Your SlideShare is downloading. ×
Estrutura interna da Terra
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Estrutura interna da Terra

11,067

Published on

Published in: Education
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
11,067
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
227
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Estrutura Interna da Terra Questão – Problema: “ Como é constituída a Terra? ”
  • 2. Estrutura Interna da Terra Modelos do interior da Terra ao longo do tempo Aristóteles (384 – 322 a.C.) – dizia que a Terra era uma esfera sólida Teoria do séc. XVII - “ via o interior da Terra em fusão e um fogo perpétuo a alimentar os vulcões” Teoria do início do séc. XX – considerava que no centro da Terra existia uma zona sólida, a barisfera , depois uma zona fundida, a pirosfera e, à superfície, uma crosta sólida
  • 3. Estrutura Interna da Terra Teoria dominante em grande parte do século XX – distinguia núcleo, manto e crosta
  • 4. Estrutura Interna da Terra Como é que se pode analisar o interior da Terra? Raio da Terra ≈ 6 400 km r equatorial ≈ 6 379 km r polar ≈ 6 357 km
  • 5. Estrutura Interna da Terra Como é que se pode analisar o interior da Terra? Métodos de estudo directos – permitem tirar conclusões di- rectamente a partir da observação Métodos de estudo indirectos – permitem, através do estudo de vários fenómenos, fazer deduções
  • 6. Estrutura Interna da Terra Métodos de estudo directos: Escavações feitas em minas (3 km) As explorações mineiras permitem conhecer zonas profundas da Terra
  • 7. Estrutura Interna da Terra Estudos de sondagens ( mais profunda – 12 023 m)
  • 8. Estrutura Interna da Terra Afloramentos Afloramento granítico no território português. As rochas tornam-se visíveis devido à erosão.
  • 9. Estrutura Interna da Terra Métodos de estudo indirectos: Dados gravimétricos Dados planetológicos Meteorito caído na Antártida arrancado de Marte pelo impacto de um asteróide ou cometa
  • 10. Estrutura Interna da Terra Dados geotérmicos Baseiam-se principalmente no estudo da temperatura do interior da Terra
  • 11. Estrutura Interna da Terra Dados geotérmicos
  • 12. Estrutura Interna da Terra Dados geotérmicos
    • Temperatura aumenta com a profundidade (gradiente geotérmico verifica-se apenas nos primeiros quilómetros)
    • Pressão aumenta com o aumento da profundidade (no entanto, a pressões muito elevadas torna-se difícil a fusão dos materiais rochosos)
  • 13. Estrutura Interna da Terra Dados sísmicos Baseiam-se principalmente na forma como as ondas sísmicas se propagam no interior da Terra.
  • 14. Estrutura Interna da Terra Dados sísmicos Baseiam-se principalmente na forma como as ondas sísmicas se propagam no interior da Terra.
    • Velocidade das ondas sísmicas depende das características dos materiais que atravessam:
    • meio sólido – ondas sísmicas propagam-se com maior velocidade
    • meio líquido - ondas sísmicas são mais lentas
    • - Trajectória das ondas sísmicas é alterada ao passarem de um meio para o outro
  • 15. Estrutura Interna da Terra Actualmente consideram-se válidos dois modelos diferentes, que se baseiam nos seguintes critérios: Modelos da Estrutura Interna da Terra Composição dos materiais (tipo de rocha) Comportamento físico dos materiais (sólido ou líquido )
  • 16. Estrutura Interna da Terra Modelo baseado na composição dos materiais (3 camadas)
  • 17. Estrutura Interna da Terra Crosta Crosta continental : - constitui os continentes - espessura média de 35 km - mais antiga - r. magmáticas plutónicas - granitos Crosta oceânica : - constitui os fundos oceânicos - espessura média de 5 a 10 km - r. magmáticas vulcânicas - basaltos
  • 18. Estrutura Interna da Terra Manto (35 – 2900 km) Manto superior (crosta – 700 km) - 100 – 300 km – dá-se a fusão das rochas (formação do magma) Manto inferior (700 – 2900 km) Composição heterogénea
  • 19. Estrutura Interna da Terra Núcleo (2900 - 6400 km) Núcleo externo (2900 – 5150 km): - materiais fundidos Núcleo interno (5150 - 6400 km) - estado sólido (devido às elevadas pressões) Constituído essencialmente por ferro e níquel
  • 20. Estrutura Interna da Terra Modelo baseado no comportamento físico dos materiais rochosos (4 camadas) Defendida pela teoria das placas tectónicas 100 km 300 km 2900 km
  • 21. Estrutura Interna da Terra Litosfera (0 – 100 km)
    • zona mais rígida (estado sólido)
    • - está fracturada em placas tectónicas
  • 22. Estrutura Interna da Terra Astenosfera (100 – 300 km)
    • rochas estão parcialmente em fusão devido às elevadas temperaturas
    • - zona onde se movimentam as placas tectónicas
  • 23. Estrutura Interna da Terra Mesosfera (300 – 2900 km)
    • camada rígida – estado sólido
  • 24. Estrutura Interna da Terra Endosfera ou Núcleo (2900 – 6400km)
    • Núcleo/ Zona externo(a) (2900 – 5150 km):
      • estado líquido
    • Núcleo/ Zona interno(a) (5150 – 6400 km):
      • estado sólido
  • 25. Estrutura Interna da Terra Comparação entre os dois modelos: 6400 km
  • 26. Minerais e Rochas Uma rocha é um agregado natural de minerais. Mineral é qualquer substância sólida, natural (forma-se sem intervenção humana) e com origem inorgância (sem intervenção de qualquer ser vivo na sua formação), apresentando estrutura cristalina e composição química fixa ou ligeiramente variável. Granito Quartzo Biotite Feldspato
  • 27. Ciclo das Rochas
  • 28. Ciclo das Rochas

×