Pip E.E. Pedro Domingues

  • 32,135 views
Uploaded on

 

More in: Travel , Business
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
32,135
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
267
Comments
0
Likes
2

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. E.E.”PEDRO DOMINGUES” PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA/2009 Correção
  • 2. AVALIAÇÃO DO PLANO Para avaliar a eficácia do P.I.P., serão reuniões mensais e/ou quando julgar necessárias. BIBLIOGRAFIA Livros do CEALE Prova Brasil Prova do proalfa Boletins Pedagógicos e outros.
  • 3. E.E. “PEDRO DOMINGUES” CÓDIGO 193950: Decreto de criação 19909 de 23/11/72; Autorização de série 09/02/80; Decreto de Implantação do Ensino Médio nº 44.193 de 28/12/00 Endereço: Rua Luci Faria, nº 60, Bairro Senhor dos Passos; CEP: 35490-000- Entre Rios de Minas- MG Diretor(a): Maria da Conceição Silva Miranda Vice - diretores: Pedro Canísio Matias Pereira Sílvia Fernandes Coelho Equipe Pedagógica: Juliana de Lima Moura Kinico Yoskizane Oliveira Maria Aparecida Fernandes Coelho Resende
  • 4. Anexo 1 E.E. “PEDRO DOMINGUES” PORTUGUÊS 2000 2002 2006 2006 2007 2008 PROEB PROEB PROEB PROEB PROVA PROEB BRASIL FASE IV 169 189 208 192 189,4 2006 9º ANO 230 244 253 234 242,2 255,7 3º ANO 275,2
  • 5. Anexo 2 E.E. “PEDRO DOMINGUES” MATEMÁTICA 2000 2002 2006 2006 2007 2008 PROEB PROEB PROEB PROEB PROVA PROEB BRASIL FASE IV 171 205 212 198 209,5 212,8 9º ANO 218 267 260 256 256 260,1 3º ANO 269,9
  • 6. Alunos que não sabem Série Professora Intervenções Total de Alunos ler e escrever 1- Daniela Resende de 3º Ano Izolina Moraes Leão Reforço no turno da tarde oferecido pelas 7 Moura alunas voluntarias do Ensino Médio com coordenação da supervisora e apoio da Direção. Assistência individual pela supervisora com trabalho individualizado. 2- Emanuel Resende Dias 3- Lucas Afonso Ferreira da Cruz 4- Rosa Maria Carvalho da Silva 5- Mateus de Assis Vaz 6- Sara Resende Campos 7- Jeferson Gonçalves da Silva 1- Pedro Gonçalves 3º Ano Valéria Maria Moreira e Trabalho Individual, reagrupamento Martins Sousa temporário, encaminhamento ao médico e á APAE 1- Ana Luiza Santos 3º Ano Sônia Regina Oliveira Reforço oferecido pelas alunas voluntarias 6 Andrade Resende do Ensino Médio com coordenação da supervisora e apoio da Direção. Trabalho Individualizado 2- Amanda Estefani Silva Gonçalves 3- Valdeci Júnior Moura da Silva 4-Vinícius José da Silva Moura 5- Willian Wellinton de * Freqüenta a APAE no contaturno Aquino 6- Milena Cristina da Cruz 1- Wellinton Gustavo de 4º Ano Maria de Lourdes Trabalho individual com atividades 2
  • 7. Oliveira Ventura Oliveira Resende diferenciadas. Reforço no turno da tarde Inácio oferecido pelas alunas do Ensino Médio Com Coordenação da Supervisora e apoio da direção. TOTAL DE ALUNOS CO 15 ALUNOS DIFICULDADES
