oficina deTransmedia Storytelling                  Básica         oficinatransmidia.tumblr.com  Fernando M. Collaço e Gabrie...
Fernando Martins Collaço                      Midiálogo  Mestrando em Televisão Experimental e Minisséries           Edito...
Tópicos          Quais as diferenças entre     Multimídia, Crossmídia e Transmídia  Origens do termo Transmídia e Storytel...
processo/casosMultimídia
Multi prefixo que exprime a idéia de pluralidadeMídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difusão de    uma in...
História difusa e pouco demarcada por datas    Boom das inovações computacionais se          caracterizando pela junção:  ...
Mídias estáticas são aquelas que independem do fator   temporal, como informações textuais e gráficas   Mídias dinâmicas sã...
Podemos ter um PROCESSO multimídia no qual omesmo conteúdo é disseminado por diferentes mídias   e formatos, mas que não s...
Inferno de Dante    A descida ao inferno retratada no livro “A Divina Comédia”, de DanteAlighieri, é abordado em diversas ...
Ou podemos ter a TRANSFORMAÇÃO de um      produto em um processo multimídia                          Versão Sonora da Bars...
Multimídia para a abordagem na oficina: processo   de conjunção de duas ou mais mídias para adisseminação de um conteúdo se...
processo/casosCrossmídia
Cross prefixo que exprime a idéia de cruzamentoMídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difusão de    uma inf...
Conceito surge com o advento dos mobile e                     o boom da internet Pulverização de um conteúdo específico par...
Kevin Keller, em Gestão Estratégica de Marcas, listaprós e contras para a utilização de diversas mídias              em um...
Avariação quase inexistente do conteúdo com foco na       TRANSIÇÃO de uma mídia para outra     áudio televisivo se tornan...
Bcomeçou a se calcar nos materiais considerados EXTRAS. os produtos mantinham uma tendência ao material + inéditos        ...
Ccomeçou a caracterizar as pontes entre mídias e o cruzamento/                transposição de informações                 ...
TV              Cinema     ConteúdoHQ              CD-ROM
Coca-Cola na Copa de 2010Para comunicar o foco da campanha (comemorações), a Coca-Cola abrangeu                   diversas...
Cartola FCO fantasy game da Globo.com se expandiu e agora conta com um blog,          reportagens especiais e uma transmis...
Telejornais Os principais telejornais do mundo são crossmídia. Possuem o noticiáriotelevisivo, um site com mais informaçõe...
processo/casosTransmídia
Trans prefixo equivalente à expressão “além de” ou “através de”Mídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difus...
StorytellingO que é a técnica do Storytelling?  A arte de contar uma história       Ponto de Partida:      As perguntas bá...
A estruturação de uma história quase semprepassa pelas perguntas básicas: O que? Quem?      Quando? Onde? Como? Por que?  ...
Quem?Construção e compreensão dos personagens        Arquétipos e Estereótipos           A jornada do herói     A importân...
LostPersonagens humanos                The               Walking                Dead              Enfermidade             ...
Campo da ficção:Bíblia Transmídia    E fora da     ficção?
StorysellingTransmutação do termo com     viés mercadológico    Confluências entre Storytelling e Storyselling
Personagens e seus                   principais focosMr. Wind e Del                        Johnnie     Valle              ...
Porque usar Storyselling?       Credibilidade e         Valoração    Compartilhamento por       mídias sociais     Vínculo...
Qual a origem do termoTRANSMEDIA STORYTELLING?
Dentre suas primeiras utilizações sistemáticas, podemos citar a presença no livro Cultura daConvergência de Henry Jenkins,...
“represents a process where integral elements of afiction get dispersed systematically across multiple  delivery channels f...
Para firmar algumas bases, Jenkins posta em seublog o post Transmedia Storytelling 101 com 10        pontos-chave para o pr...
Consolidação Horizontal de Mídias  Mercado Transmídia vai ser cada vez mais ativo               Múltiplos Personagens Dife...
Aprofundamento no conceito deTransmedia Storytelling com base no livro          de Nuno Bernardo
O foco de um projeto de narrativa transmídia é  colocar a audiência DENTRO do programa consumido por meio de diferentes PO...
