APOSTILA DE ATUALIDADES/2012–PROF. GESIEL OLIVEIRA           Atualizações, apostilas e simulados >> http://papojuridiques....
desequilíbrios no balanço de pagamentos. Além disso, planeja e            A rodada de Doha começou em Doha (Qatar) em 2001...
Para muitos analistas e governantes, o BRIC (Brasil, Rússia, Índia     c) Mercado Comume China) serão as novas potências e...
Portugal, Espanha, Grécia, centro-sul da Itália e na República da    econômico apenas em 1993, na Conferência de Seattle, ...
1995 - Reunião de Ouro Preto (MG)                                     O ingresso da Venezuela no Mercosul pode aumentar o ...
cresceu, devido às taxas baixas de juros nos financiamentosimobiliários e nas hipotecas.Em 2005, o "boom" no mercado imobi...
O setor automobilístico vive uma situação problemática que é            A Segunda Guerra Mundialconsequência direta da cri...
O efeito tango                                                          Em 2008, essa verdadeira avalanche de calotes deix...
Envolvido em mais de 20 processos de corrupção e até de                 Segundo a S&P, a justificativa para o rebaixamento...
mais recebe gente. Sul e o Norte apresentam equilíbrio de entrada e     De acordo com o Censo 2010, na capital do Tocantin...
Número de moradores por domicílio cai 13,2% em 10 anos                 Governo federal faz balanço do ―Bolsa Família‖ em 2...
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Apostila   atualidades - 2012 - gesiel oliveira
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Apostila atualidades - 2012 - gesiel oliveira

8,766

Published on

Melhor apostila de atualidades gerais do Prof Gesiel Oliveira. A mais completa para concursos e pré-vestibulares. Mais apostilas acesse papojuridiques.blogspot.com

Published in: Education
1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
8,766
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
445
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Apostila atualidades - 2012 - gesiel oliveira

  1. 1. APOSTILA DE ATUALIDADES/2012–PROF. GESIEL OLIVEIRA Atualizações, apostilas e simulados >> http://papojuridiques.blogspot.com/O BRASIL E O MUNDO GLOBALIZADO Origens da Globalização e suas características A segunda metade do século XIX e a primeira metade do século XXO que é Globalização – Definição podem ser consideradas uma etapa da história da humanidade dePodemos dizer que é um processo econômico e social que uma dinâmica de transformações significativas: o término dasestabelece uma integração entre os países e as pessoas do mundo revoluções burguesas, início das revoluções socialistas (Rússia emtodo. Através deste processo, as pessoas, os governos e as 1917); o surgimento das potências emergentes como os EUA, oempresas trocam idéias, realizam transações financeiras e Japão e a Rússia, em concorrência com os impérios europeus,comerciais e espalham aspectos culturais pelos quatro cantos do principalmente com o Império britânico; os avanços tecnológicos queplaneta. O conceito de Aldeia Global se encaixa neste contexto, pois aumentam a produção, a produtividade e a diversidade industrial,está relacionado com a criação de uma rede de conexões, que acelerando o consumismo com um aumento na exploração dosdeixam as distâncias cada vez mais curtas, facilitando as relações recursos naturais seguido de uma enorme degradação ambiental;culturais e econômicas de forma rápida e eficiente. O que a com a formação de mercados consumidores no Terceiro Mundo;globalização apresenta para uma sociedade não são somente expansão e posterior esgotamento da fase neocolonial, modificandoprodutos, mas sim idéias quanto ao mercado, à democracia, à de forma drástica a forma de produção e, por conseqüência, aeducação, à família, à sexualidade, ao trabalho, lazer, etc. realidade sociocultural dos povos africanos, americanos e da Ásia.Esferas da Globalização Econômica Pós-Segunda Guerra MundialGlobalização Comercial Conferência de Bretton Woods (1944)A globalização comercial consiste na integração dos mercados Reunião cujo objetivo principal era restabelecer uma ordemnacionais por meio da diminuição das barreiras comerciais e, monetária internacional de acordo com a nova realidade nasconseqüentemente, do aumento do comércio internacional. Se o relações de poder do pós-Segunda Guerra Mundial. Havia acrescimento do comércio mundial der-se a uma taxa de crescimento necessidade de se definir as novas regras para regular as relaçõesmédia anual mais elevada do que a do PIB mundial podemos afirmar econômicas e comerciais entre os países. Um dos efeitos práticosque há globalização comercial: maior internacionalização da do ―sistema Bretton Woods‖ foi a estipulação do dólar americanoprodução via comércio de bens e serviços e maior grau de abertura com moeda internacional.das economias Pode-se dizer que esta conferência foi o "pontapé inicial" para queGlobalização Financeira fossem surgindo novas organizações mundiais para atenderem aosModificou o papel do Estado na medida em que alterou radicalmente interesses da superpotência norte-americana.a ação governamental, que agora é dirigida quase exclusivamentepara tornar possível às economias nacionais desenvolverem e Banco Mundial (1944)sustentarem condições estruturais de competitividade em escala No início, tinha como missão financiar aglobal. Faz-se através da intercomunicação dos mercados de reconstrução dos países devastados na 2ºcapitais acelerando a velocidade na alocação do capital (smart Guerra Mundial e fortalecer o capitalismo.money). Se por um lado, a mobilidade dos fluxos financeiros através Hoje, sua missão é o financiamentos edas fronteiras nacionais pode ser vista como uma forma eficiente de empréstimos aos países em desenvolvimento.destinar recursos internacionais e para países emergentes, por Seu funcionamento é garantido poroutro, a possibilidade de usar os capitais de curto prazo para quotizações definidas e reguladas pelos paísesataques especulativos contra moedas são considerados como uma membros. Atualmente é composto por 184 países membros comnova forma de ameaça à estabilidade econômica dos países. sede em Washington.Globalização Produtiva O Banco Mundial é dividido em quatro organizações para atuaçãoFenômeno mundial associado a uma revolução nos métodos de de acordo com objetivos específicos, mas que no fundo seprodução que resultou numa mudança significativa nas vantagens complementam. Dentre elas, o BIRD - Banco Internacional paracomparativas das nações. As fases de produção de uma Reconstrução e Desenvolvimento é o mais ligado ao Brasil, poisdeterminada mercadoria podem ser realizadas em qualquer país, atua diretamente com os governos dos países em desenvolvimentopois busca-se aquele que oferecer maiores vantagens econômicas. com bons antecedentes de crédito, facilitando para que adquiramIsto tem levado a uma acirrada competição entre países - em credibilidade no Mercado Internacional e fazendo a intermediaçãoparticular aqueles em desenvolvimento - por investimentos externos. entre o Mercado Financeiro Internacional. Multinacionais – são empresas que mantêm filiais emvários países do mundo, comandadas a partir de uma sede situadano país de origem. Transnacionais – são empresas cujas filiais não seguemas diretrizes da matriz, pois possuem interesses próprios e às vezesconflitantes com os do país no qual se originaram.Globalização TecnológicaA revolução tecnológica levou à chamada economia digital e à idéiade que o saber é o principal recurso de uma nação – teríamosentrado na chamada ―era da informação‖. O surgimento da Internetleva a uma mudança radical na produção e na comercialização debens e serviços, tendo efeitos tanto sobre a relação de umaempresa com seus fornecedores quanto com seus consumidores.As empresas transnacionais se aproveitam desse contexto e sefortalecem, planejando suas ações com o objetivo de vender para o Fundo Monetário Internacional (FMI - 1945)mercado global. A globalização tecnológica não atinge toda a Assume a responsabilidade de acompanhar, fiscalizar e exigir osuperfície terrestre, embora altere a dinâmica econômica e social da cumprimento das medidas impostas pelo BIRD. Busca evitar quemaior parte dos países. Se a produção de chips e de computadores, desequilíbrios nos balanços de pagamentos e nos sistemaso controle dos serviços e equipamentos de telecomunicações e a cambiais dos países membros possam prejudicar a expansão dofabricação de remédios estão nas mãos de algumas poucas grandes comércio e dos fluxos de capitais internacionais. O Fundo favorece aempresas multinacionais, também o consumo desses produtos e progressiva eliminação das restrições cambiais nos países membrosserviços encontra-se concentrado nos países desenvolvidos. e concede recursos temporariamente para evitar ou remediar 1
