Your SlideShare is downloading. ×
0
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Poluição do Ar - Seminário de Biologia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Poluição do Ar - Seminário de Biologia

11,881

Published on

Apresentação sobre Poluição do Ar (Biologia) …

Apresentação sobre Poluição do Ar (Biologia)
ETEC José Rocha Mendes, SP - SP, BR
Profª Tereza
by @gabrieljusto

Published in: Education, Travel, Business
1 Comment
7 Likes
Statistics
Notes
  • Preciso baixar esse trabalho que esta perfeito pra mneu trabalho e nao estou conseguindo!!! Podem me ajudar?
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
11,881
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
1
Likes
7
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Desde o início da Revolução Industrial, jogamos 271 bilhões de toneladas de carbono na atmosfera e criamos outros poluentes que continuam maculando o ar, a terra e a água. Está na hora de outra revolução.
    POLUIÇÃO DO AR SEMINÁRIO DE BIOLOGIA
  • 2. De uma maneira muito simples, podemos definir “ar” como o que nós respiramos, mas na verdade, o ar é muito mais que isso.
    Para a maioria dos seres vivos, o que mais importa no ar é o oxigênio (que é o gás por eles retirados do ar), porém, o ar ainda é composto por nitrogênio, hidrogênio, hélio e mais 10 substâncias.
    O Ar
  • 3. Composição natural do ar
  • 4. A poluição atmosférica é qualquer alteração da composição química do ar, seja pela variação importante na proporção dos seus constituintes ou pela presença de substâncias estranhas, que possa prejudicar a saúde, provocar perturbações nos seres vivos e no meio ambiente. 
    Ao alterar a composição natural do ar, os seres vivos são afetados e, consequentemente, suas vidas são postas em xeque.
    A poluição atmosférica
  • 5.
  • 6. Na imagem de fundo deste slide, é possível ver um perfeito exemplo do que é a poluição atmosférica. E não pense que fomos longe para buscar esta imagem. Esta é a cidade onde vivemos: São Paulo.
    Mas é bom lembrar que não foi sempre assim. A partir do próximo slide, faremos uma viagem pela história de São Paulo, desde sua fundação até hoje, mostrando como a qualidade do ar regrediu ao longo dos 456 anos de história da metrópole que, hoje, já é considerada a 14º mais globalizada do mundo.
    A poluição atmosférica
  • 7. São Paulo – 1554 (fundação)
    “A Fundação de São Paulo”, por Antônio Parreiras, 1913
  • 8. São Paulo – 1821
    Várzea do Carmo, em 1821, representada na aquarela de Arnaud Julien
  • 9. São Paulo – 1902
    Av. Paulista, registrada pelas lentes do fotógrafo Guilherme Gaensly, do alto da torre do palacete de Adam von Bülow, onde hoje é o Edifício Paulicéia.
  • 10. São Paulo - 1920
    À esquerda, o Mosteiro de São bento; à direita, a Rua Libero Badaró
  • 11. São Paulo - 1930
    Vale do Anhangabaú
  • 12. São Paulo - 1950
    Vale do Anhangabaú
  • 13. São Paulo - 1980
    Av. Paulista
  • 14. São Paulo - HOJE
    Poluição atmosférica
  • 15. Máquinas à vapor (na revolução industrial, em meados do século XVIII), necessitavam de carvão e lenha para esquentar água e “fabricar” vapor. Com a queima deles, o nível de concentração de CO2 na atmosfera aumentou significativamente.
    Grandes fábricas, que antes eram donas de várias máquinas à vapor; Hoje, essas fábricas abandonaram esse tipo de máquinas, porém, despejam resíduos tóxicos em bacias hidrográficas.
    Automóveis: de novo, a queima de matéria orgânica é a responsável pela poluição. O crescimento do número de automóveis tem como consequência níveis cada vez maiores de poluição
    Aumento da densidade populacional: quanto mais gente trabalhando em fábricas, utilizando meios de transporte movidos a combustão (dentre uma infinidade de outras coisas) num mesmo lugar, maior a emissão de CO2 naquela área.
    Por quê?
  • 16. O CO2 (ou simplesmente “dióxido de carbono”) é um gás incolor, subproduto da combustão de matéria orgânica.
    Ele é o maior responsável pelo aquecimento global – que veremos mais a frente – por um motivo muito simples: o CO2 absorve radiação infravermelha. Como a maior parte da energia que escapa da atmosfera da Terra sai na forma de radiação infravermelha, o CO2 extra significa maior absorção de energia e um aumento total na temperatura do planeta.
    WTF is CO2?
  • 17. Outro gás muito perigoso é o Óxido Nitroso (N2O).Embora as quantidades liberadas pela atividade humana não sejam tão grandes quanto as de CO2, o óxido nitroso absorve muito mais energia do que CO2 (cerca de duzentas e setenta vezes mais).
    Tem também o Gás Metano – famoso por sair no “pum”. Diferente dos outros, ele é oriundo da decomposição da matéria orgânica, e não da combustão dela.
    E não é só isso!
  • 18. As consequências – Efeito Estufa
    É o aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra; a causa disse é o chamado “efeito estufa”
  • 19. As consequências – Efeito Estufa
    80% da poluição nas grandes cidades vem do escapamento de veículos. Os 20% restantes cabem a outras fontes poderosas, como as fábricas e os incineradores de lixo.
    O gás carbônico – que, por incrível que pareça, não faz mal ao homem – é o maior responsável pelas variações do efeito estufa e daí, muito provavelmente, pelas mudanças radicais no clima do planeta.
