Your SlideShare is downloading. ×
0
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Salão baiano do turismo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Salão baiano do turismo

216

Published on

Apresentação do Presidente da Embratur, Vicente Lima, no Salão Baiano de Turismo 2014 - Salvador/BA.

Apresentação do Presidente da Embratur, Vicente Lima, no Salão Baiano de Turismo 2014 - Salvador/BA.

Published in: Business
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
216
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Salvador (BA), 9 de maio de 2014 Oportunidades e Potencialidades dos Mercados Internacionais para a Bahia – América do Sul: Argentina, Chile e Uruguai
  • 2. OBJETIVOS ESTRATÉGICOS DA EMBRATUR • Aprimorar e ter resultados de longo prazo no trabalho de promoção turística internacional do Brasil • Envolver o setor público e privado na estratégia unificada de promoção do país para o exterior • Aproveitar a realização dos grandes eventos esportivos mundiais para fazer o Brasil mais conhecido pelo mundo como destino turístico • Maximizar os resultados de imagem para o País
  • 3. Estados Unidos Argentina Chile Peru Colômbia Paraguai México Espanha Reino Unido França Itália AlemanhaHolanda Portugal Japão Países Prioritários 2014 Uruguai Canadá Rússia Bolívia China  Acordo de Cooperação MERCOSUL: ações promocionais conjuntas no Japão, China, Rússia, África do Sul , Índia, Cingapura e Emirados Árabes.  Outros mercados: ações promocionais via Internet (países classificados para a Copa 2014)
  • 4. Principais emissores de turistas para o Brasil
  • 5. PROMOÇÃO INTERNACIONAL Principais Ferramentas de Promoção
  • 6. Megaeventos Esportivos Oportunidades para a Promoção do Brasil
  • 7. Megaeventos Esportivos Eixos de atuação da Embratur  Promoção e imagem internacional do Brasil como destino turístico  Ampliação da oferta de destinos nos roteiros turísticos, especialmente durante o evento  Consolidação da Marca Brasil  Apoio à comercialização dos destinos e produtos turísticos brasileiros no mercado internacional Públicos-alvo:  Trade internacional (operadores de turismo e agentes de viagem)  Imprensa  Consumidor final (turista potencial)
  • 8. Fonte: Pesquisa Perfil do Turista da Copa do Mundo, África do Sul 2010 - Ministério do Turismo/Fundação Getúlio Vargas. Amostra: 4.835 entrevistados.  Primeira visita à África do Sul: 87%  Turismo Adicional: 83% (Permanência média: 18,1 dias)  Visitou mais de uma cidade: 92% (Média: 3,8 cidades)  Onde será a próxima Copa? Brasil: 92%  Nunca visitou o Brasil: 80% Perfil dos Visitantes Estrangeiros Copa do Mundo da FIFATM África do Sul 2010
  • 9. 65,6% dos entrevistados vieram ao Brasil pela primeira vez 73,4% dos torcedores e 86,0% dos jornalistas se hospedaram em hotéis Principais atividades de lazer realizadas nas cidades sede: • Visita a bairros/regiões atrativas • Museus, Casas de Cultura e Monumentos Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 10. Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Perfil dos Turistas 62.4% 19.4% 12.9%5.4% Quais outras atividades veio realizar no Brasil? Lazer Negócios Eventos e convenções Outros Cidades visitadas nesta estada: Rio de Janeiro São Paulo Salvador Sim 76,6% Não 23,4% Veio exclusivamente para a Copa das Confederações? Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 11. Permanência média dos torcedores 14,7 dias Itens mais bem avaliados: • Aeroportos (7,6%) • Serviço de Táxi (7,3%) • Segurança Pública (7,0%) Itens pior avaliados: • Transporte Público (6,4%) • Limpeza Pública (6,6%) Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas Infraestrutura Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 12. 81,2% ficaram satisfeitos ou muito satisfeitos com a estada no Brasil Copa das Confederações da FIFA Brasil 2013 Avaliação dos Turistas 81,9% pretendem retornar para a Copa do Mundo de 2014 97,4% dos entrevistados pretendem retornar ao Brasil em outra ocasião Fonte: Percepção dos estrangeiros sobre o Brasil durante a Copa das Confederações 2013 - EMBRATUR/Instituto Methodus. Amostra: 454 entrevistados.