  2. 2. desequilíbrios no balanço de pagamentos. Além disso, planeja e A rodada de Doha começou em Doha (Qatar) em 2001, emonitora programas de ajustes estruturais e oferece consultoria aos negociações subseqüentes tiveram lugar em: Cancún (México)países membros. 2003, Genebra (Suíça) 2004, Paris (França) 2005, Hong Kong (China) 2005,e Potsdam (Alemanha) 2007.O Consenso de Washington e o Neoliberalismo (1989)Conjunto de medidas formulado em novembro de 1989 por Para a rodada avançar, exigem-se concessões dos paíseseconomistas de instituições financeiras baseadas em Washington, desenvolvidos, como um corte considerável dos subsídios agrícolascomo o FMI, o Banco Mundial e o Departamento do Tesouro dos que os EUA concedem a seus produtores e uma reduçãoEstados Unidos, fundamentadas num texto do economista John substancial nas taxas de importação que protegem os europeus daWilliamson, e que se tornou a política oficial do FMI em 1990, concorrência no setor agropecuário.quando passou a ser "receitado" para promover o "ajustamentomacroeconômico" dos países em desenvolvimento que passavam Na reunião de janeiro de 2007 do Fórum Econômico Mundial, empor dificuldades. Davos, na Suíça, os principais países envolvidos tentaram acertar as bases para a retomada da Rodada de Doha. As divergências,Foi usado ao redor do mundo para consolidar o receituário de porém, ainda se mantinham, e não havia sinal de que ascaráter neoliberal na onda mundial que teve sua origem no Chile de negociações pudessem recomeçar.Pinochet nos anos 70, sob orientação dos “Chicago Boys” eposteriormente na Inglaterra de Margareth Thatcher e pelos Estados Fórum Econômico Mundial (FEM) x Fórum Social Mundial (FSM)Unidos de Ronald Reagan nos anos 80. O FMI passou a O FEM é uma reunião anual em janeiro entre executivos-chefe dasrecomendar essas medidas nos países emergentes, durante a corporações mais ricas do mundo, alguns líderes políticos nacionaisdécada de 90, como sendo uma fórmula infalível, destinada a (presidentes, primeiros ministros e outros) e intelectuais e jornalistasacelerar seu desenvolvimento econômico. seletos - em torno de 2.000 pessoas no total - que geralmente acontece em Davos, Suíça. O FEM tem status de consultor da ONUAs regras básicas do Neoliberalismo: e é considerado o representante das ideologias dos países1. Disciplina fiscal desenvolvidos (Norte). As últimas reuniões do Fórum Econômico2. Redução dos gastos públicos Mundial foram marcadas por manifestações antiglobalização,3. Reforma tributária aquecimento global e crise de alimentos.4. Juros de mercado5. Câmbio de mercado6. Abertura comercial7. Investimento estrangeiro direto8. Privatização das estatais9. Desregulamentação (afrouxamento das leis econômicas e trabalhistas e do controle de capital especulativo)A Organização Mundial do Comércio (OMC/WTO - 1995)Entidade internacional, hoje formada por 153 países. Sua missão écriar regras para o comércio entre seus aderentes, segundo o Em seus dois mandatos, o presidente Lula compareceu três outrasprincípio da liberalização, no qual não devem existir barreiras (como vezes em Davos - em 2003, 2005 e 2007 -, levando bandeiras comoimpostos de importação) para a compra e a venda de produtos, não o combate à fome e a conclusão da Rodada Doha da Organizaçãoimporta qual seja sua origem. Portanto, busca a redução dos Mundial do Comércio (OMC). Lula não participará do encontro emobstáculos ao intercâmbio comercial, a elaboração de um código 2010 por motivos de saúde, mas receberá o prêmio de ―Estadista dode normas comerciais, bem como atuar como um instrumento de Ano‖ oferecido pelo FEM.ação internacional no campo do desenvolvimento do comércio. Contrapondo-se a essa posição ideológica e a essa entidade, o FSMRegras - As leis da OMC são negociadas entre seus membros. é organizado por diversas ONGs simultaneamente com o FEM. NeleTodos têm poder de voto igual. Os acordos são feitos nas rodadas predomina a ideologia de esquerda que prega a luta contra ade negociação (as famosas ―Rodadas de Doha‖). globalização econômica e contra o neoliberalismo. Como consenso de parte dos movimentos que compõem majoritariamente o fórum, Protecionismo - Os países ricos gastam produziu-se durante o fórum de 2005, em Porto Alegre, o ―Consenso bilhões de dólares em subsídios e impõem de Porto Alegre‖ que vai contra o ―Consenso de Washington‖. O de taxas de importação, cotas e restrições. As 2009 foi realizado em Belém, o de 2010 em Salvador e o de 2011 foi demais nações também buscam proteger realizado em Dacar, capital do Senegal. Em 2012, o fórum voltou a ramos de sua economia sensíveis à Porto Alegre. competição externa. Disputas enquanto não se chega a um acordo sobre os subsídios, os Cúpula do G20 membros da OMC podem usar as regras já O Grupo dos 20 (ou G20) é um grupo formado pelos ministros de acordadas para se proteger. Se não houver finanças e chefes dos bancos centrais das 19 maiores economias do um acordo, pode-se iniciar um processo. Caso mundo mais a União Européia. Foi criado em 1999, após asperca, o réu deve acatar a sentença da OMC, ou sujeitar-se a sucessivas crises financeiras da década de 1990.retaliações econômicas no mesmo valor do prejuízo causado. ―Quero entrar para história por ter emprestado ao FMI‖Vitórias do Brasil na OMC - Dos 25 principais processos que já O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que gostaria de entrariniciou, o país teve ganho total ou parcial em todos. As maiores para a história como o presidente que emprestou "alguns reais" paravitórias foram na agricultura (açúcar, soja, suco de laranja), pecuária o Fundo Monetário Internacional (FMI). "Você não acha chique o(carne bovina), aviação (Embraer) e metalurgia. Brasil emprestar dinheiro para o FMI?", disse. "Eu passei parte da minha juventude carregando faixa contra o FMI no centro de SãoAs Rodadas de Doha – Negociações da OMC Paulo." O Brasil já decidiu que vai colocar recursos no fundo,As tentativas de reduzir as diferenças no quadro da OMC fazem-se tornando-se credor pela primeira vez na história. Falta, agora, definirnas ―rodadas‖ de negociação, em que os membros debatem o que o montante e analisar os detalhes do mecanismo, para não reduzir oprecisa ser feito e tentam acordos — o que pode levar anos. valor das reservas externas.Desde 2001, estava em curso a Rodada de Doha com previsão paraterminar em 2006 e cujo objetivo central é reduzir os subsídios Fim do G-8, a consolidação do G-20 e a disparada do BRICSagrícolas e limitar as tarifas de importação. O debate que está sendo lançado pelas declarações do ministro brasileiro é sobre: a morte anunciada do G8; sua eventualAcontece que os países em litígio não conseguiram superar as substituição pelo G20 e se o grupo cumpriria melhor funções hojediferenças, e a rodada foi suspensa em meados de julho de 2006 supostamente desempenhadas pelo G8sem conseguir chegar a nenhum acordo. 2
  3. 3. Para muitos analistas e governantes, o BRIC (Brasil, Rússia, Índia c) Mercado Comume China) serão as novas potências econômicas já nas próximas Um mercado comum é uma união aduaneira com políticas comunsdécadas. O bloco possui, indiscutivelmente, grandes vantagens de regulamentação de produtos e com liberdade de circulação decomparativas e competitivas. Ao todo, são aproximadamente três todos os três fatores de produção (terra, capital e trabalho) e debilhões de pessoas que precisam de soluções para os principais iniciativa. Em tese, a circulação de capital, trabalho, bens e serviçosproblemas mundiais, como distribuição de renda, saúde e educação. entre os membros deve ser tão livre como dentro do território de cada participante.Em de 2011, o "S" foi oficialmente adicionado à sigla BRIC paraformar o BRICS, após a admissão da África do Sul (em inglês: South d) União Econômica e MonetáriaAfrica) ao grupo. Implica numa integração econômica mais profunda, com a adoção das mesmas normas de comércio interno e externo, unificando as economias e, num estágio mais avançado, as moedas e instituições. Principais Blocos Econômicos 1 – UNIÃO EUROPÉIA - UE A União Européia é o mais antigo e o melhor estruturado. Sua formação resulta da necessidade dos países da Europa Ocidental, no pós-Segunda Guerra, e às necessidades dos Estados Unidos, queG20 substitui G8 nas decisões sobre economia - 25/09/2009 através do Plano Marshall deu início aoDecisão dos líderes reunidos em Pittsburgh foi anunciada pelo processo de contenção à tendênciagoverno norte-americano. O grupo dos 20 maiores países expansionista soviética neste continente.desenvolvidos e emergentes vai se tornar o ―principal fórum para acooperação econômica internacional‖, o que significa que a partir de A base de tudo se deu em 1944 quandoagora o G20 é o principal fórum econômico mundial. foi criado o Benelux - União Econômica entre a Bélgica, Holanda e Luxemburgo. Em 1952, foi criada aO governo norte-americano não informou, no entanto, qual será o CECA - Comunidade Européia do Carvão e do Aço, incluindo aodestino do G8, o grupo dos sete países mais ricos do mundo, mais a Benelux, a Alemanha Ocidental (RFA), a França e a Itália. EstaRússia, que até pouco tempo era a principal instância decisória união fica mais fortalecida com a formação do Grupo de Roma, emsobre os rumos da economia global. 