O que e web 20

6,717 views

Published on

Workshop realizado em parceria com o Webinsider e a Simples Consultoria. Dia 25/11 em São Paulo

Published in: Technology
4 Comments
17 Likes
Statistics
Notes
  • Galera quem esta pensando em dar um presente ou se presentear não deixe de ver meus produtos no ML, os mais belos Brincos e Pingentes, “http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_62595278” totalmente seguro, pois você Utiliza o MP e minha qualificação é ótima, Desculpe o incômodo, mas só estou divulgando o meu trabalho, obrigado e uma boa tarde.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Obrigado muito.
    Glen at http://www.AttractionMarketingAcademy.com
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here




  • Mondrian Peninsula 4 Suites de 230 a 370 m²

    Coberturas de 650 a 1000 m²

    Rodrigo Franca

    Móbile 55 21 9665-2271

    e-mail: atendimento@imoveis-rj.com

    www.imoveis-rj.com<br /><object type="application/x-shockwave-flash" data="http://www.youtube.com/v/Wky_k1VFiJI" width="350" height="288"><param name="movie" value="http://www.youtube.com/v/Wky_k1VFiJI"></param><embed src="http://www.youtube.com/v/Wky_k1VFiJI" width="350" height="288" type="application/x-shockwave-flash"></embed></object>
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Muito bom esses slides. O autor nos dá uma impressão boa do que será o evento. Os tópicos evidenciam o novo panorama da Web que os desenvolvedores de um modo geral devem ficar atentos. No entanto observo que faltou uma certa distância crítica, ou seja, o autor parece otimista demais. Talvez seria interessante também defender o conceito (Web 2.0) de forma a não reforçar uma hipótese de que pode se tratar de mais uma 'onda' como foi a de 2001. Outra coisa, o autor deve estar mais atento aos conceitos de 'Comunicação' e 'Interação', pois um já pressupõe o outro e não os distancia ou substitui, como mostra o autor num dos slides. Talvez, ao invés de dizer 'comunicação' ele queira falar de algo mais direto, unilateral, como 'informação'.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
6,717
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
427
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
4
Likes
17
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O que e web 20

