Bacharel em Ciência da Computação (UFG)
Especializando em Gestão de TI (Instituto AVM)
Analista de Sistemas – SIGMA / MDIC...
– XHTML é uma recomendação do W3C, sendo este uma
evolução do HTML. O HTML, como uma linguagem de
marcação, foi concebido ...
– Tal evolução foi viabilizada pelo W3C através da linguagem
XML.
– Se você é um desenvolvedor web que se preocupa com
qua...
• XML (eXtensible Markup Language ou Linguagem
Extensível para Marcação)
– Concebida como um meio de recuperar o poder e a...
• XHTML é uma reformulação do HTML 4.1 como aplicação
XML 1.0
– Sua sigla significa eXtensible Hypertext Markup Language o...
• XHTML é uma reformulação do HTML 4.1 como aplicação
XML 1.0
– Sua versão atual é o XHTML 1.0.
– De fato esta especificaç...
• Por que a necessidade de XHTML?
– Projetistas, desenvolvedores e designers estão
constantemente construindo novas maneir...
• Vantagens
– É de fato a linguagem Web do futuro;
– Seu código é padronizado e limpo, sendo de fácil correção de
bugs;
– ...
• Vantagens
– Devido às suas características citadas, sua interpretação e
carregamento são rápidos;
– Por seguir tais padr...
• Diferenças com HTML
– As tags devem ser escritas em letras minúsculas;
– As tags devem estar convenientemente aninhadas;...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– Descreve com precisão a sintaxe e a gramática da linguagem
de marcação XHTML
– O ...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– Um exemplo de elemento raiz válido seria:
– Antes de o elemento de raiz deve have...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– Um DTD define a estrutura do documento como uma lista de
elementos válidos e seus...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– A DTD XHTML 1.0 Strict:
• Idêntico ao HTML 4.1 Strict, porém seguindo a sintaxe d...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– A DTD XHTML 1.0 Transitional:
• Idêntico ao HTML 4.1 Transitional, porém seguindo...
• Definição de Tipo de Documento (DTD)
– A DTD XHTML 1.0 Frameset:
• Idêntico ao HTML 4.1 Frameset, porém seguindo a sinta...
• Apresentando uma estrutura básica de uma DTD
XHTML 1.0 Strict
XHTML
13/02/2011 17
<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHT...
• Declaração XML
– A declaração XML não é obrigatória em documentos XML,
mas o W3C recomenda que os autores de documentos
...
• Declaração XML
XHTML
13/02/2011 19
<?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?>
<!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 S...
• Referências e leituras complementares recomendadas
– http://pt.wikipedia.org/wiki/XHTML
– Tutorial XHTML
– W3Schools
– X...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

HTML HardCore Parte 2 - XHTML

575 views
443 views

Published on

XHTML concepts

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
575
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