1957, formando o MCE – Mercado Comum Europeu ou CCE – Comunidade Econômica Européia.A China passou a ser maior parceiro comercial do BrasilGazeta Mercantil - 04/05/2009 Em 1948 foi criada a Organização Européia de CooperaçãoA China passou a ser maior parceiro comercial do Brasil em abril, Econômica (OECE) para administrar os recursos do Plano Marshallocupando o lugar dos Estados Unidos. Apesar de o crescimento do na reconstrução dos países da Europa ocidental. Em 1961, essacomércio com a China ser importante para o Brasil, a perda de organização foi substituída pela Organização de Cooperação eespaço como os americanos é negativa porque são eles que, Desenvolvimento Econômico (OCDE - Também chamada detradicionalmente, são os principais compradores de produtos "Clube dos Ricos"), que tem objetivos mais amplos e reúne paísesmanufaturados brasileiros, enquanto a China concentrada suas de várias partes do mundo.compras em produtos básicos. Em 1959/60 foi criada e implantada a AELC - Associação Européia de Livre Comércio, unindo o Reino Unido com os paísesOS BLOCOS ECONÔMICOS NO MUNDO escandinavos, mas aos poucos esses países entraram no MCE.Com a economia mundial globalizada, a tendência comercial é a Nas décadas de 60 e 70, outros membros são incorporados aoformação de blocos econômicos. Estes são criados com a finalidade MCE, mas a geopolítica mundial, com o acirramento da Guerra Friade facilitar o comércio entre os países membros. Adotam redução ou (EUA x URSS), impede um maior avanço em sua organização. Nasisenção de impostos ou de tarifas alfandegárias e buscam soluções décadas de 80/90, as mudanças internacionais, principalmente comem comum para problemas comerciais. a redução dos riscos de uma guerra nuclear entre as superpotências, abrem espaço para que propostas mais ousadas sejam retomadas pelos países europeus.Tipos de Blocos Econômicos 1986 – O Ato Único Europeu.a) Área de Livre Comércio  Proposta de transformação do MCE em CE - ComunidadeEm uma área de livre comércio todas as restrições ao comércio Européia.dentro da região devem ser eliminadas, tanto as tarifárias quanto asnão-tarifárias. Porém, cada um dos países membros mantém sua 1991 – Tratado de Maastricht.política comercial em relação ao resto do mundo. Por isso, para que O tratado assinado na cidade holandesa de Maastricht estabeleceuuma área de livre comércio possa funcionar adequadamente, competências supranacionais, como o mercado único e os fundosprecisa incluir um sistema de regras de origem que defina as estruturais, além de ampliar a noção de cidadania européia.condições que os produtos trocados devem cumprir para desfrutar Representou também um grande passo em direção à uniãodo benefício da tarifa zero. Um artigo produzido num país poderá ser econômica e monetária do continente, determinando que os países-vendido noutro sem quaisquer impedimentos fiscais, respeitando-se membros que cumprissem os critérios econômicos estabelecidosapenas as normas sanitárias ou outras legislações restritivas que adotariam a moeda única — o Euro. Alémeventualmente apareçam. disso, apontou para uma maior cooperação entre os governos no que concerne à políticab) União Aduaneira exterior, à segurança comum, à justiça e aosEm uma união aduaneira, os países não só liberalizam o comércio assuntos internos. Tratado de Maastrichtdentro da região (área de livre comércio), mas adotam também uma consagrou oficialmente a denominação “Uniãopolítica comercial comum para o resto do mundo. Adotam uma tarifa Européia” que, a partir daí, substituiu a deexterna comum e normas alfandegárias e de procedimento comuns, “Comunidade Européia”. A ratificação de seusde tal forma que os bens são tratados da mesma maneira, termos foi aprovada por referendos nos diversos países-membros,independentemente do ponto por onde ingressarem na união entrando em vigor em 2 de novembro de 1993.aduaneira. No limite, uma união aduaneira implica desaparecimentodas alfândegas internas. Numa União Aduaneira, os objetivos são 1992 – Tratado do Portomais amplos, abrangendo a criação de regras comuns de comércio  Os países mais ricos priorizam seus investimentos nacom países exteriores ao bloco. recuperação dos países-membros mais pobres, investindo em larga escala nos países atlânticos ou mediterrâneos, como 3
  4. 4. Portugal, Espanha, Grécia, centro-sul da Itália e na República da econômico apenas em 1993, na Conferência de Seattle, quando os Irlanda. países se comprometeram a transformar o Pacífico numa área de Estava avançando o pensamento neoliberal com a proposta de livre comércio. reduzir a capacidade de influência do Estado na economia, diminuindo o welfare state - isto é, o estado do bem estar social, A APEC tem vários membros, tais como: Austrália; Canadá; Chile; provocando queda na qualidade de vida das populações e China; Hong Kong; Indonésia; Japão; Coréia do Sul; México; Nova ressurgindo o etno-xenofobismo, com a criação de grupos radicais Zelândia; Papua New Guinea; Peru; Filipinas; Rússia; Cingapura; na Europa e, com riscos da ultradireita reconquistar o poder em Taipei; Tailândia; Estados Unidos e Vietnam. alguns países membros. 4 – ASEAN1993 - Início de implantação do Tratado de Maastricht Criada em 1967, na Tailândia, a Livre trânsito de pessoas, mercadorias, capital e tecnologia entre Associação das Nações do os países-membros. Sudeste Asiático tem como O melhor exemplo desta situação foi o elevado processo de objetivo principal assegurar a migração das regiões periféricas em direção aos países centrais, estabilidade política como uma gerando uma superoferta de mão-de-obra, menos qualificada, ao maneira de acelerar o mesmo tempo em que os países centrais estavam entrando para desenvolvimento no Sudeste a fase pós-urbano/industrial, onde as novas formas de produção, asiático. Têm programas de com novas máquinas substituindo os trabalhadores. Este foi um cooperação entre os membros em diversas áreas como transportes, dos principais fatores que acabaram gerando o recrudescimento educação e energia. Em 1992, os membros assinaram um acordo dos grupos radicais racistas e neonazistas. com o objetivo de eliminar as barreiras econômicas e alfandegárias. Membros: Brunei, Camboja, Cingapura, Filipinas, Indonésia, Laos,1999 - Implantação parcial do EURO - moeda única Malásia, Mianmar, Tailândia, Vietnã. 11 países adotam o Euro como oficial em período de transição. 5 – O MERCOSUL – Mercado Comum do Sul2002 - Adoção do Euro A América Latina, desde os anos 80, O Euro passa a circular como dinheiro para todos os países- assistiu ao esgotamento da industrialização membros que aprovaram a troca (atualmente 17) e para os por substituição de importações e à países-satélites como Andorra, Vaticano, San Marino e Mônaco. transição dos regimes autoritários à democracia. A abertura das economiasAlguns países fora da União Européia aderiram ao Euro. Para uma nacionais, a transformação do aparelhoadoção formal, que implica a possibilidade de fabricar as suas estatal, a consolidação dos regimespróprias moedas, foi necessário atingir um acordo. Mônaco, São democráticos e o encerramento da maior parte dos conflitosMarino e Vaticano chegaram a acordo com a União. armados regionais ou internos não bastaram para solucionar os problemas acumulados na década precedente.2 – ALCA e o NAFTA No final da década de 80 e início de 90, o Depois da "década perdida" na economia dos anos 80, os custos Presidente George Bush passa a defender sociais dos ajustes estruturais dos anos 90 provocaram uma "a iniciativa para as Américas", com a desintegração generalizada das sociedades do subcontinente. proposta de uma área de livre comércio para todos os países da América, à Criado em março de 1991 pelo Tratado de Assunção entre Brasil, exceção de Cuba, que permaneceria Argentina, Paraguai e Uruguai. Tratava-se de uma continuidade e sofrendo o boicote americano; é a proposta aprofundamento do ―Acercamento Brasil-Argentina‖, iniciado em de criação da ALCA - Acordo de Livre 1986, pelos presidentes José Sarney e Raul Alfonsin.Comércio para as Américas. Através da integração com os países vizinhos, além de benefíciosEste acordo foi delineado na Cúpula das Américas realizada em econômicos mais imediatos, se reforçaria a base regional comoMiami, em 1994. A proposta do ALCA é de criar uma área de livre forma de incrementar a participação do Brasil e de seus parceiroscomércio na América, por isso é bom não confundir com a idéia de platinos no plano mundial. Quando os EUA anunciaram a criação domercado comum, pois zona de livre comércio não permite o livre NAFTA, o Brasil reagiu, lançando em 1993, a iniciativa da ALCSAtrânsito de pessoas, capital, tecnologia e mercadorias e nem propõe (Área de Livre Comércio Sul-Americana) e estabelecendo com osa unificação de tarifas e impostos entre os países membros. países sul-americanos e africanos a Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul (ZoPaCAS), numa estratégia de círculos concêntricos aNa impossibilidade de implantação rápida do ALCA, os países partir do Mercosul.Latino-Americanos mais importantes, principalmente o Brasil,contestam o conteúdo da proposta por não incluir questões sociais e O Mercosul em negociações com a União Européia culminou com asomente econômicas; os EUA elaboram um projeto alternativo, assinatura do primeiro acordo interblocos econômicos, o Acordocriando o NAFTA - Mercado Livre da América do Norte. Marco Inter-regional de Cooperação União Européia-Mercosul, assinado em Madrid em dezembro de 1995.O Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (North AmericanFree Trade Agreement) ou NAFTA é um tratado envolvendo Etapas de criação/implantação do MercosulCanadá, México e Estados Unidos da América numa atmosfera de 1986 - Acordo Bilateral Brasil X Argentinalivre comércio, com custo reduzido para troca de mercadorias entre  Redemocratização na América Latina.os três países. O NAFTA entrou em efeito em 1º de janeiro de 1994  Brasil - Plano Cruzado. Primeiro presidente civil, ainda eleito pelocom um prazo de 15 anos para a total eliminação das barreiras colégio eleitoral, José Sarney, substitui o último presidente militar,alfandegárias entre os três países. Diferentemente da União General João Batista de Figueiredo.Européia, a NAFTA não cria um conjunto de corpos governamentais  Argentina - Plano Alfonsin ou Austral. O presidente civil eleitosupranacionais, nem cria um corpo de leis que seja superior à lei substitui o general Galtieri, responsável pela Guerra das Malvinas.nacional. 