Universo NarrativoTV                         Cinema         HistóriaHQ                        CD-ROM
o conteúdo que será criado deverá fazer com        que os espectadores possam                PARTICIPAR    SENTIR-SE PARTE...
de certa forma, o conteúdo da narrativa   transmídia será INVASIVO, uma vez quepropõe PERMEAR o estilo de vida do usuáriop...
A forma de disseminação do conteúdo poderáse tornar mais eficiente na medida que conseguir      conjugar dois processos de ...
Leanback Recepção passiva de um usuário que quer ser entretido pelo programa, como por exemplo,             durante uma vi...
Leanforward    Recepção ativa de um usuário que quer interagir com o programa e tende a preferir  conteúdo mais curtos, de...
LEANBACK e LEANFORWARD    irão cumprir duas funções, o BACK TOCONTENT (geralmente mídias sociais/portáteis) e a DISSEMINAÇ...
esses processos e funções criam uma                  EXPERIÊNCIA   conteúdo estará disponível com informaçõesexclusivas, f...
Processo transmídiaTransmedia Storyteller - Robert Pratten
Completando as definições, temos uma distinção  pertinente feita por Nuno Bernardo no livro The       Producer’s Guide to T...
Segunda Parte da Oficina:Análise de Cases + Exercícios
350 South: An American Journey                          Lançado em 2012                       Documentário da BeActive    ...
Tron Legacy         Lançado em 2010 Continuação do filme Tron (1982)    Por que é Transmedia        Storytelling?     - Tro...
Piratas do Caribe             Franquia com quatro filmes      Por que é Transmedia Storytelling?                    - Prequ...
Cosmonauta   Projeto audiovisual de ficção científica         baseada em crowdfunding O principal produto é um longa-metrage...
Walking Dead         A cada temporada surgem novos       personagens e histórias que fornecem        vários elementos para...
Dexter  Série baseada na franquia de livros de Jeff                  Lindsay.Por que é Transmedia Storytelling?    - Gamifi...
Diário de Sofia            Aborda os conflitos de uma             adolescente de 16 anos.        Inicialmente era um videolo...
Castigo Final  Minissérie de quatrocapítulos, em que as vidas  das oito personagens   eram decididas pelo   público. Indic...
Flatmates        É uma série de 2008 com      episódios de 5 ou 25 minutos,      que aborda o cotidiano de três          j...
Volta FerroramaCampanha de marketing da Estrela que   desafiava os fãs de Ferrorama aconstruírem um trilho no caminho de Sa...
JR News      O jornal da Record News se      tornou o primeiro telejornal      transmídia da América Latina      Por que é...
Contato   Fernando Martins Collaço   ferdinandomc@gmail.com      Gabriel Minoru Ishidagabriel.minoru.ishida@gmail.com     ...
Oficina Transmedia Storytelling Básica - 2012
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Oficina Transmedia Storytelling Básica - 2012

2,070

Published on

Apresentação feita para o FEIA 13 sobre Transmedia Storytelling Básica.

Tumblr: oficinatransmidia.tumblr.com

Published in: Education

Oficina Transmedia Storytelling Básica - 2012

  1. 1. oficina deTransmedia Storytelling Básica oficinatransmidia.tumblr.com Fernando M. Collaço e Gabriel Minoru Ishida Setembro/2012
  2. 2. Fernando Martins Collaço Midiálogo Mestrando em Televisão Experimental e Minisséries Editor de Vídeos na TV RecordInteresse em experimentação audiovisual e fotográfica Gabriel Minoru Ishida @gabrielishida Midiálogo Pós-graduado em Inteligência de Mercado Pesquisador e profissional de Social MediaInteressado em apropriação das mídias pelas pessoas
  3. 3. Tópicos Quais as diferenças entre Multimídia, Crossmídia e Transmídia Origens do termo Transmídia e StorytellingTransmídia Orgânico e a Experiência Transmídia Cases e referências
  4. 4. processo/casosMultimídia
  5. 5. Multi prefixo que exprime a idéia de pluralidadeMídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difusão de uma informação ou meios de expressão intermediários na transmissão de uma mensagem
  6. 6. História difusa e pouco demarcada por datas Boom das inovações computacionais se caracterizando pela junção: Mídia estática + Mídia dinâmicana constituição de um processo comunicacional
