Your SlideShare is downloading. ×
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Aula3 - Mkt de Produto Ao Branding: o contexto em que emergiram as novas mídias Catia Lassalvia

8,818

Published on

Aula sobre a evolução do marketing e a emergência do branding. Posicionamento e "copy strategy"; cases e "marketing as a service" - Cátia Lassalvia - abril de 2008

Aula sobre a evolução do marketing e a emergência do branding. Posicionamento e "copy strategy"; cases e "marketing as a service" - Cátia Lassalvia - abril de 2008

Published in: Business
0 Comments
9 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
8,818
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
524
Comments
0
Likes
9
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Aula 3 – 24 e 31/3/08 Do marketing de produto ao ‘ branding’: o contexto que hospedou as novas mídias [email_address]
      • Gestão e Comunicação em Hipermídia
  • 2. O que tudo isso tem a ver com as mídias digitais? Marketing e branding: introdução MariMoon - branding Melissa [email_address]
  • 3. “ The Corporation” - documentário canadense, 2003. De Mark Achbar, Jennifer Abbott e Joel Bakan Vencedor de 24 prêmios internacionais Vencedor de Público do Festival de Cinema de Sundance 40 entrevistas com executivos, críticos, historiadores e ativistas, incluindo Noam Chomsky, Vandana Shiva e Michael Moore uma visão crítica do mundo corporativo Marketing, branding, empresas... [email_address]
  • 4. Para discutir em grupo / análise individual Quais conceitos e exemplos o filme traz sobre: Produto e Marca Engajamento x Persuasão Consumo Ética empresarial Papel do gestor Faça uma análise crítica individual, escrita, sobre os capítulos 8, 9 e 10 do filme. Discuta um ou vários dos temas acima. [email_address]
  • 5. Não basta fazer propaganda. Marcas devem estar próximas do consumidor e fazer parte da experiência de vida delas… Marcas e mundo digital Campanha Língua Patrocinada Coca-Cola Zero – Ação de Guerrilha Agência Espalhe – fev 2008 [email_address]
  • 6.
    • Produtos, serviços e
    • marcas: os conceitos
    • Interesses e decisões
    • do marketing
    • Marketing e branding:
    • experiências em transformação
    • Extensões da marca
    • Etapas de definição, planejamento e criação de produtos e marcas
    • Cases e “branding experience”
    Nesta aula você verá... Campanha Havaianas 2007 [email_address]
  • 7.
    • PRODUTO OU SERVIÇO É AQUILO QUE A EMPRESA/ORGANIZAÇÃO OFERECE A UM MERCADO PARA A SATISFAÇÃO DE UM DESEJO OU NECESSIDADE .
    Conceito KOTLER, P. “Princípios do Marketing” [email_address]
  • 8. Classificação dos produtos TANGIBILIDADE NÃO DURÁVEIS DURÁVEIS SERVIÇOS [email_address]
  • 9. Decisões de produto SERVIÇOS COR / ODOR / SABOR EMBALAGENS MARCA / NOME / LOGO QUALIDADE ROTULAGEM DESIGN / TAMANHO DECISÕES DE CARACTERÍSTICAS QUE PERSONALIZAM O PRODUTO ESTABELECENDO SUA INDIVIDUALIDADE: [email_address]
  • 10. Classificações dos produtos HÁBITOS DE COMPRA [email_address] CONVENIÊNCIA COMPRA COMPARADA ESPECIALIDADE NÃO PROCURADOS
  • 11.
    • Qualquer ato ou desempenho, essencialmente intangível, que uma parte pode oferecer a outra, não resultando na propriedade de nada .
    Conceito de serviço: evolução KOTLER [email_address]
  • 12.
    • 1- Serviços podem acompanhar os produtos
    • 2- Serviços são fatores de diferenciação
    • 3- Produtos são fatores de tangibilização dos serviços
    Conceito de serviço: evolução KOTLER [email_address]
  • 13. Dos 4 Ps aos 6 Ps – 1ª evolução
    • Para ser bem-sucedida, qualquer estratégia de marketing deve levar em conta....
