Your SlideShare is downloading. ×
O Espirita nas Redes Sociais - Ricardo Hautequest - GEAMA
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

O Espirita nas Redes Sociais - Ricardo Hautequest - GEAMA

1,673
views

Published on

Como atuar com ética nas redes sociais ? O que fazer ou não fazer ? O papel de divulgador que o espírita desempenha nas redes sociais. O Espírita nas Redes Sociais. Ide e pregai nas redes sociais. Um …

Como atuar com ética nas redes sociais ? O que fazer ou não fazer ? O papel de divulgador que o espírita desempenha nas redes sociais. O Espírita nas Redes Sociais. Ide e pregai nas redes sociais. Um estudo moderno sobre o uso dessa ferramenta no terceiro setor e nas instituições religiosas, patrocinado pelo CEERJ.
Sites:
www.ceerj.org.br, www.ceerj.org.br/tv www.geama.com.br, bloggeama.wordpress.com

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,673
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
76
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide
  • Mas o que a gente pode fazer é tentar dimensionar nossa atuação dentro dessas Redes Sociais.
  • Então agora imaginem uma pessoa dentro de uma enorme caverna. 
  • Para responder essa pergunta, trouxe alguns amigos...
  • Para responder essa pergunta, trouxe alguns amigos...
  •  “Mas eu não tenho internet em casa...”
  •  
  • E concluo com uma frase de Paulo.
  • Transcript

