Grupo de trabalho:




Leonor Albuquerque

Cristina Quitério

Eulália Fidalgo




                     Janeiro 2010

     ...
ÍNDICE


Introdução..........................................................................................................
Introdução




Após a realização da actividade do Dia do Não Fumador, procurou-se avaliar o
impacto que a mesma teve sobre...
Pré-Escolar


Pela análise do Quadro 1, podemos concluir que em trinta e quatro crianças,
ficou adquirida noção de que não...
Faixa etária dos seis anos


Pela leitura do quadro 2, concluímos o seguinte pelas trinta e três respostas
recebidas: a ma...
Faixa etária dos sete anos


Pela leitura do quadro 3, concluímos o seguinte pelas trinta respostas
recebidas:
Em termos d...
Faixa etária dos oito anos


Pela leitura do quadro 4, concluímos o seguinte pelas trinta e três respostas
recebidas:
Em t...
Conclusão


Pela análise realizada, podemos concluir que esta actividade teve um impacto
positivo nas aprendizagens das cr...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Avaliação das crianças do Dia do Não Fumador

3,525 views

Published on

Relatório de avaliação no âmbito da actividade do Plano Anual de Actividades para a comemoração do Dia do Não Fumador - 2010. Parceria entre o pré-escolar e 1ºciclo.

Published in: Education
1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Obrigado por ter postado esses documentos muito interessante meu caro Maria ! Eu imediatamente referenciado no grupo. 'BANK OF KNOWLEDGE' (http://www.slideshare.net/group/bank-of-knowledge) Parabéns! Obrigado por compartilhar .. Desejo-vos um excelente fim de semana. Bernard

    NB: Eu escrevo uma mensagem idêntica em cada apresentação
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,525
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
26
Actions
Shares
0
Downloads
17
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Avaliação das crianças do Dia do Não Fumador

