Your SlideShare is downloading. ×
0
TAREFAS JOGADAS PARA A                        MELHORA DA FINALIZAÇÃO E                              SUA DEFESA            ...
Trata-se de reduzir                             Nossa responsabilidade será desenhar bem           FINALIZAÇÃO            ...
habitualmente para a melhora da      zonas, com pivotes interiores ou    traves regulamentarias ou não,conservação da bola...
sócios, as característica dos seus jogadores, as dimensões de seu estádio e a todos aqueles fatores que     Ainda não é o ...
Em toda esta serie de tarefas, o objetivo dos atacantes será conseguir anotar na trave rival, nas situaçõesde maior superi...
TAREFA 2	     5x7		   65x50m.                                         Sete atacantes com um                               ...
TAREFA 4		                5x5		         65x50m.                                                                           ...
TAREFA 6		               6x8		        65x55m.                                                             TAREFA 7		      ...
TAREFA 8		               6x6		        65x55m.                                                                      Seis at...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Tarefas jogadas para a melhora da finalização e sua defesa (2ª Parte)

3,570

Published on

A metodologia de ensinamento neste tipo de tarefas será o descobrimento guiado, assim o jogador se lhe dão as pautas gerais da tarefa e analisa-se e observa como cada equipe vai resolvendo as distintas situações que se vão dando ao longo da tarefa.

Segundo se vai desenvolvendo as mesmas surgirão duvidas e situações que se comentarão e irão corrigindo tanto por parte do treinador como pelos próprios jogadores já que muitas vezes serão eles mesmos os que encontrem a solução adequada.

Published in: Sports
0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,570
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
349
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Tarefas jogadas para a melhora da finalização e sua defesa (2ª Parte)"

  1. 1. TAREFAS JOGADAS PARA A MELHORA DA FINALIZAÇÃO E SUA DEFESA II AUTOR: Juan Iglesias Paz • TREINADOR NACIONAL DE FUTEBOL NÍVEL III – RFEF (Naron BP, SD O Val, SD Compostela) • LDO. CIÊNCIAS DA ACTIVIDAD FÍSICA E O ESPORTE -INEF Galícia (O Parrulo FS, CB Univer- sitario Ferrol, Naron BP) Fotos: Shutterstock.com FINALIZAÇÃO DESDE MEIO CAMPO (II) 10 – 15 JOGADORES INTRODUÇÃO A metodologia de ensinamento neste tipo de tarefas será o descobrimento guiado, assim o jogador se lhe dão as pautas gerais da tarefa e analisa-se e observa como cada equipe vai resolvendo as distintas situações que se vão dando ao longo da tarefa. Segundo se vai desenvolvendo as mesmas surgirão duvidas e situações que se comentarão e irão corrigindo tanto por parte do treinador como pelos próprios jogadores já que muitas vezes serão eles mesmos os que encontrem a solução adequada. 107© Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  2. 2. Trata-se de reduzir Nossa responsabilidade será desenhar bem FINALIZAÇÃO DESDE sem perder a vista a tarefa para que se manifestem essas MEIO CAMPO (II) 10 – 15 situações que queremos que os jogadores a globalidade do vivenciem no treinamento e que tantas vezes jogadores jogo sucedem nos jogos. Temos considerado adequada a seguinte classificação dasO modelo de treinamento neste tipo de Nestas tarefas pretendemos treinar o que tarefas, Sanz e Guerreo 2007,tarefa é estruturado, partimos da Mandelbrot denomina Fractal. Um fractal consiste, para desenhar uma serie devisão do futebol desde a idéia adaptando as palavras deste autor ao nosso artigos para a melhora do jogo.do paradigma da complexidade esporte, em extrair um pequeno troço destede Edgar Morín, segundo Morín sistema caótico e global que é o A tarefa as agrupou em trêsexiste complexidade quando são futebol sem perder sua essência e níveis de aproximação ouinseparáveis os diferentes categorias em função do maior que seja representativo do quecomponentes ou menor grau de aproximação sucede no jogo. a realidade do jogo e do seu Dado que o jogo é um nível de