  • 8. Diagnóstico da Escola As primeiras metas propostas pela Escola foram atingidas! Porém, nossos resultados, em todos os níveis de Ensino e disciplina avaliadas, estão abaixo dos índices de nossa cidade e da SER. Importante também é reduzir o número de alunos que se encontram no nível baixo da proficiência. A participação de nossos alunos na realização das provas também deixa a desejar. Observe: PROEB Ano Disciplina Escola Cidade SRE Brasil Particip Alunos com baixo R 5º Fund. MAT 212,75 222,83 224,61 192,95 92,41 24,66 9º Fund. MAT 260,13 264,94 265,41 241,63 70,07 14,1 3º M MAT 269,9 310,16 269,02 262,2 58,75 44% 5º Fund. PORT 206,1 209,94 209,49 175,96 96,25 29,7 9º Fund. PORT 255,74 255,94 256,17 229,96 67,88 12 3º EM PORT 275,23 290,34 279,4 253,49 66,25 29,7
  • 9. E.E.”PEDRO DOMINGUES” PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA MATÉRIA: PORTUGUÊS ANO: 5º Meta: Elevar a média de proficiência de 189 para 198, em 2008, 207 em 2009 e 216 em 2010 Descritores Metas Responsáveis 1- PROCEDIMENTOS DA LEITURA D0 Compreender frases ou partes que compõem um texto. Leitura diária de historias do professor PROFESSOR para o aluno, pelo aluno e Hora do BIBIOTECÁRIA Conto. MONITORA D1 Identificar um tema ou sentido global de um texto. Atividades de concentração/ musicalização, ilustração, caça, PROFESSOR palavras, cruzadinhas, jogos, (bingos VLUNTARIOS ortográficos, pesquisa ortográficas. ATRAVÉS DE PARCERIAS D2 Localizar informações explícitas em um texto. Trabalhar com diversos tipos de texto. PROFESSOR D3 Inferir informações implícitas em um texto. Leituras individuais, coletivas e PROFESSOR dialogadas. D5 Inferir o sentido de palavras ou expressão. Leituras individuais, coletivas e PROFESSOR dialogadas. D10 Distinguir um fato da opinião relativa a esse fato. Trabalhar com recorte de reportagens, PROFESSOR de jornais e de revistas e concluir com textos reescritos pelos alunos. II- INPPLICAÇÃO DO SUPORTE, DO GENERO E/OU DO ENUNCIADOR DA COMPREENÇÃO DO TEXTO.
  • 10. D6 Identificar o gênero de um texto Trabalhar diferentes tipos de textos. Relatório, carta, oficio, bilhete, documentos pessoais, historia em quadrinhos, rótulos, bulas, contas (água, luz, telefone) D7 Identificar a função de texto de diferentes gêneros. Trabalho individual e diferenciado. PROFESSOR D8 Interpretar textos que conjuga linguagem verbal e não Dramatizações, desenhos, cartazes, SUPERVISORA verbal produzir a partir de cenas, tempestade MONITORA mental III-COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSAMENTO DO TEXTO D11 Reconhecer relações lógico-discursivas, presentes no Interpretações de textos (e gramática PROFESSOR texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. contextualizada) D12 Estabelecer relação causa/conseqüência entre partes e Leitura parcial do texto com leitura e PROFESSOR elementos do texto. intervenção do professor. D15 Estabelecer relações entre partes de em texto, Atividades de ordenação de palavras, PROFESSOR identificando repetições e substituições que contribuem frases e parágrafos. para a sua continuidade. D19 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos Trabalhar textos em que o aluno possa que compõem a narrativa. reconhecer o tema principal e os personagens. IV-RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E EFEITOS DE SENTIDO D13 Identificar efeitos de ironia em textos Trabalho com gibis e filmes PROFESSOR D21 Reconhecer o efeito de sentido decorrendo do uso de Leitura com entonação, pontuação, PROFESSOR pontuação e de outras notações harmonia e ritmo.
