A gibiteca como estímulo à leitura

5,306 views
5,032 views

Published on

Apresentação feita para o X Encontro de Bibliotecas, em BH, 2010

Published in: Education, Technology
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
5,306
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,719
Actions
Shares
0
Downloads
75
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A gibiteca como estímulo à leitura

  1. 1. “A Gibiteca como estímulo à leitura: relato de experiência” X Encontro com Profissionais das Bibliotecas Escolares da Rede Municipal de Educação. Belo Horizonte – 29 de outubro de 2010 Natania A. S Nogueira nogueira.natania@gmail.com
  2. 2. Investindo nas Histórias em Quadrinhos a escola forma alunos mais criativos e leitores dinâmicos • As possibilidades de se trabalhar com quadrinhos na sala de aula são numerosas. • Eles são instrumentos lúdicos que abrem caminho para um ensino interativo. • Os quadrinhos podem servir para aproximar o aluno do universo da leitura. • Uma Gibiteca pode abrir caminho para a formação de novos leitores
  3. 3. Por que optar pelo uso das Histórias em Quadrinhos na escola? • O aluno, na maioria das vezes, vê o quadrinho como forma de entretenimento e lazer. • O uso dos quadrinhos nas escolas pode ajudar a despertar nas crianças o gosto pela leitura, desenvolver a criatividade, abrindo caminho para a exploração de textos mais complexos, sem que o ato da leitura se torne algo cansativo. • Uma das vantagens de se trabalhar com histórias em quadrinhos é que elas não possuem uma faixa etária exata: há quadrinhos para todas as idades.
  4. 4. A experiência da gibiteca na escola • A Gibiteca Escolar da Escola Municipal Judith Lintz Guedes Machado foi criada em 11 de maio de 2007, envolvendo toda a escola, oferecendo a professores e alunos oportunidades de aprenderem juntos. • A Gibiteca montou seu acervo a partir da doação de colecionadores, de editoras e quadrinhistas. O acervo inicial foi se 1.200 exemplares, de gêneros variados. Conta atualmente com um número superior a 5500 Hqs. • Tudo, inclusive a mobília, foi doado ou reaproveitado.
  5. 5. As parcerias • A escola buscou parcerias com outras instituições, como o CEFET/MG – Campus Leopoldina, a Casa de Leitura e a Academia Leopoldinense de Letras e Artes. • Nos anos de 2007 e 2008 ofereceu à Secretaria de Educação, nos anos de 2007 e 2008 dois Seminários – para formação de professores da rede municipal.
  6. 6. A proposta do projeto • A Gibiteca se propõe a servir de instrumento de ensino e lazer para alunos e professores. • Todos precisam desenvolver e aprimorar o gosto pela leitura, tanto professores quanto alunos. • Ao criar a Gibiteca partimos do princípio de que o bom leitor é um aluno mais competente, em todos os conteúdos.
  7. 7. O trabalho na gibiteca • A gibiteca começou seus trabalho funcionando parcialmente, pois contávamos apenas com o professor eventual para atender a alunos e professores. • Em 2008, começamos a adotar o sistema de voluntariado e a gibiteca passou a funcionar nos três turnos da escola, atendendo inclusive aos alunos do EJA. • São feitos diariamente empréstimos de Hqs a alunos do Fundamental I e II e a professores. • A demanda é crescente.
  8. 8. • Uma das razões do sucesso e sobrevivência da Gibiteca tem sido a propaganda. • Criamos e mantemos um Blog atualizado quase que diariamente, destino a professores, alunos e interessados por quadrinhos e educação. • Fazemos campanhas para arrecadação de quadrinhos. • Divulgamos nosso trabalho na imprensa escrita e falada. • Tudo que nossos alunos fazem é divulgado no blog e na escola. • A gibiteca tornou-se um diferencial para a escola, elevando a auto-estima de alunos e professores.
  9. 9. Ambiente e leitura descontraídos • Os alunos preferem as aulas na gibiteca pelo ambiente agradável e despojado. • Na biblioteca os alunos folheiam livros e muitas vezes não os lêem. Já na gibiteca a atenção com a leitura é bem maior. • A ilustração prende a atenção e mesmo que o aluno "pule" algumas falas, ele consegue entender a história graças à leitura das imagens. • Muitos alunos que frequentam a gibiteca acabam usando mais a biblioteca, arriscando novas leituras.

×