Universidade Federal do Oeste do Pará
                        Instituto de Engenharia e Geociências
                      ...
Art. 4º - A coordenação dos Laboratórios será feita por profissional capacitado para a
tarefa, que deverá ser indicado pel...
Art. 11 - O acesso ao Laboratório L1:
§1º Para o acesso aos serviços do L1 será solicitado o nome e número de matrícula do...
até a suspensão do usuário, que deverão ser comunicadas pela equipe do Laboratório à
coordenação do Curso ou ao setor resp...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Regimento laboratório

1,362 views
1,278 views

Published on

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,362
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
26
Actions
Shares
0
Downloads
34
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Regimento laboratório

  1. 1. Universidade Federal do Oeste do Pará Instituto de Engenharia e Geociências Programa de Sistemas de Informação Laboratórios de Informática REGIMENTO INTERNO – 09 DE JUNHO DE 2010 Ementa: O presente Regimento tem como objetivo principal apresentar as diretrizes gerais para utilização da infra-estrutura dos Laboratórios L1 e L2 do curso de Sistemas de Informação, através das normas descritas nos tópicos a seguir. TÍTULO I – DO OBJETIVO Art. 1º - O principal objetivo dos Laboratórios L1 e L2 é dar apoio às aulas práticas das disciplinas do curso de Sistemas de Informação e, assim como proporcionar a prática continuada para os alunos destes. § 1º O Laboratório L1 poderá ser usado em trabalhos acadêmicos e pesquisas dos alunos do Campus, usando a Internet; assim como poderá ser usado na capacitação de pessoal da UFOPA e instituições parceiras, e quando necessário da comunidade em geral. § 2º O Laboratório L2 será utilizado apenas para realização de aulas e, dependendo da disponibilidade do mesmo, em eventos promovidos pela UFOPA ou instituições parceiras. TÍTULO II – DA INFRA-ESTRUTURA Art. 2º - Existem dois Laboratórios, L1 e L2, cada um contando atualmente com 25 (vinte e cinco) computadores interligados a uma rede local com arquitetura Ethernet, e interligada a Internet. TÍTULO III – DO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO Art. 3º - O horário normal de funcionamento dos Laboratórios será distribuído em 3 (três) turnos: 08:00h as 12:00h, 14:00h às 18:00h e das 19:00h às 22:15h (Segunda a Sexta-feira). § 1º O uso do Laboratório L1 obedecerá ao horário normal de funcionamento e, caso necessário, fora do horário normal com a presença de pelo menos um dos monitores. Poderá também ser aberto aos sábados, domingos e feriados, devendo para isso ter autorização por escrito da coordenação do Curso. § 2º Os períodos disponíveis para utilização do Laboratório L2 não estão restritos aos apresentados anteriormente, sendo determinados pelo solicitante responsável. TÍTULO IV – DA COORDENAÇÃO
  2. 2. Art. 4º - A coordenação dos Laboratórios será feita por profissional capacitado para a tarefa, que deverá ser indicado pelo responsável pela coordenação do Curso de Sistemas de Informação. Art. 5º - O Coordenador dos Laboratórios é o principal integrante da equipe de administração do Laboratório e tem como responsabilidade a supervisão e orientação das atividades dos monitores, além de responder por todos os documentos e relatórios de andamento das atividades realizadas nos Laboratórios. Parágrafo Único – Outra atividade do Coordenador é a criação, e supervisão do uso, de mecanismos de documentação das atividades dos monitores, além do controle da frequência dos mesmos. TÍTULO V – DOS MONITORES Art. 6º - Para um melhor desempenho das atividades diárias do Laboratório L1 será necessário a presença constante de pessoal de apoio, com treinamento específico para o trabalho com equipamentos e programas de computadores. Para isso deverão ser utilizados alunos do curso de Sistemas de Informação como monitores das atividades do Laboratório. Art. 7º - Os monitores, em conjunto com o Coordenador do Laboratório, comporão a Equipe de Administração. Serão necessários de 3 (três) a 6 (seis) monitores, para atender a demanda de atividades do Laboratório nos seus turnos de funcionamento. Art. 8º - Os Monitores cumprirão suas atividades por um período máximo de 6 (seis) meses, sendo que diariamente terão carga de 4 horas. Todos os monitores terão atividades específicas e gerais nos Laboratórios L1 e L2, sendo que para as atividades gerais podemos citar: a) Instalação e Configuração – Software, hardware e dispositivos componentes da rede de computadores do laboratório; b) Manutenção do Hardware – Manutenção preventiva e corretiva, que somente poderá ocorrer com a supervisão presente do coordenador do laboratório; c) Elaboração de Material Didático para Treinamentos – Projeto, Apostilas, Web Sites e Slides (apresentações); d) Auxílio a Usuários – Quando solicitado deverá prestar auxílio ao usuário do laboratório; e) Atualização de Manuais de Configuração – Qualquer alteração executada em equipamento ou software, que tenham diretrizes documentadas em manual técnico ou operacional, deverá ser devidamente documentada; f) Administração da Rede – Operação de dispositivos e supervisão do funcionamento dos servidores e serviços disponibilizados pela rede do laboratório. TÍTULO VI – DOS SERVIÇOS OFERECIDOS Art. 9º - O Laboratório L1 oferece os seguintes serviços aos seus usuários: a) Acesso à Internet para todos os alunos que estejam devidamente matriculados no semestre vigente; b) Apoio a trabalhos acadêmicos, correio eletrônico, navegação na Internet, desenvolvimento de aplicações e outros. Art. 10º - O Laboratório L2 oferece os seguintes serviços: a) Apoio didático às aulas dos professores em que seja necessária a utilização de computadores; b) Apoio a cursos e eventos promovidos pela UFOPA ou instituições parceiras; TÍTULO VI – DO ACESSO