1991 - Tratado de Assunção3 – APEC  Criação do Mercosul.A APEC (traduzido, Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) é  Proposta de criar urna área de livre trânsito de pessoas,um bloco que engloba economias asiáticas, americanas e da mercadorias, capital e empresas no estilo europeu. Não é (ainda)Oceania. Sua formação deveu-se à crescente interdependência das um mercado comum, funcionando primeiro como área de livreeconomias da região da Ásia-Pacífico. Foi criada em 1989, comércio.inicialmente apenas como um fórum de discussão entre países da  Países-membros: Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.ASEAN (Association of the SouthEast Asian Nations) e algunsparceiros econômicos da região do Pacífico, se tornando um bloco 4
  5. 5. 1995 - Reunião de Ouro Preto (MG) O ingresso da Venezuela no Mercosul pode aumentar o poder de O Mercosul passa a funcionar como União Aduaneira. influência de Hugo Chávez na região? Adota a TEC -Tarifa Externa Comum para as importações. Alguns analistas afirmam que o ingresso da Venezuela no Mercosul Brasil = Plano Real. Onde um real é igual ou aproximadamente dará a Chávez mais poder de influência na região. O país, que já igual a um dólar, adotando o sistema de banda cambial ou câmbio integra a Alba (Aliança Bolivariana para as Américas) e a Unasul fixo-flutuante. (União de Nações Sul-Americanas), ganharia um palco importante. Argentina = Plano Cavallo (dolarização ou paridade das moedas, Como os venezuelanos vêem a adesão do país ao bloco? um peso = um dólar) ou política de câmbio fixo; somente a Nesta semana, um dos principais opositores de Chávez, o prefeito Argentina e Hong-Kong funcionam desta forma tão radical. de Caracas, Antonio Ledezma, veio ao Brasil e defendeu a aprovação da entrada da Venezuela no Mercosul. O líder opositor1997 - Reunião de Fortaleza afirma que o povo venezuelano não pode ser punido com o A Bolívia formaliza o pedido de entrada como membro, a exemplo isolamento por causa do governo Chávez. do Chile, como ―associada‖ ou "parceira preferencial", até tomar as medidas econômicas necessárias. Conseguem privilégios Para fazer parte do Mercosul, a Venezuela tem de cumprir critérios, criando uma área de livre comércio com a União Aduaneira dos entre eles a adoção da Tarifa Externa Comum (TEC), vigente no países-membros do Mercosul. comércio do bloco. Críticos afirmam que a Venezuela ainda não Surge a idéia da moeda única. cumpriu esses critérios e não aceitou o tratado de tarifas comuns A integração do Mercosul aumentou em mais de 400% o comércio com terceiros países. entre os países-membros. Israel será parceiro comercial do Mercosul1999 - Crise do Real 15/03/2010 – Valor Econômico O Brasil adota o câmbio flutuante, permitindo que o valor da moeda nacional oscile de acordo com a lei da oferta e da procura O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou em visita a Israel, em relação ao dólar. que foi aprovado o acordo de livre comércio entre o país e o A desvalorização da moeda brasileira inverte a balança comercial Mercosul. Israel é o primeiro país fora da América do Sul a ter um com a Argentina, provocando um significativo déficit para a acordo de livre comércio com o bloco econômico. Argentina, com fuga dos investimentos e das empresas para o Brasil, aumentando as exportações brasileiras e reduzindo as O Brasil é o maior parceiro comercial de Israel na América Latina. O importações dos países vizinhos. intercâmbio comercial do Brasil com Israel saltou de US$ 440 O Brasil é obrigado a recorrer ao FMI milhões, em 2002, para US$ 1,6 bilhão, em 2008.O que é o Mercosul do ponto de vista comercial? O acordo de livre comércio entre Mercosul e Israel passa a valer aO Mercosul hoje é uma área de livre comércio incompleta, onde partir de 4 de abril. A expectativa, segundo empresários, é que ogrande parte totalidade dos bens é comercializada livre de tarifas. comércio triplique nos próximos cinco anos. Dos 200 empresáriosEm matéria de política comercial externa comum, o Mercosul que participaram de um seminário no qual Lula discursou, 80 eramtambém está na metade do caminho porque, embora exista brasileiros.formalmente uma tarifa externa comum (características de umaUnião Aduaneira), ela tem uma série de perfurações que fazem com O seminário reuniu representantes de vários setores, doque, na prática, nem todos os países apliquem a mesma tarifa para agronegócio à defesa espacial, incluindo mineração, indústria têxtil,um produto similar e da mesma origem. tecnologia, aviação e medicamentos. O acordo foi comemorado pelo governo israelense.Em 1991, o Tratado de Assunção, assinado pelo Brasil, Argentina,Uruguai e Paraguai buscava ser um bloco econômico nos moldes de Os Tigres Asiáticosuma União Aduaneira, através da eliminação progressiva das O Japão, que saiu da segunda guerra mundial destruído, adquiriutarifas alfandegárias entre os países-membros e da adoção de uma capacidade industrial, comercial e financeira e, na década de 70,tarifa externa comum (TEC) para a comercialização com os outros ampliou sua influência para a Coréia do Sul, Taiwan, Cingapura epaíses não pertencentes ao bloco. Mas até 1995, o Mercosul Hong Kong, os chamados Tigres Asiáticos (ou Dragões Asiáticos).funcionou apenas como uma Zona de Livre Comércio. A partir Mão-de-obra barata e incentivos às indústrias caracterizam osdesse ano foi oficializada a constituição da União Aduaneira, mesmo Tigres, que ampliaram suas exportações mundialmente. Emque ainda incompleta. qualquer loja é possível ver produtos made in Taiwan.Venezuela - Ingresso do país no bloco ainda depende deaprovação do plenário do Senado e do ParaguaiBBC BrasilA Comissão de Relações Exteriores do Senado aprovou a 29 denovembro de 2009, o protocolo de adesão da Venezuela aoMercosul. A decisão ocorre depois de meses de discussões entreparlamentares governistas e de oposição.O protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul foi assinado em2006 e deve ser aprovado por todos os integrantes para que o paísse torne um membro integral do bloco. Argentina e Uruguai járatificaram o ingresso da Venezuela no Mercosul. O Paraguai espera A CRISE ECONÔMICA GLOBAL – 2007/2011a decisão do Brasil para votar o protocolo. OrigensQue impacto a entrada da Venezuela no Mercosul deverá ter no A crise no mercado hipotecário dos EUA é uma decorrência da crisebloco e nas relações com outros países? imobiliária, e deu origem, por sua vez, a uma crise mais ampla, noSetores contrários à entrada da Venezuela no Mercosul afirmam que mercado de crédito de modo geral. O principal segmento afetado foio governo do presidente Hugo Chávez deixa a desejar em relação o de hipotecas chamadas de "subprime", que embutem um riscoao respeito aos princípios democráticos e que a adesão de seu país maior de inadimplência.pode ser prejudicial ao bloco. O mercado imobiliário americano passou por uma fase de expansãoNo entanto, o argumento dos defensores do ingresso da Venezuela acelerada logo depois da crise das empresas "pontocom", em 2001.no Mercosul é o de que não se pode impedir a entrada do povo Os juros do Federal Reserve (Fed, o BC americano) vieram caindovenezuelano no bloco devido à atual circunstância política e que para que a economia se recuperasse, e o setor imobiliário sedeixar o governo Chávez isolado seria pior. aproveitou desse momento de juros baixos. A demanda por imóveis 5
