Sob A Capa Da Democracia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Sob A Capa Da Democracia

on

  • 2,361 views

 

Statistics

Views

Total Views
2,361
Views on SlideShare
2,149
Embed Views
212

Actions

Likes
0
Downloads
4
Comments
0

11 Embeds 212

http://vozesilenciadas2.blogspot.com 50
http://osmeusmails.blogspot.pt 38
http://vozesilenciadas2.blogspot.com.br 32
http://vozesilenciadas2.blogspot.pt 30
http://osmeusmails.blogspot.com 29
http://osmeusmails.blogspot.com.br 19
http://www.slideshare.net 9
http://vozesilenciadas2.blogspot.co.uk 2
http://vozesilenciadas2.blogspot.jp 1
http://osmeusmails.blogspot.ch 1
http://osmeusmails.blogspot.fr 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Sob A Capa Da Democracia Sob A Capa Da Democracia Presentation Transcript

  • Sob a capa da democracia
  • Isto é apenas uma gota no OCEANO chamado Portugal! Tudo o que vai aparecer neste texto não é ficção! Acontece em Portugal. País, com regime democrático, à beira mar plantado. Vamos lá... O País vai mal... é verdade! É preciso continuar a pedir sacrifícios aos portugueses. Mas como é que chegámos tão fundo?! Não há dinheiro, dizem... Já agora, talvez seja bom verficar em que condições e nível de vida andam aqueles que pedem sacrifícios ao português médio e ao que vive com o salário mínimo. É isso que este texto pretende: abrir os olhos de todos para a hipocrisia dos nossos governantes.
  • VERGONHOSO   O PAÍS INTEIRO PRECISA DE SABER...     Com 46 anos... Inapto por Junta Médica... Hein! ... Diz-se ainda que com reforma de 35000 € mensais...   O nosso problema continua a ser a distribuição de riqueza... O problema não está só nos funcionários públicos... O tempo o dirá... Afinal foram só... 9732 milhões de euros em "compensações" e "remunerações variáveis" Paulo Teixeira Pinto
  • As notícias que dão conta da desumanidade das juntas médicas são manifestamente exageradas! Afinal há quem não se queixe das mesmas. Em carta enviada ao Público, Paulo Teixeira Pinto indica que passou à situação de reforma em função de relatório de junta médica. Certamente ainda mal refeito da forma como foi corrido do BCP e da Opus Dei , este banqueiro de 46 anos foi considerado inapto para o trabalho, apesar de já ter arranjado um cargo numa consultora financeira. Teixeira Pinto nega ter recebido 10 milhões de euros de 'indemnização pela rescisão do contrato' com o BCP, garantindo que apenas recebeu a 'remuneração total referente ao exercício de 2007':   9.732 milhões de euros em 'compensações' e 'remunerações variáveis'.   Estas juntas médicas são as mesmas que recusam reformas a outros funcionários com cancro!!!   ....Mas o Governo não sabe disto?!
    • Caixa Geral de Aposentações
    • Escandalosamente… mais um!!!
    • E não nos venham dizer… os bem instalados… que somos um povo mesquinho e… invejoso!!!
    • Não podemos é calar a revolta…
    • Parece que merecemos esta sina...
    • Marques Mendes - Novo Pensionista !
    • Aos 50 anos de idade e com 20 anos de descontos como Deputado, Marques Mendes acaba de requerer a Pensão a que tem direito, no valor mensal vitalício de 2.905 euros. Contudo, um trabalhador normal tem de trabalhar até aos 65 anos e ter uma carreira contributiva completa durante 40 anos para obter uma reforma de 80% da remuneração média da sua carreira contributiva.
  • Apesar de ter apenas 50 anos de idade e de gozar de plena saúde, o socialista Vasco Franco, número dois do PS na Câmara de Lisboa durante as presidências de Jorge Sampaio e de João Soares, está já reformado. A pensão mensal que lhe foi atribuída ascende a 3.035 euros (608 contos), um valor bastante acima do seu vencimento como vereador . A generosidade estatal decorre da categoria com que foi aposentado – técnico superior de 1ª classe, segundo o «Diário da República» - apesar de as suas habilitações literárias se ficarem pelo antigo Curso Geral do Comércio, equivalente ao actual 9º ano de escolaridade. A contagem do tempo de serviço de Vasco Franco é outro privilégio raro, num país que pondera elevar a idade de reforma para os 68 anos, para evitar a ruptura da Segurança Social. O dirigente socialista entrou para os quadros do Ministério da Administração Interna em 1972, e dos 30 anos passados só ali cumpriu sete de dedicação exclusiva; três foram para o serviço militar e os restantes 20 na vereação da Câmara de Lisboa, doze dos quais a tempo inteiro. Vasco Franco diz que é tudo legal e que a lei o autoriza a contar a dobrar 10 dos 12 anos como vereador a tempo inteiro.