complexidade: práticas constituintes de de jogo, tarefas jogadas e continuum e que o ataque, um todo e existe tecido situações de jogo real, mas defesa e transições sãointerdependente, interativo entre as partes e o sempre buscando distanciar- interdependentes e estão Por ultimo e já em um nível de aproximaçãotodo, e o todo e as partes. se o menos possível do jogo e do seu caráter conectados um com outro e muito mais próximo ao jogo real, e de maiorAplicando-o ao futebol entendemos o futebol global como aspecto determinante para seu que o que façamos durante complexidade, proporemos situações de jogocom um todo o sistema complexo no qual os treinamento. real e que na sua vez subdividem em três sub-elementos que compõem companheiros, cada uma delas vai influir níveis denominados jogo real condicionando,adversários, bola, terreno de jogo... São na seguinte (nossa Estamos desenhando uma serie de artigos com adaptado e modelado.inseparáveis ao igual que as diferentes situação em ataque tarefas jogadas, nas quais poderiam englobar-sefases da ação de jogo também são condicionará dentro do segundo nível de aproximação. Dentro Centramos-nos neste artigo e no treinamento daindissociáveis, ataque, defesa e nossa transição deste tipo de tarefas jogadas, podemos recordar finalização e sua defesa e concretamente vamostransições formam um todo. ataque-defesa, que já propusemos tarefas para a consecução fazer com tarefas globais e atendendo ao posto nossa forma de dos seguintes princípios ou objetivos gerais do especifico do jogador dentro do sistema de jogoTal e como defender também condicionará jogo: conservar-recuperar a bola e progredir- e do modelo elegido pelo treinador.afirma Stacey nosso contra-ataque e assim evitar progredir.é um sistema com todas as fases da ação de Já quando propusemos a melhora dacaótico, o qual jogo), por tanto em estas tarefas Agora vamos propor uma serie de artigos para conservação da bola e sua defesa através designifica que tentaremos treinar o jogo entendendo-o finalizar situações de ataque e sua defesa. tarefas jogadas fizemos o mesmo, e propusemosdentro da desordem como um todo indivisível e por tanto Ademais do treinamento mediante este tipo de tarefas em diferentes zonas do campo: campoou aleatoriedade das ações no nelas buscara-se treinar como mínimo tarefas jogadas, podem-se utilizar outro tipo de próprio, meio-campo e campo rival e atendendofutebol, um grupo de jogadores tarefas denominadas praticas de jogo, as quais esses fractais ou pequenas partes a localização dos jogadores dentro do modelointeragem entre si com o objetivo através de uns são tarefas mais simples, baseadas nos antigos deste todo que ainda conservam a de jogo da equipe.comportamentos comuns fazer emergir certa modelos mais analíticos mediante as quais a representatividade do modelo doordem e estabilidade neste sistema caótico partir de uma situação básica busca-se melhorar futebol. Recordamos isto porque temos passado porque é o futebol. alguma situação de jogo real, mostraremos mais alto ou deixado de expor outras tarefas que, adiante. com continuidade e sem finalização, utiliza-se 108 109 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  3. 3. habitualmente para a melhora da zonas, com pivotes interiores ou traves regulamentarias ou não,conservação da bola. exteriores, etc. uma ou varias zonas de marca, derrubando cones, etc. Mas peloEstas são os denominados Agora pretendemos fazer o mesmo que antes, e sabendo querondas ou posições acredita- mesmo que quando desenhamos há muito material bibliográficose que há suficiente bibliografia tarefas para jogadas para acerca disso, desenhamos aexistente acerca desta forma a melhora da conservação, proposta que apresentamos ade treinamento e melhorar a atender a especificidade do jogo, continuação.conservação da bola e por isso e por isso as tarefas que vamostemos optado por apresentar apresentar aqui são situações Vamos desenvolver quatro artigosuma visão diferente de como de finalização em superioridade nos que, progredindo desdetreinar este objetivo ou principio numérica nas que os atacantes situações nas que