Trabalho De Geografia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Trabalho De Geografia

on

  • 13,631 views

 

Statistics

Views

Total Views
13,631
Views on SlideShare
13,567
Embed Views
64

Actions

Likes
0
Downloads
43
Comments
0

1 Embed 64

http://www.slideshare.net 64

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Trabalho De Geografia Trabalho De Geografia Presentation Transcript

  • Jurandyr Ross 28 unidades de relevo no Brasil
  • Jurandyr Ross
    • Jurandyr Luciano Sanches Ross é um geógrafo brasileiro, formado pela USP, com mestrado, doutorado e livre-docência em Geografia Física pela mesma Universidade. Tem experiência na área de Geografia, com ênfase em Geomorfologia.
    • Participou do Projeto Radam e do mapeamento geomorfológico do Centro-Oeste e Sul da Amazônia.E também dos estudos ambientais para a construção de hidrelétricas.
  • Surgimento
    • Tendo participado do Projeto Radam e levado em consideração a classificação de Ab'Saber, Jurandyr Ross propôs uma divisão do relevo do Brasil tão detalhada quanto os novos conhecimentos adquiridos sobre o território brasileiro nos dois primeiros projetos. Por isso ela é mais complexa que as anteriores. Sua proposta é importante porque resulta de um trabalho realizado com o uso de técnicas ultramodernas, que permitem saber com mais conhecimento como é formado o relevo brasileiro. Esse conhecimento é fundamental para vários projetos (exploração de recursos minerais, agricultura) desenvolvidos no país.
  • Critérios utilizados
    • A classificação de Jurandyr Ross está baseada em três maneiras diferentes de explicar as formas de relevo:
    • morfoestrutural: leva em conta a estrutura geológica;
    • morfoclimática: considera o clima e o relevo;
    • morfoescultural: considera a ação de agentes externos.
    • Assim determinou-se 28 unidades do relevo brasileiro que foram divididas em onze planaltos, seis planícies e onze depressões(conceito de depressão era inexistente nas classificações anteriores).
  • Planaltos
    • Compreendem a maior parte do território brasileiro, sendo a grande maioria considerada vestígios de antigas formações erodidas. Os planaltos são chamados de "formas residuais" (de resíduo, ou seja, do que ficou do relevo atacado pela erosão).
    • São 11 divididos em:
    • Planaltos em bacias sedimentares
    • Planaltos em coberturas residuais
    • Planaltos em núcleos cristalinos
    • Planaltos dos cinturões orogênicos
  • Depressões
    • Nos limites das bacias com os maciços antigos, processos erosivos formaram áreas rebaixadas, principalmente na Era Cenozóica.
    • São as depressões, onze no total, que recebem nomes diferentes, conforme suas características e localização:
    • Depressões periféricas
    • Depressões marginais
    • Depressões interplanálticas
  • Planícies
    • Nas planícies, onde predomina o trabalho de acumulação de sedimentos, as constituições das rochas se diferenciam dos planaltos e das depressões por serem formadas por sedimentação recente, com origem no Quaternário.
    • No Brasil existem 6 planícies divididas em dois grupos:
    • Planícies costeiras
    • Planícies continentais
  • O que foi o projeto Radambrasil ?
    • O Projeto Radambrasil, que operou entre 1970 e 1985, foi dedicado à cobertura de diversas regiões do território brasileiro (em especial a Amazônia) por imagens aéreas de radar, captadas por avião. O uso do radar permitiu colher imagens da superfície, sob a densa cobertura de nuvens e florestas.
    • Com base na interpretação dessas imagens, foi realizado um amplo estudo integrado do meio físico e biótico das regiões abrangidas pelo projeto, que inclui textos analíticos e mapas temáticos sobre geologia, geomorfologia, pedologia, vegetação, uso potencial da terra e capacidade de uso dos recursos naturais renováveis, que até hoje é utilizado como referência nas propostas de zoneamento ecológico da Amazônia brasileira.
  •  
  • Conclusão
    • A classificação de relevo no Brasil evolui nos últimos 60 anos, não só pelo uso de novas tecnologias como também pela incorporação de novos conceitos e metodologias de trabalho.Todas essas mudanças na classificação do relevo foram muito importantes porque cada vez mais foram obtidos detalhes do território nacional. Com todo esse detalhamento foi possível conhecer mais profundamente o relevo brasileiro. Uma dessas mudanças foi a redução do número de planícies existentes no Brasil.
    • Aqui vai uma crítica. Mesmo com toda essa modernização nos estudos muitos brasileiros são ignorantes quando o assunto é a geografia do Brasil, pode ser pelo fato de não terem uma boa educação ou então porque acham que este não é um assunto de seu interesse, mas como não vai ser do interesse desta pessoa,se é o território onde ela habita.A ignorância das pessoas devia ser uma preocupação porque não tendo conhecimento necessário as pessoas acabam danificando o ambiente e toda sua estrutura.
    • Alunos: Ana Carolina nº: 03
    • Caíque nº: 08
    • Giovana nº: 12
    • Professor: Rodrigo
    • Série: 1º ano EM