  1. 1. Bem vindos à nova web <ul><li>A bolha estourou o otimismo dos investidores em 2001, mas a web sobreviveu e está mais forte do que nunca. </li></ul>
  2. 2. A bolha e a crise da internet. <ul><li>A nova economia“ </li></ul><ul><li>Uma onda de empreendedorismo. </li></ul><ul><li>Qualquer idéia valia milhões. </li></ul><ul><li>Modelos de negócios imaturos e totalmente baseados em publicidade. </li></ul><ul><li>Corrida por recuperação de investimento. </li></ul><ul><li>2000/2001 Estouro da bolha. Fim da internet? </li></ul>
  3. 3. A internet não morreu. <ul><li>A internet voltou a crescer. </li></ul><ul><li>2004: Web 2.0 conference. </li></ul><ul><li>Empresas que sobreviveram e novas que estão dando certo têm conceitos em comum. </li></ul><ul><li>Ao conjunto destes conceitos chamamos web 2.0. </li></ul><ul><li>Tim O'Reilly e as maiores empresas de internet. </li></ul>
  4. 4. Web 2.0 é feita de gente. <ul><li>Transcende a web e até a internet. </li></ul><ul><li>1.0: Publicação vertical. Um para muitos. Vias de mão única de comunicação. </li></ul><ul><li>2.0: Participação, interatividade, conteúdo gerado, organizado e editado pelos usuários. </li></ul><ul><li>Exemplos: Orkut, Mercado livre, Amazon. </li></ul>
  5. 5. A web 2.0 em cinco partes. <ul><li>Programação. </li></ul><ul><ul><ul><li>Programas pulam do desktop para a rede. </li></ul></ul></ul><ul><li>Conteúdo. </li></ul><ul><ul><ul><li>Além de ler, o usuário agora participa. </li></ul></ul></ul><ul><li>Modelos de Negócio. </li></ul><ul><ul><ul><li>Surgem novas formas de ganhar dinheiro. </li></ul></ul></ul><ul><li>Publicidade </li></ul><ul><ul><ul><li>A publicidade não é uma via de mão única . </li></ul></ul></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><ul><ul><li>A experiência do usuário tem que ser rica </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Como a web 2.0 afeta sua vida hoje? <ul><li>Você já percebeu na sua vida cotidiana, pessoal ou profissional, alguma diferença provocada por algum site tipicamente Web 2.0 ? </li></ul>?
  7. 7. Web 2.0 e a programação. <ul><li>Foi necessária uma base tecnológica para suportar uma revolução de linguagem na web. </li></ul><ul><li>Programas pulam do desktop para a rede. </li></ul><ul><li>Ex. Writely, Google Spreadsheets. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  8. 8. Simbiose
  9. 9. Quanto mais é usado, melhor. <ul><li>Participação do usuário melhora o programa. </li></ul><ul><li>Relação de simbiose entre usuários e o programa. </li></ul><ul><li>Escalabilidade com bom custo-benefício. </li></ul><ul><li>Exemplos: PageRank do Google, Digg, Avaliação de vendedores no Mercado Livre, Tagueamento no Del.Icio.us. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  10. 10. Experiência Rica do Usuário. <ul><li>Fim do recarregamento da página. </li></ul><ul><li>Experiência próxima ao desktop na web. </li></ul><ul><li>Assincronia no processamento dos dados. </li></ul><ul><li>Mais possibilidades: clicar e arrastar, editar, busca suggest, fácil e rápido. </li></ul><ul><li>Ajax X Flash - Quem vai ganhar ? </li></ul><ul><li>Exemplo: Netvibes. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  11. 11. Netvibes
  12. 12. Programação simples e modular. <ul><li>Programação em módulos. </li></ul><ul><li>Liberação de API para a comunidade. </li></ul><ul><li>Ex. WordPress, Google Maps. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  13. 13. Web como plataforma. <ul><li>O que é uma plataforma? </li></ul><ul><li>Web Aplicativos. </li></ul><ul><li>Meshup: Integração entre aplicativos utilizando REST e API </li></ul><ul><li>Web é a plataforma das plataformas. </li></ul><ul><li>Ex: Google, GMail, GCalendar, GTalk. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  14. 14. Plataforma Google
  15. 15. Nosso Meshup <ul><li>Você consegue pensar em um sistema que seja fruto da integração entre dois outros sitemas ? </li></ul>? PROGRAMAÇÃO
  16. 16. Serviços, não pacotes. <ul><li>Software como serviço. Fim dos ciclos de release. </li></ul><ul><li>Beta perpétuo. </li></ul><ul><li>Feedback é ouro: o usuário faz o software. </li></ul><ul><li>Testes ao vivo. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  17. 17. Softwares descentralizados. P2P. <ul><li>Web 1.0: MP3.com. </li></ul><ul><li>Web 2.0: Bittorrent </li></ul><ul><li>Descentralização total: wiki. </li></ul>PROGRAMAÇÃO
  18. 18. Wikipédia
  19. 19. Além de um único dispositivo.