  3. 3. Art. 11 - O acesso ao Laboratório L1: §1º Para o acesso aos serviços do L1 será solicitado o nome e número de matrícula do aluno, para fins de controle e aplicação das sanções previstas no Regimento Interno. §2º Serão separadas 05 (cinco) computadores para reserva de horários de uso, sendo o tempo de reserva máximo 2 (duas) horas, que servirão também para uso imediato no caso de vacância no Mapa de Reservas. §3º O usuário que efetuar reserva, deverá fazê-lo com antecedência de uma semana, e comparecer em no máximo até quinze minutos contados a partir do início da reserva, no caso de não comparecimento após esse tempo, a máquina será liberada para uso imediato. §4º O “Mapa de Reservas Diário” deverá estar disponível com antecedência mínima de uma semana. §5º O aluno só poderá utilizar o equipamento reservado para ele e quando este apresentar algum problema, o aluno deverá ser encaminhado a um computador em espera. Art. 12 - O acesso ao Laboratório L2: §1 Será limitado aos horários de aula para os alunos matriculados na disciplina ministrada. §2 É liberado aos monitores para manutenção e configuração das máquinas. TÍTULO VII – DAS LIMITAÇÕES E PROIBIÇÕES Art. 13 - É terminantemente proibido aos frequentadores do Laboratório: a) Efetuar qualquer tipo de modificação nos computadores sem a prévia autorização do monitor; b) A entrada de qualquer tipo de alimento e líquido no laboratório; c) Retirada, dos seus respectivos lugares, dos equipamentos (vídeo, teclado, base de mouse, cabo de rede, etc), assim como das cadeiras, sem que haja necessidade e prévia autorização; d) A utilização de softwares de jogos, a não ser que estes sejam objetos de aulas práticas; e) A utilização do laboratório para efetuar trabalhos de natureza particular. f) A retirada de qualquer equipamento do laboratório sem que haja autorização da coordenação; g) Fumar no interior do Laboratório; h) A instalação e desinstalação de qualquer programa nos computadores do Laboratório de Informática, sem que haja prévia autorização. Art. 14 – Os recursos multimídias serão utilizados apenas para fins educativos. Art. 15 - A utilização da Internet através do Laboratório é exclusivamente destinada às atividades de pesquisa e uso de correio eletrônico (e-mail). Art. 16 - O usuário deve evitar atender ao celular no laboratório e usar sempre no modo silencioso. Art. 17 - A utilização de jogos, sites de conteúdo erótico ou pornográfico, bate-papo e sites de relacionamento em geral é terminantemente proibida no Laboratório, estando o usuário sujeito a suspensão temporária de acesso por 15 dias. Se houver reincidência o acesso será bloqueado até o final do semestre, com exceção aos horários em que o aluno esteja em aula com o acompanhamento do professor. Art. 18 - Caso o usuário abandone a sala por mais de 10 (dez) minutos, os monitores podem liberar o lugar para usuários em espera para uso dos computadores. Art. 19 - Atitudes consideradas agressivas, grosseiras ou inadequadas, bem como, danos físicos aos equipamentos e softwares instalados, serão motivos de advertência, e
  4. 4. até a suspensão do usuário, que deverão ser comunicadas pela equipe do Laboratório à coordenação do Curso ou ao setor responsável pelo usuário. TÍTULO VIII – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS Art. 20 - As normas definidas neste regimento podem ser alteradas de acordo com as necessidades dos Laboratórios havendo, obviamente, aviso prévio aos usuários. Art. 21 - É recomendado que os arquivos dos usuários sejam armazenados em pendrives ou outros meios externos de armazenamento, pois os mesmos podem ser excluídos posteriormente para melhor funcionamento das máquinas. Art. 22 - Para melhor segurança dos computadores e consequentemente dos dados armazenados neste, os usuários devem: a) Ao sair do laboratório, fechar sua conta, encerrando sua sessão de trabalho; b) Evitar sujar as bancadas dos computadores, bem como, jogar detritos no chão; c) Quando não estiver mais usando, o usuário deve excluir seus arquivos do computador; Art. 23 - A equipe de administração do laboratório não se responsabiliza por perdas de arquivos de usuários. Art. 24 - Em caso de dúvidas o usuário deve dirigir-se ao Monitor do horário ou o superior responsável em questão e em última instância a Coordenação do Laboratório. Art. 25 - O descumprimento das normas deste Regimento poderá implicar em suspensão da utilização do Laboratório, ou outro tipo de penalização a ser definida pela Coordenação, de acordo com o Regimento Geral da Universidade. Art. 26 - A presente Resolução entrará em vigor na data de sua aprovação, revogando- se as disposições em contrário. Curso de Sistemas de Informação, 22 de Março de 2010. _______________________ ____________________________ Prof. Msc. Adriano Del Pino Lino Prof. MsC. Socorro Vânia Lourenço Alves Coordenador dos Laboratórios Coordenadora do Curso de Sistemas de Informação

×