    • Produto
    • Preço
    • Promoção
    • Praça + Pessoal
    • Paixão
    Foco mudou de “Produtos” para “Serviços” [email_address]
  • 14. Decisões de marketing
    • Como a empresa vai satisfazer as necessidades do mercado?
    • Serviços são parte essencial do processo de atendimento do mercado.
    • O desenvolvimento de marcas e sua gestão são aspectos vitais...
    Evolução dos “modelos mentais” [email_address]
  • 15. Nome/Logo Identidade Posicionamento MARCA
  • 16. Produtos e serviços DOMINÂNCIA TANGÍVEL DOMINÂNCIA INTANGÍVEL APARÊNCIA PESO FORMA COR CONSISTÊNCIA DIMENSÃO AROMA SABOR PREÇO RAPIDEZ CORTESIA EMPATIA RELACIONAMENTO SIMPATIA CONFIABILIDADE PRESTEZA EFICIÊNCIA PRIVACIDADE [email_address]
  • 17. Serviços e produtos
    • Fatores de diferenciação:
      • INTANGILIDADE
      • INSEPARABILIDADE
      • VARIABILIDADE
      • PERECIBILIDADE
    [email_address] MARKETING INTERATIVO
  • 18. Anos 80: tudo começa a mudar Marketing centrado no produto dá sinais de envelhecimento... “ A Publicidade segundo Ogilvy” consolida escritos anteriores e desperta a atenção para a era da imagem A reputação ou a imagem é mais importante para se vender um produto do que suas características técnicas... “ Cada anúncio é um investimento na imagem da marca, a longo prazo” [email_address]
  • 19. Anos 80... O que mais acontecia no mundo? ... Os computadores e a IBM reinavam soberanos em processamento de dados centralizados... ... Surge o microcomputador e começa a nascer a computação descentralizada... ... A Sony lança o walkman, que permitia ao consumidor levar consigo suas músicas preferidas. Um marco na “mobilidade”... ... Grande aumento das feiras de software, hardware e de publicações sobre tecnologia. O privado passa para público... [email_address]
  • 20. Anos 80... Duas linhas de pensamento sobre marcas 1- Cada marca deve ser posicionado para um só produto ou categoria de produto (Al Ries e Jack Trout) agências: mais verbas... 2- Extensão da marca para todos os produtos de uma linha completa ou que pudesse ser ampliada empresas: otimização de recursos [email_address]
  • 21. Anos 80... O que mais acontecia no mundo? ... Explosão de marcas, do conceito de “franchising” e da terceirização fabril “ A fábrica não representa mais a empresa. A produção pode estar em qualquer lugar. A empresa é seu valor de marca” ... Nike e Reebook passaram a brigar, criando tênis mais sofisticados. Nos anos 80, pela primeira vez, um par de tênis chegou a custar US$ 200. [email_address]
  • 22. Anos 80... O que mais acontecia no mundo? Nike: ‘fabricar é apenas uma tarefa e a menos importante’ É preciso assumir a gestão da marca É preciso controlar o ponto de venda >>>> Novo modelo de gestão empresarial [email_address]
  • 23. Anos 80... O que mais acontecia no mundo? ... Esportes, música e cinema começam a se juntar, como pôde ser visto em filme no qual contracenam Michael Jordan, o grande astro do basquete, e o Pernalonga Space Jam – O Jogo do Século [email_address]
  • 24. Case Coca-Cola: anos 80 A mais equivocada pesquisa de mercado da história da propaganda... A tradicional Coca-Cola, com seus 99 anos, deixaria de existir. Em seu lugar seria lançada a nova marca: a New Coke, um pouco mais doce Cenário : Pepsi ganhando terreno no mercado americano... Coca mandava na distribuição, no preço e investia US$ 100 milhões a mais em propaganda. “O problema é o sabor”. [email_address]
  • 25. Case Coca-Cola: anos 80 US$ 4 milhões gastos em uma pesquisa de mercado (teste cego), com Coca, Pepsi e uma “Coca nova” mais doce. Grande lançamento: retiraram todas as Cocas dos PDVs [email_address]
  • 26. Case Coca-Cola: anos 80
    • Lançamento durou só 76 dias:
    • Vendas despencaram
    • Pepsi comprou espaço pago nos principais jornais americanos e decretou um dia de feriado: “Coca se rendeu à nova geração”
    • Imprensa acusou Coca-Cola de matar um símbolo americano
    • Em média 5 mil ligações / dia pedindo a “velha Coca” de volta
    • Consumidores fiéis devolvendo as coleções de mini-Cocas guardadas por anos
    [email_address]
  • 27. Case Coca-Cola: anos 80
    • Grandes apostas erradas:
    • olharam só o produto
    • não consideraram o valor simbólico do produto e da marca: o emocional
    • >> para o americano, Coca é mais do que bebida...
