Liderança

14,943 views

Published on

1 Comment
8 Likes
Statistics
Notes
  • Poderia disponibilizar o arquivo?

    Grato
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
14,943
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
46
Actions
Shares
0
Downloads
812
Comments
1
Likes
8
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Liderança

  1. 1. LIDERANÇA
  2. 2. <ul><li>A Habilidade de mobilizar pessoas em direção a certas metas ou objetivos, o que inclui ser capaz de definir essas metas e dar apoio ou incentivar as pessoas. </li></ul><ul><li>A Liderança está relacionada a capacidade de exercer influência pela argumentação e pela persuasão, sem que seja preciso recorrer com freqüência a ordens diretas. </li></ul>LIDERANÇA É :
  3. 3. REGRAS DA LIDERANÇA : 1. Desafiar o estabelecido. 2. Inspirar uma visão compartilhada. 3. Permitir que os outros ajam. 4. Apontar o caminho. 5. Encorajar o coração .
  4. 4. VOCÊ É UM LIDER ? NÃO ?
  5. 5. SER UM LÍDER É UMA ARTE AO SEU ALCANCE LIDERANÇA
  6. 6. O LÍDER É UMA PESSOA QUE ? 1. Faz com que as pessoas sob seu comando gostem de executar o que ele quer.
  7. 7. Fábio Kleine Albers 2. Consegue que subordinados queiram ajudá-lo e se sintam realizados com isso . 3. Não tem subordinados, tem seguidores. Ele não dá ordens, mas todo mundo faz o que ele deseja. O LÍDER É UMA PESSOA QUE ?
  8. 8. O LÍDER É UMA PESSOA QUE ? 4. Consegue fazer com que as pessoas acreditem que o interesse delas e o dele é o mesmo . 5. Transmite segurança, confiança. Ele ins- pira lealdade. É confidente, faz com que as pessoas se sintam à vontade para falar a verdade .
  9. 9. O LÍDER É UMA PESSOA QUE ? 6. Transmite senso de justiça . Ele toma decisões justas, não protege um ao outro - Todas as suas decisões e atitudes são transparentes. 7. Dá o exemplo. Se o expediente começa às 8 horas, ele chega às 8 horas .Numa campanha de corte de custos, não promo- ve festas nem troca de carro.
  10. 10. O LÍDER É UMA PESSOA QUE ? 8. Não precisa ser infalível. Mas precisa ter mais acertos do que erros. 9. Faz com que pessoas sigam na direção da empresa. Ele faz com que essa direção se- já transparente, justa e clara. 10. Sabe que não consegue fazer tudo sozi- nho . Mas não comanda pelo medo . As pessoas o seguem porque acreditam na sua visão.
  11. 11. PENSANDO BEM O LÍDER TAL COMO DESCRITO NÃO EXISTE. PELO MENOS NÃO COM TODAS ESTAS QUALIDADES JUNTAS NA MESMA PESSOA. O PROFISSIONAL QUE REÚNE TODAS ESTAS CARACTERÍSTICAS OU PARTE DELAS, VALE OURO NO MERCADO DE TRABALHO.
  12. 12. LIDER OU CHEFE ? A MAIORIA DAS EMPRESAS NÃO TEM LÍDERES , ELAS TEM CHEFES . - SAIBA A DIFERENÇA . . .
  13. 13. BARRY WOOLF, DO AMERICAN INSTITUTE OF MANAGEMENT & DEVELOPMENT DIZ : 1. O chefe conduz as pessoas, o líder aconselha . 2. O chefe inspira medo, o líder entusiasmo. 3. O chefe diz “eu” , o líder, “nós”.. .. 4. O chefe se preocupa com coisas, o líder com pessoas. 5. O chefe colhe os louros, o líder os distribui. 6. O chefe enxerga o hoje, o líder contempla o amanhã .
  14. 14. COMO ADQUIRIR QUALIDADES TÍPICAS DE UM LÍDER ? 1. Envolva-se em organizações ou comuni- dades. Um líder voluntário é por definição um líder não coercitivo. Num grupo de voluntários, a liderança não acontece sem consenso. Você estará aprendendo a co- mandar pessoas sem usar do poder com- ferido por cargos.