  6. 6. cresceu, devido às taxas baixas de juros nos financiamentosimobiliários e nas hipotecas.Em 2005, o "boom" no mercado imobiliário já estava avançado;comprar uma casa (ou mais de uma) tornou-se um bom negócio, naexpectativa de que a valorização dos imóveis fizesse da novacompra um investimento.As empresas financeiras especializadas no mercado imobiliário,para aproveitar o bom momento do mercado, passaram a atender osegmento "subprime". O cliente "subprime" é um cliente de renda 4. PERDA DOS BANCOSbaixa, por vezes com histórico de inadimplência e com dificuldade Além dos prejuízos com a inadimplência, os bancos tiveram fortesde comprovar renda. Esse empréstimo tem, assim, uma qualidade perdas com os títulos. Os bancos com maiores proble-mas semais baixa --ou seja, cujo risco de não ser pago é maior, mas viram à beira da falência e precisaram da ajuda do governooferece uma taxa de retorno mais alta, a fim de compensar esse americano.risco.Em busca de rendimentos maiores, gestores de fundos e bancoscompram esses títulos "subprime" das instituições que fizeram oprimeiro empréstimo e permitem que uma nova quantia em dinheiroseja emprestada, antes mesmo do primeiro empréstimo ser pago.Também interessado em lucrar, um segundo gestor pode comprar otítulo adquirido pelo primeiro, e assim por diante, gerando umacadeia de venda de títulos. Porém, se a ponta (o tomador) nãoconsegue pagar sua dívida inicial, ele dá início a um ciclo de não- 5. CRISE DE CONFIANÇArecebimento por parte dos compradores dos títulos. O resultado: Instalou-se uma grave crise de confiança e os bancos não queremtodo o mercado passa a ter medo de emprestar e comprar os mais emprestar, com medo de calotes."subprime", o que termina por gerar uma crise de liquidez (retraçãode crédito).Após atingir um pico em 2006, os preços dos imóveis, no entanto,passaram a cair: os juros do Fed, que vinham subindo desde 2004,encareceram o crédito e afastaram compradores; com isso, a ofertacomeça a superar a demanda e desde então o que se viu foi umaespiral descendente no valor dos imóveis. Com os juros altos, o quese temia veio a acontecer: a inadimplência aumentou e o temor denovos calotes fez o crédito sofrer uma desaceleração expressiva no Efeitospaís como um todo, desaquecendo a maior economia do planeta - No mundo da globalização financeira, créditos gerados nos EUAcom menos liquidez (dinheiro disponível), menos se compra, menos podem ser convertidos em ativos que vão render juros paraas empresas lucram e menos pessoas são contratadas. investidores na Europa e outras partes do mundo, por isso o pessimismo influencia os mercados globais. COMO COMEÇOU A CRISE Foi esse o efeito visto em setembro de 2007 quando o BNP Paribas francês congelou cerca de 2 bilhões de euros dos fundos de1. IMÓVEIS VALORIZADOS investimento citando preocupações sobre o setor de créditoCom juros baixos e crédito farto, os preços dos imóveis nos EUA "subprime" nos EUA.tiveram forte valorização, encorajando mutuários a refinanciarsuas hipotecas. Os bancos davam aos mutuários uma diferença Depois dessa medida, o mercado imobiliário passou a reagir emem dinheiro, utilizada para consumir. pânico e algumas das principais empresas de financiamento imobiliário e bancos passaram a sofrer os efeitos da retração e faliram. Bancos como Citigroup, UBS e Bear Stearns tiveram prejuízos bilionários decorrentes da crise. As duas hipótecárias possuem quase a metade dos US$ 12 trilhões em empréstimos para a habitação nos EUA; no segundo trimestre, registraram prejuízos de US$ 2,3 bilhões (Fannie Mae) e de US$ 821 milhões (Freddie Mac). Já o banco Lehman Brs. vinha procurando uma fonte de crédito para2. TÍTULOS LASTREADOS poder honrar seus compromissos, mas não teve sucesso. SemPara captar dinheiro, os bancos criaram instrumentos financeiros alternativa, o banco pediu concordata. O Merrill Lynch foi vendido aocomplexos chamados títulos lastreados em hipotecas (uma Bank of America para não ter o mesmo destino. A seguradoraespécie de nota promissória garantida pelas hipotecas) e americana AIG foi outra que quase quebrou, mas foi salva por umvenderam para investidores que também emitiram seus próprios empréstimo de US$ 85 bilhões do Fed, em troca do controle datítulos lastreados nesses títulos e passaram-nos para frente, empresa.espalhando-os por todo sistema bancário. Conseqüências O PIB americano caiu 3,8% no trimestre do final de 2008. Foi o pior desempenho trimestral desde o período de janeiro a março de 1982, quando a economia caiu mais de 6% - á época, como agora, o país estava em uma recessão. A3. JUROS ALTOS E QUEDA DOS PREÇOS crise, e o risco para o sistemaAs taxas de juros começaram a subir para combater a inflação bancário que ela representava,enquanto os preços dos imóveis passaram a cair, fazendo com levou o governo americano aque as mensalidades da casa própria ficassem mais caras. A propor um pacote de US$ 700inadimplência disparou e, assim, os títulos que eram garantidos bilhões - aprovado em outubro de 2008. O pacote iria ajudar ospor essas hipotecas perderam valor. bancos com balanços comprometidos pelo peso dos derivativos lastreados nas hipotecas "subprime". 6
  7. 7. O setor automobilístico vive uma situação problemática que é A Segunda Guerra Mundialconsequência direta da crise de crédito resultante dos problemas Economias abaladas pela guerra, sobretudo na Europa, acom hipotecas. A GM e a Chrysler, com quedas nas vendas devido experiência da Grande Depressão e a consciência dos efeitosàs dificuldades dos compradores em obter financiamento, devastadores de uma crise levaram ao Acordo de Bretton Woods,precisaram de ajuda do governo para fechar suas contas. que daria origem ao Fundo Monetário Internacional e ao Banco Mundial. O objetivo do encontro entre 44 nações era estabelecerO mercado de trabalho também sofre uma contração, nos EUA e regras de convivência na economia na mundial. Foi criado umalém, causada pela crise de crédito originada nos problemas do padrão cambial atrelado ao dólar, que, por sua vez, teria lastro emmercado imobiliário. A taxa de desemprego nos EUA fechou 2008 ouro. Ao FMI, caberia sua manutenção.em 7,2%, pior nível desde 1993. O número de desempregados nopaís no ano passado chegou a 2,6 milhões, maior desde o fim da O choque do petróleo de 73Segunda Guerra Mundial, em 1945. Até então abundante e barato, o petróleo começou a ser alvo de especulação. Em outubro de 1973, com a Guerra do Yom Kippur,Crise fortaleceu papel do Brasil no mundo entre Israel e países árabes, o cartel da Opep cortou parte de suaInstituições como o Fundo Monetário Internacional (FMI) prevêem produção e interrompeu o fornecimento aos EUA. Com oferta menor,que o país, ao lado de outros emergentes, se recupere da crise mais os preços do barril pularam de US$3 para cerca de US$12 emrapidamente e também amplie a margem de vantagem em relação menos de três meses.ao crescimento dos países ricos. A moratória dos anos 80 na América LatinaSegundo um relatório recente da OCDE sobre o Brasil, a relação Em agosto de 1982, o México suspendeu o pagamento de suadívida pública/PIB deve manter-se próxima de 40% do PIB em 2009 dívida externa, para a surpresa da comunidade financeira- e depois deve cair gradualmente para 35% no médio prazo. internacional. Os juros superavam US$20 bilhões, para um principal de US$86 bilhões. Essa moratória foi a primeira de uma série deOs países emergentes são grandes produtores de commodities, países da América Latina ao longo de década de 80, entre os quaisvistas como investimentos seguros no longo prazo. No começo da o Brasil.crise, o preço de muitas commodities caiu drasticamente, afetandotambém grandes exportadores como o Brasil. No entanto, alguns O efeito tequila - Méxicopreços já voltaram a subir. De dezembro até junho, o preço da soja As reservas internacionais do México caíram de US$ 29 bilhões parasubiu 60%. Segundo a Economist Intelligence Unit (EIU), o preço quase zero em 1994, numa enorme fuga de capitais. Em dezembro,geral das commodities comercializadas pelo Brasil está crescendo o governo desvalorizou o peso em mais de 50%, iniciando uma criseno segundo semestre deste ano, graças à China, que está com reflexos, principalmente, nos países emergentes. Com socorroaumentando suas importações. dos EUA (US$ 50 bilhões) e do FMI, a crise mexicana ficou restrita à América Latina. Mas o país pagou caro, como desemprego eO Brasil ainda tem problemas enormes em várias áreas, como recessão.terrível infra-estrutura, um enrolado sistema tributário que não éatraente para investidores, baixos níveis de educação dos Crise dos Tigres Asiáticostrabalhadores em geral - apesar de alguns bolsões de excelência - e As turbulências experimentadas pelos países latinos se repetiram doserviços públicos muito pobres. outro lado do mundo em 1997. O pontapé foi a desvalorização do bath, moeda da Tailândia, mas os efeitos se espalharamS&P baixa nota da dívida dos EUA - 05/08/2011 rapidamente com a globalização financeira, atingindo vários tigresA agência de avaliação de risco financeiro Standard and Poors asiáticos. A resposta das autoridades financeiras demorou. Logo, asreduziu nesta sexta-feira a nota da dívida pública dos Estados atenções se voltaram para Hong Kong, com apostas de que o paísUnidos, algo inédito na história. também não manteria a paridade de sua moeda frente ao dólar. Essa conjuntura provocou a queda de 30% da bolsa local,A qualificação do crédito americano passou de "AAA" para "AA+", arrastando Nova York. No Brasil, pela primeira vez em 28 dediante da crescente dívida, do pesado déficit no orçamento e da falta outubro, o ―circuit breaker‖ foi acionado, interrompendo os negócios.de planejamento. A S&P também assinalou a "perspectiva negativa"da nova classificação, enquanto fontes do governo envolvidas nas A vez da Rússia e do Brasilnegociações apontavam falhas "profundas e fundamentais" na O rublo era a bola da vez em 1998. Como resposta aos ataquesdecisão. especulativos, o