    • publicidade: Coca gastava bem mais; mas Pepsi fazia melhor com menos dinheiro
    [email_address]
  • 28. Case Coca-Cola: anos 80 Pepsi : Generation Next Comerciais de TV com Michael Jackson, na esteira do sucesso de Thriller (inovação musical) Coca: aposta conservadora Âncora na TV era o cantor romântico Julio Iglesias Pepsi ganha a guerra na TV, e Coca prepara retomada... [email_address]
  • 29. Case Coca-Cola: anos 80 Coca: uma das maiores retomadas de presença da história da propaganda Roberto Goizueta assume presidência – final anos 80 Decide comparar penetração da Coca com “mercado de estômago” , e não somente do segmento de colas e refrigerantes >>> Coca tem participação ínfima, Pepsi nem existe. >>> As pessoas tomam muito chá, café e água [email_address]
  • 30. Case Coca-Cola: anos 80
    • Em apenas 6 anos,
    • Coca volta a crescer dois dígitos ao ano
    • Goizueta falece em 1998, com suas ações pessoais
    • valendo US$ 1 bilhão: o 1º não-fundador de uma
    • companhia a se tornar bilionário...
    • Extensões da marca e aquisições:
    • Coca Diet, Coca Light, Coca Zero
    • Parceria com Nestlé – Nestea
    • Portfólio cada vez maior
    [email_address]
  • 31. Evolução dos conceitos no séc XX [email_address] PRODUÇÃO VISÃO INDUSTRIAL PRODUTO VISÃO ENGENHARIA VENDAS VISÃO COMERCIAL MARKETING VISÃO CONSUMIDOR BRANDING VISÃO RELACIONAMENTO
  • 32. Extensão de marca Nescau Biscoito Nescau Cereais Nescau Syrup Nescau Leite Gelificado Nescau Pronto para Beber Nescau Ball Nescau Barra Ovo de Páscoa Sorvete
  • 33.
    • Países que produzem tecnologia e marcas
    • EUA, Itália, Inglaterra...
    • Países que produzem somente produtos
    • - Tailândia, Coréia, Filipinas...