  • 11. V-VARIAÇÃO LINGUÍSTICA D13 Identificar marcas lingüísticas que evidenciam o locutor Trabalho com os contos, casos PROFESSOR, e o interlocutor de um texto. interessantes, folclore, músicas, MONITORES E cantigas, jogos, brincadeiras, etc. VOLUNTÁRIOS
  • 12. E.E.”PEDRO DOMINGUES” PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA MATÉRIA: Matemática ANO: 9º Meta: elevar o nível de proficiência de 256 para 263 em 2008, 270 em 2009 e 278 em 2010 Descritores Ações Responsáveis 1- Espaço de forma D1 Identificar a localização de pessoas e objetos em mapas, Construção, análise e interpretação de PROFESSORES DE croquis e outras representações gráficas. gráficos e tabelas MATEMÁTICA E CIÊNCIAS D2 Identificar prioridades de figuras tridimensionais, Montagem de figuras tridimensionais, PROFESSOR DE relacionando-as com suas planificações. realçando suas planificações com papel MATEMÁTICA ofício. Colorir e recortar. D3 Identificar propriedades de triângulos pela comparação Utilizar régua e compasso para PROFESSOR DE de medidas de lados e ângulos. construção de triângulos, estudando MATEMÁTICA assim, suas propriedades. D4 Identificar relação entre quadriláteros por meio de suas Trabalhar com materiais concretos PROFESSOR DE propriedades. feitos em cartolina e papel ofício. MATEMÁTICA Incentivar o uso da régua. D5 Reconhecer a conservação ou modificação de medidas Trabalhar com papel quadriculado para PROFESSOR DE dos lados, do perímetro, da área em aplicação e/ou reforçar noções de perímetro e áreas. MATEMÁTICA redução de figuras usando malhas quadriculadas.
  • 13. D6 Reconhecer ângulo como: Mudança de direção ou giro, Trabalhar ponteiros do relógio, o uso PROFESSOR DE área delimitada por duas semi-retas de mesma origem. de régua e transferidor. MATEMÁTICA D7 Identificar propriedades de figuras semelhantes Usar caderno quadriculado. PROFESSOR DE construídas com transformação (redução, ampliação, MATEMÁTICA translação e rotação). D8 Utilizar propriedades dos polígonos regulares (soma de Aprofundar estudos de ângulos. PROFESOR DE seus ângulos internos, número de diagonais, cálculo de Desenhar polígonos em cartolina e MATEMÁTICA medida de cada ângulo interno). papel ofício. Incentivo do uso da régua e transferidor. D9 Identificar e localizar pontos no plano cartesiano e suas PROFESSOR DE coordenadas e vice-versa. MATEMÁTICA D10 Utilizar relações métricas do triângulo retângulo e PROFESSOR DE Teorema de Pitágoras. MATEMÁTICA D11 Utilizar as propriedades e relações dos elementos do Uso do compasso para formar várias PROFESSOR DE círculo e da circunferência. transferências e aprofundar seu estudo. MATEMÁTICA II – GRANDEZAS E MEDIDAS (2ª maior deficiência da PROFESSOR DE escola) MATEMÁTICA D12 Resolver situações-problema envolvendo o cálculo do Identificar e resolver problemas com PROFESSORES DE perímetro e da área de figuras planas. aplicações práticas. MATEMÁTICA, CIÊNCIAS E PORTUGUÊS D13 Utilizar as noções de volume Identificar e resolver problemas. PROFESSOR DE MATEMÁTICA D14 Utilizar as relações entre diferentes unidades de Identificar, comparar e resolver PROFESSOR DE medida. problemas práticos. MATEMÁTICA III – NÚMEROS E OPERAÇÕES – ÁLGEBRAS E PROFESSOR DE FUNÇÕES MATEMÁTICA
  • 14. D15 Identificar e localização de números racionais na reta Fazer a reta numérica em cartolina. MATEMÁTICA numérica. D16 Identificar a localização de números racionais na reta PROFESSOR DE numérica. MATEMÁTICA D17 Resolver situações-problema com números naturais PROFESSOR DE envolvendo diferentes significados das operações MATEMÁTICA (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação). D18 Resolver situações-problema com números D15 a D18: Identificar e resolver PROFESSOR DE envolvendo operações (adição, subtração, problemas e rever conceitos básicos MATEMÁTICA multiplicação, divisão e potenciação). (8º e 9º ano) D19 Reconhecer as diferentes representações de um PROFESSOR DE número racional. MATEMÁTICA D20 Identificar fração como representação que pode estar PROFESSOR DE associada a diferentes significados. MATEMÁTICA D21 Identificar frações equivalentes PROFESSOR DE MATEMÁTICA D22 Reconhecer as representações decimais dos números D19 a D22: Identificar. Reconhecer e PROFESSOR DE