em que não existe disponibilidade de sinal banda larga, como zonas rurais ou cidades mais afastadas, e ainda atinge um pico de 72 Mbps. 3G Funciona de maneira semelhante à conexão a rádio e os sinais são enviados praticamente pelas mesmas torres que enviam o sinal de telefonia para o aparelho, o que significa um amplo raio de alcance. Além disso, a conexão pode chegar a 7 Mbps. Presente em praticamente todos os celulares atuais, a internet 3G tornou-se tão popular que recebeu até adaptação para computadores. Pequenos modems exclusivos foram desenvolvidos para que você possa conectar-se à internet em seu notebook através deste tipo de conexão quando não existirem redes Wi-Fi. A internet via rede Eletrónica A principal vantagem desta tecnologia, que fornece acesso à web pela tomada, é o fato de ela aproveitar uma estrutura já existente para chegar a regiões onde outras alternativas de acesso rápido ainda não estão disponíveis. Cada tomada de uma residência será o ponto de acesso para se conectar à rede mundial. A transmissão de dados é feita pela estrutura já existente de distribuição de energia eléctrica. Os dados podem ser enviados directamente do provedor de acesso para a rede eléctrica até chegar aos usuários. Também é possível mesclar a forma de transmissão onde já existem outras estruturas: a conexão pode ser feita via cabo a partir do provedor até a região de um prédio. Se o edifício não tiver cabeamento, por exemplo, a conexão pode continuar sendo feita via rede eléctrica até os apartamentos (O princípio básico de funcionamento das redes PLC é que, como a frequência dos sinais de conexão é na casa dos MHz 91,7 a 30), e a energia eléctrica é da ordem
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 16/23 dos Hz (50 a 60 Hz), os dois sinais podem conviver harmoniosamente, no mesmo meio. Com isso, mesmo se a energia eléctrica não estiver passando no fio naquele momento, o sinal da Internet não será interrompido. A tecnologia, também possibilita a conexão de aparelhos de som e vários outros electroeletrónicos em rede, como já dito acima. A Internet sob PLC possui velocidade não assíncrona: ou seja, tem o mesmo desempenho no recebimento ou envio de dados. Rede Doméstica de Internet Via Rede Eléctrica Liga-se um Módulo PLC do roteador na rede eléctrica, e o do segundo computador. Pode ser configurado como qualquer outra modalidade de rede. Os Esses módulos têm o nome de “USB Powerline”, para ligar na porta USB, ou “Bridge Ethernet 10/100 Mbps Powerline” para ligar directamente na porta de rede. Existem ainda adaptadores e roteadores que eliminam completamente os fios, como os mostrados no esquema da Trendnet, abaixo. Para uma rede doméstica, existem modens que “injectam” o sinal em sua rede eléctrica residencial, e se você tiver uma placa de rede wireless, há modelos de “Pontos de Acesso Powerline Wireless” que ‘capturam’ o sinal na tomada mais próxima do computador, e disponibiliza o sinal como um roteador wireless qualquer; A especificação mais usada hoje é a DS2, que se originou na Europa. Nos EUA, também é usado o padrão Homeplug. As versões comerciais vendidas no exterior hoje possui velocidade média de 200 Mbits/s. O principal diferencial entre os padrões é a frequência – cada uma com suas vantagens.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 17/23 Adaptador Para Internet Rede Eléctrica Home Plug AV200 DUO SIEMENS O Homeplug AV200 Duo tem 50 metros de alcance e velocidade nominal de 200 Mbps. Os dados trafegam sempre criptografados para não ter problema de segurança. 11.SEGURANÇA NA INTERNET Existe uma política de segurança que atribui direitos e responsabilidades ás pessoas que lidam com os recursos computacionais de uma instituiçao e com as informaçoes neles armazenados. Ela também define as atribuiçoes de cada um em relaçao á segurança dos recursos com os quais trabalham. Uma política de segurança também deve prever o que pode ser feito na rede da instituiçao e o que será considerado inaceitável. Tudo o que descumprir a política de segurança pode ser considerado um incidente de segurança. A internet é fantástica, pois podemos trocar informações, conversar, contactar gente nova, fazer amigos, jogar... É um mundo! Mas a internet, tal como o mundo real lá fora, também tem gente com más intenções que trata de alguns assuntos complicados de modo muito negativo. Também tem pessoas que fingem ser quem não são, que querem enganar, que querem fazer mal, que se devem evitar! Para que não exista este tipo de situações, devemos ter em conta os seguintes conselhos:  Não dar dados pessoais a pessoas que se «conheçam» através da Internet, para além do e- mail, como, por exemplo, o telefone ou a morada completa. Do mesmo modo, não se devem (nestes casos e sem autorização) dar informações pessoais sobre membros da família ou amigos.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 18/23  Não fazer compras com cartões de crédito. Não dar o número de cartões de crédito ou de quaisquer documentos pessoais.  Não copiar documentos (textos, fotografias, etc.) que estejam on-line e utilizá-los sem dizer (escrever) de onde foram retirados ou quem os fez.  Não responder a mensagens ou contactos mal educados, provocadores ou que falem de assuntos inadequados. 12. SERVIÇOS DE INTERNET  Word Wide Web; o + De 655 Milhões de utilizadores; o Endereços Web (URL). o Linguagem HTML (Hypertext Markup Language);  Serviços de pesquisa; o Utilizar motores de pesquisa; o Escolher palavras-chave para pesquisar; o Seleccionar os sites desejados entre os disponibilizados; o Conter a informação;  Guardar endereços no histórico;  Guardar páginas da Internet;  Copiar e guardar texto e imagens;  Imprimir páginas.  Transferência de ficheiros; o Protocolo FTP; o File Transfer Protocolo.  Conversação interactiva; o IRC – Internet Realy Chat; o Permite compostos utilizadores. Fornecedores de serviço de internet  Vodafone;  TMN;  Optimus;  Sapo;  Zon Tvcabo;  Meo;  (…)
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 19/23 13. MOTOR DE BUSCA Um motor de busca é um sistema de software projectado para encontrar informações armazenadas em um sistema computacional a partir de palavras-chave indicadas pelo utilizador, reduzindo o tempo necessário para encontrar informações. Os motores de busca apareceram logo sobre o aparecimento da Internet, com a intenção de dedicar um serviço extremamente importante: a busca de qualquer informação na rede, apresentando os resultados de uma forma organizada, e também com a proposta de fazer isto de uma maneira rápida e eficaz. A partir deste princípio básico, diversas empresas se desenvolveram. Entre as maiores empresas encontram-se o Google, o Yahoo, o Lycos, e mais recentemente, a Amazon.com, com o seu mecanismo de busca A9. 14. A INTERNET EM CABO VERDE Cabo Verde está entre os dez países africanos com maior taxa de penetração do uso da Internet, ocupando o sétimo lugar com 34.7 por cento (%) em 2012, um aumento de 2,7 % relativamente a 2011 (32.0%).