  1. 1. Grupo de trabalho: Leonor Albuquerque Cristina Quitério Eulália Fidalgo Janeiro 2010 3
  2. 2. ÍNDICE Introdução....................................................................................................................................3 Pré-Escolar...................................................................................................................................4 Faixa etária dos seis anos.............................................................................................................5 Faixa etária dos sete anos............................................................................................................6 Faixa etária dos oito anos.............................................................................................................7 Conclusão.....................................................................................................................................8 3
  3. 3. Introdução Após a realização da actividade do Dia do Não Fumador, procurou-se avaliar o impacto que a mesma teve sobre a aprendizagem das crianças. Para o efeito, foi distribuída uma carta em que se solicitava aos alunos de todas as turmas, pré-escolar e 1º ciclo, que fizessem um desenho acompanhado de um comentário, acerca das actividades em que estiveram envolvidos no dia anterior. Apenas esteve sujeito a análise o texto e não a interpretação do desenho e, para o efeito, construiu-se uma tabela em que se registaram as frases e a frequência com que as mesmas eram repetidas. As categorias encontradas foram: 1 – Saúde - Aprendizagens relacionadas com o conceito de saúde e contempla todas as referências feitas nesse âmbito (por exemplo: Pode provocar cancro; falámos sobre os malefícios do tabaco, causa doenças graves). 2 – Agradabilidade - Como uma actividade “agradável”: contempla todas as referências que se podem, eventualmente, traduzir em termos de emoções (por exemplo: “foi muito animado”, “gostei muito do dia”, “foi um dia muito alegre”). 3 – Em termos de comportamentos, contempla as referências em termos do “fazer” (por exemplo: “sem força para correr”). Apresenta-se seguidamente a análise desses quadros por idade, mediante os trabalhos recebidos e, por último, uma breve conclusão. 3
  4. 4. Pré-Escolar Pela análise do Quadro 1, podemos concluir que em trinta e quatro crianças, ficou adquirida noção de que não se deve fumar, pois fumar faz mal à saúde e causa doenças graves. Algumas crianças dizem ainda ter falado com os pais sobre o dia. A nível dos comportamentos a adoptar, referem o “não fumar perto das crianças”, “não fumar no carro” e “não fumar quando se está grávida”. Podemos, eventualmente, concluir que estes poderão ser alguns comportamentos que veêm adoptados pelos adultos com quem se relacionam. Categorias Indicadores Frequências Não fumar 12 Fumar mata 1 Faz mal à saúde 13 Saúde Causa doenças graves 2 Falou com os pais sobre o 3 Pré- dia escolar Os dentes ficam pretos 1 Não fumar ao pé dos 9 14 pequeninos 16 Não se deve fumar 2 4 Proibido fumar dentro de 1 casa (sem sala Não quero fumar quando for 3 azul) Comportamentais grande Não fumar no carro 7 Não fumar quando se está 4 grávida Não fumar em casa 3 Quadro 1 – Pré-Escolar 3
  5. 5. Faixa etária dos seis anos Pela leitura do quadro 2, concluímos o seguinte pelas trinta e três respostas recebidas: a maioria (onze) falou com os pais sobre o dia e não se deve fumar, porque fumar faz mal à saúde e foi um dia “muito giro”.Houve ainda um trabalho que referiu que o “cigarro tem muito lixo, tem alcatrão”. Categorias Indicadores Frequências Não fumar 7 Fumar mata 2 Faz mal à saúde 5 Saúde Falou com os pais sobre o dia 11 A boca cheira mal 1 Pode provocar cancro 1 As nossas unhas e os nossos 1 dedos ficam amarelos Os dentes ficam amarelos 1 Agradabilidade Foi muito giro 1 Diverti-me 1 Comportamentais Sem força para correr 1 Não colocar cigarros no chão 1 Quadro 2 – Faixa etária dos 6 anos 3
  6. 6. Faixa etária dos sete anos Pela leitura do quadro 3, concluímos o seguinte pelas trinta respostas recebidas: Em termos de saúde, a maioria refere que “não se deve fumar”, pois faz muito mal à saúde, causando doenças graves e, quem fuma, “tem menos 10 anos de vida”. Uma criança refere até que “fumar é pior do que eu imaginava”. Categorias Indicadores Frequências Quem fuma tem menos 10 anos de vida 3 Pode provocar cancro 2 Não deves fumar 8 Fumar mata 4 Saúde Faz mal à saúde 3 Causa doenças graves 3 Fumar é pior do que eu imaginava 1 O cigarro tem muito lixo 1 Comportamentais Quem fuma não tem dinheiro porque 2 gastou no tabaco Nunca vou fumar 2 Não fumar ao pé dos pequeninos 1 Quadro 3 – Faixa etária dos 7 anos 3
  7. 7. Faixa etária dos oito anos Pela leitura do quadro 4, concluímos o seguinte pelas trinta e três respostas recebidas: Em termos de saúde, uma maioria significativa, refere que não se deve fumar e que pode provocar cancro, tendo sido ”um dia muito giro, muito animado e muito alegre”. Fumar faz ainda com que se fique “sem força para correr” e que as beatas podem causar um incêndio. Categorias Indicadores Frequências Quem fuma tem menos 10 anos de 1 vida Quem não fuma tem mais anos de 1 vida Saúde Pode provocar cancro 5 Falámos sobre os malefícios do tabaco 1 Não deves fumar 6 Fumar mata 1 Causa doenças graves 1 Tantas coisas novas que aprendi (em 1 termos de saúde) Falámos nas drogas 1 Agradabilidade Foi muito giro 3 Foi um dia muito animado 3 Foi um dia muito alegre 2 Foi um dia muito especial 1 Gostei muito do dia 1 A parte preferida foi ir ver os trabalhos 1 O mais gostei foi do que estava 1 pendurado Foi um dia espantoso 1 Comportamentais Sem força para correr 1 As beatas podem provocar um 1 incêndio Quadro 4 – Faixa etária dos 8 anos 3
  8. 8. Conclusão Pela análise realizada, podemos concluir que esta actividade teve um impacto positivo nas aprendizagens das crianças que nela participaram, situando-se as aprendizagens preferencialmente a nível do conceito de Saúde. Pareceu-nos importante realizar esta análise, na medida em que avaliar permite rever práticas e planificar com maior eficácia acções futuras. Contudo, deverá aperfeiçoar-se a forma de recolha de informação, no sentido de a mensagem transmitida ser rigorosamente a mesma para docentes e alunos. Algum “ruído” nesta passagem de informação levou a que alguns trabalhos não pudessem ser incluídos nesta análise. Grupo de trabalho: Leonor Albuquerque Cristina Quitério Eulália Fidalgo 3

×