racionais como uma extensão de sistema de resolver problemas práticos. MATEMÁTICA numeração decimal, identificando a existência de “ordens” como décimos, centésimos e milésimos. D23 Resolver situações-problema com números racionais Formular atividades que levem o aluno PROFESSOR DE envolvendo as operações (adição, subtração, a interpretar os dados e resolver MATEMÁTICA multiplicação, divisão, potenciação). situações-problema. D24 Efetuar cálculos simples com valores aproximados de Intensificar o número de atividades PROFESSOR DE radicais. que reforcem a leitura e a MATEMÁTICA interpretação. D25 Resolver situações-problema envolvendo PROFESSOR DE porcentagem. MATEMÁTICA
  • 15. D26 Resolver situações-problema que envolve variação PROFESSOR DE proporcional direta ou inversa entre grandezas. MATEMÁTICA D27 Resolver situações-problemas que envolvam PROFESSOR DE equação do 1º grau e 2º grau. MATEMÁTICA D28 Identificar uma equação ou inequação do 1º grau Dar mais ênfase ao estudo das PROFESSOR DE que expressa um problema e representar equações. MATEMÁTICA geometricamente uma equação do 1º grau. D29 Resolver situação-problema envolvendo sistemas do PROFESSOR DE 1º grau. MATEMÁTICA D30 Identificar a relação entre as representações D23 a D30: (Principal problema da PROFESSOR DE algébrica e geométrica de um sistema de equações escola). Identificar e resolver MATEMÁTICA do 1º grau. problemas relacionados à álgebra com aplicações práticas. IV – TRATAMENTO DE INFORMAÇÃO D31 Interpretar e utilizar informações apresentados em Construção de gráficos e tabelas. PROFESSORES DE tabelas. Análise e interpretação das mesmas. HISTÓRIA, GEOGRAFIA, MATEMÁTICA E CIÊNCIAS D32 Associar informações apresentadas em listas e/ou PROFESSORES DE tabelas simples aos gráficos que representam e vice- HISTÓRIA, versa. GEOGRAFIA, MATEMÁTICA E CIÊNCIAS D33 Interpretar, comparar e utilizar dados apresentados PROFESSORES DE em gráficos 9 coluna, segmento e setores). HISTÓRIA, GEOGRAFIA, MATEMÁTICA E CIÊNCIAS
  • 16. E.E.”PEDRO DOMINGUES” PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA MATÉRIA: PORTUGUÊS ANO: 9º Meta: Elevar o nível de proficiência de 242 para 251 em 2008, 260 em 2009, 269 em 2010. DESCRITORES METAS RESPONSÁVEIS D1 Identificar um tema ou o sentido global de um texto. Através de textos fazer com que o PROFESSOR DE aluno entenda a idéia central. Para isso, PORTUGUÊS E trabalhar com textos diversos como: APOIO DOS anúncios, charges, gráficos, autdoor, PROFESSORES DE filmes, bulas, receitas, textos CIÊNCIAS, complexos (idéia central de um GEOGRAFIA E parágrafo, até o texto todo). Expressar HISTÓRIA. oralmente e por escrito o que leu, ouviu, escreveu e opinar. D2 Localizar informações implícitas em um texto. Através de textos fazer com que o IDEM aluno entenda a idéia central. Para isso, trabalhar com textos diversos como: anúncios, charges, gráficos, autdoor, filmes, bulas, receitas, textos complexos (idéia central de um parágrafo, até o texto todo). Expressar oralmente e por escrito o que leu, ouviu, escreveu e opinar. Projeto “Banca de Leitura”
  • 17. Projeto “Se liga, fique por dentro” Projeto “Resgatar” D3 Inferir informações implícitas em um texto. IDEM D5 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão. IDEM D10 Distinguir fato de opinião Colocar-se na opinião do autor para IDEM verificar se sua visão é holística, fragmentada ou tendenciosa. II – IMPLICAÇÕES DO SUPORTE, DO GÊNERO E/OUDO ENUNCIADOR DA COMPREENÇÃO DO TEXTO. D6 Identificar o gênero de um texto. Disponibilizar textos diversos para que IDEM os alunos os manuseiem e reconheçam suas peculiaridades, bem com suas finalidades. D7 Identificar a função de textos de diferentes gêneros; IDEM IDEM D8 Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e Através de textos fazer com que o não-verbal. aluno entenda a idéia central. Para isso, trabalhar com textos diversos como: anúncios, charges, gráficos, autdoor, filmes, bulas, receitas, textos complexos (idéia central de um parágrafo, até o texto todo). Expressar oralmente e por escrito o que leu, ouviu, escreveu e opinar. III – RELAÇÃO ENTRE TEXTOS IDEM D18 Reconhecer posições distintas entre duas ou mais Trabalhar com vários textos para IDEM relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema. identificar opiniões diversas sobre um mesmo tema, comparando-as. D20 Reconhecer diferentes formas de abordar uma IDEM IDEM