se lhes exigegeral de jogo. buscam finalizar a ação em finalizar seu ataque de acordo uma trave regulamentaria e com umas premissas e que sejamAinda que não descartamos com uma serie de premissas e eles os que vivenciem este tipo deem um próximo artigo, antes de situações parecidas as que se situações e proponham soluçõesfinalizar com esta serie dedicada vão encontrar no jogo e desde para resolvê-las com eficácia.as tarefas jogadas, expor um seu posto especifico. Ao mesmo tempo os jogadorespequeno resume de todos os que atuam como defensorestipos de rondas e posições Sabemos que para este principio aprendam também como evitar aque podemos desenhar para a de finalização há outras muitas finalização dos jogadores rivais.melhora da conservação, em tarefas jogadas nas que osuma zona, duas zonas, três jogadores possam atacar umas Trabalham-se ademais deste principio tático de melhorar a outra seqüência e assim tantas vezes como São tarefas nas que tentamos que tenham uma finalização e sua defesa, dado consideramos oportuno em função de nossos continuidade e por isso permitiremos que os o caráter integral ou global objetivos e da nossa planificação. defensores ao recuperar a bola tentem manter sua das tarefas, muitos outros possessão ou bem atravessar a zona de marca aspectos táticos importantes do Ademais cada treinador deve ajustar as tarefas desde a qual os atacantes iniciam sua ação, jogo como princípios ou ações as suas necessidades e ao seu estilo de jogo, assim se em um primeiro momento os atacantes táticas ofensivas: Desmarcação, assim a situação de partida para uma ação de não conseguem finalizar, é possível que em uma apoios, temporizações e ajudas finalização no ultimo quarto de campo, cerca ação posterior trás a transição ataque defesa e ofensivas, etc. e defensivas: do gol rival, será diferente para uma equipe que a pressão no campo rival consigam recuperar marcação, entradas, coberturas, busca chegar à trave rival mediante a progressão a possessão de novo e agora sim são capazes etc. Aspectos técnicos como com a bola e mediante um ataque combinatório de finalizar. Tudo isso antes que os defensores o tiro, o passe, o regate, que para aquela equipe o treinador que confie levem a bola para a zona situada nas costas dos interceptações, etc., aspectos mais no jogo direto, já seja raso ou aéreo para atacantes. físicos como a potencia aeróbica chegar ao gol rival, finalizar seus ataques. ou a capacidade láctica ou a Uma vez que se finaliza esta seqüência e em potencia láctica, etc. e aspectos Assim isto só é um exemplo de como através função dos objetivos físicos e das características ou meios psicológicos ofensivos e de uma serie de tarefas podemos melhorar este da tarefa dentro da sessão de treinamento e defensivos como a autoconfiança principio do jogo, logo será cada um que adapte dentro do microciclo semanal, se poderá ou não e a concentração. a filosofia ou historia de sua equipe, dos seus dar outra bola aos atacantes para que iniciem 110 111 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  4. 4. sócios, as característica dos seus jogadores, as dimensões de seu estádio e a todos aqueles fatores que Ainda não é o objetivo das tarefas apresentadas em este artigo, devemos permitir enlaçar diferenteso treinador tenha considerado importantes na hora de estabelecer seu modelo e estilo de jogo. fases do jogo, por exemplo, defesa e contra-ataque dos defensores. Para isso podemos permitir que à equipe que recupera a bola finalize na zona de marca ou de inicio dos ataques rivais ou bem em trêsEstas tarefas buscam a melhora de finalização dos ataques por parte dos jogadores atacantes. O fim traves em meio campo que defendem os atacantes.ultima de jogo não é outro que o gol e a finalização da jogada com a bola na trave rival, exceto todasaquelas situações nas que com o resultado favorável à equipe lhe interesse mais manter a possessão e Ao permitir isto também estamos dando opção aos atacantes a que tenham prevista sua organizaçãonão perdê-la. para a fase de transição ataque-defesa quando sua equipe perda a possessão e os rivais iniciem seu contra-Salvo