• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Contabilidade geral i cap 11   gabarito - pfc
 

Contabilidade geral i cap 11 gabarito - pfc

on

  • 4,456 views

 

Statistics

Views

Total Views
4,456
Views on SlideShare
4,456
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
29
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Contabilidade geral i cap 11   gabarito - pfc Contabilidade geral i cap 11 gabarito - pfc Document Transcript

    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira  CAPÍTULO 2 (Gabarito) PRINCÍPIOS E NORMAS CONTÁBEIS1) Analisar se os seguintes procedimentos contábeis estão corretos ou errados, escolhendo o melhor princípio (Deliberação CVM 29/86) e justificando sua resposta. a) O proprietário de uma empresa, que está com uma boa situação financeira, decide que as despesas de sua casa e seus empréstimos pessoais serão pagos pela empresa. Errado, de acordo com o Postulado da Entidade. b) Uma empresa será inaugurada em Julho. No primeiro semestre são incorridos uma série de gastos preliminares para preparação da estrutura e são adquiridos um edifício e equipamentos, todos avaliados pelo valor de aquisição. Correto, de acordo com o Princípio do Custo Histórico como Base de Valor. c) As comissões dos vendedores somente são pagas quando as vendas são recebidas. As despesas de Comissões somente são registradas quando do seu pagamento. Errado, de acordo com o Princípio de Confrontação da Despesa.2) Pelo princípio da Competência (Resolução CFC 750/93): a) O valor recebido em Novembro correspondente a uma venda que se concretizará em Dezembro deverá ser reconhecido como Receita no mês de Dezembro. 1
    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira  b) A contribuição ao PIS relativa ao mês de Dezembro/2002 foi paga em Janeiro/2003 e lançada como despesa do mês de Dezembro/2002. c) Os salários dos funcionários do mês de Abril, pagos no 5.º dia útil do mês de Maio, são reconhecidos como despesas do mês de Abril.3) (Enade 2002) Um Contador iniciante, após meses na empresa Aurora, foi alocado para trabalhar na área fiscal e tributária. Em fevereiro de 2000, recebeu a tarefa de contabilizar as Receitas de Vendas do mês de dezembro de 1999. Ao concluir o trabalho e apresentá-lo ao Gerente Financeiro, este verificou que as Receitas do exercício de 1999 estavam em valor inferior às metas de faturamento fixadas pela Matriz no exterior. Então, o Gerente determinou que o Contador localizasse as Notas Fiscais de venda de janeiro de 2000 e antecipasse sua contabilização para dezembro de 1999, para que as metas estabelecidas pela Matriz pudessem ser atendidas. Durante uma fiscalização do CRC de sua jurisdição, o fato foi descoberto. O Contador cometeu ato antiético passível de ser autuado pelo CRC? a) Não, pois cumpriu uma ordem superior e não deverá ser autuado. b) Não, pois as vendas eram verdadeiras e foram simplesmente antecipadas em sua contabilização, não caracterizando nenhum ilícito que acarrete autuação. c) Não, pois esse procedimento é admissível sob a ótica empresarial e, portanto, não deve ser autuado. d) Sim, pois contribuiu para a elaboração das demonstrações contábeis em desacordo com os princípios fundamentais de contabilidade e, portanto, deverá ser autuado. e) Sim, mas só deverá ser autuado se o Gerente não assumir a culpa pelo fato ocorrido.4) O proprietário de uma companhia apresentou a conta de energia elétrica consumida em sua residência para a contabilidade da empresa a fim de que fosse registrada como despesa. O Contabilista discordou do pedido do proprietário, alegando que esta operação inobserva o Princípio Contábil da: 2