  • 18. informação ao comprar que tratam do mesmo tema. IV – COERÊNCIA E COESÃO NO PROCESSO DO IDEM TEXTO D11 Reconhecer relações lógico-discursivas presentes no Produzir textos a partir de problemas IDEM texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. do cotidiano, estabelecendo relações de causa e conseqüência, utilizando os elementos coesivos adequados bem como um vocabulário mais elaborado e concordância apropriadas (nominal e verbal). D12 Estabelecer relações lógico-discursivas presentes no IDEM IDEM texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc. D15 Estabelecer relações entre partes de um texto, IDEM IDEM identificando repetições ou substituições que contribuem para sua continuidade. D16 Estabelecer relações entre partes de um texto a IDEM IDEM partir de mecanismos de concordância verbal e nominal. D19 Identificar o conflito gerador de enredo e os Apresentar textos narrativos aos alunos IDEM elementos que compõem a narrativa. para que possam reconhecer os elementos próprios de uma narração, abstraindo a mensagem para que possa valer-se dela para a sua vida. D14 Identificar a tese de um texto. Levar para os alunos textos IDEM argumentativos para a identificação da tese (idéia principal) e doa argumentos positivos e negativos ( Vantagens e desvantagens). Levar temas para os alunos elaborarem
  • 19. uma tese e argumentos positivos e negativos. D26 Estabelecer relações entre a tese e os argumentos IDEM IDEM oferecidos para sustentá-la. D27 Diferenciar as partes principais das secundárias em IDEM IDEM textos. V – RELAÇÕES ENTRE RECURSOS EXPRESSIVOS E IDEM EFEITOS DE SENTIDO D23 Identificar efeitos de ironia ou humor em textos. Utilizar charges e tirinhas para mostrar IDEM que críticas e problema podem ser tratados com bom humor, chamando mais a sua atenção e fixando melhor o seu conteúdo. D28 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da Levar o aluno a perceber que as IDEM escolha de uma determinada palavra ou expressão. palavras, por terem vários significado, assumem sentidos diferentes e que elas devem ser analisadas dentro de um contexto e não isoladamente. D21 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso de Levar o aluno a perceber a importância IDEM pontuação e de outras notações. do uso da pontuação e leitura com entonação. D25 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso de Levar o aluno a perceber que as IDEM recursos ortográficos e morfossintáticos. palavras, por terem vários significados, assumem sentidos diferentes e que elas devem ser analisadas dentro de um contexto e não isoladamente. VI – VARIAÇÃO LINGUÍSTICA IDEM D13 Identificar marcas lingüísticas que evidenciam o Respeitar as diferenças regionais e uso IDEM locutor e o interlocutor de um texto correto da linguagem culta (padrão)
  • 20. Ciências E.E.”PEDRO DOMINGUES” PLANO DE INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA MATÉRIA: MATEMÁTICA ANO: 5º Meta: Elevar o nível de proficiência de 208 para 213 em 2008, 217 em 2009, 222 em 2010. DESCRITORES METAS RESPONSÁVEIS 1- Espaço de forma D1 Identificar a localização/movimentação de pessoas e Construção de tabelas, gráficos, croquis Todos os professores da objetos em mapas, croquis e outras representações e outras representações gráficas. Fase Introdutória ao 5º gráficas. Análise e interpretação das mesmas. ano. (Geo, Hist, Por, Mat, Ciê, Art, Ing, Rel, Ed. Fís.) D2 Identificar posições relativas de retas no plano Trabalhando coordenadas geográficas, IDEM (paralelas e concorrentes). utilizando instrumentos de medida (régua compasso) D3 Relacionar figuras tridimensionais (cubo e bloco Confecções de figuras geométricas em IDEM retangular) com suas planificações. papel cartão, cartolina e outros. D4 Reconhecer um figura plana ( triangulo, quadrilátero Utilizar quadriculados, de desenho, de IDEM e pentágono) de acordo com o numero de lados. cartografia e outros. D5 Identificar quadriláteros (quadrado, retângulo, Observação do meio ambiente (urbano IDEM trapézio, paralelograma, losango), observando as e rural) posições relativas entre seus lados.