    • Marcas ou produtos sem fábrica
    • - NIKE
    • - PARTE DA LINHA ARISCO
    • - OVOS DE PÁSCOA NESTLÉ
    • Imagem do consumidor quando produto feito localmente
    • - Norte-americano, alemão, francês... -> BOA
    • - Brasileiro -> RUIM
    Diferença de modelos e percepções [email_address]
  • 34. NOME, TERMO, SINAL, SÍMBOLO OU COMBINAÇÃO DOS MESMOS, QUE TEM O PROPÓSITO DE IDENTIFICAR BENS OU SERVIÇOS DE UM VENDEDOR, OU GRUPO DE VENDEDORES E DE DIFERENCIÁ-LOS DOS CONCORRENTES Marca, no início, era somente… [email_address]
  • 35. UMA PROMESSA DO VENDEDOR DE ENTREGAR UM CONJUNTO ESPECÍFICO DE CARACTERÍSTICAS, BENEFÍCIOS E SERVIÇOS AOS COMPRADORES Marca passou a ser… branding experience – relacionamento - interatividade [email_address]
  • 36. Marcas podem ter seis níveis de significados... 2. BENEFÍCIOS : desperta desejo do consumidor, não pelas características do produto em si Ex: MERCEDEZ > conforto, desempenho, prestígio, alto preço 1. ATRIBUTOS : marca lembra certos atributos Marca: os níveis de significado… 3. VALORES : a marca gera percepção de valores do fabricante, do produto ou do uso dele. Ex: qualidade, diferencial [email_address]
  • 37. Marcas podem ter seis níveis de significados... 5. PERSONALIDADE : marca pode assumir personalidade de uma pessoa, de uma grife, de um estilo de vida Ex: carros coreanos x carros alemães 4. CULTURA : marca representa cultura do país produtor Marca: os níveis de significado… 6. USUÁRIO : a marca sugere o tipo de consumidor que compra o produto [email_address]
  • 38. É o desafio de desenvolver um conjunto profundo de significados para ela, que tenham ressonância em seu público-alvo “ O NASCIMENTO DE UMA MARCA SE CONSUMA COM PUBLICIDADE, NÃO COM PROPAGANDA” Desafio de definir uma marca… [email_address]
  • 39.
    • Resume seu negócio de modo eficaz
    • Representa sua filosofia de trabalho e seus valores
    • Faz o consumidor se identificar
    • Faz o consumidor recomendar
    • Ocupa uma posição privilegiada na mente do consumidor, nos seus hábitos, no seu “way of life”
    • Branding é um trabalho de
    • construção de marca junto ao mercado
    Uma boa marca… [email_address]
  • 40. Produtos selecionados… [email_address]
  • 41. COMUNICAÇÃO CONSUMIDOR COMUNICAÇÃO É AQUILO QUE O CONSUMIDOR ENTENDE Sua comunicação é eficiente? [email_address]
  • 42. CONSUMIDOR DEFINIÇÃO DE PRODUTO POSICIONAMENTO COPY STRATEGY (BRIEFING) CAMPANHA Etapas de çoncepção e desenvolvimento [email_address]
  • 43. Definição de Produto Defina o produto da maneira mais clara e breve possível Qualquer pessoa que leia a informação deve entender exatamente a mesma coisa. Avaliação Estratégica de Produto [email_address]
  • 44. Características e benefícios - Automóveis Características (Aquilo que o produto tem) Benefícios (Aquilo que o consumidor procura)
    • Pneus antiderrapantes
    • Bancos anatômicos
    • Injeção eletrônica
    • Rodas esportivas
    • Conversível
    • Motor potente
    • Segurança
    • Conforto
    • Tecnologia
    • Esportividade
    • Jovialidade
    • Agressividade
    [email_address]
  • 45.  
  • 46.  
  • 47.  
  • 48.  
  • 49. Características e benefícios - palm Características (Aquilo que o produto tem) Benefícios (Aquilo que o consumidor procura)
    • Peso – 30 g.
    • Espessura – 1 cm.
    • Tela colorida
    • Memória – 8 Mb
    • Cartão de expansão de
    • memória – 64 Mb.
    [email_address]
  • 50. Características e benefícios - celulares Características (Aquilo que o produto tem) Benefícios (Aquilo que o consumidor procura)
    • Portabilidade
    • Não precisa recarregar
    • c/freqüência
    • Não incomoda as pessoas quando toca
    • Pode usar enquanto dirige
    • Faz ligações sem digitar
    • Acesso a serviços via Internet de qualquer lugar
    [email_address]
  • 51. CONSUMIDOR DEFINIÇÃO DE PRODUTO POSICIONAMENTO COPY STRATEGY CAMPANHA Etapas de çoncepção e desenvolvimento [email_address]
  • 52. Posicionamento de marca O posicionamento começa com um produto, um serviço, uma pessoa... Mas ele não está em você, está no consumidor... POSICIONAMENTO É O QUE VOCÊ FAZ PARA A MENTE DO COMPRADOR POTENCIAL É O LUGAR QUE OCUPA NAS MENTES DOS CONSUMIDORES EM RELAÇÃO AOS PRODUTOS CONCORRENTES [email_address]
  • 53. CONSUMIDOR DEFINIÇÃO DE PRODUTO POSICIONAMENTO COPY STRATEGY BRIEFING CAMPANHA Etapas de çoncepção e desenvolvimento [email_address]
  • 54.