  7. 7. Mídias estáticas são aquelas que independem do fator temporal, como informações textuais e gráficas Mídias dinâmicas são aquelas que dependem do fator temporal em seu desenvolvimento, como um peça sonora ou um vídeo Multimídia é um processo multisensorial, em que cada mídia utiliza sua linguagem e particularidade
  8. 8. Podemos ter um PROCESSO multimídia no qual omesmo conteúdo é disseminado por diferentes mídias e formatos, mas que não são necessariamente interligados e contemporâneos Cinema TV Conteúdo CD-ROM HQ
  9. 9. Inferno de Dante A descida ao inferno retratada no livro “A Divina Comédia”, de DanteAlighieri, é abordado em diversas mídias e formatos que são independentes e não necessariamente contemporâneos Quadros (Delacroix) Filme híbrido (Paul Zaloom) Minissérie dirigida por Peter Animação para Game Animação para Game Greenaway
  10. 10. Ou podemos ter a TRANSFORMAÇÃO de um produto em um processo multimídia Versão Sonora da BarsaCD-ROM da Barsa Enciclopédia Barsa Jogo com verbetes
  11. 11. Multimídia para a abordagem na oficina: processo de conjunção de duas ou mais mídias para adisseminação de um conteúdo sem acréscimo deinformações. Foco ainda está na maneira como se utiliza o conteúdo e não nele em si.
  12. 12. processo/casosCrossmídia
  13. 13. Cross prefixo que exprime a idéia de cruzamentoMídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difusão de uma informação ou meios de expressão intermediários na transmissão de uma mensagem
  14. 14. Conceito surge com o advento dos mobile e o boom da internet Pulverização de um conteúdo específico para diferentes mídias, porém, ao contrário do Multimídia, esses produtos conversamentre si através das pontes, normalmente existentes por meio de uma plataforma onlineBusca a hibridização das mídias e a consolidação da marca. É muito utilizada em peças de propaganda
  15. 15. Kevin Keller, em Gestão Estratégica de Marcas, listaprós e contras para a utilização de diversas mídias em um processo cruzado Mídia + - Apenas audição e Baixo Custo e Rádio compete com Recepção Flexível distrações Público Elitizado, Evasivo e não Cinema Imersão e impacto permite interação multisensorial
  16. 16. Avariação quase inexistente do conteúdo com foco na TRANSIÇÃO de uma mídia para outra áudio televisivo se tornando um podcast
  17. 17. Bcomeçou a se calcar nos materiais considerados EXTRAS. os produtos mantinham uma tendência ao material + inéditos DVDs de filmes
  18. 18. Ccomeçou a caracterizar as pontes entre mídias e o cruzamento/ transposição de informações Telejornais e Letreiros (primeiros indícios de transmídia)
  19. 19. TV Cinema ConteúdoHQ CD-ROM
  20. 20. Coca-Cola na Copa de 2010Para comunicar o foco da campanha (comemorações), a Coca-Cola abrangeu diversas mídias durante a Copa 2010
  21. 21. Cartola FCO fantasy game da Globo.com se expandiu e agora conta com um blog, reportagens especiais e uma transmissão em vídeo.
  22. 22. Telejornais Os principais telejornais do mundo são crossmídia. Possuem o noticiáriotelevisivo, um site com mais informações sobre as notícias passadas, vídeos adicionais e até entrevistas exclusivas. Telejornal Site Oficial Twitter
  23. 23. processo/casosTransmídia
  24. 24. Trans prefixo equivalente à expressão “além de” ou “através de”Mídia provém do inglês -media e indica todo suporte de difusão de uma informação ou meios de expressão intermediários na transmissão de uma mensagem
  25. 25. StorytellingO que é a técnica do Storytelling? A arte de contar uma história Ponto de Partida: As perguntas básicas
  26. 26. A estruturação de uma história quase semprepassa pelas perguntas básicas: O que? Quem? Quando? Onde? Como? Por que? Cria-se um Universo Narrativo com suasregras próprias e que irão permitir a entrega dos espectadores
  27. 27. Quem?Construção e compreensão dos personagens Arquétipos e Estereótipos A jornada do herói A importância do arco dramático
  28. 28. LostPersonagens humanos The Walking Dead Enfermidade Game of Thrones Objeto
  29. 29. Campo da ficção:Bíblia Transmídia E fora da ficção?