    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira  a) Prudência b) Oportunidade c) Registro pelo Valor Original d) Entidade e) N.d.a.5) Determinada empresa costuma contabilizar as férias de seus funcionários somente no período de seu efetivo pagamento, com base na seguinte justificativa: “em realidade, só há o surgimento da obrigação, a partir do mês do efetivo usufruto das férias por parte do funcionário”. Esta afirmação: a) Está correta, pois observa o princípio da Continuidade. b) Está correta, pois observa o princípio da Prudência. c) Está incorreta, pois inobserva, dentre outros, o Princípio da Competência, no que diz respeito à inclusão na apuração do resultado do período da ocorrência. d) Está correta, pois observa, dentre outros, o princípio da Entidade. e) Está incorreta, pois inobserva o princípio da Materialidade, que determina, sempre que surge um passivo, a adoção do maior valor para o registro.6) A empresa deve apresentar sua declaração de Imposto de Renda distinta da de seus sócios, que apresentam cada um, sua própria declaração. Essa regra é definida pelo princípio do (a): a) Prudência b) Competência c) Entidade d) Oportunidade e) Continuidade7) As receitas e despesas devem ser incluídas na apuração do resultado do período em que ocorrerem, sempre simultaneamente quando se correlacionarem, 3
    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira  independentemente de recebimento ou pagamento. Esta afirmação diz respeito ao Princípio da: a) Competência b) Continuidade c) Oportunidade d) Prudência e) Conservadorismo8) O ato de retirar um bem da empresa sem a correspondente baixa nos registros contábeis, para ser usado como patrimônio do sócio, descumpre o Princípio da: a) Competência b) Continuidade c) Entidade d) Registro pelo Valor Original e) Oportunidade9) Uma empresa comprou à vista um veículo por R$ 20.000,00, nessa data, avaliado a preço de mercado por R$ 28.000,00. A empresa terá que contabilizar o referido veículo pelo valor de R$ 20.000,00 de acordo com o Princípio da (o): a) Competência b) Entidade c) Oportunidade d) Registro pelo Valor Original e) Atualização Monetária10) (Enade 2002) O Sr. José dos Santos adquiriu um carro de passeio para a sua esposa no valor de R$ 35.000,00. O pagamento foi efetuado à vista com cheque da sua empresa. Questionado pelo seu Contador, ele argumentou que a empresa era sua e, portanto, poderia perfeitamente pagar as suas contas pessoais com o dinheiro da empresa. O princípio contábil ferido pelo Sr. José foi o da: a) Prudência. 4
    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira  b) Continuidade. c) Competência. d) Oportunidade. e) Entidade.11) (Enade 2003) A empresa Mala Direta S.A. optou por adquirir um grande volume de material de expediente para estoque em dezembro de 2001, apesar de saber que seu consumo só iria ocorrer durante o exercício de 2002. Tal aquisição foi motivada pelo longo prazo de pagamento da primeira parcela mensal concedido pelo fornecedor, janeiro de 2003, sendo a última parcela em janeiro de 2004. O contador, em obediência ao Princípio da Competência, deve registrar a despesa a) Em 2001. b) Em 2002. c) Em 2003. d) Em 2004. e) Parte em 2003 e parte em 2004.12) (Enade 2003) A empresa Celulose Papéis S.A. mantém um depósito de produtos químicos altamente tóxicos. No final do exercício fiscal de 2002, por problemas de manutenção e conservação desse depósito, houve o vazamento de grande parte dos produtos armazenados, o que imediatamente poluiu o rio que representava a principal fonte de abastecimento de água para a região. Diante do fato, o contador efetuou a contabilização de uma provisão, tendo em vista que o IBAMA já notificou a empresa e o advogado desta, especialista em Direito Ambiental, reconheceu como provável a multa no valor de R$ 2.000.000,00. Com esta atitude, o contador atendeu ao Princípio Fundamental de Contabilidade conhecido como: a) Continuidade. b) Entidade. c) Prudência. d) Atualização monetária. e) Registro pelo Valor Original. 5
    • Capítulo 2 – Princípios e Normas Contábeis                                                                                                   Prof. Moreira 13) (Enade 2006) A observância dos Princípios Fundamentais de Contabilidade emanadas pelo CFC − Conselho Federal de Contabilidade é obrigatória no exercício da profissão e constitui condição de legitimidade das Normas Brasileiras de Contabilidade. A Norma Contábil que determina a inclusão das receitas e despesas na apuração do resultado do período a que pertencerem, de forma simultânea quando se correlacionarem, independentemente de ter havido recebimento no caso de receita, ou pagamento, no caso de despesa, está contida no Princípio Fundamental de Contabilidade da: a) Competência. b) Continuidade. c) Oportunidade. d) Tempestividade. e) Uniformidade. 6