    • É um acordo duradouro que contém a idéia verdadeira da marca
    • Supre a empresa detentora da marca e a agência de propaganda com uma informação comum
    • A campanha será avaliada - intenção e conteúdo da idéia criativa - tendo como base esta informação
    • É uma declaração que identifica as bases , sobre a qual, nós acreditamos que os consumidores escolherão o nosso produto, em preferência aos da concorrência.
    • É um documento desenhado para fornecer direcionamento para a comunicação de marca, para um longo período de tempo.
    Copy Strategy y [email_address]
  • 55.
    • Por que copy strategy é importante?
      • Fornece continuidade
      • Fornece um direcionamento para a criação da agência > disciplina e flexibilidade criativa
      • Fornece uma base comum para avaliação de campanhas
      • Fornece eficiência: decisões-chave
    [email_address]
  • 56. Estrutura de uma “copy strategy” 1 - Definição do público alvo Com quem estamos falando (target) / abrangência / âmbito geográfico / perfil sócio-demográfico e psicográfico. 2 - Declaração do benefício-básico Promessa da marca aos consumidores, e que constitui a principal base para a compra da marca. 3 - Reason why, ou reason to believe Declaração de característica do produto, que torna possível para a marca, cumprir com o benefício apresentado. 4 - Tom da comunicação Racional / emocional / atitude, etc. [email_address]
  • 57.
    • Exemplo de Copy Strategy
    • Campanha Corporativa de Extensão de Marca “Quebra-Cabeça”
    • Público Alvo Homens e mulheres de 18 a 65 anos, das classes sócio econômicas A, B, C, D e E residentes nas principais metrópoles brasileiras.
    • Benefício principal Após três anos da privatização, o Grupo Telefônica trouxe para a população brasileira uma série de melhorias para a qualidade de vida, baseada nas novas tecnologias da comunicação.
    • Reason Why
        • O Grupo Telefônica investiu US$ 17 bilhões para disponibilizar ao Brasil:
        • A maior cobertura de telefones fixos por habitante da América Latina
        • Linhas fixas digitais que possibilitam muito mais recursos de utilização
        • Orelhões a cada 300 metros ou comunidades de 300 habitantes na região de S.P.
        • O maior e melhor serviço de telemarketing do Brasil com 25 mil funcionários.
        • A melhor infra-estrutura de armazenamento de dados para empresa do Brasil
        • O maior portal da Internet da América Latina
        • O mais inovador serviço de listas telefônicas do País
        • A melhor infra-estrutura submarina de conexão de voz, dados e mídia das Américas
        • Uma Fundação que destina recursos para educação e cultura de pessoas carentes
    • Tom da Comunicação Liderança emocional, levando em conta os valores de tecnologia e proximidade com o ser humano.
