• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
LOCKSS Como funciona 2007
 

LOCKSS Como funciona 2007

on

  • 2,376 views

Apresentação sobre o funcionamento do LOCKSS para a equipe do Laboratório de TI do Ibict - outubro 2007

Apresentação sobre o funcionamento do LOCKSS para a equipe do Laboratório de TI do Ibict - outubro 2007

Statistics

Views

Total Views
2,376
Views on SlideShare
2,346
Embed Views
30

Actions

Likes
3
Downloads
26
Comments
0

2 Embeds 30

http://cemiteriodigital.wordpress.com 29
http://www.slideshare.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    LOCKSS Como funciona 2007 LOCKSS Como funciona 2007 Presentation Transcript

    • Como funciona Miguel Ángel Márdero Arellano MCT/Ibict
    • Preservação digital 00100110001001011011000010010110011000110010001001011000111 11011011100 01111000100101100001100111011011100110110001100100110001001 11011011100 011011000010010110011000110010001001011000111 01111000100101 11011011100 00100110001001011011000010010 001001100010010110110000100101 110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101101110011011011100110110111001101 Conjunto de ações destinadas a manter a acessibilidade dos objetos digitais a longo prazo
    • Stanford’s LOCKSS project Lots Of Copies Keeps Stuff Save http://www.lockss.org Muitas Cópias Mantém As Coisas Seguras...
    • Stanford’s LOCKSS project
    • A tartaruga de Darwin morreu aos 176 anos
    • Stanford’s LOCKSS project
    • O QUE É O LOCKSS?
      • LOCKSS (Open BSD) é um sistema de código aberto que cria uma rede de replicação de dados (cópias compartilhadas de periódicos eletrônicos), permitindo que os participantes acessem dados preservados confiáveis através de uma conexão restrita a um grupo.
    • LOCKSS = NAPSTER
      • No caso do LOCKSS “acesso a um grupo restrito” não significa o mesmo que o compartilhamento que se faz tipo Napster.
      • Os usuários do um sistema ou biblioteca LOCKSS podem acessar apenas o conteúdo da coleção de uma biblioteca.
    • Para começar...
      • Um usuário do LOCKSS precisa apenas fazer o download dos arquivos do site do LOCKSS e salvá-los num CD, cria um boot CD, e reinicia o CD num computador dedicado para o LOCKSS.
      • Recomenda-se que o computador onde estará instalado o sistema seja dedicado exclusivamente ao LOCKSS para armazenamento das suas coleções digitais.
    • As caixas LOCKSS
      • Para criar uma Caixa LOCKSS é necessário um computador com 1 GB de memória, com drive para CD, drive para disquete ou para USB e pelo menos 250 GB para armazenamento.
      • “ Uma caixa LOCKSS em 5 minutos e 6 segundos”
      • http://www.youtube.com/watch?v=0wdcnXrQkal
    • As caixas LOCKSS
      • O computador funcionará como um aparelho para arquivamento digital. Sua manutenção ocorre quando ele está conectado à Internet, contando com um sistema de segurança próprio para monitorar seu estado e defesas.
      • Instruções para Instalação:
      • http://www.lockss.org/publicdocs/install.html
    • Como funcionam as caixas LOCKSS?
      • A caixa está constantemente coletando novos dados, validando seu próprio conteúdo com outras caixas LOCKSS, reparando qualquer dano, monitorando o acesso dos usuários ao conteúdo preservado e disponibilizando-o de forma transparente caso o editor não possa torná-lo acessível.
    •  
    •  
    •  
    • Aliança LOCKSS
      • É possível formar alianças independentes e gratuitas com outros usuários do LOCKSS, mas participar da Aliança LOCKSS tem suas vantagens econômicas.
      • A Aliança está governada por uma mesa diretora e conta com um grupo técnico formado por membros da equipe do projeto.
      • As contribuições servem para ajudar no desenvolvimento do software e criar um fundo para que os membros possam participar das atividades e workshops organizados pela Aliança.
    • Participantes: bibliotecas e editores
      • São redes virtuais privadas permitindo que grupos de instituições criem parcerias colaborativas para preservar com segurança suas coleções digitais.
      • Cada biblioteca parceira preserva as cópias das revistas que ela assina ou das áreas que ela cobre, levando em consideração as restrições dos editores.
    • Participantes: bibliotecas e editores
      • Na declaração que os editores assinam estão incluídas as restrições que os bibliotecários devem observar, parecidas com aquelas no acordo das assinaturas em papel. Principalmente proibindo a redistribuição das publicações para outras instituições.
      • Digital Preservation and LOCKSS http://www.youtube.com/watch?v=TOE_Jw23cVg
    • Bibliotecas e Editores
