Your SlideShare is downloading. ×
0
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Fotografia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Fotografia

4,972

Published on

Published in: Art & Photos, Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,972
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
293
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Oficina: Fotografia e vídeo Curso Ciranda da Inclusão Digital 2009
  • 2. Princípios Básicos <ul><li>Toda câmera fotográfica é fundamentalmente uma câmara escura projetada segundo características específicas que envolvem sua óptica, mecânica e formato do negativo, para apreender a energia luminosa de maneira ordenada, formando em seu interior uma imagem nítida. O olho humano possui exatamente a mesma função, formando imagens a partir luz e transmitido-as como impulsos bio-elétricos para o cérebro. </li></ul><ul><li>Portanto, podemos entender as câmaras fotográficas como extensões mecânicas do olho humano, que é um órgão adaptado para captar essa energia radiante tanto em quantidade como em qualidade, isto é, ele tem a capacidade de recepcionar os comprimentos de onda característicos de cada cor e decodificá-los, distinguindo assim objetos claros de escuros e de cores diferentes. A isso chamamos visão cromática (visão das cores). Já no caso da fotografia, a visão cromática dependerá do material sensível utilizado. </li></ul><ul><li>( http://www.mnemocine.com.br/fotografia/camera.htm ) </li></ul>
  • 3. Cuidados com o equipamento <ul><li>Limpar sempre com pincel macio, ou cotonete </li></ul><ul><li>Guardar em TNT claro </li></ul><ul><li>Bolsas só para transporte </li></ul><ul><li>Bolsas escura – fungos </li></ul><ul><li>Armários – fungos </li></ul><ul><li>Existem bolsas anti-fungos – por volta de R$ 150,00 </li></ul>
  • 4. Cuidados com o equipamento <ul><li>Sujeira antiga: limpar com álcool (sem ser gel) ou benzina SEM DEIXAR PINGAR NO EQUIPAMENTO </li></ul><ul><li>Não guardar a câmera com a bateria </li></ul>
  • 5. Opções (ver nas teclas básicas de navegação ) <ul><li>Câmera verde: AUTOMÁTICO – “Não faço nada” – a câmera o faz. </li></ul><ul><li>P – Semi- automático </li></ul><ul><li>M – Manual (possibilidade de maior autonomia no que se refere a luz, velocidade, etc) </li></ul><ul><li>Filme – para realizar filmagens </li></ul><ul><li>Coqueiro – paisagem, praia </li></ul><ul><li>Boneco de neve – para muita luz, praia, areia No centro do botão, geralmente, tenho o disparador </li></ul><ul><li>IMPORTANTE: CONSULTAR O MANUAL DO EQUIPAMENTO, POIS, ISSO PODE MUDAR CONFORME MODELO OU MARCA DA CÂMERA </li></ul>
  • 6. &nbsp;
  • 7. <ul><li>Tirar fotografias não é uma tarefa tão fácil quanto pode parecer. A habilidade em fotografar vai muito além de um simples apertar de um botão. O registro de um evento segue a mesma dinâmica do nosso olhar. É importante que se veja o que está acontecendo, quem está falando, quem está presente, onde foi feito o evento e quantas pessoas compareceram. Para transmitirmos essas informações todas numa simples foto vamos abordar algumas dicas básicas para melhor fotografar. </li></ul>
  • 8. Enquadramento: <ul><li>- Para fotos coletivas, de um auditório, palestra ou feiras, procure observar o teto e o chão. É importante encontrar um ponto de equilíbrio entre esses dois elementos. Uma foto com muito teto, que esconde o tronco das pessoas na foto é visualmente pouco interessante. Assim também é uma foto com muito chão, que esconde as cabeças ou outros elementos do evento. Uma foto do público de um auditório, por exemplo, enquadre o maior número de pessoas possível, procurando sempre equilibrar teto e chão. </li></ul><ul><li>- Fotos individuais, de um palestrante, um visitante ou trabalhador, privilegie o plano médio, ou seja, o plano que enquadra a partir do tórax. </li></ul>