  • 21. II – GRANDEZAS E MEDIDAS D6 Estimar medidas e grandezas, utilizando unidades Utilizar as medidas padrão em IDEM de medida convencionais ou não. situações cotidianas. D7 Resolver problema utilizando unidades de medida Trabalhar com principal apoio da IDEM padronizadas com Km/m/cm/mm, L/ml, bem como Geografia (escala). Trabalhar com o as convenções entre L e Ml e as conversões entre concreto Por ex.: medir altura dos tonelada e Kg. alunos, objetos, comparar. D8 Estabelecer relações entre unidades de medida de Trabalhar calendário, datas IDEM tempo (milênio, século, década, ano , mês, semana, comemorativas, cívicas, fusos horários, quinzena, dia, hora, minuto, semestre, trimestre, e etc. bimestre) na resolução de problema. D9 Ler e interpretar horas em relógios digitais e de Conhecimento de vários tipos de IDEM ponteiros. relógios. D10 Estabelecer relações entre horário de inicio e de Trabalhar noções de tempo e espaço. IDEM término e/ou intervalo de duração de um evento ou acontecimento. D11 Resolver problema envolvendo o cálculo do Utilização de cadernos quadriculares IDEM perímetro de figuras planas, desenhadas em áreas quadriculares. D12 Resolver problemas envolvendo o cálculo da área de Utilização de cadernos quadriculares IDEM figuras planas desenhadas em malhas quadriculares III-NUMEROS E OPERAÇÕES – ÁLGEBRAS E FUNÇÕES D13 Reconhecer e utilizar características do sistema de Utilização do Q.P., material dourado e IDEM numeração decimal, tais como agrupamento e trocas ábaco. na base 10 e principio do valor posicional D14 Reconhecer a escrita, por extenso, dos numerais. Preenchimento de cheques, tabelas, etc. IDEM D15 Identificar a localização de números naturais na Utilização de retas numéricas, etc. IDEM ereta numérica
  • 22. D16 Resolver problemas com números naturais, Criação de problemas trabalhando as IDEM envolvendo diferentes significados da adição noções de adição e tabuada. D17 Resolver problemas com números naturais, Criação de problemas trabalhando as IDEM envolvendo diferentes significados da subtração noções de subtração e tabuada. D18 Resolver problemas com números naturais, Criação de problemas trabalhando as IDEM envolvendo diferentes significados da multiplicação noções de multiplicação e tabuada. D19 Resolver problemas com números naturais, Criação de problemas trabalhando as IDEM envolvendo diferentes significados da divisão noções de divisão e tabuada. D20 Identificar diferentes representações de um mesmo Trabalhar frações equivalentes através IDEM número decimal de comparações e materiais concretos D21 Localizar números racionais da forma decimal na IDEM reta numérica D22 Estabelecer troca entre cédula e moeda em funções Criação de lojinhas em sala de aula IDEM de seus valores para que possa trabalhar a troca. Uso do “dinheiro” D23 Calcular adição de números racionais na forma Soma de frações e problemas. IDEM decimal D24 Calcular subtração de números racionais na forma Subtrações de frações e problemas IDEM decimal envolvendo tal operação. D25 Resolver problemas com números racionais Resolver e criar problemas, atividades IDEM expresso na forma decimal envolvendo diferentes e exercícios. significados da adição D26 Resolver problemas com números racionais Resolver e criar problemas, atividades IDEM expresso na forma decimal, envolvendo diferentes e exercícios significados da subtração D27 Resolver problemas com números racionais Resolver problemas com dois IDEM expressos na forma decimal envolvendo adição e raciocínios. subtração