  15. 15. COMO ADQUIRIR QUALIDADES TÍPICAS DE UM LÍDER ? 2. Desenvolva habilidades de comunicação escrita e falada. Isso pode ser aprendido . 3. Seja honesto, trate as pessoas com justi- ça, dê uma visão de futuro.
  16. 16. TEORIAS DA LIDERANÇA
  17. 17. Fábio Kleine Albers Teoria da Pessoa Especial - De acordo com essa teoria, os líderes não se criam - já nascem assim. Para chegar a essa conclusão equivocada, parte-se do fato de que alguns líderes desempenham suas funções com tal facilidade e eficiência que é ridículo supor que suas habilidades tenham sido aprendidas.
  18. 18. Teoria das Características Universais - Os líderes, de um modo geral, possuiriam características pessoais como tato, agressi- vidade e ambição. No entanto, as pesquisas não puderam demonstrar nenhuma conexão direta entre a liderança efetiva e certos traços, mesmo quando se estudaram longas listas de características físicas, mentais e de persona- lidade .
  19. 19. Teoria do Comportamento - Quando se tornou difícil reconhecer líderes pelo que eles eram, as pesquisas se voltaram para o que eles fazem. - Em princípio foram identificados três fatores básicos para a liderança: grau de aceitação por parte dos subordinados, a precisão com que as tarefas são definidas, e a autoridade que emana do líder. Estes fatores compõem a situação que determina o estilo de liderança a ser usado.
  20. 20. Teoria da Liderança Funcional - Esta abordagem também se concentra no que os líderes fazem em um contexto mais moderno e reconhece três atividades princi- pais : ter uma visão que determina o caminho a seguir, fazer com que as pessoas atuem de acordo com esta visão, e motivá-las para alcançar o que esta visão representa.
  21. 21. Teoria da Liderança em Situação - Esta abordagem mais flexível à questão da liderança mostra um líder que escolhe um estilo certo, com as pessoas certas, na hora certa.
  22. 22. Teoria da Liderança Visionária - Segundo esta teoria, a pessoa que tem uma visão que compreende os próximos 10 ou 20 anos é um raro caso de líder visionário. “ A visão é a arte de enxergar o invisível “ - Samuel Johnson
  23. 23. Teoria da Liderança Centrada na Ação <ul><li>Esta é uma abordagem funcional, segundo a qual </li></ul><ul><li>um grupo tem três necessidades básicas : </li></ul><ul><li>Esses três elementos se sobrepõem e exercem </li></ul><ul><li>influência uns sobre os outros. Um problema em </li></ul><ul><li>um deles afeta os outros dois. Por isso deve-se </li></ul><ul><li>considerar a influência nos três aspectos. </li></ul>De Equipe De Tarefa Pessoais
  24. 24. ESTILO DE LIDERANÇA É a maneira como trabalhamos e agimos quando procuramos exercer influência sobre o desempenho de outros. Fazer a coisa certa, no lugar certo, na hora certa. Estilos de Liderança
  25. 25. Liderança em Situação DIRIGIR – o líder dá instruções específicas e supervisiona de perto a execução da tarefa. SUPERVISIONAR – o líder continua a dirigir e a supervisio- nar de perto a tarefa, mas também explica deci- sões, pede sugestões e ajuda a avançar. APOIAR – o líder procura facilitar o trabalho e dar apoio pa- ra que a tarefa seja executada. Além disso com- partilha a responsabilidade pela decisão. DELEGAR – o líder transfere aos seus subordinados a res- ponsabilidade pela decisão e pela solução do problema.
  26. 26. O Líder Estadista Posiciona a empresa num contexto bem maior : a busca da verdadeira missão de vida para os clien- tes, donos, empregados , fornecedores e acionis- tas. Amplia a visão do negócio para um novo conceito de “ mercado “ que leve à percepção de necessidades não atendidas na sociedade.
  27. 27. O Líder Estadista Promove a gestão voltada para o desenvolvimento sustentável de uma rede de fornecedores, parcei- ros e clientes focando resultados. Promove a gestão criativa na era da globalização e em um mundo de constante transformação.