  • 9. Flash: <ul><li>- Uma das coisas mais complicadas na fotografia é aprender a usar o flash de forma correta. Usar o flash muito em cima pode deixar a foto toda clara, e muito longe, escura. Lembre-se que o flash tem um alcance limitado, de normalmente três a cinco metros. Muitas vezes a própria luz do ambiente do auditório ou da sala é mais eficaz que o flash. </li></ul><ul><li>- O flash, além de ser utilizado em ambientes escuros, é um acessório necessário em uma foto contra-luz. Quando você for tirar uma fotografia de alguém com uma fonte de luz ao fundo, como o sol, por exemplo, você pode notar que o sol vai ficar brilhante e somente a silhueta da pessoa vai aparecer. Neste caso o flash irá suprir a falta de luz, deixando ambos visíveis. </li></ul>
  • 10. Cuidado com o fundo <ul><li>- Tenha muito cuidado ao selecionar o local onde você vai tirar um retrato. A escolha do que aparece ao fundo é tão importante quando o que vem em primeiro plano. Cores vibrantes, linhas e outros objetos podem interferir ou tirar a atenção do foco. </li></ul>
  • 11. Retratos: <ul><li>Aproxime-se. Quando o assunto é uma pessoa. Não tenha medo de chegar perto. Se quiser, pode até cortar um pouco da parte de cima da cabeça. A esta distância é possível reparar em detalhes como a expressão do rosto e dos olhos. </li></ul>
  • 12. Olhe nos olhos <ul><li>Tire fotos na altura dos olhos da pessoa. Para tirar foto de criança fique de joelhos, sente, faça o necessário para ficar ao nível dela. O mesmo caso esteja mais baixo, erga os braços ou suba em uma cadeira. </li></ul>
  • 13. <ul><li>Zoom é a capacidade de aproximação da imagem sem que a câmera fique perto do assunto. Zoom óptico e zoom digital O zoom óptico é um movimento interno das lentes mudando o ângulo de visão da objetiva, sendo, um grande ângulo de visão chamado de grande angular (W) Wide ou um pequeno ângulo de visão chamado de (T) Tele. Exemplo: Em um ambiente pequeno o indicado é a posição grande angular. Para um local distante como um campo de futebol o indicado é uma tele. Os ângulos de visão são representados por números em milímetros, exemplo 34mm à 102mm. O termo equivalente quer dizer que o zoom de 34mm a 102mm equivale a câmera de filme 135. A potência do zoom é medido pelo número de vezes que ele consegue aumentar a imagem. Exemplo: O zoom óptico de 3x (34mm x 3 = 102mm , logo , 34mm a 102mm). O zoom óptico aumenta a imagem criando uma ampliação óptica e projetando no CCD para ser capturada. Este é um processo de imagem real e não compromete a qualidade em tamanha escala. O zoom digital aumenta a imagem criando uma ampliação artificial partindo da imagem no sensor CCD. Este efeito digital compromete a qualidade em tamanha escala. </li></ul>O zoom
  • 14. <ul><li>Segure a câmera com firmeza </li></ul><ul><li>Aproxime-se do assunto </li></ul><ul><li>Escolha um fundo neutro e simples </li></ul><ul><li>Mantenha as pessoas entretidas </li></ul><ul><li>Componha um cenário </li></ul><ul><li>Observe a luz </li></ul><ul><li>Escolha um ângulo diferente </li></ul><ul><li>Congele a ação </li></ul><ul><li>Capture sentimentos </li></ul><ul><li>Faça experiências </li></ul>
  • 15. Posição para fotografar Segure a câmera com firmeza Uma mão sem firmeza apertando o botão disparador da câmera produzirá uma foto tremida. Segure firmemente a câmera com as duas mãos. Mantenha os braços junto ao corpo para dar maior firmeza. Aperte suavemente o botão disparador. As fotos sairão nítidas.
