Your SlideShare is downloading. ×
0
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Acesso livre e Comunicação Científica: Intersecções

663

Published on

Apresentação no evento do dia do Bibliotecário na UFG, 8 de março de 2013.

Apresentação no evento do dia do Bibliotecário na UFG, 8 de março de 2013.

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
663
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
13
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Exemplos de repositórios de acesso livre podem ser encontrados no OpenDOAR service http://www.opendoar.org/
  • Transcript

    1. Acesso Aberto e Comunicação Científica:Questões para hoje e amanhã Miguel Ángel Márdero Arellano miguel@ibict.br
    2. Quando se fala derepositórios, acesso livre ou de preservação digital quais são as perguntas que surgem na cabeça?
    3. O compartilhamento dos dados daspesquisas mudou para práticasabertas.O gerenciamento individual dosdados das pesquisas foi substituídopelos repositórios de dadoscientíficos.A transparência no tratamento dosdados científicos prevalece em todasas comunidades científicas.
    4. Definição
    5. Como acontece
    6. • Na Internet disponibilizada gratuitamente a qualquer pessoa• Gratuitas para os leitores, algumas pagas pelos autores• Movimento do Acesso Livre (BOAI)• Iniciativa dos Arquivos Abertos (OAI)
    7. “Open Access é a disponibilidadegratuita para o público da Internetpermitindo a qualquer usuário a leitura,o download, a cópia, a distribuição,impressão, busca ou indexação dos textoscompletos destes artigos podendo usá-lospara quaisquer propósitos sem nenhumabarreira financeira, legal ou técnica.”
    8. Iniciativa dos Arquivos Abertos
    9. Provedores de DadosSistemas que utilizam o protocolo OAI-PHM como um meio de expormetadados. Esses provedores também podem oferecer acesso aberto atextos completos e a outros recursos.Provedores de ServiçosOs provedores de serviços utilizam os metadados coletados pelosharvesters via protocolo OAI-PHM como base para construção denovos serviços.Harvesters (coletadores)Programas que utilizam a interface oferecida pelo protocolo OAI-PMHpara coletar metadados. Eles importam os metadados dos provedores dedados e oferecem assim, a viabilidade de se construir novos serviçossobre esses dados coletados.
    10. Open Archive InitiativeServiços viabilizados: • Busca unificada • Descoberta de recursos via perfis de DSI - Atualização profissional via “harvesting pessoal” - Usuário escolhe assunto e repositórios digitais - Busca periódica • Biblioteca digital - Extensões do protocolo endereçando interfaces entre módulos de biblioteca digital completa.
    11. Open Archive InitiativeServiços viabilizados: • Formação de bases de dados (reutilização de metadados) - “harvesting” como opção de coleta de informação livre na Web - acesso ao objeto digital referenciado - integração global - bases temáticas, qualificadas, orientadas por problemas por missão e por tipologia documentária • Estabelecimento de redes cooperativas - Cooperação via “harvesting” - Integração com outras redes - Regionalização
    12. Open Archive InitiativeServiços viabilizados: • Biblioteca como publicadora - Kit de softwares - Promovendo a Preservação digital da memória acadêmica • Catálogo coletivo de revistas eletrônicas livres - Busca simultânea - metabuscador - Texto completo - Opção às assinaturas convencionais - Usuário: sugestões e avaliação
    13. Open Archive InitiativeServiços viabilizados: • Ambiente para submissão eletrônica de trabalhos de congresso em C & T - Submissão eletrônica - Avaliação/comentários on-line - Disponibilização Imediata - Impressão em papel e/ou em CD-ROM - Preservação digital das HP dos congressos • Edição de periódicos eletrônicos - Ambiente de submissão eletrônica - Revisão on-line - Comentários dos leitores
    14. Resumindo...Através das ações propostas e do esforçocolaborativo de grande número de pesquisadoresde origem multidisciplinar, foram desenvolvidassoluções tecnológicas e estabelecidos padrões deinteroperabilidade para melhorar a disseminaçãoda produção científica. - Open Conference Systems - DSpace - Open Monograph Press - Open Journal Systems - PKP Harvester
