Your SlideShare is downloading. ×
0
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
CARINIANA
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

CARINIANA

1,465

Published on

Apresentação sobre a Rede Nacional de Preservação Digital do IBICT no X CINFORM, Salvador, Bahia, setembro 2011

Apresentação sobre a Rede Nacional de Preservação Digital do IBICT no X CINFORM, Salvador, Bahia, setembro 2011

Published in: Technology
0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,465
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  1. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  2. ~MCT~ MINISTÉRIO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO Ministro Aluízio Mercadante
  3.  
  4. ~IBICT~ INSTITUTO BRASILEIRO DE INFORMAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA Diretor Emir Suaiden
  5.  
  6. ~CGPD~ COORDENAÇÃO GERAL DE PESQUISA E MANUTENÇÃO DE PRODUTOS CONSOLIDADOS Coordenadora Geral Mara Carmen Romcy de Carvalho
  7. ~COAC~ COORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO À COMUNIDADE Coordenador Miguel Ángel Márdero Arellano
  8. ~COAC~ Programa Institucional: Pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de Informação e da Comunicação para consolidar a Sociedade da Informação e do Conhecimento Tema: Pesquisa e desenvolvimento de um sistema para preservação digital Bolsistas: Leonardo Miranda, Cláudia Borges, Raquel Tavares e Erinalva Sales Colaborador: Alexandre Faria
  9. ~COAC~ Projeto Estruturante (PDU 2011-2015) Construção da Rede Nacional de Preservação Digital Metas: Desenvolver política de preservação digital da rede nacional. Criar a infraestrutura tecnológica necessária. Implantar a rede nacional Integrar a rede nacional à iniciativa LOCKSS
  10. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>OBJETIVO </li></ul><ul><ul><li>Estudar e propor uma política de preservação digital para o gerenciamento dos registros digitais institucionais e implantar no Ibict uma solução tecnológica e metodológica de preservação digital. </li></ul></ul><ul><li>COMPROMISSO </li></ul><ul><ul><li>A preservação dos produtos e serviços que o Ibict repassa à comunidade (Teses, dissertações, livros eletrônicos, periódicos, portais de eventos, repositórios digitais, bibliotecas virtuais e acervos digitais depositados em outros locais). </li></ul></ul>
  11. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul><ul><ul><li>2002 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Grupo de Trabalho </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>2008 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Projeto de Gestão para o Ibict </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Defesa de tese </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>2010 </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Finalização da etapa de estudos (PDU 2010) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>contratação de bolsistas; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>apresentação da iniciativa para editores científicos no I EUSEER </li></ul></ul></ul>
  12. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>A POLÍTICA: </li></ul><ul><ul><li>Esta baseada numa lista de requisitos funcionais que garantem a validade dos registros e a sua permanência. </li></ul></ul><ul><ul><li>Subsidia a comprovação da conformidade da Rede com o modelo de referência OAIS (ISO 14721:2003 ). </li></ul></ul><ul><ul><li>Indica as diretrizes a serem adotadas pelo Ibict e parceiros com relação aos critérios para retenção permanente e temporária de documentos digitais. </li></ul></ul>
  13. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>A SOLUÇÃO TECNOLÓGICA: </li></ul><ul><ul><li>Mecanismos de integração das suas funções com outros sistemas em funcionamento no IBICT (BDTD, SEER, SOAC, DSPACE) </li></ul></ul><ul><ul><li>Metodologias para controle das mudanças efetivas nos documentos digitais </li></ul></ul><ul><ul><li>Mecanismos que facilitem a automatização dos processos de identificação, validação e conversão de formatos digitais a serem adotados. </li></ul></ul>
  14. ESCOPO DA REDE DE PRESERVAÇÃO DIGITAL DO IBICT
  15. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  16. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>A SOLUÇÃO TECNOLÓGICA: </li></ul><ul><ul><li>LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Está de acordo com a ISSO 14721:2003. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Usado na NDIIP (Infraestrutura Nacional de Informação Digital do Programa de Preservação Digital da Library of Congress), SOLINET, META ARCHIVES e DATA-PASS. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>É um sistema open-source e opera por meio de protocolo peer-to-peer (P2P) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Reconhecido pela ACM (Sociedade Mundial de Informática Educativa e Científica. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Escolhido pelas principais disseminadores de publicações científicas (ex.:PNAS, Spriger, Emerald e o PKP) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>É uma ferramenta compatível com o Modelo Open Archives </li></ul></ul></ul>
  17. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>FUNÇÕES TÉCNICAS DO LOCKSS: </li></ul><ul><ul><li>LOCKSS (Lots of Copies Keep Stuff Safe): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ela coleta o conteúdo da web de destino usando um endereço web. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Continuamente compara o conteúdo armazenado com o mesmo conteúdo coletado pelas caixas LOCKSS, e repara as diferenças. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ela atua como um proxy web ou cache, fornecendo acesso ao conteúdo da editora ou o conteúdo preservado conforme o caso. Ele também pode servir de conteúdo, metadados (URLs Open) via resolvedores. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ela fornece uma interface administrativa web que permite o gerenciador da caixa LOCKSS direcionar novos conteúdos para a preservação, monitorar o estado do conteúdo que está sendo preservado, e controlar o acesso ao conteúdo preservado. </li></ul></ul></ul>
  18. CAIXAS LOCKSS: COLETANDO O CONTEÚDO
  19. CAIXAS LOCKSS: COLETANDO O CONTEÚDO
  20. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  21. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  22. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  23. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul><ul><ul><li>2011 – Primeiro semestre: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>pesquisa bibliográfica, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>elaboração de um glossário, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redação do projeto geral, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Definição da política da rede, </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>levantamento de ferramentas para preservação; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>visita técnica à Universidade do Minho em Portugal. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Primeiros contatos com UFSC, IMPA, UFPB, PUC-RIO, USP </li></ul></ul></ul>
  24. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>HISTÓRICO: </li></ul><ul><ul><li>2011 – Segundo semestre: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>testes de instalação do LOCKSS; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>contatos com técnicos e diretora do LOCKSS; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>pesquisa online sobre participação de editores na rede nacional; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>visita técnica à META ARCHIVES e ao DATA-PASS; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>aprovação da Coordenação Geral; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>designação de orçamento; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>contratação de consultor; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>aquisição de servidor dedicado (12 Terabytes). </li></ul></ul></ul>
  25. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>Plano gestor da Rede 2011-2012 </li></ul><ul><ul><ul><li>Definição das condições de trabalho com parceiros externos e com pessoal técnico do Ibict. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Interação com desenvolvedores brasileiros para adaptação das funcionalidades do sistema LOCKSS. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Customização da versão teste da sub rede de preservação digital de periódicos de acesso livre. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Padronização dos formatos de objetos digitais a serem inseridos na versão piloto. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Capacitação do pessoal necessário para gerenciamento das sub redes </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disseminação das atividades da rede e a adoção da política de preservação do Ibict. </li></ul></ul></ul>
  26. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL
  27. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL <ul><li>ESTAGIO ATUAL </li></ul><ul><ul><ul><li>Transferência tecnológica </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Plano gestor da Rede </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Política de preservação da Rede </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Parcerias (Portugal, América Latina, PKP, Stanford University) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pesquisa de outros serviços de preservação digital. </li></ul></ul></ul>
  28. ~COAC~ CORDENAÇÃO DE ATENDIMENTO À COMUNIDADE
  29. ~CARINIANA~ REDE NACIONAL DE PRESERVAÇÃO DIGITAL

×