    Desde o início da Revolução Industrial, em 1751, cerca de 271 bilhões de toneladas de carbono foram jogadas na atmosfera. Nos últimos 50 anos, somente os Estados Unidos emitiram em torno de 186 bilhões de toneladas do poluente.
  • 20. As consequências – Camada de Ozônio
    Éuma camada de gás (o gás Ozônio) que serve para filtrar raios ultravioleta emitidos pelo sol. Isso te protege, por exemplo, de fritar – literalmente – ao se expor á luz do sol.
    Além disso, os raios ultravioleta podem causar câncer e mutações degenerativas.
    O problema é: alguns gases poluentes, emitidos em quantidades gigantescas pelo homem, são capazes de “furar” a Camada de Ozônio, permitindo que os raios ultravioleta penetrem na Terra. E quando eles entram, não saem mais: sua energia fica presa nas partículas de CO2, o que deixa nosso planeta mais quente (lembra do aquecimento global?)
  • 21. As consequências – Chuva ácida
    A água da chuva, na nuvem, é contaminada pelos ácidos dos gases estufa e fica ácida. Isso prejudica todo o ecossistema da região onde está o emissor dos gases.
  • 22. As consequências – Chuva ácida
    À esquerda, uma floresta alemã afetada pela chuva ácida; À direita, um monumento em calcário degradado pelo mesmo motivo.
  • 23. SMOG: é a poluição do ar, sobretudo em áreas urbanas, por ozônio e outros compostos originados por reações fotoquímicas, reações químicas causadas pela luz solar. O efeito visível disto é uma camada roxa acinzentada na atmosfera.
    Além disso...
    Smog >> do inglês 'smoke‘ (fumo) + 'fog' (nevoeiro)
  • 24. “Uma Verdade Inconveniente”
    Num misto de palestra e história de vida, o ex-vice-presidente e ativista ecológico Al Gore mostra, de forma chocante, tudo o que você precisa saber sobre o aquecimento global: suas causas, suas consequências e, principalmente, as soluções mais simples para este gigantesco problema que pode acabar com a vida no planeta Terra.
    No próximo slide, veremos um trecho desse documentário, que complementará tudo o que vimos nesta apresentação até agora.
  • 25.
  • 26. A poluição atmosférica afeta sua respiração e, consequentemente, todo o funcionamento do seu organismo
    O efeito estufa esquenta a Terra
    O buraco na Camada de Ozônio pode causar doenças por conta dos raios ultravioleta
    A chuva ácida destrói plantações, monumentos e polui rios e lagos
    “E eu com isso?”
    VOCÊ TEM TUDO A VER COM ISSO
  • 27. ...é um tratado assinado 175 países, incluindo Portugal, em que estes se comprometem a reduzir em 5,2% a emissão dos gases que provocam o efeito de estufa, considerados, de acordo com a maioria das investigações científicas, como causa do aquecimento
    O Protocolo de Quioto...
    global. Foi ratificado em 15 de Março 1999. Entrou, oficialmente em vigor no dia 16 de Fevereiro de 2005, depois que a Rússia o ratificou em 2004.
  • 28. O Protocolo de Quioto
  • 29. EUA X Protocolo de Quioto
    Os Estados Unidos da América negaram-se a ratificar o protocolo de Quioto. De acordo com a alegação do então presidente George W. Bush, de que os compromissos acarretados pelo mesmo interfeririam negativamente na economia
    norte-americana. Além disso, a Casa Branca também questiona a teoria de que os poluentes emitidos pelo Homem causem a elevação da temperatura da Terra.
    Mesmo assim, alguns municípios, Estados (Califórnia) e donos de indústrias do nordeste dos Estados Unidos já começaram a pesquisar maneiras para reduzir a emissão de gases tóxicos, tentando, por sua vez, não diminuir sua margem de lucro com essa atitude.
  • 30. Localização adequada das industrias, ou seja, afastamento de zonas residênciais (Curitiba);
    Controle das emissões dos meios de transportes (Curitiba, São Paulo);
    Incentivo à aplicação de tecnologias menos poluentes (combustíveis sustentáveis, Metrô...);
    Incentivo à utilização e melhoria dos sistemas de transportes coletivos;
    Instalação de equipamentos mais eficazes na retenção de poluentes ;
    Controle de queimadas florestais e da destruição do meio ambiente;
    Redução do uso de meios de energia não-renováveis.
    O que fazer?
  • 31.
  • 32. Podemos concluir que todo e qualquer tipo de consumo produz, de alguma forma, um tipo ou mais de poluição. Claro, queremos continuar andando de carro, queremos vestir roupas que nos façam sentir bem e, sempre que possível, ir ao cinema e comer pipoca. Mas uma atitude individual menos pautada em excessos e mais sintonizada em necessidades reais seria bastante bem-vinda. A Terra ficaria grata. Eternamente grata.
    Conclusão
  • 33. As imagens utilizadas neste trabalho foram retiradas da Coleção Folha São Paulo Antiga, Wikipedia, Bing Images e de apresentações do mesmo tema presentes no SlideShare.
    As informações foram encontradas e transcritas da Wikipedia, Brasil Escola, Sua Pesquisa e Revista Super Interessante.
    Todos os textos foram de autoria própria ou livremente adaptados das fontes supracitadas.
    Fontes
  • 34. Gabriel Justo, 12
    Gabriela Luchetta, 13
    Lívia Puertas, 21
    Mayra Martins, 28
    Monique Peixoto, 29
    Você pode baixar esta apresentação emhttp://www.gabrieljusto.com/semibio.ppsx
    Por...

×