governo russo declarou a moratória de sua dívida externa, e a moeda perdeu até 33%. Em 21 de agosto, a BovespaMovimento ―Ocupar Wall Street‖ – outubro/novembro de 2011 chegou a cair 10%, voltando a acionar o ―circuit breaker‖. Com o real ainda sobrevalorizado, o Brasil foi bater às portas do FMI e, em janeiro de 1999, era forçado a fazer a desvalorização de sua moeda,A manifestação "Ocupar Wall Street" durou por meses na rebatizada após a eleição de Fernando Henrique Cardoso para um segundo"Praça da Liberdade", localizada entre o Ground Zero (antigo local mandato.do World Trade Center) e o centro financeiro de Nova Iorque.Manifestações contra ditadura das finanças começaram em Nova O estouro da bolha da NasdaqYork, espalham-se pelos Estados Unidos e ensaiam sinergias Em fevereiro de 1999, a Nasdaqpolíticas que talvez sejam úteis em todo o mundo. (bolsa americana que reúne empresas do setor de tecnologia) chegou a acumular alta de 105% e 12 meses, com o boom da internet. Mas no AS PRINCIPAIS CRISES DO CAPITALISMO NO primeiro trimestre de 2000, sem a sustentação dos resultados SÉCULO XX E XXI – até 2009 positivos das empresas ―pontocom‖, o índice começou a despencar, com quedas recordes.O crash de 1929Wall Street vivia uma euforia especulativa, com a ilusão de Os ataques terroristascrescimento da economia, sem sustentação em bases reais. Após O 11 de setembro de 2001 levou terror também ao mercadodias de fortes perdas, em 29 de outubro, a chamada ―terça-feira financeiro. Vizinha dos escombros do World Trade Center, a Bolsanegra‖, a bolsa de Nova York fechou em queda de 12%. Além das de Nova York ficou quatro dias sem operar. Quando o pregãotragédias pessoais, vieram uma crise bancária e uma onda de reabriu nos EUA, as perdas foram de US$ 590 bilhões, com o Dowfalências, acompanhadas de queda da produção e desemprego em Jones perdendo 7,13% no pior desempenho em pontos de suamassa. Arrastado pelos EUA, o mundo entrou na Grande história. Por todo o mundo, houve uma reação na direção de baixarDepressão. No Brasil, os cafeicultores perderam suas fontes de os juros, a fim de estimular as economias. Em dezembro, as bolsasfinanciamento, levando a uma crise econômica com queda nas foram atingidas pelo escândalo da gigante de energia Enron, queexportações. A situação mundial só começaria a se recuperar após fazia fraudes contábeis.Franklin Roosevelt assumir a presidência dos EUA em 1933,instituindo a política do New Deal. 7
  8. 8. O efeito tango Em 2008, essa verdadeira avalanche de calotes deixou o mercadoNa América Latina, ao longo de 2001 e 2002, a Argentina seria o financeiro global em pânico e em semanas outras centenas deepicentro de uma nova crise dos emergentes. Rumores sobre bilhões de dólares foram retiradas de negociação nas bolsas dedesvalorização do peso, dados econômicos ruins e déficits fiscais valores e os bancos cortaram o crédito. Tal ―efeito manada‖ entre oselevados assustaram os mercados. A crise política sobreveio com investidores e bancos fez com que os que tinham dinheiro ficassemtroca de presidente, pacotes econômicos, moratória, confisco com medo de investir (não confiavam nos balanços das empresas)bancário (―corralito‖) e desvalorização cambial. ou emprestar (temiam novos calotes) e aqueles que precisavam de dinheiro para saldar suas dívidas ficaram sem opção a não ser arcarEUA: subprime e a recessão global com o prejuízo. Essa crise de crédito afundou o consumo e o A tempestade voltou em fevereiro de 2007, investimento e marcou a segunda fase da hecatombe econômica. com especulações em relação a medidas Os resultados imediatos foram dezenas de milhões de de controle de capital estrangeiro na China. desempregados; uma brutal queda na produção e nos investimentos No meio do ano, o foco se voltou para as privados; uma quebradeira generalizada de bancos, empresas, operações de crédito imobiliário de alto seguradoras, fundos de pensões e milhões de famílias norte- risco nos EUA. Essas hipotecas (subprime) americanas sem suas casas. Um verdadeiro caos financeiro onde são empréstimos para clientes que não ninguém sabia exatamente o tamanho do rombo e quem iria pagar a têm bom histórico de crédito. Como os conta.juros estavam muito baixos há alguns anos, os bancos emprestavamem busca de retornos maiores. Só que a elevação dos juros Para tentar debelar o incêndio financeiro, os governos dos principaisencareceu os financiamentos, e muitos deixaram de pagar. O países do mundo passaram a adotar medidas para reativar acenário gerou uma crise de liquidez e crédito, com redução da economia em 2009 e 2010. Os juros foram cortados ao máximo paraatividade econômica no mundo todo. estimular o consumo, os prejuízos foram assumidos pelos Tesouros Nacionais e os Bancos Centrais destes paises passaram a derramar trilhões de dólares no mercado financeiro na tentativa de dar2008, o ano que ainda não terminou tranqüilidade aos investidores e empresários a fim de forçar uma nova onda de crescimento. E esta é a origem da terceira fase daNas últimas semanas de Julho de 2011 o mundo acompanhou com crise, que começou em 2010 e se agravou em 2011.os olhos fixos nos noticiários as negociações sobre a dívida públicanorte-americana como se fossem capítulos finais de uma novela que Tal estratégia dos países desenvolvidos foi arriscada. Os governosbatia recordes de audiência. O presidente Barack Obama falou injetaram fábulas de dinheiro no mercado, aumentando de maneiravárias vezes ao público norte-americano pedindo que fizessem descontrolada suas dívidas públicas para fazer com que a roda dapressão sobre os Congressistas (Democratas e Republicanos) para economia voltasse a girar. A questão é que a economia ainda nãoque estes aprovassem uma autorização para que o governo daquele voltou a crescer de maneira satisfatória e, neste caso, em vez depaís pudesse se endividar ainda mais sob o risco de provocar uma ajudar, o endividamento público irá somar-se aos outros problemas.moratória de proporções gigantescas e repercussões globais Dentre os mais atingidos por tal tsunami de prejuízos e queimpossíveis de serem previstas. adotaram essa estratégia, destacam-se os EUA, Japão e União Européia (sobretudo um grupo de países da Zona do EuroMas quais os motivos que levaram a maior economia do mundo ficar conhecidos como PIIGS - Portugal, Itália, Grécia e Espanha -à beira de um calote e porque o mundo está passando por um Spain em inglês), pois suas dívidas públicas chegaram a níveisprocesso de redução da atividade econômica? alarmantes.A partir de meados de 2007, uma avassaladora crise começou a O segundo semestre de 2011 foi dramático. Os EUA ficaram a beiraatingir a economia de todo o planeta. Governos, empresas, bancos, de uma moratória histórica. Grécia, berço da democracia, vivefinanceiras, seguradoras, fundos de pensão e pessoas físicas em novamente uma crise marcada por protestos populares e violentatodo o mundo foram duramente atingidos por uma onda de rombos e repressão. A Espanha bate recordes no nível de desemprego.prejuízos que ultrapassou 20 trilhões de dólares até o final de 2010. Portugal, além de receber ajuda financeira internacional, aprovou emE, diferente das crises que ocorreram nos anos 90 e começo dos novembro mais um ―orçamento de austeridade‖ duríssimo paraanos 2000 em países periféricos do capitalismo global como México, 2012. A Itália, um dos membros do G7, viu seu folclórico eArgentina e Brasil; esta atingiu o centro do capitalismo financeiro: verborrágico primeiro ministro Silvio Berlusconi renunciar após oEUA, União Européia e Japão. Alguns países como China, Índia e aprofundamento da crise econômica. A Inglaterra enfrenta grevesBrasil, que juntos com a Rússia formam o BRIC (grupo dos maiores gerais de funcionários públicos contra medidas recessivas propostaspaíses emergentes da atualidade), sofreram menos com a crise, pelo governo.mas não passaram ilesos. Para muitos economistas, essa é a maiorcrise econômica da história do Capitalismo e ainda não acabou. O problema é que a cura apontada por boa parte dos especialistas pode ser um remédio amargo demais: redução nos salários, reformaDuas décadas de desregulamentação financeira neoliberal na previdência social, aumento de impostos, cortes de investimentostransformou o mercado financeiro num verdadeiro Cassino onde em áreas sociais e mais demissões. Este remédio pode matar obanqueiros e especuladores, com apoio dos governos destes paciente ao invés de curá-lo, além do risco da crise se transformarpaíses, não apenas falsificavam balanços e relatórios como em uma nova epidemia na economia global.apostavam as economias de milhões de famílias sem qualquermedo de serem responsabilizados depois. Marcio de Paiva Delgado é graduado e Mestre em História pela UFJF e Doutorando em História pela UFMGEssa situação de irresponsabilidade e de fraudes contábeis ficouimpossível de ser escondida quando uma ―bolha especulativa‖ em http://politicarevisitada.blogspot.com/2011/12/2008-o-ano-que-nao-hipotecas norte-americanas de alto-risco (títulos chamados de terminou.htmlsubprimes) explodiu no segundo semestre de 2007. Tais subprimesforam livremente negociadas sem qualquer controle por instituiçõesfinanceiras do todo o mundo, principalmente nos EUA, enquanto as Crise da União Européia – Segundo semestre de 2011agências de riscos classificavam tais operações como ―totalmenteconfiáveis‖. Como eram títulos de alto-risco e com históricos deinadimplência, assim que os primeiros calotes começaram em finais Berlusconi renuncia após ser vítima da crise e de seusde 2006, iniciou-se um verdadeiro ―efeito dominó‖. Em questão de demônios – novembro de 2011meses, centenas de bilhões de dólares evaporaram etransformaram-se em ―títulos podres‖, ou seja, títulos que nunca Durante 17 anos, Silvio Berlusconi exerceu um fascínio sobre maisserão pagos, pois seus valores estavam completamente fora da da metade dos italianos. O terceiro homem mais rico do país foirealidade por conta da especulação desenfreada. Essa foi a primeira quatro vezes primeiro-ministro. Presidiu o governo mais longevo dafase da crise. república italiana. 8