  20. 20. Web 2.0 e o Conteúdo. <ul><li>Agora o usuário tem um papel fundamental no conteúdo. </li></ul><ul><li>Ele não somente lê, ele participa. </li></ul><ul><li>Em alguns casos são os usuários que fazem e organizam todo o conteúdo do site. </li></ul>CONTEÚDO
  21. 21. Colaboração . <ul><li>O usuário faz o conteúdo. </li></ul><ul><li>Orkut, MySpace, Bebo, FaceBook. </li></ul><ul><li>Flickr, del.icio.us. </li></ul>CONTEÚDO
  22. 22. Remix . <ul><li>O usuário pode mudar o conteúdo e republicá-lo. </li></ul><ul><li>Wikipedia, Flickr, youtube </li></ul><ul><li>Creative Commons </li></ul>CONTEÚDO
  23. 23. Avaliação <ul><li>O usuário decide o que é melhor </li></ul><ul><li>Amazon, submarino, mercado livre, imdb. </li></ul><ul><li>Avaliação para social news: Digg.com e netscape.com. </li></ul>CONTEÚDO
  24. 24. Digg.com
  25. 25. Como ficam os editores? <ul><li>Num mundo onde o conteúdo é gerado pelo usuário, qual será o papel de jornalistas e editores ? </li></ul>? CONTEÚDO
  26. 26. Netscape.com
  27. 27. Confiança radical na comunidade <ul><li>Wikipedia: tão confiável quanto a Brittanica? </li></ul><ul><li>Linux: se há muitas pessoas olhando, todos os erros são corrigidos. </li></ul><ul><li>Comunidades que se auto-moderam. </li></ul><ul><li>A solução do orkut contra a pedofilia, etc. </li></ul>CONTEÚDO
  28. 28. Tagueamento, não taxonomia. <ul><li>Tags são palavras-chave. </li></ul><ul><li>A comunidade organiza o próprio conteúdo. </li></ul><ul><li>Quanto mais participação, melhor a organização. </li></ul><ul><li>Nada de pastas e categorias pré-definidos. </li></ul><ul><li>Ex: Del.icio.us, Last.fm, Flickr, Youtube. </li></ul>CONTEÚDO
  29. 29. Dá pra confiar nesses caras ? <ul><li>Até que ponto você acha que é possível confiar totalmente nos usuários ? </li></ul>? CONTEÚDO
  30. 30. Distribuição por RSS e ATOM. <ul><li>O usuário assina o conteúdo do site. </li></ul><ul><li>Lê tudo através do leitor de RSS ou Personal Home Page. </li></ul><ul><li>Mashup: Clips um site em outros sites. </li></ul>CONTEÚDO
  31. 31. Personalização . <ul><li>O usuário vê o conteúdo que quer, do jeito que quer. </li></ul><ul><li>Home page pessoal. </li></ul><ul><li>Google ig, MS Live, Netvibes </li></ul><ul><li>Nova home page Yahoo! </li></ul>CONTEÚDO
  32. 32. Netvibes
  33. 33. Audiência não, comunidade. <ul><li>Comunicação vertical, um para muitos, acabou. </li></ul><ul><li>Além da interatividade, participação. </li></ul><ul><li>Internet é gente. Gente gosta de gente. </li></ul><ul><li>Blogs, Orkut, Flickr, MySpace, etc. </li></ul>CONTEÚDO
  34. 34. Novas formas de monetização. <ul><li>Na web 2.0 novas formas de ganhar dinheiro com a internet se consolidam. </li></ul>MONETIZAÇÃO
  35. 35. Longtail <ul><li>Catálogo Grande e indisponível em lojas físicas. </li></ul><ul><li>O fim dos hits. Nichos. </li></ul><ul><li>Muito de pouco = MUITO. </li></ul>MONETIZAÇÃO
  36. 36. Longtail <ul><li>Anatomia da Longtail </li></ul>MONETIZAÇÃO
  37. 37. Longtail <ul><li>O nicho dos documentários </li></ul>MONETIZAÇÃO
  38. 38. Longtail <ul><li>O custo da música digital </li></ul>MONETIZAÇÃO
  39. 39. Longtail <ul><li>A vantagem da loja virtual </li></ul>MONETIZAÇÃO
  40. 40. Longtail <ul><li>Se você gosta de calypso, vai adorar luiz gonazaga. </li></ul>MONETIZAÇÃO
  41. 41. Longtail no Brasil <ul><li>Que negócios você acha que podem se beneficiar com a aplicação do conceito longtail ? </li></ul>? MONETIZAÇÃO
  42. 42. AdSense <ul><li>1.0: Poucos anunciantes pagando muito em mídias centralizadas. </li></ul><ul><li>2.0: Muitos pagando pouco em mídias descentralizadas. </li></ul><ul><li>Self-service habilitando o longtail. </li></ul><ul><li>Fonte de renda de blogs e apps. </li></ul><ul><li>Pague por Clique, não pageviews. </li></ul>MONETIZAÇÃO
  43. 43. Links Patrocinados
  44. 44. Software como serviço online <ul><li>Uma versão de graça. </li></ul><ul><li>Outra versão avançada paga. </li></ul><ul><li>Muitas mensalidades baratas = $ </li></ul>MONETIZAÇÃO
  45. 45. Venda de conteúdo <ul><li>Dados para programas online </li></ul><ul><li>Mapas do google earth </li></ul><ul><li>Conteúdo gerado pelos usuários </li></ul>MONETIZAÇÃO
  46. 46. Há vida além do banner ? <ul><li>Que outras formas de ganhar dinheiro com a internet existem além do banner ? </li></ul><ul><li>Elas são tão válidas no Brasil quanto no exterior ? </li></ul>?
  47. 47. Publicidade na Web 2.0 <ul><li>Agora a empresa já não pode comunicar, ela deve aprender a interagir. </li></ul><ul><li>A publicidade deixou de ser uma via de mão única, onde a empresa emite uma mensagem que o consumidor recebe. </li></ul>PUBLICIDADE