    15. Possibilitam e fomentam: – avaliação pelos pares ( referees) – busca e acesso (browsing, automated searches ) – divulgação e disseminação – publicação e comunicação – indexação e serviços de informação – armazenamento e preservação a longo-prazo – diminuição dos custos – preservação dos direitos autorais
    16. • 25.000 periódicos de acesso pago• 10.000 acesso aberto• Todos avaliados pelos pares - peer reviewed• 300 títulos revistas de acesso livre estão nas bases de dados do ISI - Institute for Scientific Information http://www.doaj.org/
    17. Repositório de acesso livre para que?1. Disponibilizar coleções digitais2. Geralmente tem vínculo institucional3. Algumas vezes é temático (por área)4. Interoperável5. Pertence a uma rede mundial6. Cria uma base de dados global de acesso aberto à pesquisa
    18. Repositório de acesso livre para que?7. É um site na Web onde autores ou seus intermediários depositam suas publicações científicas para serem acessadas por qualquer pessoa.8. Disponibilizar gratuitamente todo seu conteúdo.9. Não exigir assinatura ou cadastro para a leitura dos documentos que possui.10. É acesso livre mas restringe este acesso a itens específicos em redes locais, para usuários registrados ou para uma comunidade específica.
    19. Quais formas de acesso livre a sua biblioteca permite1. Permite a descentralização do processo de publicação por meio de softwares de código aberto e protocolos de comunicação.2. A través da Iniciativa de Arquivos Abertos (Open Archives Initiative – OAI) garante a interoperabilidade entre sistemas de informação e o acesso permanente à produção científica de qualidade.3. Adota algumas das políticas de direitos de autoria e metadados informados no projeto RoMEO da
    20. Que ações a favor do acesso livre a sua biblioteca promove?Adota software livre.Promove eventos sobre o assunto envolvendo os vários atores do processo de produção científica.Recomenda o auto- arquivamento por parte dos autores.Utiliza algum mecanismo para controle das versões dos textos.Padroniza o conjunto de metadados para
    21. Que ações a favor do acesso livre a sua iblioteca promove?Publicação das estatísticas de uso dos repositórios.Implementa o acesso aos repositórios usando ferramentas de redes sociais.Adota algum critério de seleção na criação das coleções digitais de acesso livre.Indexa o conteúdo dos seus repositórios em bases de dados de
    22. Que ações a favor do acesso livre a sua biblioteca promove?Divulgação do repositório como uma inovação no processo de publicação.Informa aos contribuintes como o investimento na universidade pode beneficiar a vida de todos.Reconhece os repositórios como canais de comunicação
    23. O Paradoxo da InternetAo mesmo tempo em que aInternet encarna a imagem dagrande biblioteca universal ondetoda e qualquer informação podeser encontrada, ela acaba por serapenas a continuidade de ummodelo econômico e decomunicação elitista , em queapenas uma pequena parcela dapopulação desfruta realmentedesses benefícios e, mesmo assim,com inúmeros problemas,dificuldades e ônus para esta
    24. Onde fica a Biblioteca atual? Prestação de serviços digitais emaior participação no processo de comunicação científica . Evoluindo para a construção de portais bibliotecários completos, integrados ao portal da instituição além dos serviços bibliotecários. Uso generalizado de softwares sociais na oferta de serviços
    25. Onde fica a Biblioteca atual? Difusora da informação Referência Formadora Custódia Recreativa Social Pesquisadora
    26. Biblioteca na era do conhecimento Acesso ao conhecimento Global Usuário produtor de informação Estimulo à produção científica Fortalecimento na produção de patentes Foco na melhoria e avaliação do Ensino (Scielo, Portais, etc.) Conduzir o processo do impresso ao Digital (Futuro Digital)
    27. Acesso Aberto eComunicação Científica: Questões para hoje e amanhã Miguel Ángel Márdero Arellano miguel@ibict.br http://slideshare.net/gemireki

    ×