    [email_address]
  • 58. [email_address]
  • 59. CONSUMIDOR DEFINIÇÃO DE PRODUTO POSICIONAMENTO COPY STRATEGY CAMPANHA Etapas de çoncepção e desenvolvimento [email_address]
  • 60. Elementos da publicidade eficaz
    • Publicidade eficaz = contribui para o crescimento sustentado do negócio
    • Tem persuasão
    • Constrói o valor da marca consistentemente ao longo dos anos
    Uma comunicação eficaz consiste em falar a mesma coisa, de maneiras diferentes ao longo do tempo [email_address]
  • 61. FONTE :EMPRESA E S T I L O D E V I D A = F E L I Z A PAUSA QUE REFRESCA 42-50 ISTO FAZ UM BEM 51-65 TUDO VAI MELHOR 66-71 ISSO É QUE É 72-75 COCA-COLA DÁ MAIS VIDA 77-82 COCA-COLA É ISSO AÍ 83-89 EMOÇÃO PRA VALER 89-92 SEMPRE COCA- COLA 92-99 CURTA COCA COLA 00-01 GOSTOSO É VIVER 02-03 03-05 ESSA É A REAL VIVA O QUE É BOM ATUAL
  • 62. Elementos da publicidade eficaz
    • São 2 tipos de elementos associados ao sucesso :
    • Elementos Estratégicos (O que se quer comunicar)
    • Elementos Execucionais (Como se faz a comunicação)
    [email_address]
  • 63. Elementos da publicidade eficaz
    • Elementos importantes :
    • Advertising Idea
    • Efeito Dramático
    • Visualização do Benefício
    • Selling Line
    [email_address]
  • 64. Elementos da publicidade eficaz
    • Advertising Idea :
    • É a transformação do Copy Strategy em uma idéia criativa
    • É a “estória” do que se passa no comercial / campanha
    [email_address]
  • 65. Elementos da publicidade eficaz
    • Bons “Advertising Ideas” :
    • Diferenciadas
    • Focadas no benefício
    • Relevantes ao consumidor
    • Abrem a mente, o coração
    • Criam experiências para o consumidor
    [email_address]
  • 66. Elementos da publicidade eficaz Não confundir no Advertising Idea : Valor de Persuasão vs. Valor de Entretenimento
    • Recall do produto , e do benefício
    Recall da estória
    • Convencem
    Divertem
    • Diferenciam o produto
    Diferenciam a agência
    • Fazem querer comprar o produto
    Fazem querer assistir [email_address]
  • 67. Elementos da publicidade eficaz
    • 2. Bom Drama :
    • Captura e prende a atenção
    • Focado no benefício
    • Gratifica o espectador – com algo novo, engraçado, informativo, etc.
    [email_address]
  • 68. Elementos da publicidade eficaz
    • 3. Boa visualização do benefício :
    • Clara – Não deixa dúvida sobre a eficácia
    • Diferenciada e provocativa – saem da moldura (sem abandonarem o copy), despertam curiosidade, fazem diferente
    [email_address]
  • 69. Elementos da publicidade eficaz
    • 4. Bons Selling Lines :
    • Com propriedade – Deixam claro qual a marca, e qual o benefício
    • Provocativas – Grudam na memória
    [email_address]
  • 70. Elementos da publicidade eficaz Os materiais desenvolvidos em uma campanha deverão ser : S IMPLES C RÍVEIS O RIGINAIS R ELEVANTES E MPÁTICOS [email_address]
  • 71. Quando um consumidor é impactado por uma campanha publicitária ele pensa...
    • Este produto é para mim ? A dequação
    • O que eu ganho com isso ? B enefício
    • O que eu ganho irá melhorar meu bem-estar ? Re levância
    Processo mental [email_address]
  • 72. Elementos da publicidade eficaz ESTRATÉGIA
    • Copy Strategy – Claro, simples, crível, relevante,diferenciado
    EXECUÇÃO
    • Advertising Idea – Diferenciada, relevante, focada no benefício, abre a mente / coração
    • Drama – Prende a atenção, focada no benefício, gratifica
    • Visualização do Benefício – Clara, provocativa
    • Selling Line – Com propriedade, provocativas
    [email_address]
  • 73.
    • Como desenvolver um copy strategy
    • 1 - Conheça seu público
    • O que eles procuram em produtos como o seu?
    • Quais são as idéias pré-concebidas?
    • O que eles pensam sobre o produto?
    • O que eles valorizam?
    • Existem emoções subliminares que afetam seu produto?
    • Que experiências seu público tem?
    [email_address]
  • 74.
    • 2 – Mapeie os concorrentes
    • Como eles abordam os clientes?
    • O que os consumidores pensam / valorizam / sentem sobre seu concorrente?