  28. 28. O Líder Estrategista <ul><li>Reinventa o próprio conceito de estratégia : </li></ul><ul><li>transcendendo a competitividade tradicional. </li></ul><ul><li>2. Cria o futuro: pioneirismo na busca de espaços </li></ul><ul><li>em branco. </li></ul><ul><li>3. Sai do pensar constante para o pensar e agir de </li></ul><ul><li>forma estratégica. </li></ul><ul><li>4. Estratégia como alvo móvel – esquecer o passa- </li></ul><ul><li>do de forma seletiva e criar o futuro. </li></ul><ul><li>5. Pensa estrategicamente no negócio como o todo. </li></ul>
  29. 29. O Líder como Agente de Transformação <ul><li>Promove mudanças e transformações no negócio </li></ul><ul><li>e no mercado de modo a atender todas as partes </li></ul><ul><li>interessadas. </li></ul><ul><li>2. Promove mudanças contínuas levando a empresa </li></ul><ul><li>a patamares mais elevados. </li></ul><ul><li>3. Lida com a resistência a mudanças de forma não </li></ul><ul><li>mecânica. Para, pensa, sente e age. </li></ul><ul><li>4. Transforma círculos viciosos em círculos virtuosos </li></ul><ul><li>promovendo a evolução das pessoas e a melhoria </li></ul><ul><li>dos negócios. </li></ul><ul><li>5. Estimula a evolução natural da empresa como um </li></ul><ul><li>sistema vivo, que vibra com as vitórias e se esti- </li></ul><ul><li>mula com os resultados negativos. </li></ul>
  30. 30. O Líder como Catalisador de Resultados <ul><li>Foco na viabilização do impossível. </li></ul><ul><li>Competência em decidir, “amarrar as pontas” , e </li></ul><ul><li>assegurar motivação integrada. </li></ul><ul><li>3. Efetividade no alavancar recursos. </li></ul><ul><li>4. Inovar no controle : controle balanceado em todos </li></ul><ul><li>os focos do negócio. </li></ul><ul><li>5. Criar desafios de forma contínua para todos de </li></ul><ul><li>sua equipe, além dele próprio. </li></ul>
  31. 31. Líder como Arquiteto de Processos e Networks <ul><li>Formar o network interno e externo ao negócio </li></ul><ul><li>promovendo a gestão sistêmica da organização. </li></ul><ul><li>2. Implementar gestão de processos em todos os </li></ul><ul><li>segmentos do negócio. </li></ul><ul><li>3. Reinventar a empresa através da quebra de </li></ul><ul><li>barreiras, paradigmas , “muros” e “fossos”. </li></ul><ul><li>4. Promover relações crescentes de parcerias com </li></ul><ul><li>fornecedores e clientes. </li></ul>
  32. 32. Líder como Técnico <ul><li>Compreende a “anatomia dos resultados” da </li></ul><ul><li>organização. </li></ul><ul><li>2. Diferencia técnicas fragmentárias de técnicas </li></ul><ul><li>integrativas. </li></ul><ul><li>3. Entende e aplica o “Espírito da Lei” e não a </li></ul><ul><li>“ Letra da Lei”. </li></ul><ul><li>4. Promove o equilíbrio entre o conhecimento </li></ul><ul><li>explícito e o conhecimento tácito essencial à </li></ul><ul><li>organização . </li></ul>
  33. 33. Líder como Diplomata <ul><li>Concilia interesses: habilidades e técnicas de </li></ul><ul><li>relacionamento interpessoal e grupal. </li></ul><ul><li>2. Capacidade de lidar com ambigüidades da </li></ul><ul><li>gestão dos negócios. </li></ul><ul><li>3. Possui competências políticas: a arte do diálogo </li></ul><ul><li>e a competência em lidar com poder ( próprio e </li></ul><ul><li>de outros ). </li></ul>
  34. 34. Líder como Negociador <ul><li>Capacidade em conquistar a confiança das </li></ul><ul><li>pessoas e de negociar de forma aberta e </li></ul><ul><li>transparente. </li></ul><ul><li>2. Capacidade de transformar conflitos em </li></ul><ul><li>processos de desenvolvimento mútuo. </li></ul><ul><li>3. Competência essencial de desencadear </li></ul><ul><li>processos de harmonização e de levá-los </li></ul><ul><li>a um efetivo desfecho. </li></ul>