    • 1. O Espírita nas Redes SociaisTema: Redes Sociais e Midias SociaisTítulo: O Papel do Espírita nas Redes SociaisAutor: Ricardo HautequesttSeminário: O Espírita nas Redes Sociais.Local: Rio de Janeiro, RJ, Brasil, BrazilIdioma: PT-BREmpresa: CEERJ – Conselho Espírita do Estadodo Rio de Janeiro Ricardo HautequesttKey Words: Redes Sociais, Midias Sociais,Espiritas, Espiritismo, Ética, Comportamento, @hautequesttExêmplo, Allan Kardec, Comunicação Social,Internet, Facebook, Twitter, Orkut,Woordpress, ICEB, Instituto de Cultura Espíritado Brasil, GEAMA, Grupo Espírita de Arte MariaAngélica, Gutemberg Paschoal, RicardoHautequestt , downloadSites: www.ceerj.org.br, www.ceerj.org.br/tv,www.geama.com.br,bloggeama.wordpress.com, Organização CEERJ:www.portaliceb.org.br Gutemberg Paschoal Silva CEERJ - Área de Comunicação Social Espírita Ricardo Hautequest GEAMA – Arte, Educação e Espiritismo
    • 2. O Papel do Espírita nas Redes SociaisQuando a nossa presença vaimuito além de criar um perfil,comentar, curtir, compartilhar ou, simplesmente, assistir. 2
    • 3. Devo compartilhar uma fofoca da internet?E curtir? 3
    • 4. Tenho divulgadoos eventos e tudode interessante querecebo sobre omovimentoespírita? 4
    • 5. Posso colocar a foto dealguém meu “álbum”?Será que ela quer isso? 5
    • 6. Como saber se estouagindo corretamente e como um verdadeiro cristão? 6
    • 7. Nessas horas, você precisaconsultar o Manual de CondutaEspírita nas Redes Sociais… 7
    • 8. Apesar de existir, está impresso onde somentecada um de nós consegue acessar. 8
    • 9. 9
    • 10. 10
    • 11. A partir domomento que agente entende arepercussãodaquilo queestamosfazendo ficamais fácil tomara decisão defazê-la ou não. 11
    • 12. Então, agora, imaginem uma pessoa dentro de uma caverna. 12
    • 13. Estressada e cansada de uma série de problemas, aproveita quenão vê ninguém por perto e resolve desabafar, falar e gritar sobre o que pensa de tudo e de todos, sem medir as consequências.Critica seu chefe, calunia seu vizinho, esbraveja sobre um grupo de amigos… cada palavra proferida funciona como uma válvula de escape. 13
    • 14. 14
    • 15. O problema é que ela não sabia até onde ia o interiorda caverna e, quando se deu conta, percebeu que o eco levou suas palavras por entre aquelas paredesrochosas e dezenas de pessoas ouviram o que disse, desde amigos até desconhecidos.Ela queria parar o eco, mas não tinha o controle. Ela não podia mais pará-lo. 15
    • 16. Mas metade daquele grupo já havia saído da caverna eum outro grupo entrou. 16
    • 17. CONSTRANGIMENTOEXPOSIÇÃOARREPENDIMENTOFalou algumas coisas para tentarremediar o que havia dito, com medoque tivesse magoado alguém. 17
    • 18. Mas as pessoasentram e saem dacaverna todo o tempo. 18
    • 19. E comentamo que viramou ouviram.Nesse caso,quem entroudepois nãoentendeuaqueleslamentos.Algunsnem seimportarame o restanteachou aquela Ou seja… somente umapessoa pequena parte ouviu todo omeio “estranha”. contexto da história. 19
    • 20. De quemé a culpa? 20
    • 21. Aproveito para lhes apresentar as cavernas... 21
    • 22. ...os ecos... 22
    • 23. ...e os exploradores dessas cavernas. 23
    • 24. O fato é quepensamos poder controlar o que está numa Rede Social, como se fosse um robô. 24
    • 25. Mas aquelainformaçãofuncionacomo umorganismovivo.Nãodecidimosmais nada. 25
    • 26. Então o espírita deve se isolar do mundo virtual? 26
    • 27. Vamos ver o quealguns amigos dizem sobre isso... 27
    • 28. “Uma publicidade em larga escala, feita nos jornais de maior circulação, levariaao mundo inteiro, até às localidades mais distantes, o conhecimento das idéias espíritas, despertaria o desejo de aprofundá-las e, multiplicando-lhes osadeptos, imporia silêncio aos detratores, que logo teriam de ceder, diante do ascendente da opinião geral.” Allan Kardec Obras Póstumas 28
    • 29. "Comovo-me diante deste excelente recursoque diminui distância, ainda mais por sentirparticipando deste nosso convívio algunsbenfeitores espirituais que estão a todos nosenvolvendo em ondas de paz e vibrações desaúde, entre os quais os Espíritos EurípedesBarsanulfo, Cairbar Schutel, Joanna de Ângelise Vinícius, igualmente felizes, abençoando atecnologia e a informática utilizadas para obem.”Divaldo FrancoEm palestra virtual realizada no dia 17/03/2000 29
    • 30. “Se Allan Kardec estivesse reencarnado hoje, não tenham dúvida que ele seutilizaria da Internet, com a mesma nobreza com querecorreu à imprensa do séc. XIX, para divulgação e defesa do espiritismo.” Divaldo FrancoEm entrevista para a revista eletrônica ‘O Consolador’ www.oconsolador.com.br/51/entrevista.html 30
    • 31. E falando em divulgação, lembremos oquanto Paulo de Tarso percorreu, a pé,por um período relativamente curto paratal tarefa... 31
    • 32. 32
    • 33. E pra que?Para disseminar o cristianismo e amensagem de Jesus, de cidade emcidade. 33
    • 34. Agora, imagine Paulo comum Foursquare, podendomarcar em qual cidade estápassando.Imagine o Convertido deDamasco podendo usar oTwitter... 34
    • 35. E nós podemos fazer isso com um clique. 35
    • 36. De qualquer lugar ousituação: lan house,celular, casa de amigos... 36
    • 37. Temos inúmeras ferramentaspara trabalhar e darmos onosso aval, assinarmosembaixo daquilo que estamospostando ou... 37
    • 38. CurtindoCompartilhandoComentandoMarcando 38
    • 39. Mas será que estamos enterrando esse talento?E mais: enterrando no mundo real e no mundo virtual? 39
    • 40. Real e virtual? Possoentender sobre esses dois mundos seestudar a ‘pluralidade dos mundos’? 40
    • 41. Esses 2 mundos são um só ecompreender isso faz toda adiferença. 41
    • 42. Precisamos ser um só!Nosso perfil nas redes sociais precisa sercondizente com a nossa postura nomundo real. 42
    • 43. Manter duas identidades não é a melhor opção. 43
    • 44. E isso não é uma regra.É uma constatação. 44
    • 45. Só heróis de quadrinhos conseguem viver duas vidas.E mesmo fazendo isso para ajudar a humanidade, enfrentam problemas com a família, amigos e empregos. 45
    • 46. Mas se você quer mesmo se inspirar em alguém com feitos heróicos, tenho uma sugestão melhor. 46
    • 47. Busquemos agir comoJesus agiria numa RedeSocial... 47
    • 48. E não seesqueça! 48
    • 49. NÃO EXISTE UM MANUAL DECONDUTA PARA O ESPÍRITA NASREDES SOCIAIS. DEVEMOS AGIR DEACORDO COM A NOSSACONSCIÊNCIA. 49
    • 50. NÃO TEMOS CONTROLE SOBRE OQUE É DIVULGADO NAS REDESSOCIAIS. A INFORMAÇÃO SEPROPAGA MUITO RÁPIDO. 50
    • 51. É PRECISO QUE NOS ESFORCEMOSPARA QUE NOSSA CONDUTA NOMUNDO VIRTUAL SEJA A MESMA DOMUNDO REAL. 51
    • 52. AS REDES SOCIAIS NÃO SÃO VILÃS.ELAS SÃO ÚTEIS E DEVEMOSAPRENDER A USÁ-LAS EM PROL DADOUTRINA ESPÍRITA. 52
    • 53. Como?Crie seus próprios filtros. 53
    • 54. Eu escreveriaisso no muroda minhacasa? 54
    • 55. Eu vestiria uma camisacom essa notícia ouimagem? ! ? 55
    • 56. Eu falaria isso pra minhafamília na mesa de jantar?Eu telefonaria praminha mãe só pracontar sobre essefato? 56
    • 57. E use os 3 filtros de Sócrates: 57
    • 58. 58
    • 59. Fonte: Nova Acrópole 59
    • 60. "Observem tudoe fiquem com o que é bom!” Paulo de Tarso 60
    • 61. Arte Educação EspiritismoBilly William http://www.geama.com.br Ricardo Hautequestt @billywilliambr @hautequesttAnalista de Redes Sociais PublicitárioAnalista de Sistemas O GEAMA – Grupo Espírita de Arte Maria Angélica RoteiristaProgramador é um trabalho que, por meio da Arte Espírita, JornalistaGerente de Projetos pretende oferecer um espaço de Analista de Redes SociaisMilitar da Marinha autodescobrimento espiritual para a juventude, cujos participantes se devotam à divulgação e ao Formado em ComunicaçãoFormado pela Escola Naval, estudo do Cristianismo Redivivo, bem como ao Social pela FACHAem Engenharia Elétrica, exercício da Caridade. http://www.geama.com.br Com diversos cursos na ÁreaEspecialista em Análise de de Publicidade, Roteiro eSistemas (PUC-RJ), MBA em Geama Arte Espírita Redes Sociais.Logística Empresarial (UERJ), https://www.facebook.com/profile.php?id=100002265130535&ref=tn_tnmnMBA em Gestão Empresarial É um dos coordenadores do(COPPEAD/UFRJ) Canal GEAMA GEAMA http://www.youtube.com/user/bloggeamaÉ um dos coordenadores doGEAMA Blog do GEAMA http://www.geama.com.br

    ×