  • 13. • A Copa das Confederações gerou um impacto total de R$ 740 milhões na economia do Brasil, sendo R$ 321 milhões apenas de gastos diretos dos turistas • A Jornada Mundial da Juventude trouxe R$ 1,2 bilhão à economia do Rio de Janeiro e do país, dos quais R$ 658 milhões foram gastos diretamente pelos turistas do evento • Na Copa do Mundo de 2014 os turistas nacionais e estrangeiros irão gastar R$ 25 bilhões durante os 30 dias do evento Turismo o grande beneficiário
  • 14. • No caso de Salvador, a Copa das Confederações gerou um impacto de R$ 38,2 milhões na economia, com uma permanência média de quase uma semana dos turistas estrangeiros, cujos gastos na cidade somaram R$ 7 milhões. • No ano passado, durante a realização da Copa das Confederações, Salvador recebeu 47,2 mil turistas, dos quais 4.100 eram estrangeiros, conforme pesquisa feita nas seis cidades-sedes do evento pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisa Econômica) para o Ministério do Turismo. O ganho na Bahia
  • 15. Legado de Imagem  A realização de grandes eventos coloca o Brasil em evidência na mídia internacional  Oportunidade única de apresentar ao mundo novos destinos turísticos  Associar à promoção do Brasil as manifestações culturais mais representativas como ferramenta para fortalecer a imagem do país como destino de experiência e singularidade  Intensificar as ações de promoção internacional e apoio a comercialização do turismo brasileiro  Ampliar e fortalecer o relacionamento com a mídia internacional, levando informações atualizadas sobre a evolução da implantação de nova infraestrutura, que beneficia o desenvolvimento do país e do turismo brasileiro Benefícios para o Turismo do Brasil
  • 16. • Duplicar a receita em divisas até 2020; • Alcançar 10 milhões de turistas estrangeiros em 2020; • Receber 600 mil turistas adicionais no Brasil, no período da Copa 2014; e crescer 15% em 2016, ano dos Jogos Olímpicos, em relação ao ano anterior; • Manter um crescimento sustentado de entrada de turistas, acima da média mundial. Metas do Turismo Brasileiro *O Brasil recebeu 5,67 milhões de visitantes internacionais em 2012. crescimento de 4,5%, aumento acima da média mundial, que segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT), foi de 3,8%.
  • 17. Turismo Internacional e Copa do Mundo O que já foi realizado2010-2012
  • 18. Turismo Internacional e Copa do Mundo 2013/2014 - O que já foi realizado
  • 19. Turismo Internacional e Copa do Mundo 2014 Ações de marketing promocional Apoio a Comercialização Publicidade Comunicação Digital Relações Públicas Eventos promocionais no exterior e Ação promocional de boas-vindas aos torcedores e visitantes estrangeiros Feiras Internacionais de Turismo e Goal to Brasil - Encontros Brasileiros Campanha publicitária e Distribuição de material promocional Ações interativas, Aplicativos mobile, Internete inovação em tecnologia para promoção do Brasil Intensificação das ações: Atendimento a imprensa, Press Tripse Agência de Notícias durante a Copa do Mundo 2014 Monitoramento/Pesquisa
  • 20.  Segundo o IPK 2012 (InternationalTourism Consulting Group), esses mercados emitiram 7 milhões, 1,8 milhão, 1, 1 milhão turistas internacionais, respectivamente, em um total de 9,9 milhões de turistas para o mundo.  Considerando uma média dos três países, 68% das viagens realizadas foram para os países da América do Sul. Detalhando ainda mais, temos uma média de 24,2% do total de viagens realizadas para o Brasil no ano de 2012.  Ainda nesse contexto, o segmento de Sol e Praia aliado com cultura são os mais procurados pelos turistas dos três países. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 21.  De acordo com os dados do Panrotas (Abril 2014), há 370 voos diretos ligando os três países ao Brasil com 64 mil assentos ofertados por semana.  Desse total, a capital baiana recebe apenas 3 frequências semanais vindos de Santiago do Chile e há a previsão de mais 4 frequências semanais provenientes de Montevidéu e Córdoba (2 frequências de cada destino).  Ainda há a previsão de mais um voo ligando a capital Argentina a Salvador Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo Participação da Bahia na BTL
