0
Se, portanto, quandocolocardes vossaoferenda no altar, voslembrardes de que ovosso irmão temqualquer coisa contravós, - de...
Geralmente nossa idéia desacrifício está vinculada aidéia de sofrimento e dor.Então como o sacrifíciopode ser agradável aD...
Mas o preceito do Cristo se mostra completamentediferente. Ele coloca o sacrifício como umaoferenda,um tributo à Divindade...
Na época de Jesus, os judeusfaziam sacrifício a Deus, imolandoanimais para expiação da culpaou para implorar auxílio. Este...
Por que, via de regra, não perdoamos de imediato,quando somos agredidos?Porque ainda o perdão não vibra como sol em nossos...
Por que a doutrina espírita facilita o      processo do perdão?Primeiro porque ela traznovamente à tona a reencarnaçãoe ju...
Certa vez o Chico Xavier foi receber uma homenagemna Assembléia Legislativa de Goiás e um deputadoquis colocá-lo contra a ...
O perdão do Chico a vizinha que envenenou seu cachorrinho perneta.
O perdão incondicional deveser exercitado até quepossamos dizer como Gandhi,quando foi perguntado:Como ele perdoava os seu...
Exemplo de perdão ou de nobreza humana vamos encontrarna história de Plácido Domingos e de José Carreras, ostenores espanh...
Em 1987, Carreras ganhou um inimigo muito mais implacável que PlácidoDomingo, foi surpreendido com um diagnóstico terrível...
O momento mais lindo e comovente entre os dois foi oencontro, imprevisto por parte de Plácido, em uma desuas apresentações...
Está aí uma manifestação clara da nobreza humana,conforme preceitua o Mestre Jesus em seu Evangelholuminoso.A reconciliaçã...
"O sacrifício é a prova máxima por que passam osEspíritos que se encaminham para Deus, pois pormeio dele se redimem das de...
O melhor sacrifício éaquele que se realizacom a vida inteira, pelotrabalho e pelaabnegação sincera,suportando todas asluta...
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
O sacrificio mais agradável a Deus
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

O sacrificio mais agradável a Deus

1,609

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,609
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
77
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "O sacrificio mais agradável a Deus"