    • Quais são os benefícios que compõem a oferta do concorrente?
    • O que eles oferecem e você não?
    • O que você pode agregar e eles não?
    Como desenvolver um copy strategy [email_address]
  • 75. 1 – Trocar características por benefícios. 2 – Criar benefícios ou “reason why” complexos. 3 - Utilizar estratégia técnica (linguagem técnica) em materiais direcionados ao consumidor. Três enganos que matam a estratégia [email_address]
  • 76. TRABALHO: construindo o copy strategy 1 - Definição do público-alvo 2 - Declaração do benefício básico 3 - ‘Reason why’ ou ‘reason to believe’ 4 - Tom da comunicação Algum produto, serviço ou marca de mídias digitais: ferramenta, celular, site, game, fusão entre empresas [email_address]
  • 77.
    • Valor da marca Google cresceu 44% em 12 meses
    • O maior crescimento de valor de marca no período
    • US$ 17,8 bilhões - 20a na lista de empresas
    • Jul. 2007 – Interbrand Report / Business Week
    • Critérios: vendas e importância da
    • marca no segmento em que atua
    Marca Google [email_address]
  • 78. 1 - Coca-Cola 2 - Microsoft 3 - IBM 4 - GE 5 - Nokia 6 - Toyota 7 - Intel 8 - McDonald's 9 - Disney 10-Mercedes-Benz Fonte: Interbrand/Business Week 2007 Best Global Brands 2007 [email_address]
  • 79. Seth Godin, especialista que criou os conceitos de marketing viral e marketing de permissão: “ Em um mundo de muitas opções e pouco tempo, a opção óbvia é ignorar as coisas ordinárias.” O marketing tem que fazer mais do que apenas apresentar o produto. É fundamental que ele tenha alguma utilidade para as pessoas. O termo original é “ marketing as a service ” ou também “branded utility”, que tem os mesmos princípios Recentes desdobramentos... [email_address]
  • 80. Case “Uma rádio para os clientes”: 92,1 FM Você, parado naquele trânsito de São Paulo... Que tal uma rádio indicando, o tempo todo, os melhores caminhos? Pensando no conceito de marketing como serviço útil, a Seguradora Sul América criou uma rádio que informa as condições do trânsito na grande metrópole. É uma idéia de alto custo e só foi possível por ser uma empresa de grande porte, mas fez a diferença na vida de seus clientes. A idéia trouxe mídia espontânea e muito “buzz” sobre a marca MPM Propaganda – 2007 Rádio e Web Rádio: www.sulamricana.com.br/radiotransito Branding experience - 2007 [email_address]
  • 81. Case Nike: rastreando a sua corrida A Nike lançou um serviço conhecido como Nike + , que permite aos corredores rastrear suas corridas. Os dados são armazenados no ipod e posteriormente transferidos para o site . Lá, você pode se cadastrar, analisar a corrida e acompanhar o seu progresso. É mais ou menos como se fosse um personal trainer virtual. Até o momento, mais de 70 milhões de quilômetros já foram rastreados. As pessoas podem ainda desafiar outros corredores, de todos os lugares do mundo, visualizar mapas com os percursos e definir metas de desempenho. Um serviço e tanto para pessoas que gostam de correr. A Adidas, concorrente, gostou tanto da idéia, que está criando um serviço similar. Branding experience - 2007 [email_address]
  • 82. Case “Língua Patrocinada” - ação de guerrilha da Coca-Cola Zero Oferece um piercing com a logo da Coca Zero para quem quiser colocá-lo na língua. Tem que tirar uma foto para abastecer o Flickr criado para a ação. Está acontecendo em algumas capitais, como São Paulo, no Rio, em Porto Alegre e Salvador. Quais os limites da propaganda? Existem? Branding and body (?) experience - 2008 [email_address]
  • 83. Branding experience http://www.brandingstrategyinsider.com
  • 84. Dúvidas? Fale comigo... Obrigada! Catia Lassalvia - catia_lassalvia@uol.com.br

×