em estas situações concretas a ataque o ataque organizado.finalização e o objetivo, nestes artigosvamos propor situações de finalização Uma vez que se desenvolve um ciclo completo ou fractal,desde diferentes zonas do campo e podemos deter a tarefa e iniciar outra vez a tarefa e tal ecomeçamos pelas zonas próximas à como temos desenhado e prolongaremos no tempo tantotrave rival. como deseje o treinador e/ou preparador físico.A conservação e a progressão no Em todas as tarefas o treinador deverá adaptar o numerojogo busca aproximar a bola à trave de jogadores de cada tarefa ao seu sistema de jogo, assimrival justo para isso, para finalizar, se em uma tarefa quatro jogadores têm que tentar evitar amas terá outras situações nas que finalização dos rivais e recuperar a bola, um treinador osnão estejamos tão próximo da trave posicionara em um sistema 4-0 e outros colocarão 3-1...rival e nos interesse buscar essa Adaptando assim as tarefas a nossas necessidades,situação de finalização sem demorar características ou modelo de jogo.demasiada a ação ou sem ter deixadoatrás a muitos jogadores rivais, porisso também planejaremos situações Terá que fazer o mesmo para os jogadores em possessãonas que progressivamente iremos da bola, por tanto se tentam finalizar o ataque seisacrescentando defensores e atacantes. jogadores terá quem os coloque 4-2,2-3-1 ou 3-3...Assim, desde zonas mais distantes A descrição básica da tarefa será a mesma para todasa trave rival também buscará que os as que apresentamos no artigo, o que variará de umasjogadores enfrentem-se a situação de a outras serão pequenas premissas ou detalhes devidofinalização em ligeira superioridade à maior ou menor superioridade numérica por parte dosnumérica e que terá que resolver com atacantes e alguns exemplos de possíveis variantes queeficácia. podemos aplicar no treinamento em função de diferentes objetivos que nos planejemos, como por exemplo, que oComeçamos com situações nas que gol atacante valha o dobro se vem de um centro desdeos jogadores mais adiantados da a banda (conceito de amplitude), trás uma parede porequipe enfrentem-se as defesas rivais dentro quando não tenha muita superioridade ofensiva ee pouco a pouco se vão acrescentando tratemos de alternar o jogo pelas bandas e pelo interior,jogadores atacantes de linhas mais trás um centro raso nas costas das defesas ou trás umretrasadas e mais defesas rivais até passe atrás trás ganhar a linha de fundo...chegar a situações de 11 x 11.112 113 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  5. 5. Em toda esta serie de tarefas, o objetivo dos atacantes será conseguir anotar na trave rival, nas situaçõesde maior superioridade numérica ofensiva o treinador poderá por premissas temporais para obrigar a MELHORA DA FINALIZAÇÃO DESDE MEIOfinalizar antes de um tempo concreto, enquanto que em outras com menor superioridade ofensiva lhes CAMPO (II)deixará mais tempo para finalizar. CINCO DEFESASSe não acaba a jogada no tempo previsto, o treinador lhe entregará a bola aos defensores, estes tantoquando roubem a bola como quando seu goleiro recupere a bola trás um tiro rival ou se entregue o TAREFA 1 5x8 65x50m.treinador, terão a opção de sair em contra e atravessar em condução e / ou receber a bola detrás da Oito atacantes com umlinha marcada as costas dos atacantes sistema 4-4 têm que finalizare os atacantes deverão organizar sua frente a cinco defesastransição defensiva. situadas com um sistema 4-1 ao borde da sua área.Joga-se durante um tempo determinado,em função das necessidades do corpo Os atacantes iniciam desdetécnico, o objetivo dos atacantes é uma distancia de 50m. aconseguir marcar, mas também evitar trave rival e dispõe de umque as defesas lhes marquem em sua tempo concreto para finalizarzona de marca. a ação, a qual decidem os treinadores em função doOs gols das defesas ao atravessar nível e características dea linha nas costas dos atacantes seus jogadores.pontuam o dobro naquelas tarefascom mais superioridade ofensiva é Neste caso e como exemplo,normal nas de menor superioridade dispõem de 15”para finalizar o ataque, transcorrido esseou