Gabarito cap tulo_2
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Gabarito cap tulo_2

on

  • 704 views

 

Statistics

Views

Total Views
704
Views on SlideShare
704
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Gabarito cap tulo_2 Gabarito cap tulo_2 Document Transcript

    • Capítulo 2 – Noções Preliminares  Prof. Moreira  CAPÍTULO 2 (Gabarito) NOÇÕES PRELIMINARES1) Qual a diferença entre Pessoa Física e Jurídica? Pessoa física é a pessoa natural, isto é, todo indivíduo (homem ou mulher) desde o nascimento até a morte, enquanto a Pessoa jurídica é o resultado da união de du- as ou mais pessoas físicas e/ou jurídicas, para o desenvolvimento de atividades de interesse comum.2) Defina o que é Contabilidade e qual sua importância para as organizações? Contabilidade é a Ciência Social que estuda, interpreta e registra os fenômenos que afetam o patrimônio de uma entidade. Ela alcança sua finalidade através do registro e análise de todos os fatos relacionados com a formação, movimentação e as varia- ções do patrimônio, com o fim de assegurar seu controle e fornecer a seus adminis- tradores informações necessárias para tomada de decisão, bem como, aos proprie- tários e demais pessoas interessadas, as informações sobre o estado patrimonial e o resultado das atividades desenvolvidas pela entidade para alcançar os seus fins.3) Coloque V se a afirmativa for verdadeira e F se a afirmativa for falsa: a) (_V_) São públicas as empresas constituídas com capital do Governo; b) (_F_) A empresa de abastecimento de água e saneamento do município “X” possui a seguinte composição de capital: 90% pertencente à Prefeitura e o res- tante proveniente de pessoas físicas. Esta entidade é considerada uma empresa pública. c) (_F_) A escrituração da empresa é de responsabilidade exclusiva do Contabilis- ta. Para assinar balanços e documentos contábeis, o mesmo deve possuir di- ploma de Técnico em Contabilidade ou Bacharel em Ciências Contábeis, sendo optativo o registro no Conselho de Classe. 1
    • Capítulo 2 – Noções Preliminares  Prof. Moreira  d) (_V_) Pessoas Jurídicas são constituídas pela união de pessoas físicas e/ou ju- rídicas, que através de um contrato reconhecido por lei, formam uma nova pes- soa, com personalidade distinta da de seus membros.4) Combinar o usuário da informação contábil com o tipo de decisão ou informação de- sejada, colocando o número provavelmente mais apropriado: a) Acionistas Atuais b) Instituições Financeiras c) Administradores d) Acionistas potenciais e) Empregados f) Governo (_F_) Exame das Declarações do Imposto de Renda (_C_) Exame da eficácia da gerência na gestão da empresa (_E_) Análise do potencial de reajuste de salários (_B_) Avaliação da probabilidade que as dívidas assumidas sejam pagas nos seus vencimentos (_D_) Confronto da rentabilidade da empresa considerando as diversas opções de investimento atuais (_A_) Análise da capacidade de distribuição de dividendos do exercício social encer- rado (_C_) Decisões sobre a expansão ou redução de uma linha de produtos (_A e C_) Quantificação do lucro máximo passível de distribuição sem descapitalizar a empresa5) Capital Subscrito é: a) Capital Inicial da empresa, apenas. b) O valor que os acionistas se comprometem a entregar à empresa para for- mar o capital social. c) O capital, cuja entrada dos valores correspondentes já ocorreu. d) O aumento de capital por incorporação de reservas. e) O valor correspondente a uma doação recebida pela empresa. 2
    • Capítulo 2 – Noções Preliminares  Prof. Moreira 6) Capital a integralizar é (são): a) A parte do capital subscrito ainda não paga pelos sócios ou acionistas. b) O mesmo que capital subscrito. c) As reservas incorporadas ao capital. d) O prejuízo acumulado em vários exercícios. e) Parte integrante de capital de terceiros.7) (Auditor da Receita Federal/ESAF) A Sociedade Limitada pode adotar, como nome comercial: a) Apenas título de estabelecimento. b) Apenas denominação social. c) Apenas firma social, com os nomes dos sócios quotistas. d) Apenas firma social, com o nome do sócio quotista majoritário. e) Denominação ou firma social, indiferentemente.8) Não é característica