  • Triplicar o salário: Já depois de ter entregue o pedido de reforma, Vasco Franco foi convidado para administrador da Sanest, com um ordenado líquido de 4000 euros mensais ( 800 contos ). Trata-se de uma sociedade de capitais públicos, comparticipada pelas Câmaras da Amadora, Cascais, Oeiras e Sintra e pela empresa Águas de Portugal, que gere o sistema de saneamento da Costa do Estoril. O convite partiu do reeleito presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo, cuja mulher era secretária de Vasco Franco na Câmara de Lisboa. A acumulação de vencimentos foi autorizada pelo Governo mas, nos termos do acordo, o salário de administrador é reduzido em 50% - para 2000 euros - a partir do mês em que se inicia a reforma, disse ao EXPRESSO Vasco Franco. Não se ficam, no entanto, por aqui os contributos da fazenda pública para o bolo salarial do dirigente socialista reformado. A somar aos mais de 5000 euros da reforma e do lugar de administrador, Vasco Franco recebe ainda mais 900 euros de outra reforma, por ter sido ferido em combate (!?) em Moçambique já depois do 25 de Abril (????????), e cerca de 250 euros em senhas de presença pela actuação como vereador sem pelouro. Contas feitas, o novo reformado triplicou o salário que auferia no activo, ganhando agora mais de 1200 contos limpos . Além de carro, motorista, secretária, assessores e telemóvel.
  • Em Setembro de 2002 foi publicada na II Série do Diário da República a aposentação do Exmº. Senhor Juiz Desembargador Dr. José Manuel Branquinho de Oliveira Lobo , a quem foi atribuído o número de pensionista 438.881. De facto, no dia 1 de Abril de 2002 o Dr. Branquinho Lobo havia sido sujeito a uma “Junta Médica” que, por força de uma doença do foro psiquiátrico , considerou a sua incapacidade para estar ao serviço do Estado, o que foi determinante para a sua passagem à aposentação. O Dr. Branquinho Lobo passou a auferir uma pensão de aposentação no montante de € 5.320,00 . Contudo, por resolução proferida no dia 30 de Julho de 2004, o Conselho de Ministros do Governo do Dr. Pedro Santana Lopes nomeou o Dr. Branquinho Lobo como Director Nacional da Polícia de Segurança Pública. Nessa altura, o Dr. Branquinho Lobo acumulou a sua pensão de aposentação por incapacidade com o vencimento de Director Nacional da P.S.P!!!!!
  •          AN I BAL CAVACO SILVA          Actualmente recebe três pensões pagas pelo Estado, distribuídas da seguinte forma:          - € 4.152,00 - Banco de Portugal.          - € 2.328,00 - Universidade Nova de Lisboa.          - € 2.876,00 - Por ter sido primeiro-ministro.          Podendo acumulá-las com o vencimento de P.R. !          Porque será que, o Expresso, o Público, o Independente, o Correio da Manhã e o Diário de Notícias, não abordaram este caso, mas trataram os outros conhecidos, elevando-os quase à categoria de escândalos, será que vão fazer o mesmo que fizeram com os outros???  Não será por coisas destas a falência da Segurança Social?
    • Leiam até ao fim e divulguem.
    • Isto não pode continuar!!!
    • Lista de Aposentados no ano de 2005 (Janeiro a Novembro) com pensões de luxo (mas em 2006 e 2007 a lista continuou imparável!)
    • Pode ser consultado em : http:// www.cga.pt /publicacoes.asp?O=3
    • Janeiro
    • Ministério da Justiça
    • € 5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
    • Março
    • Ministério da Justiça
    • € 7148.12 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República
    • € 5380.20 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
    • € 5484.41 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
    • € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura
    • Empresas Públicas e Sociedades Anónimas