  1. 1. Se, portanto, quandocolocardes vossaoferenda no altar, voslembrardes de que ovosso irmão temqualquer coisa contravós, - deixai a vossadádiva junto ao altar eide, antes, reconciliar-vos com o vossoirmão; depois, então,voltai a oferecê-la. (MATEUS, cap. V, 23 e 24.)
  2. 2. Geralmente nossa idéia desacrifício está vinculada aidéia de sofrimento e dor.Então como o sacrifíciopode ser agradável aDeus?Na condição humana emque nos encontramosreagimos com vigor asituações, pessoas oucoisas que nos façamsofrer.Esperneamos, choramos,reclamamos muito contra ador.
  3. 3. Mas o preceito do Cristo se mostra completamentediferente. Ele coloca o sacrifício como umaoferenda,um tributo à Divindade, com base narenúncia dos nossos instintos inferiores.Todo sacrifício proposto por Jesus tem de ser deordem espiritual.Que mais agradaria a Deus senão a nossa melhoriainterior, vencendo todo o sentimento de animosidadecontra o nosso semelhante?
  4. 4. Na época de Jesus, os judeusfaziam sacrifício a Deus, imolandoanimais para expiação da culpaou para implorar auxílio. Esteanimal era entregue a Deus comoum pedido de perdão ou no intuitode receber ajuda.Jesus, conforme nos mostra otexto em Mateus, respeita estaprática ritualística judaica. Ele diz:“deixai vossa dádiva junto aoaltar... depois, então, voltai aoferecê-la”. Ele não veio destruir alei, não veio revolucionar asrelações externas, não veio sepreocupar com o culto externo.Ele sabia que, se o amor brotasseno solo fértil a ponto de alcançar averdade das coisas, aquelasatitudes externas se diluiriam notempo.
  5. 5. Por que, via de regra, não perdoamos de imediato,quando somos agredidos?Porque ainda o perdão não vibra como sol em nossoscorações; e assim...Precisamos de um tempo de digestão, de conflitoentre o ceder aos impulsos de vingança, ou fechar asportas para aquela pessoa.É uma luta interna que se trava, não é?Este é o sacrifício do Espírito: o de limpar seu coraçãoa fim de que a comunhão com Deus seja verdadeira.
  6. 6. Por que a doutrina espírita facilita o processo do perdão?Primeiro porque ela traznovamente à tona a reencarnaçãoe junto dela, a lei de causa eefeito, combinadas, exprimindo averdadeira justiça.Ela mostra que, o que sofremoshoje faz parte de um processoeducativo do Espírito, abordandoexatamente a lição queprecisamos aprender.
  7. 7. Certa vez o Chico Xavier foi receber uma homenagemna Assembléia Legislativa de Goiás e um deputadoquis colocá-lo contra a parede. O parlamentarperguntou: "a morte de Jesus na cruz foi umaexpiação, era seu karma?"Chico, com sua maneira graciosa de sempre,respondeu: "não, a morte de Jesus na cruz é umaepopéia de amor pela humanidade."
  8. 8. O perdão do Chico a vizinha que envenenou seu cachorrinho perneta.
  9. 9. O perdão incondicional deveser exercitado até quepossamos dizer como Gandhi,quando foi perguntado:Como ele perdoava os seusinimigos? O Mahatma disse: “eu não perdôo aninguém, simplesmenteporque não me ofendo com asagressões.”Ele compreendia que os seusagressores agiam naignorância, eram comodoentes da alma e, portanto,Gandhi não aceitava seusataques.
  10. 10. Exemplo de perdão ou de nobreza humana vamos encontrarna história de Plácido Domingos e de José Carreras, ostenores espanhóis conhecidos de todos.“...No final dos anos 80 o Madrileño Plácido Domingo e oCatalão, nascido em Barcelona, José Carreras faziam grandesucesso junto a Luciano Pavarotti.Mesmo os que nunca visitaram a Espanha conhecem arivalidade existente entre os Catalães e os Madrileños, sendoque os primeiros lutam até por uma independência,pretendendo uma nacionalidade própria que não a espanhola.Carreras e Plácido não fugiram à regra. Em 1984, por questões políticas tornaram-se inimigos. Sempremuito requisitados em todas as partes do mundo, ambosfaziam constar em seus contratos que só se apresentariam emdeterminado show se o desafeto não fosse convidado!
  11. 11. Em 1987, Carreras ganhou um inimigo muito mais implacável que PlácidoDomingo, foi surpreendido com um diagnóstico terrível: leucemia!Sua luta contra o câncer foi sofrida e persistente.Submeteu-se a vários tratamentos, como transplante de medula óssea,além de troca de sangue, que o obrigava a viajar uma vez por mês aosEstados Unidos.Claro que nessas condições não podia trabalhar e, apesar de dono de umarazoável fortuna, os altos custos das viagens e do tratamento rapidamenteminguaram suas finanças.Quando não tinha mais condições financeiras, tomou conhecimento de umaFundação existente em Madrid com a finalidade única de apoiar otratamento de leucêmicos! Graças ao apoio da Fundación Hermosa venceua doença e voltou a cantar!Claro que recebendo novamente os altos cachês a que faz jus tratou deassociar-se à Fundação e, lendo seus estatutos, descobriu que o fundador,maior colaborador e presidente da Fundação, era o desafeto PlácidoDomingo!Descobriu ainda que o mesmo criara a entidade em princípio para atendê-loe se mantivera no anonimato para não constrangê-lo a "ter que aceitarauxílio de um inimigo".
  12. 12. O momento mais lindo e comovente entre os dois foi oencontro, imprevisto por parte de Plácido, em uma desuas apresentações em Madrid, onde Carrerasinterrompe o evento e, humildemente, ajoelhando-seaos seus pés, pede desculpas e o agradece empúblico.Plácido levanta-o, e com um forte abraço, os doisselam, naquele instante, o início de uma grandeamizade! Algum tempo depois, em uma entrevista dePlácido Domingo, uma repórter o indagava por quecriara a Fundación Hermosa num momento que, alémde beneficiar um "inimigo" ainda reviveu o únicoartista que poderia fazer-lhe alguma concorrência.Sua resposta foi curta e definitiva: "Por que uma vozcomo essa não se pode perder..."
  13. 13. Está aí uma manifestação clara da nobreza humana,conforme preceitua o Mestre Jesus em seu Evangelholuminoso.A reconciliação com os irmãos deve ser um impositivomoral, uma obrigação do espírita, haja vista que, semela, seus propósitos de crescimento espiritual ficamprejudicados.Ao refletirmos sobre essas palavras, pedimos a Jesusa força e a persistência para implementar em nósmesmos as modificações íntimas que julgamosnecessárias. Que possamos a cada dia nos tornarmelhores que nós mesmos.
  14. 14. "O sacrifício é a prova máxima por que passam osEspíritos que se encaminham para Deus, pois pormeio dele se redimem das derradeiras faltas,inundando-se de luminosidade inextinguíveis (...)Amália Domingo Soler
  15. 15. O melhor sacrifício éaquele que se realizacom a vida inteira, pelotrabalho e pelaabnegação sincera,suportando todas aslutas na renúncia denós mesmos, paraganhar a vida eterna deque nos falava oSenhor em suas liçõesdivinas.Irmão X
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×