  • 22.  Por meio do programa de consultores da Embratur (EBTs), foi possível identificar nos catálogos dos operadores dos mercados Argentino, Chileno e Uruguaio que o segmento de maior representatividade é o Sol e Praia, contemplando quase toda a costa Brasileira.  A duração média dos pacotes ofertados é de 8 dias, havendo um aumento para 14 dias na alta temporada. Ainda na temporada de verão, os mercados demandam voos fretados para Salvador e Porto Seguro para suprir a demanda.  Ainda no programa dos consultores, foi apontado fortemente no mercado Argentino, a tendência de viagens para resorts com sistema all inclusive. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 23.  Segundo o Perfil da demanda turística internacional - Principais emissores: Argentina - 2004-2012, no ano de 2012, os Argentinos apresentaram alto grau de fidelização aos destinos que visitam mantendo os destinos do sul como os mais visitados (Santa Catarina, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul). Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo Participação da Bahia na feira Mundo Abreu
  • 24.  O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de Turismo- instalados na América do Sul, na América do Norte e na Europa - , no Japão, a promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto com os outros países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal desta representação é unir esforços para atrair turistas de países longínquos que têm dificuldades de acesso à América do Sul.  O escritório é responsável por apresentar ao continente asiático as possibilidades turísticas do continente sul-americano. Diferente dos outros 12 Escritórios Brasileiros de Turismo - que estão sendo instalados na América do Sul, na América do Norte e na Europa - , no Japão, a promoção do Brasil como destino turístico é feita em conjunto com os outros países do Mercosul (Argentina, Uruguai e Paraguai). A ideia principal desta representação é unir esforços para atrair turistas de países longínquos que têm dificuldades de acesso à América do Sul. EBT Japão – Promoção do Mercosul
  • 25.  Para além dos destinos dos Estados mencionados, a pesquisa aponta Salvador como principal destino visitado. De acordo com a o Sistema PAXIs da IATA, a capital soteropolitana encontra-se em 3º lugar (ficando atrás de Rio de Janeiro e São Paulo) no número de bilhetes aéreos emitidos no período de Julho de 2013 a Março de 2014 provenientes da soma dos três países (Argentina, Chile e Uruguai).  O crescimento do fluxo entre julho (baixa temporada) e janeiro/fevereiro é de 607% e 565%, respectivamente. Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 26.  De acordo com a ficha do estado, documento referencial da Embratur com base no Plano Aquarela 2020, onde são indicados os principais produtos aptos para a promoção internacional aponta o Estado da Bahia com variados tipos de produtos a serem ofertados para os seus visitantes dando um total de 19 produtos.  Portanto, o Estado oferta produtos competitivos e atrativos para o público internacional conforme lista a seguir Os mercados da Argentina, Chile e Uruguai Potencial de turismo
  • 27. Produtos competitivos na Bahia - Centro Histórico de Salvador - Patrimônio Mundial - O Dia-a-dia da Negra Bahia - Praias de Salvador - Costa dos Coqueiros - Ecoturismo na Praia do Forte - Parque Nacional da Chapada Diamantina - Aventura na Chapada Diamantina Centro Histórico de Salvador
  • 28. Produtos competitivos na Bahia - Aventura em Itacaré - Costa do Descobrimento - Praia da Costa das Baleias - Mergulho no Parque Nacional Marinho de Abrolhos - Observação de Baleias no Sul da Bahia - Esporte na Ilha de Comandatuba
  • 29. Produtos competitivos na Bahia - Golfe em Trancoso - Charme na Costa do Descobrimento - Ecoturismo na Península de Maraú - Praias de Barra Grande, Boipeba, - Morro SP, Canavieiras, Itacaré - Conjunto Arquitetônico e Paisagístico de Lençóis (IPHAN)
  • 30. Vicente Neto Presidente da Embratur Tel.: (61) 2023-8502 presidencia@embratur.gov.br

×