  35. 35. Líder como Educador <ul><li>Capacidade em educar todas as pessoas com </li></ul><ul><li>quem trabalho para a obtenção de resultados </li></ul><ul><li>excelentes. </li></ul><ul><li>2. Competência básica para promover e imple- </li></ul><ul><li>mentar uma organização que aprende com seus </li></ul><ul><li>próprios processos. </li></ul>
  36. 36. FUNÇÕES DOS LÍDERES
  37. 37. Funções dos Líderes <ul><li>Definir visão e compartilhá-la com todos. </li></ul><ul><li>Criar ambiente que valorize e desenvolva pessoas. </li></ul><ul><li>Remodelar cultura buscando criatividade, autono- </li></ul><ul><li>mia, aprendizagem contínua, crescimento a longo </li></ul><ul><li>prazo. </li></ul><ul><li>d) Transformar pirâmides em networks. </li></ul><ul><li>e) Encorajar inovação, experimentação, risco . </li></ul><ul><li>Preparar a empresa e pessoas para o futuro. </li></ul><ul><li>Desenvolver novas conexões internas e fortalecer </li></ul><ul><li>links existentes. </li></ul><ul><li>h) Fazer novas alianças externas. </li></ul>
  38. 38. Funções dos Líderes i) Fazer a organização evoluir continuamente. j) Pensar globalmente, além da cidade, estado e país. k) Identificar e responder as novas necessidades na força de trabalho. l) Ser proativo e estar confortável com ambiguidades e incertezas. m) Desenvolver pessoas com “cabeça nos negócios”. n) Estimular pessoas e grupos com desafios motiva- dores ( metas heróicas ). o) Obter comprometimento por alto envolvimento com a missão maior da organização. p) Projetar a empresa para criar novas realidades.
  39. 39. q) Inspirar, autoconfiança, simplicidade e exercício pleno de valores. r) Reconhecer e recompensar. s) Permitir a contestação. t) Fazer com que as pessoas se sintam donas do processo. u) Animar / dar força. v) Tomar decisões cruciais. w) Avaliar o tamanho da tarefa. x) Aumentar o máximo a credibilidade. y) Recorrer aos valores básicos do Grupo. z) Fazer com que as pessoas se sintam responsáveis Funções dos Líderes
  40. 40. É IMPORTANTE LEMBRAR QUE ... O LIDER REAJE ÀS MUDANÇAS E ESTÁ SEMPRE PREPARADO PARA MODIFICAR SEUS PLANOS E SUAS ATITUDES QUANDO NECESSÁRIO . ELE NUNCA PARA DE APRENDER.
  41. 41. É IMPORTANTE LEMBRAR QUE ... LIDERAR UMA EQUIPE COLOCA AUTOMATICAMENTE O LÍDER EM UMA POSIÇÃO DE MAIOR RESPONSABI- LIDADE, O QUE PODE LEVAR A UM CERTO ESTRES- SE. IGNORAR ESTE ESTRESSE, POR SUA VEZ, PODE PROVOCAR PROBLEMAS DE SAÚDE E DIMINUIR SUA PRODUTIVIDADE. VALE A PENA ESTAR ATENTO AO ESTRESSE, POIS AS PESSOAS QUE NÃO O RECO- NHECEM COSTUMAM TER PROBLEMAS DE SAÚDE FÍSICA E MENTAL.
  42. 42. LÍDER , DIGA NÃO À : COBIÇA : não guarde tudo para você. Esteja preparado para compartilhar a informação livremente com a equipe. GULA : Evite os excessos. Avalie a sua carga de trabalho e a da sua equipe. Existe um de- licado equilíbrio entre a pressão e o estresse.
  43. 43. LÍDER , DIGA NÃO À : INVEJA : não seja invejoso. O sucesso de uma pessoa da sua equipe equivale ao sucesso de toda a equipe. ORGULHO : Não seja arrogante . Esteja preparado para aceitar críticas, que não são inevitáveis neste tipo de trabalho.
  44. 44. LÍDER , DIGA NÃO À : LUXÚRIA : Não ambicione um poder exces- sivo. Utilize o seu poder com sensatez. Es- teja preparado para conferir poderes á sua equipe . IRA : Não fique com raiva – os problemas vão mesmo aparecer de vez em quando. Crie um ambiente em que se possa lidar bem com os problemas e os conflitos. Procure manter a calma, o entusiasmo e o otimismo.
  45. 45. LÍDER , DIGA NÃO À : PREGUIÇA : Não seja preguiçoso. Afinal, você é um modelo para as outras pessoas . Por isso, utilize bem o seu tempo : não adie tarefas, esta- beleça prioridades quando necessário e trabalhe com prazos.

×