    • € 6082.48 Jurista 5 CTT Correios Portugal SA
  • Abril Ministério da Justiça € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5338.40 Procurador-geral Adjunta Procuradoria-Geral República Antigos Subscritores € 6193.34 Professor Auxiliar Convidado Maio Ministério da Justiça € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República € 5460.37 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5338.40 Procuradora-Geral Adjunta Procuradoria-Geral República € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura Junho Ministério da Justiça € 5663.51 Juiz Conselheiro Supremo Tribunal Administrativo € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura
  • Julho Ministério da Justiça € 5182.91 Juiz Direito Conselho Superior Magistratura € 5182.91 Procurador República Procuradoria-Geral República € 5307.63 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República Agosto Ministério da Justiça € 5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Conservadora Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5043.12 Notária Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Conservador 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5027.65 Conservador Direcção Geral Registos Notariado € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5173.46 Conservador Direcção Geral Registos Notariado
  • Agosto Ministério da Justiça (continuação)‏ € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5173.46 Notário Direcção Geral Registos Notariado € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5159.57 Conservador Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Ajudante Principal Direcção Geral Registos Notariado € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5173.46 Notário 1ª Classe Direcção Geral Registos Notariado € 5173.46 Notária Direcção Geral Registos Notariado Setembro Ministério dos Negócios Estrangeiros € 7284.78 Vice-Cônsul Principal Secretaria-Geral (Quadro Externo)‏ € 6758.68 Vice-Cônsul mdash ; Secretaria-Geral (Quadro Externo)‏ Ministério da Justiça € 5663.51 Juiz Conselheiro mdash; Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador mdash; Conselho Superior Magistratura Ministério da Educação € 5103.95 Presidente Conselho Nacional Educação
  • Outubro Ministério da Justiça € 5498.55 Procurador-Geral Adjunto Procuradoria-Geral República Novembro Ministério dos Negócios Estrangeiros € 7327.27 Técnica Especialista Secretaria-Geral (Quadro Externo)‏ Tribunal de Contas € 5663.51 Presidente Ministério da Justiça € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5663.51 Juiz Conselheiro Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura € 5498.55 Juiz Desembargador Conselho Superior Magistratura Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior € 5015.16 Professor Coordenador Inst Superior Engenharia Lisboa
  • Boas Vidas!!! Mas nem tudo vai mal nesta nossa República (pelo menos para alguns). Com as eleições legislativas, cerca de metade dos 230 deputados não são reeleitos. Os que saem regressaram às suas anteriores actividades. Contudo não saem tristes ou cabisbaixos. Quando terminam as funções, os deputados e governantes têm o direito, por Lei (feita e aprovada por eles) a um subsídio que dizem de reintegração: um mês de salário ( 3.449 euros ) por cada seis meses de Assembleia ou governo Desta maneira um deputado que tenha desempenhado as suas funções durante uma Legislatura recebe seis salários ( 20.694 euros ). Se o tiver sido durante 10 anos, recebe vinte salários ( 68.980 euros ). Feitas as contas aos deputados que saem com as eleições legislativas, o Erário Público desembolsa mais de 2.500.000 euros . No entanto, há ainda aqueles que têm direito a subvenções vitalícias ou pensões de reforma ( mesmo que não tenham 60 anos). Estas são atribuídas aos titulares de cargos políticos com mais de 12 anos.