  9. 9. Envolvido em mais de 20 processos de corrupção e até de Segundo a S&P, a justificativa para o rebaixamento é que asprostituição de menores, não foi a Justiça a tirá-lo do poder, nem os medidas tomadas pelos líderes europeus são insuficientes paraitalianos. Mas a crise econômica e o mercado financeiro. enfrentar a crise. Além disso, a agência alertou que se os países apenas aplicarem planos de austeridade, correm o risco sabotaremSegundo a revista americana Time, Berlusconi foi o homem que a recuperação econômica, porque esses planos "não abordam todoquase arruinou a União Européia. o espectro da turbulência financeira". Grécia pode "declarar falência" – janeiro de 2012Conferência da União Européia em Bruxelas termina com Além da notícia do rebaixamento das notas, as negociações daisolamento do Reino Unido - 12/12/2011 dívida da Grécia também preocuparam o mercado internacional. A reunião entre o primeiro-ministro grego, Lucas Papademos, e oA conferência da UE realizada em Bruxelas foi dominada por um diretor do Instituto Internacional de Finanças (IIF), Charles Dallara,grande confronto que terminou com a virtual exclusão do Reino terminoua sem um acordo sobre as condições nas quais os bancosUnido no que diz respeito a decidir sobre os assuntos futuros da privados perdoarão 50% da dívida do país.União Europeia. O perdão de parte da dívida grega é um dos pilares do programa deUE vai ampliar capacidade do FMI e adiantar funcionamento de resgate anunciado em outubro pelo Fundo Monetário Internacionalfundo de resgate. Reino Unido rejeita regulação financeira e fica (FMI) e a União Européia (UE), no valor de 130 bilhões de euros.isolado. O novo tratado também deverá prever sanções automáticasaos países que não conseguirem cumprir suas metas econômicas efinanceiras. De acordo com a proposta de França e Alemanha, aUnião Europeia não iria interferir nos orçamentos dos países BRASIL: ESPAÇO E SOCIEDADEmembros, exceto em situações em que fique provado que as metasde deficit foram violadas pelo país. O Brasil é dividido em 3 macrorregiões econômicasA exclusão do Reino Unido das novas estruturas e organismos  Centro-Sul - Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Sãodeliberativos marca um ponto nodal na desintegração da própria Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, MatoUnião Européia. Sob os golpes da crise, a integração capitalista da Grosso do Sul e Goiás.Europa que começou mais de 15 anos atrás está em rápida  Nordeste - Bahia, Pernambuco, Alagoas, Ceará, Rio Grandedecadência. do Norte, Paraíba, Piauí e Maranhão.  Amazônia - Mato Grosso, Tocantins, Pará, Amapá, Rondônia, Amazonas, Acre e Roraima. Cada macrorregião possui características distintas devido a vários fatores, como história, desenvolvimento, população, economia. A região Centro-Sul, de todas as macrorregiões, é a mais desenvolvida, não só economicamente, mas também em indicadores sociais (saúde, educação, renda, mortalidade infantil, analfabetismo entre outros). As migrações internas Na história das migrações internas do país, a maioria partiu do Nordeste. Na década de 50 para a construção de Brasília (Candangos); entre 1950 e 1985 para as grandes cidades do Sudeste, contribuindo para a expansão urbano-industrial e a partir da década de 1970, para a Amazônia. Por outro lado, o maior fluxo migratório ocorrido na história do Brasil foi o da industrialização, que trouxe migrantes de várias regiões brasileiras para o eixo Rio- São Paulo, atraídos pela grande oferta de emprego e a falta de condições nas regiões de origem dos migrantes. Segundo o IBGE, a mobilidade da população brasileira aumentou na segunda metade do século XX. Entre a década de 1940 e o final dos anos 80, aproximadamente 57 milhões de brasileiros mudaram de cidade ou região.Para FMI, acordo entre França e Alemanha é insuficiente Durante todo o processo de povoamento doPara Christine Lagarde, diretora-gerente do Fundo, as medidas Brasil, elas tiveram um papel de destaque.adotadas pelas principais economias da zona do euro não No início foram as áreas marginais da zonaconseguem resolver a crise. açucareira nordestina, seguidos pela pecuária no agreste e sertão nordestino, O passo seguinte foi o da mineração, em Minas Gerais que levou um grande contingente de pessoas para a região. AtéS&P rebaixa nota da França e mais 8 países da EU mesmo a região amazônica também foi um forte pólo de atração13 de janeiro de 2012 migratória, com o ciclo da borracha, acompanhado pela expansão cafeeira no Sudeste. A região que menos teve migrações até esteA agência de risco Standard & Poors (S&P) confirmou os rumores e período foi o Sul do país, onde os imigrantes fizeram umaanunciou oficialmente que além da França, outros oito países colonização diferenciada do restante do país, mas a partir de 1970,tiveram suas notas rebaixadas: Áustria, Chipre, Itália, Portugal, eles foram incentivados a trabalhar em áreas da região Norte,Espanha, Malta, Eslováquia e Eslovênia. através de vantagens oferecidas pelo governo.Quase todos os países da zona do euro ficaram com perspectiva Migração interregional — O Sudeste ainda é um dos principaisnegativa, ou seja, podem sofrer novos rebaixamentos. Os únicos destinos dos migrantes. Hoje em dia, o Centro-Oeste é a região quepaíses classificados como "estáveis" foram Alemanha e Eslováquia. 9
  10. 10. mais recebe gente. Sul e o Norte apresentam equilíbrio de entrada e De acordo com o Censo 2010, na capital do Tocantins, a taxa desaída de pessoas. O Nordeste ainda é a região de maior emigração. crescimento foi de 5,2% em dez anos. O segundo lugar, entre asNo entanto, de acordo com o último Censo do IBGE, o padrão das capitais, é ocupado por Boa Vista, em Roraima (3,55%), seguido demigrações internas mudou drasticamente e é notado um fluxo de Macapá, no Amapá (3,46%). Já a capital brasileira com a menorretorno à região de origem, devido as limitações do mercado de taxa média de crescimento anual no período foi Porto Alegretrabalho, devido à crise socioeconômica da década de 80, que (0,35%), seguida por Belo Horizonte (0,59%).persiste até hoje, com redução no número de empregos e aumentono número de pessoas subempregadas. Cidades mais populosas As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, que lideram, em 2000 eSudeste — heterogeneidade estrutural e perspectivas 2010, o ranking dos municípios mais populosos, vêm apresentandoO crescimento industrial ocorrido na fase conhecida como ―milagre queda na taxa de crescimento, apesar do aumento populacional embrasileiro‖, a partir do final da década de 60 e durante os anos 70, números absolutos.baseou-se fundamentalmente no padrão industrial e tecnológicoanterior, com grande ênfase em indústrias de bens intermediários, Essas duas cidades continuam sendo áreas de atração, mas nãoaltamente intensivas em recursos naturais, e de bens duráveis de com tanto ímpeto quanto há algumas décadas. Os movimentosconsumo. A existência de variados mecanismos de incentivos migratórios vêm diminuindo ao longo do tempo e uma das principaisestaduais e regionais e uma ampla fronteira de recursos naturais, causas para isso é a exigência de um nível de escolaridade alto noapoiada no avanço da infra-estrutura, propiciaram um processo de mercado de trabalho das grandes metrópoles. Com isso, o imigrantedesconcentração para várias regiões e estados brasileiros. tem dificuldade de se inserir e acaba optando por municípios onde a mão de obra é menos qualificada.O crescimento agropecuário, ao contrário, se fez com grandestransformações estruturais e tecnológicas, especialmente com aincorporação produtiva dos cerrados. Assim, ao lado do grandecrescimento da produção de4grâos nos estados do Sul do Brasilocorreu também o movimento da fronteira em sentido ao Centro-Oeste. O movimento migratório e os serviços tenderam aacompanhar o crescimento industrial e agropecuário. Astransformações estruturais em curso alterarão, seguramente, osentido regional do desenvolvimento econômico brasileiro.No Brasil, quase 40% da população mora fora do município noqual nasceuAs persistentes desigualdades entre as regiões do Brasil são hádécadas motivo para migrações internas. Pelas contas do InstitutoBrasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 39,8% da população,cerca