Hq3
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Like this? Share it with your network

Share

Hq3

  • 4,235 views
Uploaded on

Parte 3 do material utilizado em oficina de quadrinhos ministrada na UFU, em novembro de 2009.

Parte 3 do material utilizado em oficina de quadrinhos ministrada na UFU, em novembro de 2009.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
No Downloads

Views

Total Views
4,235
On Slideshare
3,955
From Embeds
280
Number of Embeds
9

Actions

Shares
Downloads
109
Comments
1
Likes
2

Embeds 280

http://gibitecacom.blogspot.com.br 123
http://gibitecacom.blogspot.com 61
http://humorcriativo.blogspot.com.br 46
http://humorcriativo.blogspot.com 33
http://www.slideshare.net 12
http://www.humorcriativo.blogspot.com 2
http://www.gibitecacom.blogspot.com 1
http://humorcriativo.blogspot.pt 1
http://gibitecacom.blogspot.pt 1

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. TRABALHANDO QUADRINHOS NA SALA DE AULA Natania Nogueira Valéria Fernandes
  • 2. Como preparar atividades com quadrinhos?
    • Flávio Calazans diz que para se usar quadrinhos na sala de aula o único limite é a criatividade do professor.
    • Para preparar uma atividade com quadrinhos o professor deve estar consciente do(s) objetivo(s) que deseja atingir.
    • A atividade pode ser aplicada em uma aula ou pode ser proposta como extra-classe.
    • Ela pode fazer parte de um processo mais longo e complexo de aprendizagem.
  • 3.
    • A forma mais comum de se utilizar os quadrinhos é através do uso de tirinhas para introdução de atividades. Veja um exemplo:
    • A tirinha acima pode ser usada como forma de iniciar um debate sobre a questão da cidadania, sobre calendários comemorativos oficiais ou mesmo um estudo sobre heróis nacionais. Pode ser tanto uma atividade dissertativa ou objetiva.
  • 4.
    • É importante sempre lembrar que uma tirinha ou uma história em quadrinhos precisa ser “lida” e “compreendida”. Assim, a interpretação é fundamental para resolução das atividades.
    • Atividades com charges e tirinhas podem e devem ser utilizadas em exercícios na sala de aula e em avaliações.
    • Ao contrário do que muitos pensam, este tipo de exercício é bem mais complexo do que as atividades habitualmente desenvolvidas com os alunos e exigem mais concentração e atenção para sua resolução.
  • 5.
    • A produção de tirinhas e de histórias em quadrinhos também é um recurso que pode proporcionar bons resultados.
    • Os alunos não estão acostumados a pesquisar.
    • Hoje é muito mais simples recorrer à internet “recortar e colar”.
    • No entanto, para produzir uma história em quadrinhos ele precisa de usar sua criatividade, se inteirar sobre o tema que pretende desenvolver, organizar idéias e pesquisar.
    • O resultado, neste caso, demonstra se ele realmente se empenhou na atividade.
    • Veja um exemplo de trabalho com quadrinho com alunos do ensino fundamental:
  • 6.  
  • 7.  
  • 8.
    • A produção de quadrinhos é uma ótima forma de avaliar o conteúdo aprendido.
    • Normalmente os alunos argumentam que fazer uma história em quadrinhos é difícil, pois requer habilidade com desenho.
    • Na verdade, a ilustração não é o mais importante. O conjunto da história em quadrinhos (o roteiro, a organização das idéias e mesmo o capricho a colorir) é que fazem a diferença.
  • 9.
    • João Marcos Parreira Mendonça, professor de artes diz que todos podemos desenhar e dá as dicas para isto em seu livro.
    • Antes de utilizar o recurso em uma oficina realizei uma experiência, que resultou no desenho ao lado..
  • 10.
    • Passei as instruções par alunas do curso de pedagogia, durante uma oficina.
    • O bonequinho ao lado foi criação de uma aluna de 54 anos, que nunca havia conseguido desenhar.
    • A história em quadrinhos a seguir foi criada por outra aluna, que nunca havia feito uma história em quadrinhos.
  • 11.  
  • 12.
    • Quadrinhos também podem ser utilizados como fonte de pesquisa. Por exemplo, os quadrinhos e charges produzidos durante a ditadura podem ser o tema de uma aula ou de uma exposição na escola.
  • 13.  
  • 14.  
  • 15.
    • Quadrinhos podem ajudar a entender o contexto social, econômico e político de um determinado contexto histórico, uma vez que refletem o pensamento de seus autores e trazem representações da sociedade.
    • No século XIX, por exemplo, eles eram utilizados amplamente em jornais e revistas e retratavam o cotidiano das grandes cidades.
  • 16.
    • Assim, o aluno de história que tem em mãos quadrinhos de Ângelo Agostini ou mesmo histórias clássicas de super-heróis possuem, também, uma rica fonte de informações, um documento que dever ser interpretado e lido nas “entrelinhas”.
  • 17.
    • O estudo de biografias em quadrinhos, assim como um trabalho de pesquisa para a elaboração de biografias em quadrinhos pode ser uma outra atividade a ser desenvolvida com alunos nas aulas de história
    • O trabalho com quadrinhos tem ainda a vantagem de ser interdisciplinar, permitindo ao professor trabalhar com outros colegas, de conteúdos diversos.
    • Por exemplo: um trabalho sobre Jogos Olímpicos ou Copa do Mundo pode evolver o professor de história, de artes, de geografia, língua portuguesa e educação física.
  • 18. Relato de experiência com Quadrinhos e História Antiga
    • Jean-Louis Podvin , resolveu introduzir o estudo de história antiga a partir das histórias em quadrinhos.
    • O Material selecionado foi a série As Viagens de Alix.
    • .Alix é um romano de origem gaulesa que viaja por todo império romano onde vive várias aventuras fictícias, cercadas de cenários, personagens e fatos históricos reais.
  • 19.  
  • 20.
    • Ele divide o trabalho em dois módulos.
    • Módulo 01: O acesso à cidadania romana Neste módulo o professor usa quadros tirados de várias HQs do personagem para levantar questionamentos sobre a forma como se conquista a cidadania romana, que durante a império foi estendida a pessoas das várias regiões conquistadas. Veja o exemplo de Alix: de origem gaulesa, com cidadania romana.
  • 21.
    • Módulo 02: Evolução: urbanização e romanização trabalha a questão da expansão das cidades romanas, da necessidade de governadores de províncias erguerem cidades com semelhanças arquitetônicas à capital. O desejo de levar Roma a todas as regiões pelo fato de não poder estar em Roma. Destaca uma passagem onde de afirma " Você vai se sentir mais romano aqui do que em Roma". O professor, desta forma mostra a ligação entre o desejo de se afirmar a cidadania através da urbanização. ( Fonte: PODVIN, Jean-Louis. Bande dessinée et histoire ancienne. In: Cahiers Pédagogiques: Charger la société pour changer l' école, changer l'école pour changer la société, nº 382, mar/2000 ).
  • 22.
    • Natania Nogueira: [email_address]
    • Valéria Fernandes: [email_address]
    • O conteúdo desta aula pode ser utilizado, desde que seja dado crédito a quem produziu o material.
    CONTATOS: