Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita

63,198 views
68,301 views

Published on

www.gespiritacristao.com

Published in: Spiritual

Aspecto TríPlice Da Doutrina EspíRita

  1. 1. Aspecto Tríplice da Doutrina Espírita Ciência, Filosofia e Religião Conhecer, Deduzir e Amar Caminho, Verdade e Vida
  2. 3. <ul><ul><li>BASE DE SUSTENTAÇÃO DO ESPIRITISMO </li></ul></ul><ul><li>O Espiritismo é apoiado em uma base de conhecimento , sustentação teórica e experimentação constituída de três “pilares” : </li></ul><ul><ul><ul><li>filosofia- conclui </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ciência- indaga </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>ética/moral/evangelho- ilumina </li></ul></ul></ul><ul><li>A separação dos “pilares” da Doutrina Espírita em três segmentos é mais didática do que prática, pois seus fundamentos se interpenetram e interagem; </li></ul>
  3. 4. Segundo Allan Kardec ” ... O Espiritismo é ao mesmo tempo uma ciência de observação e uma doutrina filosófica. Como ciência prática ele consiste nas relações que se podem estabelecer com os Espíritos ; como filosofia ele compreende todas as circunstâncias morais que decorrem dessas relações...”. A ciência espírita pesquisa a autenticidade dos fenômenos de intercâmbio e nos garante que as informações estão corretas e exprimem a verdade. Ex: Trabalho de materialização de Espíritos através de Médiuns ostensivos; cientistas de vários países e até da NASA comprovam a C.E.
  4. 5. Sobre isso, assim coloca Allan Kardec: ” ... Assim como a Ciência, propriamente dita tem por objetivo o estudo das leis do princípio material, o objetivo especial do Espiritismo é o conhecimento das leis do princípio espiritual. Ora, como este último princípio é uma das forças da Natureza , a reagir incessantemente sobre o princípio material e reciprocamente, segue-se que o conhecimento de um não pode estar completo sem o conhecimento do outro...”
  5. 6. Segundo Richard Simoneti Espiritismo trata-se de uma filosofia, com bases científicas e consequências religiosas; O que é Filosofia Espírita(F.E.)?  partindo da idéia platônica de que filosofar é procurar o sentido para a vida, podemos dizer que a F.E. é essa busca a começar do contato com o Mundo Espiritual;  explicando de onde viemos, para onde vamos, qual a nossa missão, os porquês e os praquês dos nossos problemas, dificuldades..
  6. 7. Ainda segundo Allan Kardec: ” ...O Espiritismo e a Ciência se completam reciprocamente; a Ciência , sem o Espiritismo , se acha na impossibilidade de explicar certos fenômenos só pelas leis da matéria; ao Espiritismo , sem a Ciência , faltariam o apoio e a comprovação...”. Chico Xavier encarnou o próprio aspecto científico da Doutrina Espírita, porquanto, durante 75 anos de trabalho mediúnico recebeu milhares de mensagens assinadas por Espíritos desencarnados, verdadeiras cartas do outro mundo.
  7. 8. Segundo Einstein: <ul><li>“ A ciência sem religião é manca, a religião sem a ciência é cega.” </li></ul>
  8. 9. Kardec complementa: “... Eis porque sem ser, em si mesmo, uma religião, o Espiritismo leva essencialmente às idéias religiosas, as desenvolve naqueles que não as têm e as fortifica naqueles em que elas são hesitantes...”. Continua ... No livro “ Obras Póstumas ”, Kardec afirma: “...O Espiritismo é uma doutrina filosófica de efeitos religiosos ... Não é uma religião constituída, visto que não tem culto, nem rito, nem templos e que entre seus adeptos, nenhum recebeu o título de sacerdote ...”.
  9. 10. Na “Revista Espírita” de 1/11/1868, Vol.11, Kardec , afirma: “... No sentido filosófico, o Espiritismo é uma religião, e nós nos honramos disso, porque ele é a Doutrina que funda os laços da fraternidade e da comunhão de pensamentos , não sobre uma simples convenção, mas sobre as mais sólidas bases : as leis da Natureza.” OBS de R.Simoneti : “ Se a Doutrina Espírita proclama a existência de Deus; se defende a sobrevivência do Espírito; se adverte quanto às conseqüências das ações humanas no plano espiritual; se enfatiza a necessidade da reforma íntima; se exalta o esforço do Bem, valores que nos aproximam do Criador, obviamente é uma religião.”
  10. 11. Herculano Pires afirma: “ ... Conclui-se destas passagens que, para Allan Kardec , o Espiritismo é uma doutrina científica e filosófica de conseqüências morais, e deixa o título de religião para os cultos dogmáticos, com hierarquia sacerdotal e templos instalados para a adoração, mas reconhece, num sentido filosófico, que o Espiritismo é religião, porque de uma certa forma a religião serve de laço que une as pessoas, em uma comunhão de sentimentos, de princípios e de crenças...”. OUTRAS COLOCAÇÕES ESCLARECEDORAS
  11. 12. Na Revista Espírita , volume de 1868, Kardec coloca que: “...Dissemos que o verdadeiro objetivo das assembléias religiosas deve ser a comunhão de pensamentos; é que com efeito, a palavra religião quer dizer laço. Uma religião, em sua acepção nata e verdadeira, é um laço que religa os homens numa comunidade de sentimentos, de princípios e de crenças...”. Continua ...
  12. 13. Na obra “ O Céu e o Inferno ”, Kardec afirma: “... se a religião, apropriada em começo aos conhecimentos limitados do homem, tivesse acompanhado sempre o movimento progressivo do Espírito humano, não haveria incrédulos, porque está na própria natureza do homem a necessidade de crer, e ele crerá desde que se lhe dê o pábulo(alimento) espiritual de harmonia com as suas necessidades intelectuais ...”.
  13. 14. Ainda em “Obras Póstumas”, encontra-se a seguinte afirmação de Allan Kardec : “ ...O Espiritismo proclama a liberdade de consciência como direito natural; reclama-a para os seus adeptos, do mesmo modo que para toda a gente. Respeita todas as convicções sinceras e faz questão de reciprocidade. Da liberdade de consciência decorre o direito de livre exame em matéria de fé. O Espiritismo combate a fé cega, porque ela impõe ao homem que abdique da sua própria razão; considera sem raiz toda fé imposta, donde o inscrever entre suas máximas: Não é inabalável, senão a fé que pode encarar de frente a razão em todas as épocas da Humanidade ...”.
  14. 15. “ ... Desse modo, concluiu-se que a Doutrina Espírita convida-nos para uma evolução da idéia do sentido religioso , ao propor o conceito interno de pensar e agir, elaborado e vivenciado na intimidade da alma do homem, ‘em espírito e verdade’, como ensinou Jesus...”.
  15. 16. A Educadora e Escritora Dora Incontri , em uma entrevista, perguntada a respeito das influências de Pestalozzi em Allan Kardec , faz uma colocação preciosa: “ ... São várias. Eu não acho que tenha sido casual o fato de ele ser mestre de Kardec, acho que ele foi realmente um precursor do Espiritismo. Uma das coisas mais impressionantes que existe de relação de pensamento, é a questão do conceito de religião, porque Pestalozzi já tinha o conceito espírita de religião, uma religião natural, sem hierarquias, sacerdócio, a religião como algo íntimo de homem...” .
  16. 17. “ ... A religião verdadeira é aquela que enternece os corações, fala às almas, orienta-as, infunde coragem e jamais atemoriza. Deve dar liberdade de fé e de raciocínio, pois onde há liberdade, aí reina o Espírito do Senhor ...”. Temos que lembrar o que nos disse o Mestre Jesus: “... Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará ...” e ainda: “... Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo: toda a lei e todos os profetas aí estão contidos ...”
  17. 18. Das colocações anteriormente levantadas, temos bases para as seguintes propositivas: a) a “religião espírita” é uma religião natural, baseada na fé raciocinada, sem dogmas, sem templos, sem sacerdotes, sem hierarquia eclesiástica, sem rituais. Não é Igreja, não é Seita. b) a “religião espírita” é obra de Deus, onde o ser (espírito) se reconhece como criatura divina, em igualdade com toda a criação universal. c) a “religião espírita” é a da efetiva busca da ligação com Deus, pelo Amor e pelo Respeito às Leis Universais.
  18. 19. d) a “religião espírita” é a da busca individual do aperfeiçoamento e da evolução, pela compreensão de nosso papel na natureza e no destino do Universo. e) a “religião espírita” é a da busca da harmonia, em todos os seus aspectos, baseada no equilíbrio, no respeito, na ética, no bem e na caridade. f) a “religião espírita” é a do Livre Arbítrio, sem imposições, sem castigos, sem temores, sem inferno e sem céu, mas com responsabilidade proporcional, refletida na Lei de Causa e Efeito.
  19. 20. g) a “religião espírita” é aquela em que o “templo” é o universo, o “altar” é a vida de relação e a “oração” é o viver em harmonia com a Lei de Deus, em todos os atos da vida diária. h) a “religião espírita” é aquela em que o “Reino de Deus” deve ser construído em nosso interior, pela compreensão da Lei Maior, pelo pensamento elevado, pela atitude firme no caminho do bem, pela construção diária da evolução e do aperfeiçoamento pessoal. i) a “religião espírita” é aquela da educação, do aprendizado, da busca da verdade, do “amai-vos e instruí-vos”.
  20. 21. j) A “religião espírita” é aquela do equilíbrio entre ciência, filosofia e ética/moral, estbilizando o tripé que nos permite conhecer, inferir e amar. l) A “religião espírita” é aquela onde trilhamos a nossa própria estrada, construíndo-a e pavimentando-a com nossos erros e nossos acertos, e isso reconhecemos como útil e necessário. m) A “religião espírita” é aquela em que não se necessita nem mesmo ter uma religião, bastando sim amar, respeitar, compreender, ajudar, servir.
  21. 22. n) A “religião espírita” é aquela que nos permite reconhecer que “somos deuses”, que nos convida a utilizar esse poder divino para nossa evolução, para mudar a nós mesmos, para mudar o mundo, para construir o bem. o) A “religião espírita” é aquela que nos lembra que nós fomos criados para sermos felizes e nos permite estudar, compreender e vivenciar os caminhos para tal, nos dizendo que apenas nós mesmos podemos fazer isso por nós. p) A “religião espírita” é aquela que praticamos quando nos ligamos com Deus, seja qual for o lugar onde estivermos, seja qual for a atividade que realizamos.
  22. 23. Fim Diante de todo esse conhecimento, Cabe a nós Espíritas buscar ser o homem novo , Diante das verdades que já conhece...

×