de uma sociedade anônima: a) O documento principal é o estatuto. b) Sempre é considerada mercantil, independentemente do seu objeto. c) Pode ser designada por firma ou denominação social. d) O capital social é dividido ou fracionado em ações. e) É regida pela Lei 6.404/76.9) No seu sentido mais amplo de ciência social o objeto da contabilidade é: a) Avaliação dos componentes pelo valor original. b) Os registros contábeis. c) O patrimônio das entidades. d) Transferência de propriedades. e) A apuração do lucro ou prejuízo da entidade.10) A principal finalidade da Contabilidade é fornecer informações de caráter financeiro e econômico às entidades físicas ou jurídicas interessadas nas mesmas. Dentre as entidades que necessitam das informações contábeis, podemos citar: 3
    • Capítulo 2 – Noções Preliminares  Prof. Moreira  a) Sócios b) Administradores c) Bancos d) Governo e) Todos acima11) Pode-se definir Contabilidade como sendo um (a): a) Conjunto de princípios, normas e procedimentos que têm por finalidade ordenar os fatores de produção e controlar a sua produtividade e eficiência, visando ob- ter determinado resultado. b) Técnica que consiste na decomposição, comparação, análise e interpretação dos demonstrativos do estado patrimonial e do resultado econômico da entida- de. c) Ciência que organiza, orienta e analisa os fenômenos relativos à produção, à acumulação, à distribuição e ao consumo dos bens materiais. d) Ciência que estuda o patrimônio, utilizando metodologia específica para coletar, registrar, acumular, resumir e analisar todos os fatos que afetam a situação patrimonial de uma entidade. e) Nenhuma das anteriores.12) (Enade 2003) Por força da profissão, os contadores têm um campo de atuação bem amplo, tanto no setor privado quanto no setor público. A par dessa extensão, tais profissionais ficam envolvidos e em contato direto com informações privilegia- das, dados e estratégias utilizadas na gestão e na tomada de decisão. Freqüente- mente, são convocados para auxiliar a Justiça, emitindo opinião que envolva maté- ria técnico-contábil, quando devem atuar com isenção e imparcialidade. Para bem atender as convocações recebidas de juízes, cumprindo também o papel social que lhes cabe, eles realizarão esse tipo de atividade na qualidade de: a) Assistentes técnicos. b) Contadores de custos. c) Auditores. d) Peritos. e) Controllers. 4
    • Capítulo 2 – Noções Preliminares  Prof. Moreira 13) (Enade 2003) Uma sociedade de responsabilidade limitada, formada por cinco só- cios, no encerramento de um exercício em que ocorreram fortes perdas operacio- nais, apresentava a seguinte composição do seu capital social, em reais: Histórico Sócio P Sócio Q Sócio R Sócio S Sócio T Capital Subscrito 500.000 300.000 100.000 60.000 40.000 Capital a Realizar - 100.000 80.000 50.000 40.000 Face aos prejuízos apurados e à grande retração dos negócios no seu ramo de ati- vidade, a sociedade não resistiu, ocorrendo a sua insolvência. Na ocasião, foi levan- tada a seguinte situação dos sócios:  P tem bens particulares de valor muito elevado e forte capacidade de pagamen- to;  Q só tem bens particulares em valor igual ao do capital a realizar;  T não tem bens particulares, mas tem condições para pagar 50% do capital a realizar;  R e S não têm nem bens particulares nem condições de assumir o capital a rea- lizar.De acordo com as determinações da legislação vigente: a) O sócio P não tem mais nenhuma responsabilidade, uma vez que realizou todo o capital subscrito. b) O sócio Q realiza sua parte, o sócio T, 50% da sua, e o sócio P responderá pela parte não integralizada pelos sócios R, S e T. c) Os sócios que não integralizaram o capital têm que assumir tal responsabilidade, tenham ou não bens particulares ou capacidade de pagamento para tal. d) Como os sócios Q e T têm condições para isso, terão de responder sozinhos pe- la integralização do capital até o limite de seus bens particulares ou da sua ca- pacidade de pagamento. e) Como o sócio T só tem capacidade de pagar 50% do capital a realizar e os só- cios R e S não têm bens particulares nem capacidade de pagamento, os credo- res ficarão com o prejuízo. 5