  • 23. D28 Resolver problema envolvendo o quociente de um Identificar que o numero nulo não é o IDEM número racional da forma decimal pro um numero divisor e nenhum número. natural não nulo e problemas algébricos Trabalhar álgebra no 5º ano IV- tratamento de informação D29 Ler e interpretar informações e dados apresentados Trabalhar com várias tabelas de forma IDEM, principalmente em tabela. interdisciplinar geografia D30 Ler e interpretar informações e dados apresentados Trabalhar várias tabelas (jornais, IDEM, principalmente em gráfico de coluna. revistas, etc.) geografia
  • 24. Responsáveis pela Elaboração e Execução do Plano de Intervenção Pedagógica 1 31 2 32 3 33 4 34 5 35 6 36 7 37 8 38 9 39 10 40 11 41 12 42 13 43 14 44 15 45 16 46 17 47 18 48 19 49 20 50 21 51 22 52 23 53
  • 25. 24 54 25 55 26 56 27 57 28 58 29 59 30 60
  • 26. Projetos desenvolvidos pela escola visando melhorar os índios das avaliações externas: 1. Projeto Monitora 2. Executores: alunos do Ensino Médio e Professores estagiários 3. Período de realização: durante toso o ano letivo 4. Professores beneficiadas: alunos do Ensino Fundamental 5. Histórico: a idéia do projeto foi levantar a partir das reuniões do PIP, onde foram constatadas dificuldades dos alunos em diversos conteúdos. 6. Desenvolvimento: Direção e supervisão farão o convite a alunos do Ensino Médio e professores voluntários para desenvolverem em trabalho de reforço para alunos que tenham dificuldades diversas no contraturno. 7. Constantemente os professores refletirão a respeito do progresso (ou não) dos alunos atendidos pelo projeto. Tal reflexão implicará na busca de novas estratégias de ensino.
  • 27. Escola Estadual “Pedro Domingues” PROJETO RESGATAR IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO: Projeto Resgatar (Recuperação Paralela e Contínua em língua Portuguesa) EXECUTORES DO PROJETO: Equipe de professores de língua Portuguesa regentes da Escola Estadual “Pedro Domingues”, a saber: • Áurea de Oliveira Matias Campos; • Elisa Ferreira Lima; • Inês Bacharel da Cruz; • Maria Lúcia de Carvalho; • Maria Luíza Resende Leão; • Tatiana Rodrigues e Silva; • Maria Helena Piris de Souza, professora de língua portuguesa em Ajustamento Funcional. COORDENADORA DO PROJETO: Maria Helena Piris de Souza e Costa. PERÍODO DE REALIZAÇÃO: Durante todo o ano letivo, com início em 01/03/09. CLIENTELA ALVO: Todos os alunos da Escola Estadual “Pedro Domingues” a partir do 6º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio e PAV, que apresentarem baixo rendimento escolar e/ou dificuldade de aprendizagem, bem como falta de hábito de estudo e/ou leitura. Foram inseridos no Projeto cerca de 6 a 10 alunos por turma, totalizando aproximadamente, 230 alunos (há 23 turmas). NÚMEROS DE PESSOAS BENEFICIADAS: Aproximadamente 230 alunos em diferentes etapas da construção do conhecimento. HISTÓRICO DO PROJETO: A idéia do projeto nasceu da observação e constatação da dificuldade dos alunos em utilizarem a língua escrita, a língua oral, interpretarem e produzirem textos e também devido à falta de leitura. Em conseqüência disso, há grande escassez vocabular e diversas dificuldades ortográficas. DIAGNÓSTICO: A Escola Estadual “Pedro Domingues”, fundada em 23/10/1972, localiza- se na Rua Luci Faria, número 60, na cidade de Entre Rios de Minas. Atende cerca de 1000 alunos, distribuídos em 3 turnos, mantendo desde o primeiro ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio e ainda o Projeto PAV.