  • Entre os ilustres reformados do Parlamento encontramos figuras como: Almeida Santos.......................... 4.400, euros ; Medeiros Ferreira....................... 2.800, euros ; Manuela Aguiar.......................... 2.800, euros ; Pedro Roseta............................ . 2.800, euros ; Helena Roseta........................... 2.800, euros ; Narana Coissoró……………….. 2.800, euros ; Álvaro Barreto............................ 3.500, euros ; Vieira de Castro......................... 2.800, euros ; Leonor Beleza………………….. 2.200, euros ; Isabel Castro............................. 2.200, euros ; José Leitão................................ 2.400, euros ; Artur Penedos............................ 1.800, euros ; Bagão Félix................................ 1.800, euros . Quanto aos ilustres reintegrados, encontramos, por exemplo, os seguintes ex-deputados: Luís Filipe Pereira . . 26.890, euros / 9 anos de serviço; Paulo Pedroso ........ 48.000, euros / 7 anos e meio de serviço; David Justino .......... 38.000, euros / 5 anos e meio de serviço; Mª Carmo Romão ... 62.000, euros / 9 anos de serviço; Luís Nobre Guedes . 62.000, euros / 9 anos e meio de serviço.
  • A maioria dos outros deputados que não regressaram, estiveram lá somente na última legislatura, isto é, 3 anos , receberam cerca de 20.000 euros cada. É ESTA A CLASSE POLÍTICA QUE TEM A LATA DE PEDIR SACRIFÍCIOS AOS PORTUGUESES PARA DEBELAR A CRISE!... MAS... HÁ MAIS !!!
  • A dita menina licenciada é filha do próprio ministro!!!
  • Mais uma... de pai para filho !!!
  • Não fica por aqui!!! Todos pudemos ler numa pequena notícia do Expresso, que prescreveu uma dívida de 700.000 Euros , de IRS de António Carrapatoso , figura de proa da Telecel/Vodafone e destacado dirigente do PSD. Por que razão prescreveu esta dívida? Por que razão não se procedeu à cobrança coerciva, dado que o contribuinte em causa não tem, nem nunca teve, paradeiro desconhecido? Aliás, António Carrapatoso nunca deixou de aparecer, com alguma frequência, nos écrans da televisão para entrevistas e comentários, onde sempre defendeu as virtudes do "sistema" em que vivemos e que nos é imposto (pudera!!!!!!). Esta dívida não devia prescrever porque se trata de dinheiro devido ao Estado, ou seja a TODOS NÓS. Ferreira do Amaral , presidente do Conselho de Administração. Um cargo não executivo (?) era  remunerado de forma simbólica: 3.000 euros por mês, pelas presenças . Mas, pouco depois da nomeação, passou a receber PPRs  no valor de 10.000 euros, o que dá um ordenado "simbólico" de 13.000 euros ...
  • Os CTT pagaram 19 mil euros a Luís Felipe Scolari por uma palestra de 45 minutos, que teve como tema algo do tipo «Como fortalecer o espírito de grupo» no dia 14 de Janeiro de 2005, no Pavilhão Atlântico, em Lisboa, durante um Encontro dos Correios de Portugal. A decoração custou mais de 430 mil euros e havia dois carros de luxo. A despesa efectivamente facturada entre 8 de Julho de 2002 e 31 de Maio de 2005, com a decoração do gabinete do presidente do Conselho da Administração dos CTT, Carlos Horta e Costa , bem como a sua sala de visitas e ainda das salas de visitas e refeições custou 430.691 euros . Carlos Horta e Costa teve à sua disposição, entre 2002 e 2005, um Jaguar S Type (a renda para o adquirir custou cerca de 50.758 euros ) e um Mercedes Benz S320CDI (comprado em Abril de 2004 por 84 mil euros ). Assim, o Relatório da Inspecção-Geral das Obras Públicas concluiu haver «indícios de má gestão» e «falta de contenção de uma empresa que gere dinheiros públicos», pelo anterior Conselho de Administração que liderou os CTT entre 8 de Julho de 2002 e 31 de Maio de 2005 . E quem foi responsabilizado? NINGUÉM, claro!!!... Pagam-se fortunas a gestores para desgovernar!!! E fica por isso mesmo!...
  • É preciso lata... É preciso lata!!!...
  • É BOM QUE TODOS SAIBAM COMO SE GOVERNA E QUEM NOS GOVERNA MAS HÁ MUITO MAIS... Vamos reagir e dar um grande BASTA!!!
  • " Um povo imbecilizado e resignado, humilde e macambúzio, fatalista e sonâmbulo, burro de carga, besta de nora, aguentando pauladas, sacos de vergonhas, feixes de misérias, sem uma rebelião, um mostrar de dentes, a energia dum coice, pois que nem já com as orelhas é capaz de sacudir as moscas..." Guerra Junqueiro (escrito em 1886, mas ainda actual) E mostrar que Guerra Junqueiro deixou de ter razão
  • Música OS VAMPIROS Zeca Afonso (a propósito)‏