  30. 30. StorysellingTransmutação do termo com viés mercadológico Confluências entre Storytelling e Storyselling
  31. 31. Personagens e seus principais focosMr. Wind e Del Johnnie Valle Walker Doriana Objeto
  32. 32. Porque usar Storyselling? Credibilidade e Valoração Compartilhamento por mídias sociais Vínculos emocionais (Share of Heart)
  33. 33. Qual a origem do termoTRANSMEDIA STORYTELLING?
  34. 34. Dentre suas primeiras utilizações sistemáticas, podemos citar a presença no livro Cultura daConvergência de Henry Jenkins, que nomeou um processo já existente nossa principal referência para o estudo de Transmedia Storytelling
  35. 35. “represents a process where integral elements of afiction get dispersed systematically across multiple delivery channels for the purpose of creating aunified and coordinated entertainment experience.each medium makes it own unique contribution to the unfolding of the story” Henry Jenkins
  36. 36. Para firmar algumas bases, Jenkins posta em seublog o post Transmedia Storytelling 101 com 10 pontos-chave para o processo
  37. 37. Consolidação Horizontal de Mídias Mercado Transmídia vai ser cada vez mais ativo Múltiplos Personagens Diferentes segmentos de mercados podem ser conquistados pela mesmo conteúdoEstética Ideal para uma Inteligência Coletiva/Cultura Participativa que o meio atual pede
  38. 38. Aprofundamento no conceito deTransmedia Storytelling com base no livro de Nuno Bernardo
  39. 39. O foco de um projeto de narrativa transmídia é colocar a audiência DENTRO do programa consumido por meio de diferentes PONTOS DE ENTRADA criando uma EXPERIÊNCIA
  40. 40. Universo NarrativoTV Cinema HistóriaHQ CD-ROM
  41. 41. o conteúdo que será criado deverá fazer com que os espectadores possam PARTICIPAR SENTIR-SE PARTE DO PROCESSO INFLUENCIAR DECISIVAMENTE para isso, o conteúdo deve ser PESSOAL e IMERSIVO
  42. 42. de certa forma, o conteúdo da narrativa transmídia será INVASIVO, uma vez quepropõe PERMEAR o estilo de vida do usuáriopara permear o estilo de vida, pulveriza-se o conteúdo de acordo com as mídias CARACTERÍSTICAS do público-alvo
  43. 43. A forma de disseminação do conteúdo poderáse tornar mais eficiente na medida que conseguir conjugar dois processos de consumo LEANBACK e LEANFORWARD
  44. 44. Leanback Recepção passiva de um usuário que quer ser entretido pelo programa, como por exemplo, durante uma viagemVídeos mais longos, episódios para TV, uma peça sonora mais longa, dentre outros
  45. 45. Leanforward Recepção ativa de um usuário que quer interagir com o programa e tende a preferir conteúdo mais curtos, de rápido consumoideal para multi-tarefas como portáteis, apps de fases, teasers e puzzles
  46. 46. LEANBACK e LEANFORWARD irão cumprir duas funções, o BACK TOCONTENT (geralmente mídias sociais/portáteis) e a DISSEMINAÇÃO EM MASSA (geralmente mídias tradicionais)
  47. 47. esses processos e funções criam uma EXPERIÊNCIA conteúdo estará disponível com informaçõesexclusivas, fazendo com que mais partes da história façam SENTIDO. Ao preencher as LACUNAS, os usuários se sentem parte do projeto
  48. 48. Processo transmídiaTransmedia Storyteller - Robert Pratten
  49. 49. Completando as definições, temos uma distinção pertinente feita por Nuno Bernardo no livro The Producer’s Guide to Transmedia (2011)Transmídias (Híbridos) Transmídias Orgânicos
  50. 50. Segunda Parte da Oficina:Análise de Cases + Exercícios
  51. 51. 350 South: An American Journey Lançado em 2012 Documentário da BeActive Por que é Transmedia Storytelling? Narrativa em tempo real com braços transmídia com informações exclusivas e complementares Diário de Bordo Pequenos vídeos do Youtube comentando a jornada Universo das mídias sociais Acompanhar a jornada através do Facebook / Twitter/Site Filme Possibilidade de um filme com o material não utilizado
  52. 52. Tron Legacy Lançado em 2010 Continuação do filme Tron (1982) Por que é Transmedia Storytelling? - Tron Evolution (game)*Conta a história entre o primeiro e o segundo filme - ARG*Já dá indícios do que o enredo do segundo filme vai retratar - E-books*Constroem o universo e mostram mais detalhes