igualdade numérica, pelo que os tempo o treinador soltaráatacantes terão que estar concentrados a bola para trabalhar apara que em caso de perdida fazer transição ataque-defesa euma rápida transição de ataque defesa defesa-ataque por parte dose aproveitando sua superioridade dois grupos de jogadores.numérica recuperar rapidamente a bolapara voltar a tentar acabar a jogada. A ação finalizará quando os defensores sobre passem aEm todas as tarefas a numeração de jogadores é sem goleiros, por tanto em um 5x8 o primeiro valor faz linha de inicio dos atacantesreferencia ao numero de defesas sem contar ao goleiro, ao que damos por incluído sempre, pois são ou quando estes recuperemtarefas com finalização sobre uma trave. a segunda ação e finalizem o novo ataque.O segundo valor indica o numero de jogadores em ataque, tampouco está incluído o goleiro, se participao goleiro da equipe em superioridade numérica o indicaríamos na tarefa. Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 5-3 ou 3-3 e as defesas em um sistema 5-0 ou 3-2.114 115 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  6. 6. TAREFA 2 5x7 65x50m. Sete atacantes com um sistema 3-4 têm que finalizar frente a cinco defesas situados com um sistema 5-0 ao borde da sua área. TAREFA 3 5x6 65x50m Os atacantes iniciam desde uma distancia de 50m. a Seis atacantes com um trave rival e dispõem de um sistema 2-3-1 têm que tempo concreto para finalizar finalizar frente a cinco a ação, no qual decidem os defesas situados com um treinadores em função do sistema 2-3 ao borde da sua nível e características de área. seus jogadores. Os atacantes iniciam desde uma distancia de 50m. a Neste caso e como exemplo, trave rival e dispõem de um dispõem de 20”para finalizar tempo concreto para finalizar o ataque, transcorrido esse a ação, no qual decidem os tempo o treinador soltará treinadores em função do a bola para trabalhar a nível e características dos transição ataque-defesa e seus jogadores. defesa-ataque por parte dos dois grupos de jogadores. Neste caso e como exemplo, dispõem de 25”para finalizar A ação finalizará quando os o ataque, transcorrido esse defensores sobre passem a tempo o treinador soltará linha de inicio dos atacantes a bola para trabalhar a ou quando estes recuperem transição ataque-defesa e a segunda ação e finalizem defesa-ataque por parte dos um novo ataque. dois grupos de jogadores. A ação finaliza quando os Variantes: os atacantes podem defensores sobre passem a linha de inicio dos atacantes posicionar-se em outro sistema ou quando estes recuperem ofensivo de inicio 4-3 ou 3-4 e a segunda ação e finalizem as defesas em um o novo ataque. sistema 4-1 ou 3-2. . Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 4-2 ou 3-3 e as defesas em um sistema 4-1 ou 5-0.116 117 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  7. 7. TAREFA 4 5x5 65x50m. SEIS DEFESAS Cinco atacantes com um sistema 4-1 têm que finalizar TAREFA 5 frente a cinco defesas 6x9 65x55m. situadas com um sistema 4-1 Nove atacantes com um ao borde da sua área. sistema 4-1-4 têm que finalizar frente a seis Os atacantes iniciam desde defesas situadas com uma distancia de 50m. a um sistema 4-2 ao borde trave rival e dispõe de um da sua área. tempo concreto para finalizar a ação, no qual decidem os Os atacantes iniciam treinadores em função do desde uma distancia nível e características dos de 55m. a trave rival e seus jogadores. dispõem de um tempo concreto para finalizar a Neste caso e como exemplo, ação, no qual decidem os dispõem de 30”para finalizar treinadores em função do o ataque, transcorrido esse nível e características dos tempo o treinador soltará seus jogadores. a bola para trabalhar a transição ataque-defesa e Neste caso e como exemplo, defesa-ataque por parte dos dispõem de 15”para finalizar dois grupos de jogadores. o ataque, transcorrido esse A ação finalizará quando os tempo o treinador soltará defensores sobre passem a a bola para trabalhar a linha de inicio dos atacantes transição ataque-defesa e ou quando estes recuperem defesa-ataque por parte dos a segunda ação e finalizem o dois grupos de jogadores. novo ataque. A ação finalizará quando osVariantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 3-2 ou 2-3 e as defesas defensores sobre passem aem um sistema 3-2 ou 5-0. linha de inicio dos atacantes ou quando estes recuperem a segunda ação e finalizem o novo ataque. Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 3-4-2 ou 4-3-2... E as defesas em um sistema 5-1 ou 3-3.118 119 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  8. 8. TAREFA 6 6x8 65x55m. TAREFA 7 6x7 65x55m. Oito atacantes com um sistema 4-4 têm que finalizar Sete atacantes com um frente a seis defesas sistema 4-3 têm que finalizar situadas com um sistema frente a seis defesas 5-1 ao borde da sua área. situadas com um sistema 3-3 ao borde da sua área. Os atacantes iniciam desde uma distancia de 55m. Os atacantes iniciam desde a trave rival e dispõe de uma distancia de 55m. a um tempo concreto para trave rival e dispõem de um finalizar a ação, no qual os tempo concreto para finalizar treinadores em função do a ação, no qual decidem os nível e características dos treinadores em função do seus jogadores. nível e características dos seus jogadores. Neste caso e como exemplo, dispõem de 20”para finalizar Neste caso e como exemplo, o ataque, transcorrido esse dispõem de 25”para finalizar tempo o treinador soltará o ataque, transcorrido esse a bola para trabalhar a tempo o treinador soltará transição ataque-defesa e a bola para trabalhar a defesa-ataque por parte dos transição ataque-defesa e dois grupos de jogadores. defesa-ataque por parte dos dois grupos de jogadores. A ação finalizará quando os defensores sobre passam a A ação finalizará quando os linha de inicio dos atacantes defensores sobre passem a ou quando estes recuperem linha de inicio dos atacantes a segunda ação e finalizem ou quando estes recuperem o novo ataque. a segunda ação e finalizem um novo ataque.Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 2-4-2,1-4-3... E os Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 3-4, 2-3-2... E osdefesas em um sistema 4-2 ou 3-3. defesas em um sistema 4-2 ou 5-1.120 121 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  9. 9. TAREFA 8 6x6 65x55m. Seis atacantes com um sistema 3-3 têm que finalizar frente a seis defesas situadas Ainda que até agora todas as tarefas apresentassem um posicionamento defensivo repregado, para com um sistema 4-2 ao borde favorecer a chegada dos jogadores de ataque as posições de finalização. da sua área. Os treinadores, para dar mais variedade às tarefas, jogarão com diferentes posicionamentos defensivos da equipe, evolucionando desde posicionamentos mais repregados com a linha de defesas situada Os atacantes iniciam desde ao borde da área própria até posicionamentos mais avançados, situando-se a linha de defesas mais uma distancia de 55m. a cerca do meio campo. trave rival e dispõem de um tempo concreto para finalizar Podemos por exemplo propor todas as tarefas com a linha de defesas ao borde da área e a ação, no qual decidem os progressivamente ir avançando a linha a 10, 15,20 ou 25m. fora da área, posicionando quase em meio treinadores em função do campo e comprimindo as linhas ofensivas rivais reduzindo a profundidade da equipe. nível e característica dos seus jogadores. No próximo artigo desenvolveremos ações de finalização desde meio campo e iremos aumentando o numero de atacantes e defensores Neste caso e como exemplo, adequando-nos as dimensões do dispõem de 30”para finalizar campo e respeitando a densidade o ataque, transcorrido esse de jogadores de acordo as tempo o treinador soltará características do jogo. a bola para trabalhar a transição ataque-defesa e defesa-ataque por parte dos dois grupos de jogadores. A ação finalizará quando os defensores sobre passem a linha de inicio dos atacantes ou quando estes recuperem a segunda ação e finalizem um novo ataque.Variantes: os atacantes podem posicionar-se em outro sistema ofensivo de inicio 4-2, 2-3-1... E osdefesas em um sistema 5-1 ou 3-3.122 123 MARÇO Tática © Artigo publicado em www.futbol-tactico.com Tática MARÇO
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×