de 72 milhões de brasileiros, vive fora do município de origem.A maioria está em idade economicamente ativa, entre 18 e 39 anos.Comparando-se os dados recentes aos do Censo de 2000, verifica-se que o volume de migrantes que circulam entre as regiões do paíscaiu de 5,2 milhões para 4,8 milhões, um decréscimo de 7%. OSudeste deixou de ser o principal destino das migrações. Isso ocorreem razão do aumento de investimentos no Interior, principalmentena Região Centro-Oeste, que passou a atrair a maioria dosmigrantes brasileiros, tendo 36,3% de população vinda de fora (veja Percentual de idosos na população segue em crescimentoa tabela abaixo). Nas últimas décadas, o Brasil tem registrado redução significativa na participação da população com idades até 25 anos e aumento noSegundo o IBGE, atualmente Mato Grosso é o estado líder em número de idosos. E a diferença é mais evidente se comparadas ascrescimento na participação do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, populações de até 4 anos de idade e acima dos 65 anos. De acordoresultado da expansão agrícola e da indústria. Os números também com o IBGE, o grupo de crianças de 0 a 4 anos do sexo masculino,evidenciam o avanço de migrantes em direção à Amazônia. No por exemplo, representava 5,7% da população total em 1991,entanto, uma tendência histórica se mantém: a região que mais enquanto o feminino representava 5,5%. Em 2000, estes―exporta‖ migrantes ainda é o Nordeste. Nordestinos totalizam 33% percentuais caíram para 4,9% e 4,7%, chegando a 3,7% e 3,6% emda população em outras localidades do país. 2010.Mas o Nordeste também vive a ―migração de retorno‖. Entre 1999 e Enquanto isso, cresce a participação relativa da população com 652004, 714 mil nordestinos regressaram à região. Os estados onde anos ou mais, que era de 4,8% em 1991, passando a 5,9% em 2000esse movimento é mais evidente são o Maranhão, com um aumento e chegando a 7,4% em 2010. A Região Norte, apesar do contínuode 79%, e o Rio Grande do Norte, com crescimento de 54%. O fator envelhecimento, ainda apresenta, segundo o IBGE uma estruturadeterminante para o retorno é a desconcentração industrial em bastante jovem. As regiões Sudeste e Sul são as mais envelhecidasbenefício de todas as regiões do país. do paísDados do Censo IBGE 2011 – Dados Preliminares Distribuição por sexo De acordo com o Censo 2010, há 96 homens para cada 100Palmas é a capital com o maior crescimento populacional em 10 mulheres no Brasil. A diferença ocorre, segundo o IBGE, porque aanos taxa de mortalidade, entre homens, é superior. Mas nascem maisSegundo o IBGE, migração justifica aumento no número de homens no país: a cada 205 nascimentos, 105 são de homens. Dashabitantes. São Paulo e Rio de Janeiro apresentam queda na taxa grandes regiões, a única que foge à regra é a Região Norte, onde osde crescimento. homens são maioria. Isso se dá por conta da migração dessa localidade, onde há atividade de mineração para os homens.Palmas é a capital brasileira que apresentou, entre 2000 e 2010, a Censo 2010 contabiliza mais de 60 mil casais homossexuaismaior taxa média de crescimento anual de população, segundodados do Censo Demográfico 2010. A população de Palmas foi a O Brasil tem mais de 60 mil casais homossexuais, segundo dadosque mais cresceu entre as capitais em função do crescimento preliminares do Censo Demográfico 2010. Essa foi a primeira ediçãomigratório. Como o Tocantins é um estado criado recentemente, há do recenseamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticamuita migração (IBGE) a contabilizar a população residente com cônjuges do mesmo sexo. 10
  11. 11. Número de moradores por domicílio cai 13,2% em 10 anos Governo federal faz balanço do ―Bolsa Família‖ em 2010Em 2000, a média de moradores em domicílios particularesocupados era de 3,8. Agora está em 3,3. Tendência de declínio está O programa Bolsa Família fechou 2010 atendendo 12,8 milhões derelacionada à redução da fecundidade. famílias – cerca de 50 milhões de brasileiros. Mais da metade das famílias está no Nordeste.(IN)JUSTIÇA SOCIAL NO BRASIL Em sete anos, o orçamento do programa passou de R$ 3,4 bilhõesRacismo, Preconceito e Intolerância no Brasil para R$ 14,4 bilhões. Ele atende a famílias com renda de até R$ 140 por pessoa, consideradas pobres, e de até R$ 70 per capita, emDiscriminação - Os negros (pretos e pardos) representam 47,3% da extrema pobreza. Os benefícios vão de R$ 32 a R$ 242 dependendopopulação brasileira. Na camada mais pobre da população, eles são da renda e do tamanho da família.66%. No topo da pirâmide social, há apenas um negro para cadanove brancos. A média do benefício é de R$ 115. Para receber o dinheiro, as pessoas precisam cumprir algumas regras: o cartão de vacinaçãoRaiz histórica - A discriminação racial vem da época da escravidão. das crianças com menos de sete anos deve estar atualizado, osSua abolição, porém, não foi acompanhada de políticas para filhos são obrigados a frequentar a escola e as gestantes devemmelhorar a condição de vida dos ex-escravos. Como resultado, fazer o pré-natal. De 2008 a 2009, 400 mil famílias foram cortadasperpetuou-se a pobreza dos negros. do programa por estarem em desacordo.Condições de vida - O analfabetismo atinge 12,9% dos negros. Em A secretária Nacional de Renda de Cidadania do Ministério domédia, eles têm dois anos de estudos a menos que os brancos. Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Lúcia Modesto acreditaApenas 16% chegam à faculdade, e só 2% se formam. Na média que o principal legado do programa é a redução da pobreza, anacional, a renda dos negros equivale à metade da renda dos melhora dos indicadores de educação e saúde das famílias e obrancos. A discriminação fica patente quando, mesmo com acesso ao sistema bancário.formação idêntica e ocupando cargos equivalentes ao dos brancos,os negros recebem salários menores. O impacto financeiro do reajuste é de R$ 2,1 bilhões e atenderá 12,9 milhões de famílias, cerca de 50 milhões de pessoas com rendaAções afirmativas - O Brasil hoje discute o uso de cotas e políticas mensal per capita de até R$ 140. O investimento noafirmativas para ampliar as oportunidades aos negros. Entre as Programa Bolsa Família representa cerca de 0,4% do Produtomedidas, está a reserva de cotas nas universidades. As medidas Interno Bruto (PIB).são polêmicas: não é possível definir com exatidão quem é negro;além disso, essas medidas podem provocar mais discriminação. A Serão investidos R$ 11 milhões para Restaurantes Populares, R$unanimidade entre os especialistas é a necessidade de investimento 4,5 milhões para o Banco de Alimentos e R$ 14,6 milhões para asmaciço para ampliar o acesso à educação, desde o ensino básico. Cozinhas Comunitárias. A manutenção e gestão desses equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional serãoSTJ reconhece casamento civil entre pessoas do mesmo sexo de responsabilidades das Prefeituras ou governos estaduais.25 de outubro de 2011 – G1Reconhecimento na instância superior foi feito por duas mulheres do Concentração de Renda – Coeficiente GiniRio Grande do Sul que tiveram o pedido de casamento civil negado Desenvolvido pelo matemático italiano Corrado Gini, o Coeficienteno Estado. de Gini é um parâmetro internacional usado para medir a desigualdade de distribuição de renda entre os países.O processo partiu de duas cidadãs gaúchas que recorreram ao STJ,após terem o pedido de habilitação para o casamento negado na O coeficiente varia entre 0 e 1, sendo que quanto mais próximo doprimeira e na segunda instância. A decisão do tribunal gaúcho zero menor é a desigualdade de renda num país, ou seja, melhor aafirmou não haver possibilidade jurídica para o pedido. No recurso distribuição de renda. Quanto mais próximo do um, maior aespecial, elas sustentaram não existir impedimento jurídico para o concentração de renda num país. O índice Gini é apresentado emcasamento entre pessoas do mesmo sexo. Afirmaram, também, que pontos percentuais (coeficiente x 100).deveria ser aplicada ao caso a regra de direito privado de que épermitido o que não é expressamente proibido. O Índice de Gini do Brasil o terceiro pior do mundo em 2010, o que demonstra que nosso país, apesar da melhora dos últimos anos,O pedido aconteceu após Supremo Tribunal Federal (STF) ter ainda tem uma alta concentração de renda.reconhecido, em maio deste ano, a união estável entre pessoasdo mesmo sexo. Em sua decisão, o STF não deixou clara apossibilidade ou não do casamento civil, o que provocoudecisões diferentes de juízes de primeira instância pelo Brasil.Intolerância no Brasil - Pesquisa Fundação Perseu Abramo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) É uma medida comparativa usada para classificar os países pelo seu grau de "desenvolvimento humano" e para separar os países desenvolvidos (muito alto desenvolvimento humano), em desenvolvimento (desenvolvimento humano médio e alto) e subdesenvolvidos (desenvolvimento humano baixo).Todo ano, os países membros da ONU são classificados de acordo com essas medidas. O IDH também é usado por organizações locais ou empresas para medir o desenvolvimento de entidades subnacionais como estados, cidades, aldeias, etc. 11

×