  • 16. <ul><li>Quando em dúvida, aproxime-se do assunto que você vai fotografar (atenção para a distância mínima recomendada no manual da sua câmera). Aproximar-se do assunto é, provavelmente, o passo mais importante para se obter boas fotos. Tente fazer com que a sua foto diga: “este é o meu assunto”. Preencha um terço ou mais da área da foto com o assunto que você escolheu para fotografar. </li></ul>Aproxime-se do Assunto
  • 17. Mantenha as pessoas entretidas <ul><li>Fotografe pessoas entretidas em seus ambientes naturais. Mostre uma criança brincando com sua bicicleta, ou um adulto esculpindo um objeto, etc. Converse com elas para mantê-las à vontade. Pergunte o que estão fazendo. Agindo assim, você fará com que elas fiquem relaxadas em atitudes espontâneas e sem fazer pose. </li></ul>
  • 18. Observe a Luz <ul><li>A iluminação tem uma influência decisiva em sua foto. Estude a luz antes de tirar a fotografia, como os tons dourados de um amanhecer ou pôr-do-sol. Verifique como a direção da luz afeta o assunto: luz frontal (o sol atrás de quem está fotografando), para obter fotos brilhantes e nítidas; iluminação por trás (o sol por trás do assunto), para criar silhueta; iluminação lateral (o sol iluminando um dos lados do assunto) para mostrar a textura do assunto. </li></ul>
  • 19. Escolha um ângulo diferente <ul><li>Movimente-se até encontrar o ângulo para tirar a foto. O simples fato de você se curvar, esticar ou abaixar pode melhorar bastante suas fotos. Comece com a escolha de ângulos diferentes. Ajoelhe-se ou deite-se no chão para mostrar flores no primeiro plano. Ou, então, fotografe do alto (da janela do segundo andar de um prédio, por exemplo) para mostrar os desenhos de uma calçada. </li></ul>
  • 20. Capture sentimentos <ul><li>Por que fotografamos alguma coisa? Geralmente porque nos interessa fotografar tudo aquilo que faz as pessoas se sentirem felizes ou até mesmo tristes. Ao fazer uma foto, tente captar seu próprio sentimento </li></ul>
  • 21. A linha dos terços <ul><li>Acostume-se a utilizar a grade na tela de sua câmera digital ao compor suas fotos. Diferente de colocar os elementos da foto diretamente no centro, tente posicioná-los próximo aos pontos onde as linhas se cruzam, como ilustrado abaixo. Isto proporciona uma composição mais dinâmica do que simplesmente centralizar o objeto. Se sua câmera for equipada com foco automático, primeiro focalize o objeto no centro do quadro; em seguida, mantenha o botão do obturador (disparador) pressionado até a metade para travar o foco enquanto você recompõe a cena com o objeto levemente fora do centro. </li></ul>
  • 22. Como travar o foco <ul><li>Escolha um ponto do objeto a ser fotografado e dê um leve toque no botão disparador, isso irá selecionar o foco. </li></ul>
  • 23. Aumente a sensibilidade para evitar o efeito borrado <ul><li>Ao fotografar sem flash em iluminação insuficiente, a velocidade de disparo lenta torna difícil evitar a trepidação da câmera e borrar o objeto em movimento. O aumento da sensibilidade minimiza os borrões. ISO100 e ISO800 </li></ul>
  • 24. O foco impreciso <ul><li>Evite o Foco Impreciso Se o seu objeto está posicionado mais para a lateral da moldura, simplesmente pressionar o botão do obturador (disparador) irá direcionar o foco para o fundo ao invés do objeto. </li></ul>
  • 25. Alguns exemplos:
  • 26. Use Flash ao Meio-Dia
  • 27. retrato foto coletiva - confraternização
  • 28. Regra do 1/3
  • 29. Referências: <ul><li>http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI830798-EI4797,00.html </li></ul><ul><li>http://www.herbario.com.br/fotoweb/comp_enquadr.htm </li></ul><ul><li>http://www.dpchallenge.com/ </li></ul><ul><li>http://www.feemt.org.br/ </li></ul>

×