  48. 48. Interagir em vez de comunicar. <ul><li>Antes: comunicação de mão única, vertical, um para muitos. </li></ul><ul><li>Agora: Interatividade, Participação. </li></ul><ul><li>Participação, We media. </li></ul><ul><li>Exemplo: Fale BenQ. </li></ul>PUBLICIDADE
  49. 49. Comunicação tradicional Empresa Consumidor Consumidor Consumidor Consumidor PUBLICIDADE
  50. 50. Comunicação Web Empresa Consumidor Consumidor Consumidor Consumidor PUBLICIDADE
  51. 51. Comunicação Web 2.0 PUBLICIDADE consumidor consumidor consumidor consumidor
  52. 52. Caso: Fale Benq
  53. 53. Você anunciaria num outdoor ? <ul><li>Se você tivesse que escolher entre uma coisa ou outra, escolheria a mídia tradicional ou a internet para fazer um anúncio de um novo produto? </li></ul>? PUBLICIDADE
  54. 54. Marketing de performance <ul><li>Só paga pelo resultado que precisa e pode pagar. </li></ul><ul><li>ROI - retorno sobre o investimento. </li></ul><ul><li>Tudo deve ser mensurado. </li></ul><ul><li>Links patrocinados e pague por clique. </li></ul>PUBLICIDADE
  55. 55. Links Patrocinados
  56. 56. Otimização para sites de busca (SEO). <ul><li>Fim da especulação de domínios. </li></ul><ul><li>Grande Maioria dos usuários usam buscadores. </li></ul><ul><li>Sites são construidos para serem encontrados (SEO). </li></ul>PUBLICIDADE
  57. 57. O que influencia o PageRank <ul><li>Tag Title </li></ul><ul><li>Texto dos links </li></ul><ul><li>Uso de palavras-chave no documento </li></ul><ul><li>Acessibilidade do documento </li></ul><ul><li>Links para páginas internas </li></ul><ul><li>Assunto principal do documento </li></ul><ul><li>Links externos </li></ul><ul><li>Popularidade: links para o site </li></ul><ul><li>Popularidade global do site </li></ul><ul><li>Spam de palavras-chave </li></ul>PUBLICIDADE
  58. 58. O que influencia o PageRank <ul><li>Semântica do documento </li></ul><ul><li>Idade do site </li></ul><ul><li>Meta tags </li></ul><ul><li>Uso de “Alt” em tags de imagem. </li></ul><ul><li>Tamanho dos arquivos </li></ul><ul><li>Hífens no nome do domínio </li></ul><ul><li>Existência de mapa do site ou busca no site </li></ul><ul><li>Extensão do domínio. </li></ul><ul><li>Título no link </li></ul><ul><li>Tamanho da URL </li></ul><ul><li>Links quebrados </li></ul>CONTEÚDO
  59. 59. Marketing Viral <ul><li>A web 2.0 é um lugar vivo </li></ul><ul><li>Propagação exponencial da mensagem </li></ul><ul><li>Aproveitar as comunidades, IM, E-mail, etc. </li></ul><ul><li>Efeito Katilce </li></ul>PUBLICIDADE
  60. 60. Nós do Cinema <ul><li>Este viral tem como objetivo despertar o interesse de agências de publicidade a criarem um roteiro para a ong nós do cinema. </li></ul>PUBLICIDADE
  61. 61. Design na web 2.0 <ul><li>Agora a experiência do usuário tem que ser rica, ou seja, o site não pode ser lento, tem que ser absurdamente fácil de usar e encontrar informações. </li></ul>DESIGN
  62. 62. Experiência Rica do Usuário. <ul><li>Novos projetos, Novas necessidades: Mais rápido! Mais fácil! Mais divertido! </li></ul><ul><li>RIA: Ajax X Flash. </li></ul><ul><li>A vantagem do ajax: sem plugin. </li></ul><ul><li>Todos os sites vão precisar ser refeitos? </li></ul>DESIGN
  63. 63. Design de interfaces. <ul><li>Mais que um site: um software. </li></ul><ul><li>Distribuir o conteúdo de forma dinâmica. </li></ul><ul><li>Arrastar e soltar, lightbox, etc. </li></ul>DESIGN
  64. 64. Mudaram os conceitos ? <ul><li>Você acha que os conceitos de design mudam por causa da web 2.0, ou o design só é diferente porque o conteúdo mudou ? </li></ul>DESIGN ?
  65. 65. Usabilidade e arquitetura da informação. <ul><li>Usabilidade. </li></ul><ul><li>Arquitetura da Informação. </li></ul><ul><li>Gaste mais dinheiro agora, perca menos dinheiro depois. </li></ul>DESIGN
  66. 66. A final, o que é web 2.0 ? <ul><li>Perguntas e respostas. </li></ul>DESIGN ?
  67. 67. Brainstom Web 2.0 <ul><li>Grupos de até 5 pessoas. </li></ul><ul><li>1. Uma necessidade de mercado. </li></ul><ul><li>2. Um site que supra essa necessidade. </li></ul><ul><li>3. Empregar conceitos da Web 2.0, envolvendo: </li></ul><ul><ul><li>a) Modelo de negócio. </li></ul></ul><ul><ul><li>b) Geração do conteúdo. </li></ul></ul><ul><ul><li>c) Programação. </li></ul></ul><ul><ul><li>d) Design. </li></ul></ul><ul><ul><li>e) Publicidade e marketing. </li></ul></ul><ul><li>4. Apresentação e discussão. </li></ul>ATIVIDADE

×