MySQL Tutorial
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

MySQL Tutorial

on

  • 161 views

MySQL Tutorial - Gil Guerreiro

MySQL Tutorial - Gil Guerreiro

Statistics

Views

Total Views
161
Views on SlideShare
161
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
16
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

MySQL Tutorial Document Transcript

  • 1. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 1 Curso Técnico de Sistemas de Informação Tutorial MySQL Gil Guerreiro n.º9
  • 2. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 2 1. MySQL O MySQL é um SGBD (Sistema de Gestão de Base de Dados) baseado em utilizadores, ou seja, para aceder às bases de dados deste sistema, é necessário o registo do utilizador e consequente conhecimento de acesso à base de dados por parte deste. Por outras palavras, o acesso ao conteúdo de uma base de dados MySQL, só é possível a utilizadores autenticados – utilizadores registados no SGBD MySQL e com permissões de utilização de uma ou várias bases de dados – através de uma palavra-chave. O SGBD MySQL pode ser composto por várias bases de dados, um utilizador para realizar operações sobre uma base de dados não só deverá ter acesso e permissões para o fazer, como também deverá indicar qual a base de dados sobre a qual irá realizar essas operações. Instruções SQL e tipo de dados do MySQL De seguida apresentam-se exemplos das principais instruções SQL no SGBD MySQL: Visualizar as tabelas existentes no SGBD MySQL SHOW DATABASES ; Seleccionar uma base de dados USE nome_da_base_de_dados Saber qual a base de dados actualmente seleccionada SELECT database ( ) ; Mostrar as tabelas existentes na base de dados seleccionadas SHOW TABELAS ; Conhecer a estrutura de uma tabela da base de dados
  • 3. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 3 DESCRIBE nome_da_tabela ; Criação de tabelas CREATE TABLE Cliente ( cliente_id int null auto_increment, nome varchar ( 20) not null, telephone varchar (12) not null, primary key (cliente_id) ) ; Primary Key define a chave primária da tabela, Auto_increment indica que o campo é incrementado uma unidade sempre que se adiciona um novo registo e Not Null indica que o campo não deverá ficar vazio. Mostrar as colunas de uma tabela SHOW COLUMNS FROM Cliente Inserir registos numa tabela INSERT INTO Cliente VALUES(‘ ‘ , ‘Gil’, ‘366637000’) ; INSERT INTO Cliente (nome, telefone ) VALUES (‘Gil’,’366637000’) ; INSERT INTO Cliente (morada,telefone ) VALUES (’366637000’,’Nokia’ ) ; Eliminar registos de uma tabela DELETE FROM Cliente WHERE nome=’Gil’ ; Seleccionar todos os registos de uma tabela SELECT * FROM Cliente ; Actualizar registo de uma tabela UPDATE Cliente SET nome=’Gil’ WHERE cliente_id=1 ; Existem os seguintes operadores para testar várias condições: Operador AND (&&) SELECT * FROM Cliente WHERE nome=’Gil’ and telefone like ‘366’ ; Selecciona todos os registos cujo nome seja igual a ‘Gil’ e o telefone comece por ‘366’.
  • 4. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 4 2. MySQL Administrator MySQL Administrator é um programa que executa operações administrativas, gere utilizadores e ligações, executa cópias de segurança, e realiza também um grande número de outras tarefas administrativas. Criar uma Base de Dados no MySQL Administrator Para se criar uma base de dados no MySQL Administardor é preciso clicar no menu iniciar e de seguida clicar na aplicação MySQL Administrator. De seguida, preencher os campos de username (utilizador) e password (palavra-chave), para se aceder ao servidor MySQL.
  • 5. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 5 Após a validação dos dados de acesso, aparecerá uma janela com várias opções, na qual escolheremos a opção “Catalogs”. Concluída esta operação, será possível visualizar as bases de dados existentes no servidor, às quais o utilizador tem acesso. De seguida, utilize o botão direito do rato na área a vermelho e escolha a opção Create New Schema (criar nova base de dados), ou o atalho de teclado Ctrl + N.
  • 6. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 6 O último passo para a criação da base de dados, é a introdução do nome no campo Schema name (nome da base de dados).
  • 7. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 7 Criar uma Tabela no MySQL Administrator Depois de criada a base de dados, torna-se necessário criar tabelas para o registo de dados. Para se criar as tabelas, começa-se por seleccionar a base de dados na qual se vai trabalhar. De seguida, seleccionar a aba Schema Tables (tabelas da base de dados) que se encontra representada na fig.7 com um rectângulo vermelho ao seu redor.
  • 8. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 8 Para criar a tabela, utilize o botão Create Table Na janela Table Editor iremos definir as principais propriedades da tabela, tal como o nome (no exemplo, produto) e os seus campos.
  • 9. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 9 As principais definições dum campo de uma tabela são Column Name (nome da coluna/campo) e Datatype (tipo de dados). A tabela produto possui os campos/colunas produto_id, nome, quantidade, descricao, nome_imagem e categoria_id. Os tipos de dados mais comuns são textuais (texto), númericos (inteiros e de casas decimais) e datas. Na seguinte imagem podemos observar os campos que compõem a tabela produto.
  • 10. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 10 Depois de inserirmos os atributos e respectivos tipos nos campos Column Name e Datatype, definimos a coluna/campo produto_id como chave primária, Not Null (não nulo) e Auto Increment (incrementar automaticamente). Para tal, seleccionou-se a coluna produto_id e o separador Column Details. Quanto às demais colunas da tabela, no separador Column Details foi marcada a opção Not Null (campo de introdução dados obrigatório).
  • 11. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 11 De seguida, no separador Foreign Keys, definimos a coluna categoria_id como chave estrangeira, através da opção (+). Na janela Add Foreign Key inserimos o nome da chave estrangeira (Foreign Key Name, o campo categoria_id). Depois de definirmos o campo categoria_id como chave estrangeira (Foreign Key), indica-se a tabela onde o atributo categoria_id é chave primária (Primary Key), a tabela categoria. Após seleccionar a tabela, utiliza-se o botão Apply Changes para aplicar as alterações.
  • 12. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 12
  • 13. ESCOLA PROFISSIONAL FIALHO DE ALMEIDA Vidigueira Gil Guerreiro N:9 Curso TÉCNICO DE SISTEMAS INFORMAÇÃO 2005/2008 13 Por fim, aparecerá uma janela onde iremos pressionar as opção Execute, de modo a realizar as alterações à base de dados.