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 20/23
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 21/23 14.CONCLUSÃO Com o desenvolvimento deste trabalho pode-se concluir que a Internet é uma rede de computadores à grandeza mundial, dirigida à troca de informações. Com isto a Internet tem algumas vantagens, tais como: ter uma ligação mais rápida em custo reduzido, obtemos grandes quantidades de informações e a comunicação é muito rápida e eficaz. Mas também tem desvantagens, tais como: os vírus; problemas de segurança; pessoas estranhas que tentam falarem connosco; estas são algumas das vantagens e desvantagens da Internet. A Internet surgiu nos anos 60, nos Estados Unidos da América. Os primeiros andamentos em redes de informação surgiram referido aos serviços de defesa norte-americanos. A primeira rede da Internet, designava-se ARPANET, que se baseava num suporte de comunicação sem organizações, que era capaz de mover-se de uma forma não situada. O TCP/IP é toda a rede de computadores que transmite e recebe informações por meio de pequenos pacotes de informações.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 22/23 Os serviços de pesquisa são o Word Wide Web; o correio electrónico – e-mail; a transferência de ficheiros e a conversação interactiva. Os fornecedores da internet são a ADSL; Zon TV cabo; Sapo; Optimus; TMN; Vodafone e Meo. Os motores de busca apareceram após o aparecimento da Internet, com o objectivo de produzir um serviço muitíssimo importante. Com as pesquisas de informações na rede, os resultados deveriam ser apresentados de uma forma clara. Mas também com o objectivo de fazer este serviço de uma forma rápida e eficaz. A partir deste aparecimento, várias empresas se expandiram, entre estas empresas destacaram-se o Google; o Yahoo, o Lycos e a Amazon.com, com o seu mecanismo de busca A9. Gramatica: URSS-união das repúblicas soviéticas ARPANET-Advanced Research Projects Agency Network - Pesquisas de projectos agências de redes avançados. (Pode ser considerada mãe da internet). ARPA- Advanced Research and Projects Agency-Agencia de pesquisa em projectos avançados . MILNET – MILITARY NETWORK (cuidava das informações militares dos estados da América o nome mudou para NIPRNET) NIPRNET-non- classified internet protocol (IP) Router network - usado para trocar informações sensível entre usuários O backbone da internet refere-se ás principais rotas de dados entre grandes e interligados estrategicamente redes e roteadores de núcleo na Internet. LTE (Long Term Evolution - Evolução de Longo Prazo) é um padrão de redes de comunicação móveis que se encontra em fase de adaptação por parte dos operadores que utilizam tecnologias GSM como 3G/W-CDMA e HSPA e também pelos operadores de CDMA. GSM: Sistema Global para Comunicações Móveis. TRENDNET – Possibilita maior conexão a Wi-Fi. DS2 – serviço de defesa e suporte. HOMEPLUG - é o nome da família para vários Power Line Communications especificações que suportam a rede sobre a fiação eléctrica da casa existente.
  • INTERNET FUNDAMENTOS DE TELECOMUNICAÇÕES 23/23 Web grafia  http://www.tecmundo.com.br/conexao/4395-trendnet-possibilita-maior-velocidade-de- conexao-wi-fi.htm  Http://pt.wikipedia.org/wiki/Hist%C3%B3ria_da_internet  Http://pt.wikipedia.org/wiki/Internet  Http://www.efagundes.com/artigos/Como%20funciona%20a%20INTERNET. htm  http://pt.kioskea.net/contents/268-internet  http://www.tecmundo.com.br/internet/31311-como-a-internet-passa-de-um-continente para-o-outro-.htm  http://www.tecmundo.com.br/internet/34066-como-funciona-a-internet-ilustracao-.htm  http://submarinecablemap.com/  http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialcsub/pagina_4.asp  http://www.oficinadanet.com.br/post/10234-como-funciona-a-internet-via-radio  http://www.youtube.com/watch?v=ZUFIkRnuY74  http://www.slideshare.net/AndressaJSilveira/internet-via-satelite  http://www.expressodasilhas.sapo.cv/economia/item/40161-taxa-de-penetracao-do-uso- da- internet-em-cabo-verde-sobe-27-em-2012  http://www.portaldoconhecimento.gov.cv/bitstream/10961/1984/1/Compendio%20estati stico%202011.pdf  Redes de computadores e a Internet 5 edição (Kurose Rose)