      • Com permissão dos editores, o LOCKSS habilita bibliotecas a coletar, preservar e distribuir para seus leitores cópias do material que as bibliotecas assinam.
      • Cada biblioteca participante possui um Web crawler que:
          • confere o site da revista
          • confirma que o editor permite ao crawler fazer o download da publicação
          • faz download das novas edições da publicação.
    •  
    • As caixas LOCKSS...
      • Sabem onde estão as outras cópias, mesmo que cada biblioteca participante assine outros jornais.
      • Como um sistema auto-validador, elas procuram replicas daquelas publicações entre suas parceiras da rede.
      • Elas comparam continuamente o conteúdo coletado por outras caixas LOCKSS e repara as diferenças, substituindo a publicação com outra cópia do editor ou de um parceiro da rede.
    • Monitoramento LOCKSS
    • As caixas LOCKSS
      • Não há necessidade de fazer back up das cópias.
      • Os editores não precisam imprimir muitas cópias dos seus periódicos.
      • Com o limite de uso do material preservado que possua direitos autorais, os detentores de tais direitos são persuadidos de forma mais efetiva a conceder as permissões necessárias.
    • Benefícios para os editores
      • Oferece um meio de arquivar a longo prazo uma publicação, mesmo que o tempo de vida da instituição editora tenha acabado.
      • Permite o acesso perpetuo para usuários autorizados
      • Permite a continuidade das relações de negócios entre as bibliotecas e as instituições editoras
      • Não entra em conflito com o modelo de negócios padrão para aquisição de materiais nas bibliotecas.
    • Evolução do LOCKSS
      • Metadados
      • Inicialmente, os bibliotecários participantes mencionaram a necessidade de muitos metadados descritivos para cada objeto digital (periódico).
      • O cumprimeto disso precisaria de um grupo de trabalho especializado e de alto orçamento.
      • A solução foi optar que o LOCKSS se concentrasse na preservação das cópias dos periódicos.
      • Os bibliotecários, independentemente de participarem do LOCKSS podem acrescentar todos os metadados que considerem necessários.
    • Evolução do LOCKSS
      • Migração
      • Um periódico preservado hoje poderá ser visualizado no futuro por usuários com novos softwares?
      • Qual será o browser que as pessoas usarão em 2040?
      • Os browsers de 2040 reconhecerão um formato obsoleto de 2007?
      • LOCKSS resolve esse problema com um processo automatizado de migração de formato que converterá o periódico para um formato atualizado.
    • Evolução do LOCKSS
      • Mudança?
      • Os bibliotecários voltaram a ser os guardiões das coleções (agora em formato digital).
      • As teses e dissertações digitais estão sendo armazenadas para preservação no LOCKSS.
      • Arquivos oficiais do Governo Americano também estão sendo armazenados no LOCKSS.
      • Periódicos importantes publicados por editores independentes estão procurando o LOCKSS.
    • Evolução do LOCKSS
      • Mudança?
      • Os periódicos custodiados no LOCKSS até hoje são de países do primeiro mundo.
      • As instituições que participam da Aliança também são de paises do Hemisfério Norte.
      • Existe a Aliança CLOCKSS (com “C” por “Control”) de 12 editores e sete instituições que decidem sobre a disponibilidade de periódicos que não estão mais acessíveis.
      • A Library of Congress entrou no projeto para estudar a viabilidade do LOCKSS ser usado nas suas coleções digitais que crescem a cada dia.
    • Bibliografia LOCKSS
      • Chris Dobson, From Bright Idea to Beta Test, The Story of LOCKSS, by, F1 Services Inc., SEARCHER: The magazine for Database Professionals , February, 2003; pages 50 - 53.
      • David S. H. Rosenthal, Thomas Lipkins, Thomas Robertson, Seth Morabito, “Transparent Format Migration of Preserved Web Content” D-Lib magazine, Volume 11, Number, 1 January, 2005.
      • http://www.dlib.org/dlib/january05/rosenthal/01rosenthal.html
      • Vicky Reich, “Editors' Interview with Victoria Reich, Director, LOCKSS Program”, Volume 10, Number 1, Feb 15 2006. www.rlg.org/en/page . php ? Page_ID =20894
    • Bibliografia LOCKSS
      • Petros Maniatis, Mema Roussopoulos, TJ Giuli, David S. H. Rosenthal, Mary Baker, and Yanto Muliadi, "LOCKSS: A Peer-to-Peer Digital Preservation System " ACM Transactions on Computer Systems (TOCS)
      • Vicky Reich "Lots of Copies Keep Stuff Safe As A Cooperative Archiving Solution for E-Journals" , Issues in Science and Technology Librarianship. Fall 2002 http://www.istl.org/02-fall/article1.html
    • Como funciona Miguel Ángel Márdero Arellano MCT/Ibict