• Save
Sarbanes Oxley Layout Numerico
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sarbanes Oxley Layout Numerico

on

  • 5,222 views

Apresentação sobre a Lei Sarbanes-Oxley para aula de Liderança (MBA - BBS)

Apresentação sobre a Lei Sarbanes-Oxley para aula de Liderança (MBA - BBS)

Statistics

Views

Total Views
5,222
Views on SlideShare
4,781
Embed Views
441

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

7 Embeds 441

http://www.mercadoemalagueta.com 418
http://www.slideshare.net 9
http://web.infomoney.com.br 8
http://feeds.feedburner.com 2
http://74.125.113.132 2
http://by114w.bay114.mail.live.com 1
http://74.125.47.132 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sarbanes Oxley Layout Numerico Sarbanes Oxley Layout Numerico Presentation Transcript

  • Sarbanes-Oxley MBA Executivo – BBS Disciplina : Liderança Integrantes : Maria Gabriela / José Jacques Março de 2008
  • Causas Precursoras
    • Escândalos
    • financeiros nas
    • seguintes
    • corporações:
    • Antes do SOX somente
    • ⅓ das fraudes eram descobertas,
    • depois passou-se para 50%
  • Sarbanes-Oxley Act of 2002
    • A lei em si:
    • Paul Sarbanes – senador
    • Michael Oxley – deputado federal
    • Promulgada em 30/06/2002 por George W. Bush
  • Objetivos
    • Recuperar credibilidade do mercado de capitais
    • Atingir o nível anterior de entusiasmo em investimentos
    • Diminuir e evitar fraudes
    • Aumentar o rigor em controles
    • Mudou a auditoria em si
    • Observação:
      • Implementação rápida
      • Urgência dos tempos
  • Formato
    • 11 seções com 69 artigos
    • Seção 302:
      • Responsabilidade pessoal dos diretores executivos e financeiros
      • Multa de US$ 1 a 5 milhões
      • Prisão de 10 a 20 anos
    • Seção 404:
      • Avaliação dos controles internos relacionados à elaboração das demonstrações financeiras
      • Certificação anual
  • Vantagens
    • Padronização
    • Transparência
    • Formalização de controles internos
    • Maior credibilidade nos números financeiros
    • Governança corporativa (com código de ética)
    • Custos decrescentes
    • Ganhos em eficiência
    • Eliminou auditorias ruins
  • Críticas mais comuns
    • Altos custos de implantação
    • (principalmente para empresas menores)
    • Menor apetite por risco
    • Inibiu IPOs (ofertas iniciais de ações)
    • Engessou ou burocratizou procedimentos (voltou-se a “era” do papel)
    • Levou muitas empresas para a bolsa de Londres
  • No Mundo
    • Itália:
      • Legislação inspirada no SOX
    • Brasil:
      • Oportunidade para transparência e responsabilidade de filiais de multinacionais
      • ADRs
      • Cisco do Brasil
  • Case
  • Case - Ultragaz
    • Como foram desenvolvidos?
      • Mapeamento dos processos mais significativos;
      • Verificação de controles para tais processos;
      • Adaptação dos controles à realidade dos Centros Administrativos
    • Controles da SOX: total de 201
      • Centros Administrativos - 61 controles
      • Matriz UG - 55 controles
      • (CSC, Suprimentos, Frota, Área Administrativa, Impostos, RH.)
      • Controles Eletrônicos - 85 controles
  • Case - Ultragaz
    • Centros Administrativos que serão auditados
      • GSP Domiciliar
      • Paulínia
      • Ribeirão Preto
      • Araucária
      • Bahia (Goiânia)
      • Pernambuco (Ceará)
    70% de representatividade da Receita Líquida da Ultrapar
  • Case - Ultragaz
    • Controles vitais da empresa
    • Dificuldades para adaptar os controles à toda a empresa:
      • Padronização dos processos;
      • Eficácia dos controles;
      • Divergências de informações;
      • Tempo
    • Adaptação dos controles a realidade corporativa - Administrativos - Conscientização
      • Reuniões com as Gerências;
      • Reuniões com os Supervisores;
      • Prazo para críticas dos Supervisores
  • Case - Ultragaz Supervisão Administrativa Área de Logística Área de Produção Área de Instalações Área Comercial Gestor de Controles Internos
  • Case - Ultragaz
    • Plano de Ação para implantação dos Controles:
      • Método 5 W’s e 1 H
        • W hy (Motivo)
        • W hat (Descrição)
        • W here (Local)
        • W ho (Responsável)
        • W hen (Periodicidade)
        • H ow (Procedimento)
  • Case - Ultragaz Check-list vigente - KPMG Programa Auto-Avaliação Matriz / Aderência a SOX Manual de Operações CA´s Escopo de Auditoria Interna Formulários de Controle Relatórios do Sist. Oracle Programa de Auto Avaliação Programa de Trabalho - KPMG Programa de Trabalho – Sup. Adm REPENSANDO A AUDITORIA...
  • Case - Ultragaz
    • Resultados Certificações 2006 e 2007:
      • Riscos mitigados;
      • Maior transparência, auxílio as práticas de governança corporativa;
      • Confiabilidade das informações;
      • Mensurar eficiência de processos;
      • Valorização e Atração ao Mercado.
  • Case - Ultragaz
    • Próximos Passos para Certificação 2008:
      • Adaptação ao AS-5 : gerenciamento de riscos
      • Maior transparência como auxílio as práticas de governança corporativa;
      • Mensurar eficiência de processos por indicadores operacionais e de gestão.
      • Institucionalizar a metodologia do self-assessment.
      • Tornar realidade as oportunidades de centralização, automatização e redesenho de processos oferecidas ao longo das certificações
  • Case – Ultragaz
    • Conclusão:
    • Empresas que adotam como linhas mestras a transparência, a prestação de contas e a eqüidade são capazes de atrair não só os acionistas, mas também, consumidores e fornecedores, trazendo sempre uma imagem positiva para a Companhia.
  • Obrigado. Perguntas? Dúvidas? Comentários?