  53. 53. Piratas do Caribe Franquia com quatro filmes Por que é Transmedia Storytelling? - Prequel Series *Quatro livros que retratam a história de Jack Sparrow antes do primeiro filme - The Pirates’ Code (livro) *Livro contendo o código dos piratas e explica mais do universo construído na franquia - Games *Os sete games lançados contam mais detalhes dos filmes
  54. 54. Cosmonauta Projeto audiovisual de ficção científica baseada em crowdfunding O principal produto é um longa-metragem.Por que é Transmedia Storytelling? Mobile/Webisodes e Curtas *Pequenas narrativas que completam a história Áudio *Ligações telefônicas com conversas dos personagens, explicando mais detalhes ARG e Games*A história fornecerá pistas para o gameplaydos jogos, mas o contrário também será feito
  55. 55. Walking Dead A cada temporada surgem novos personagens e histórias que fornecem vários elementos para o transmídia Por que é Transmedia Storytelling? - Livros: já há um chamado “Ascensão do Governador”, contando a história do personagem Governador e tem outros livros a serem lançados. - Websódios: episódios na web, com curta duração, que mostram histórias de outros personagens secundários. - Games: uma série de games lançados mostram novas possibilidades dentro do universo e também outros personagens.
  56. 56. Dexter Série baseada na franquia de livros de Jeff Lindsay.Por que é Transmedia Storytelling? - Gamification: para lançar a segunda temporada, criaram um ARG em que muitos dos fatos revelados seriam utilizados na temporada. - Fake news: também criaram um série de sites que simulavam notícias do universo da série.- Prequel websódios: episódios curtos na web que mostram o que aconteceu antes da série. - Games: no Facebook e no mobile, que revelam trechos da história que não estão presentes na TV. http://www.youtube.com/watch?v=Pp1_69jfbs8
  57. 57. Diário de Sofia Aborda os conflitos de uma adolescente de 16 anos. Inicialmente era um videolog pessoal da Sofia, com episódios de 2 minutos. Com o sucesso, virou um seriado de televisão com doze temporadas de episódios com 5 minutos de duração. Por que é Transmedia Storytelling? Uso do SMS para participação do público e continuação da narrativa Lançamento de livros e diários de personagens secundários - Série radiofônica
  58. 58. Castigo Final Minissérie de quatrocapítulos, em que as vidas das oito personagens eram decididas pelo público. Indicado ao Emmy Awards de 2010 Por que é Transmedia Storytelling? Através do site oficial, SMS e telefone, oespectador participava de um ARG para decidir o rumo das personagens
  59. 59. Flatmates É uma série de 2008 com episódios de 5 ou 25 minutos, que aborda o cotidiano de três jovens que dividem um apartamento. Por que é Transmedia Storytelling? - Tem conteúdo narrativo na televisão, na web e no celular, através de episódios gravados e adaptados para essas mídias. - Havia blogs pessoais dos personagens, aonde havia mais detalhes narrativos da trama
  60. 60. Volta FerroramaCampanha de marketing da Estrela que desafiava os fãs de Ferrorama aconstruírem um trilho no caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, em troca de relançamento do brinquedo Ganhou o Leão de Ouro em Cannes 2010 Por que é Transmedia Storytelling? - Utilização de diversas mídias(fotografia, vídeos, depoimentos) para registrar a história- Engajamento essencial dos fãs para a campanha acontecer
  61. 61. JR News O jornal da Record News se tornou o primeiro telejornal transmídia da América Latina Por que é Transmedia Storytelling? O jornal começa antes de ser transmitido na TV, mostrando comentários dos jornalistas na web. Possibilita a interação do público em tempo real via web, interferindo no conteúdo
  62. 62. Contato Fernando Martins Collaço ferdinandomc@gmail.com Gabriel Minoru Ishidagabriel.minoru.ishida@gmail.com Blog em conjunto www.midializado.com.br
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×