MySQL Tutorial

  • 160 views
Uploaded on

MySQL Tutorial - Gil Guerreiro

MySQL Tutorial - Gil Guerreiro

More in: Technology
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
160
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
20
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 1 Curso Técnico de Sistemas de Informação Tutorial MySQL Gil Guerreiro n.º9
  • 2. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 2 1. MySQL O MySQL é um SGBD (Sistema de Gestão de Base de Dados) baseado em utilizadores, ou seja, para aceder às bases de dados deste sistema, é necessário o registo do utilizador e consequente conhecimento de acesso à base de dados por parte deste. Por outras palavras, o acesso ao conteúdo de uma base de dados MySQL, só é possível a utilizadores autenticados – utilizadores registados no SGBD MySQL e com permissões de utilização de uma ou várias bases de dados – através de uma palavra-chave. O SGBD MySQL pode ser composto por várias bases de dados, um utilizador para realizar operações sobre uma base de dados não só deverá ter acesso e permissões para o fazer, como também deverá indicar qual a base de dados sobre a qual irá realizar essas operações. Instruções SQL e tipo de dados do MySQL De seguida apresentam-se exemplos das principais instruções SQL no SGBD MySQL: Visualizar as tabelas existentes no SGBD MySQL SHOW DATABASES ; Seleccionar uma base de dados USE nome_da_base_de_dados Saber qual a base de dados actualmente seleccionada SELECT database ( ) ; Mostrar as tabelas existentes na base de dados seleccionadas SHOW TABELAS ; Conhecer a estrutura de uma tabela da base de dados
  • 3. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 3 DESCRIBE nome_da_tabela ; Criação de tabelas CREATE TABLE Cliente ( cliente_id int null auto_increment, nome varchar ( 20) not null, telephone varchar (12) not null, primary key (cliente_id) ) ; Primary Key define a chave primária da tabela, Auto_increment indica que o campo é incrementado uma unidade sempre que se adiciona um novo registo e Not Null indica que o campo não deverá ficar vazio. Mostrar as colunas de uma tabela SHOW COLUMNS FROM Cliente Inserir registos numa tabela INSERT INTO Cliente VALUES(‘ ‘ , ‘Gil’, ‘366637000’) ; INSERT INTO Cliente (nome, telefone ) VALUES (‘Gil’,’366637000’) ; INSERT INTO Cliente (morada,telefone ) VALUES (’366637000’,’Nokia’ ) ; Eliminar registos de uma tabela DELETE FROM Cliente WHERE nome=’Gil’ ; Seleccionar todos os registos de uma tabela SELECT * FROM Cliente ; Actualizar registo de uma tabela UPDATE Cliente SET nome=’Gil’ WHERE cliente_id=1 ; Existem os seguintes operadores para testar várias condições: Operador AND (&&) SELECT * FROM Cliente WHERE nome=’Gil’ and telefone like ‘366’ ; Selecciona todos os registos cujo nome seja igual a ‘Gil’ e o telefone comece por ‘366’.
  • 4. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 4 2. MySQL Administrator MySQL Administrator é um programa que executa operações administrativas, gere utilizadores e ligações, executa cópias de segurança, e realiza também um grande número de outras tarefas administrativas. Criar uma Base de Dados no MySQL Administrator Para se criar uma base de dados no MySQL Administardor é preciso clicar no menu iniciar e de seguida clicar na aplicação MySQL Administrator. De seguida, preencher os campos de username (utilizador) e password (palavra-chave), para se aceder ao servidor MySQL.
  • 5. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 5 Após a validação dos dados de acesso, aparecerá uma janela com várias opções, na qual escolheremos a opção “Catalogs”. Concluída esta operação, será possível visualizar as bases de dados existentes no servidor, às quais o utilizador tem acesso. De seguida, utilize o botão direito do rato na área a vermelho e escolha a opção Create New Schema (criar nova base de dados), ou o atalho de teclado Ctrl + N.
  • 6. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 6 O último passo para a criação da base de dados, é a introdução do nome no campo Schema name (nome da base de dados).
  • 7. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 7 Criar uma Tabela no MySQL Administrator Depois de criada a base de dados, torna-se necessário criar tabelas para o registo de dados. Para se criar as tabelas, começa-se por seleccionar a base de dados na qual se vai trabalhar. De seguida, seleccionar a aba Schema Tables (tabelas da base de dados) que se encontra representada na fig.7 com um rectângulo vermelho ao seu redor.
  • 8. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 8 Para criar a tabela, utilize o botão Create Table Na janela Table Editor iremos definir as principais propriedades da tabela, tal como o nome (no exemplo, produto) e os seus campos.
  • 9. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 9 As principais definições dum campo de uma tabela são Column Name (nome da coluna/campo) e Datatype (tipo de dados). A tabela produto possui os campos/colunas produto_id, nome, quantidade, descricao, nome_imagem e categoria_id. Os tipos de dados mais comuns são textuais (texto), númericos (inteiros e de casas decimais) e datas. Na seguinte imagem podemos observar os campos que compõem a tabela produto.
  • 10. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 10 Depois de inserirmos os atributos e respectivos tipos nos campos Column Name e Datatype, definimos a coluna/campo produto_id como chave primária, Not Null (não nulo) e Auto Increment (incrementar automaticamente). Para tal, seleccionou-se a coluna produto_id e o separador Column Details. Quanto às demais colunas da tabela, no separador Column Details foi marcada a opção Not Null (campo de introdução dados obrigatório).
  • 11. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 11 De seguida, no separador Foreign Keys, definimos a coluna categoria_id como chave estrangeira, através da opção (+). Na janela Add Foreign Key inserimos o nome da chave estrangeira (Foreign Key Name, o campo categoria_id). Depois de definirmos o campo categoria_id como chave estrangeira (Foreign Key), indica-se a tabela onde o atributo categoria_id é chave primária (Primary Key), a tabela categoria. Após seleccionar a tabela, utiliza-se o botão Apply Changes para aplicar as alterações.
  • 12. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 12
  • 13. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 13 Por fim, aparecerá uma janela onde iremos pressionar as opção Execute, de modo a realizar as alterações à base de dados.