  • 28. Os alunos são oriundos da Zona Urbana e rural, sendo a maior parcela distribuidora de dificuldade sócio-econômicas e pertencentes à classe social média baixa. Muitos alunos estão desmotivados, apresentam dificuldades de aprendizagem e os pais pouco participam da vida escolar de seus filhos. Também há um pouco da situação inversa: alunos dedicados, com interesse e pais comprometidos. A rede física é insuficiente para atender a demanda de alunos, por isso algumas turmas funcionam em salas alugadas nas proximidades da escola. Algumas pessoas da comunidade participarão do Projeto, doando jornais e revistas. JUSTIFICATIVA: em reunião da área de língua portuguesa, a equipe decidiu implementar o Projeto, pois realmente constatou-se a necessidade de reforçar a língua escrita, a interpretação de textos, a ortografia, a leitura, dentre outros registros. OBJETIVOS: • Desenvolver habilidades de comunicação escrita e interpretação textual. • Escrever com clareza, legibilidade, coerência, concisão e coesão. • Produzir textos permeados de objetividade e ortograficamente corretos. • Compreender e exercitar os conceitos de continuidade e progresso textual. • Inserir, através de textos produzidos, valores socialmente, valores interiores, beleza interior e exterior, tradicionalismo, convenções, influências do outro sobre os nossos pontos de vista. • Aprimorar a linguagem escrita, exercitando-a a partir de orientações da língua padrão. • Ampliar o vocabulário e desenvolver o senso de precisão semântica a partir de exercícios direcionados para este fim. • Observar e colocar em uso aspectos discursivos, estilísticos e semânticos relacionados a produção de textos. • Desenvolver o hábito e o gosto pela leitura. • Melhorar o desempenho dos alunos nas avaliações externas. (SIMAVE, PAAE, ENEM, PASES, PROVA BRASIL, dentre outros). ESTRATÉGIAS: • Os professores de língua portuguesa selecionarão, em suas respectivas turmas, os alunos que necessitam de um reforço (através de observação das atividades em classe e de testes diagnósticos) • A professora Maria Helena (em Ajustamento Funcional) selecionará textos de jornais e revistas e os direcionará aos professores, que, por sua vez, repassarão aos alunos, atribuindo determinadas atividades. • Os alunos colocarão os textos em seus cadernos e desenvolverão as atividades propostas, dentro do prazo de uma semana. Os cadernos serão recolhidos pelas respectivas professoras e encaminhados a Maria Helena, que fará a correção dos mesmos e sugerirá aos professores novas atividades. • Semanalmente haverá novas atividades e os alunos se dedicarão a elas. RECURSOS UTILIZADOS NO PROJETO: jornais, revistas, Xérox de textos diversificados, tesoura, caneta, lápis, borracha e um caderno para cada aluno. Um jornal (Estado de Minas) é assinado pela escola, revistas serão doadas pela comunidade e cada aluno adquirirá seu próprio caderno.
  • 29. AVALIAÇÃO: a avaliação será realizada semanalmente por MARIA Helena, após correção das atividades. P progresso ou não dos alunos será relatados aos respectivos professores. À parte, serão registrados em um caderno os nomes dos alunos inseridos no Projeto e o desempenho semanal de cada um. A partir do desempenho individual do aluno, as estratégias serão direcionadas de forma a tender as diferenças individuais, procurando sanar as dificuldades. Haverá intercâmbio entre os professores de língua portuguesa e a professora Maria Helena para divulgação de progressos alcançados, bem com sugestão e necessidade de novas atividades e/ou estratégias e também sobre o andamento doa conteúdos em classe. Dependendo do resultado das avaliações sistemáticas do Estabelecimento, novos alunos poderão ser incluídos ou dispensados do Projeto.
  • 30. “ Formar é levar o aluno a encarar o próprio caminho, a transformar-se, a evoluir, a refletir, a mover-se e relacionar-se.” Maria Cecília Pereira da Silva Mestre em Psicologia da Educação Projeto regatar Recuperação paralela e contínua O Importante é estar sempre tentando algo, persistir mesmo quando a luta nos desanima e parece ser em vão nossos esforços. A Persistência é a Graça das Graças. Juntos, podemos muito mais. Sugestões de Atividades: Caça palavras Carta aberta Criação de um texto a partir de um parágrafo Entrevistas com personagens fictícios ou reais (criar perguntas e respostas) Ilustração de Texto Palavra chave Questionário inverso ( dar as respostas: criar perguntas) Questões e respostas Redação a partir da linguagem não verbal Redação a partir da linguagem não verbal Redação de classificados e textos publicitários em geral Redação de texto jornalístico (Q+Q+Q+C+O+PQ) Redação de bilhete, memorando, circular, correspondência interna em geral Relatório diário ou semanal
  • 31. Resenha crítica Síntese