• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
MInha vida em alguns slides - by gabriel lezcano
 

MInha vida em alguns slides - by gabriel lezcano

on

  • 5,089 views

MInha vida, desde a infância até a atualidade.

MInha vida, desde a infância até a atualidade.

Statistics

Views

Total Views
5,089
Views on SlideShare
4,856
Embed Views
233

Actions

Likes
0
Downloads
13
Comments
0

8 Embeds 233

http://gabrielvoyage.blogspot.com 115
http://gabrielvoyage.blogspot.com.br 103
http://www.slideshare.net 9
http://webcache.googleusercontent.com 2
http://gabrielvoyage.blogspot.pt 1
http://gabrielvoyage.blogspot.de 1
http://gabrielvoyage.blogspot.mx 1
http://gabrielvoyage.blogspot.ca 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    MInha vida em alguns slides - by gabriel lezcano MInha vida em alguns slides - by gabriel lezcano Presentation Transcript

    •  
    • cronologia
    • Tudo começou quando era criança... Um primo infeliz não sabia como me agradar e colocou pasta de dente em minha boca ...
    • Fiquei espumando no berço. Toda vez que gritava, saia uma bolha de sabão... “ acho que fiquei mais ou menos com essa cara”
    • ...Daí, comecei a chorar, e para não brigarem, outro primo apareceu. Ele tinha uns 4 anos. Me pegou no colo e me derrubou... ...cai de cara no chão. Chorei mai s ainda, e como se não bastasse, ele começou a me bater com uma “Rosa Prata de enfeite” na minha cara. BUAÁÁÁÁÁ´!!!! Eu que era assim, + acho que fiquei ...
    • ...Meu primo me batia pq achou que assim eu ia parar de chorar. Mas na verdade ai que chorei mais... ...ainda bem, pois meu pai chegou e expulsou todo mundo do local. O problema é que a casa não era nossa. Era da mãe do meu primo que me bateu. ...assim!
    • Minha infância
    • Mas o chato era na hora do recreio...
      • Eu não tinha uma simples lancheira...
      Todo dia era a mesma coisa, no colégio Palhacinho de Ouro. Minha turma me excluia só pq u não tinha uma lancheira. Que que eles achavam? Que ia roubar seus lanches deliciosos e suculentos só pq eu não tinha? Bah!!! Não tinha lancheira, mas...
    • ...já tinha princípios. Por isso comecei a trabalhar cedo!
      • Eu já:
    • Foi aí que conheci e possui as mulheres...
      • Conhecem aquela estória “...conquistar a mesma mulher todos os dias” pois é, foi meu pai que criou o conceito. E me disse “...mas antes conheça bem todas elas...”
      Conheci as COM UNS...
    • ...e outras nem tanto!
      • Parei de contar quando cheguei a 1000 mulheres (ainda na adolescência).
    • Já tive minha fase de “Cachorro Canalha”... Adorava as meninas que já estavam com algum compromisso mais sério.
      • Era desafiador... A conquista era mais gostosa e instigante... minha queda sempre foi pelas mais velhas.
    • elas eles Sempre conseguia conquistá-las. ...elas me viam assim! ...já eles me viam assim e fugiam!
    • ...nunca achei que fosse apenas sorte, sempre acreditei que é pela minha descendência latina.
    • Já mandei flores, fiz serenatas, larguei tudo para trás apenas para ficar com elas... ...só que já chorei também. e é claro que já fiz muita mulher chorar como crianças...
    • Fazer o que? Me ensinaram a conquistar, não a terminar.
    • Bom... Eu já fui de vários jeitos
    • Hoje já estou numa fase mais sóbria. ...curtindo.
    • Eu sou bem deslocado de minha época...
      • Apesar da idade sou
      • bem “Tiozão”
      • Dispenso qualquer
      • balada para ficar em
      • casa e cozinhar algo
      • para alguém.
    • Hoje eu sou formado em ADM!
      • E curto muito o mercado...
    • ...mas trocaria tudo para passar um dia nos anos 80!!! Ou...
      • ...simplesmente sair de mochila por ai.
      • “ Just it”