HTML HardCore Parte 2 - XHTML

  1. 1. Bacharel em Ciência da Computação (UFG) Especializando em Gestão de TI (Instituto AVM) Analista de Sistemas – SIGMA / MDIC Professor Formador EAD – NEAD/ETEB george@georgemendonca.com.br http://www.georgemendonca.com.br XHTML
  2. 2. – XHTML é uma recomendação do W3C, sendo este uma evolução do HTML. O HTML, como uma linguagem de marcação, foi concebido por padrões antigos de metalinguagens como SGML (Standard Generalized Markup Language) e GML (Generalized Markup Language). – Após muitos anos de utilização houve então a necessidade de aprimorar o HTML de tal forma que possibilitasse maior acessibilidade, navegabilidade, agilidade e conformidade (padronização) para que os documentos se tornassem apropriados para interagir facilmente entre diferentes ambientes, dispositivos e softwares.13/02/2011 2 XHTML
  3. 3. – Tal evolução foi viabilizada pelo W3C através da linguagem XML. – Se você é um desenvolvedor web que se preocupa com qualidade e quer se preparar para o futuro do desenvolvimento de aplicativos para Internet, chegou a hora de conhecer e se aprofundar no neste conceito. 13/02/2011 3 XHTML
  4. 4. • XML (eXtensible Markup Language ou Linguagem Extensível para Marcação) – Concebida como um meio de recuperar o poder e a flexibilidade do SGML sem a sua complexidade. – Apesar de ser uma forma restrita de SGML, XML preserva a maior parte do poder e da riqueza do SGML. – Ou seja, é uma linguagem para criar linguagens de marcação de forma simples e fácil. 13/02/2011 4 XHTML
  5. 5. • XHTML é uma reformulação do HTML 4.1 como aplicação XML 1.0 – Sua sigla significa eXtensible Hypertext Markup Language ou em português Linguagem Extensível para Marcação de Hipertexto. – Praticamente idêntico ao HTML 4.01. – Porém é uma versão mais rigorosa e limpa do HTML, seguindo as propriedades e características do XML. 13/02/2011 5 XHTML
  6. 6. • XHTML é uma reformulação do HTML 4.1 como aplicação XML 1.0 – Sua versão atual é o XHTML 1.0. – De fato esta especificação nada mais é do que um documento HTML definido como um aplicativo XML. – É uma recomendação da W3C desde 26 de janeiro de 2000. 13/02/2011 6 XHTML
  7. 7. • Por que a necessidade de XHTML? – Projetistas, desenvolvedores e designers estão constantemente construindo novas maneiras de expressar idéias, muitas vezes através de uma nova marcação. – Em XML, é relativamente fácil de introduzir novos elementos ou atributos como elemento adicional. – A família XHTML é projetada para acomodar estas extensões dentro dos módulos XHTML, assim como técnicas para desenvolver novos módulos em conformidade com XHTML. 13/02/2011 7 XHTML
  8. 8. • Vantagens – É de fato a linguagem Web do futuro; – Seu código é padronizado e limpo, sendo de fácil correção de bugs; – São documentos em conformidade com XML, possibilitando fácil leitura, visualização, edição e validação com ferramentas XML diversas; 13/02/2011 8 XHTML
  9. 9. • Vantagens – Devido às suas características citadas, sua interpretação e carregamento são rápidos; – Por seguir tais padrões é mais acessível e portátil; – Compatível com os documentos HTML atuais e ultrapassados, assim com as futuras aplicações da Web. 13/02/2011 9 XHTML
  10. 10. • Diferenças com HTML – As tags devem ser escritas em letras minúsculas; – As tags devem estar convenientemente aninhadas; – Os documentos devem ser bem formados; – O uso de tags de fechamento é obrigatório; – Todos os elementos devem ser fechados; – Os valores dos atributos devem estar entre aspas; – Mais detalhes veja em XHTML 1.0 - Diferenças para o HTML 4 (em português)13/02/2011 10 XHTML
  11. 11. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – Descreve com precisão a sintaxe e a gramática da linguagem de marcação XHTML – O elemento raiz <html> • O elemento raiz do documento deve conter uma declaração xmlns para o namespace XHTML (XMLNS). O namespace para XHTML é definido pelo valor: 13/02/2011 11 XHTML http://www.w3.org/1999/xhtml
  12. 12. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – Um exemplo de elemento raiz válido seria: – Antes de o elemento de raiz deve haver uma declaração DOCTYPE no documento. – O propósito de uma DTD (Document Type Definition) é definir os blocos de construção válidos de um documento XML. 13/02/2011 12 XHTML <html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml">
  13. 13. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – Um DTD define a estrutura do documento como uma lista de elementos válidos e seus atributos. – Veremos a seguir os tipos de documentos válidos: 13/02/2011 13 XHTML
  14. 14. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – A DTD XHTML 1.0 Strict: • Idêntico ao HTML 4.1 Strict, porém seguindo a sintaxe do XML. • Inclui todos os elementos e atributos que não foram depreciados ou que não aparecem nos documentos contendo conjuntos de molduras ("framesets"). • Para os documentos que usem este tipo de DTD, utilize esta declaração do tipo de documento: XHTML 13/02/2011 14 <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd">
  15. 15. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – A DTD XHTML 1.0 Transitional: • Idêntico ao HTML 4.1 Transitional, porém seguindo a sintaxe do XML. • Inclui todos os pormenores da DTD Estrita mais os elementos e atributos depreciados (a maioria dos quais se relacionam com a apresentação visual de um documento). • Para os documentos que se sirvam desta DTD, utilize esta declaração do tipo de documento: XHTML 13/02/2011 15 <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Transitional//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-transitional.dtd">
  16. 16. • Definição de Tipo de Documento (DTD) – A DTD XHTML 1.0 Frameset: • Idêntico ao HTML 4.1 Frameset, porém seguindo a sintaxe do XML. • Inclui tudo aquilo que a DTD Transitiva inclui mais o conjunto de molduras ou "frames". • Para os documentos que usem este tipo de DTD, utilize esta declaração do tipo de documento: XHTML 13/02/2011 16 <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Frameset//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-frameset.dtd">
  17. 17. • Apresentando uma estrutura básica de uma DTD XHTML 1.0 Strict XHTML 13/02/2011 17 <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> <html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml"> <head> <meta http-equiv="Content-Type" content="text/html; charset=utf-8" /> <title>Aprendendo HTML</title> </head> <body> <p>O HTML é fundamental no desenvolvimento Web!</p> </body> </html> Abre o documento Abre cabeçalho do documento Titulo do documento Fecha cabeçalho do documento Inicia o corpo do documento Fecha o corpo do documento Fecha o documento Parágrafo com texto Declaração XHTML 1.0 Scrict Definindo o tipo do documento
  18. 18. • Declaração XML – A declaração XML não é obrigatória em documentos XML, mas o W3C recomenda que os autores de documentos XHTML usem a declaração XML nos seus documentos. – Esta declaração é obrigatória caso a codificação de caracteres for diferente da codificação default UTF-8 ou UTF-16 e nenhuma outra for detectada. – A declaração XML é uma boa prática para a identificação da versão do documento XML em uso. – A seguir o exemplo anterior com a declaração XML: XHTML 13/02/2011 18
  19. 19. • Declaração XML XHTML 13/02/2011 19 <?xml version="1.0" encoding="UTF-8"?> <!DOCTYPE html PUBLIC "-//W3C//DTD XHTML 1.0 Strict//EN" "http://www.w3.org/TR/xhtml1/DTD/xhtml1-strict.dtd"> <html xmlns="http://www.w3.org/1999/xhtml"> <head> <title>Aprendendo HTML</title> </head> <body> <p>O HTML é fundamental no desenvolvimento Web!</p> </body> </html>
  20. 20. • Referências e leituras complementares recomendadas – http://pt.wikipedia.org/wiki/XHTML – Tutorial XHTML – W3Schools – XHTML.ORG – HTML 4.01 Specification – XHTML™ 1.0 The Extensible HyperText Markup Language (Second Edition) – XHTML™ 1.0 The Extensible HyperText Markup Language (Segunda Edição) – XHTML2 Working Group Home Page – http://validator.w3.org/ 13/02/2011 20 XHTML

×