Fruticultura Intensiva em Sud Tyrol (Itália)

1,637 views

Published on

Fruticultura Intensiva em Sud Tyrol (Itália)

Kurt Werth
SK Südtirol - Italy

I Seminário Internacional de Frulticultura

Vacaria RS Brasil
17/06/2010

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,637
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
183
Actions
Shares
0
Downloads
40
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Fruticultura Intensiva em Sud Tyrol (Itália)

  1. 1. Fruticultura Intensiva em Sud Tyrol (Itália) Seminário International de Fruticultura Vacaria RS Brasil 17/06/2010 Kurt Werth SK Südtirol - Italy
  2. 2. Maçãs em Südtirol 2009Área 18.500 haProdução 1.150.000 tAnteil Italien 54 %Anteil EU-15 17%Anteil EU 27 11%
  3. 3. Fortalezas da fruticultura de South Tyrolean• Cultivo intensivo é uma prioridade visto que a disponibilidade de área é limitada• Muitos pomares são tempo parcial: 40% período integral, 60%período parcial Legislação italiana: pro-agricultura• Carga mínima de impostos• Autonomia Politica de South Tyrol: o governo local tem amplas atribuições
  4. 4. Fortalezas da fruticultura de South Tyrolean• A fazenda fechada- uma velha lei austriaca protege a propriedade da terra• 40 anos da comunidade europeia apoiando a Agricultura( subsidios)• Cooperativas têm tradição( desde 1800):• Boas possibilidades de créditos nos bancos locais• 2 organizações guarda-chuvas: VOG & VIP, um pré-requisito para subvenções para a Comunidade européia
  5. 5. Fortalezas da Fruticultura de South Tyrol• Clima favorável em uma zona de Alpes( altitude)• Instituições bem organizadas para extensão, pesquisa e desenvolvimento• Posicionada no meio da Europa (Balanço entre consumo doméstico e exportação)• Somente uma planta para processar maçãs• Tranquilidade doméstica• Grande oferta de empregos É O PARAÍSO• (Mauricio Frias- Consultor Privado-Chile)
  6. 6. Fraquezas da Fruticultura de South Tyrol• São frequentes os pomares muito pequenos• Pela mentalidade cooperativa, não há treinamento de práticas de negócios• As cooperativas hoje têm pouco peso quando comparada a magnitude das cadeias de supermercados• Monocultura de macieiras : limitações ecológicas e econômicas (A maçã na 4a e 5a geração)• Hoje fruticultores devem ser emprendedores: só produzir maçãs já não é suficiente!
  7. 7. Sortenspiegel in Südtirol 1999-20091.200.000 t1.000.000 800.000 Diverse Pink Lady 600.000 Morgenduft Braeburn 400.000 Granny Smith Fuji 200.000 Red Delicious Gala Golden 0 1 1999 2 2000 3 2001 4 2002 5 2003 6 2004 7 2005 8 2006 9 2007 10 2008 11 2009
  8. 8. Nosso mercado Markets 1. Italy (t.) 2. Germany 3. England50% 4. Scandinavia Itália - 50% 5. Spain 6. Greece40 % 7. NSM/East Europa 8. Middel Asis 9. Austria30% 10. Belgium/Netherlands20% 111 anni fa - ... Alemanha 30% 11. Long distance10% 0 I D GB/IRL S/N/SF E/P GR/ZY EU-10 MOEL ANDERE EO VOG - Saison 2002/2003 Facts and figures
  9. 9. Function & Services
  10. 10. Não produzir madeira!.......
  11. 11. …mas frutos da variedade certa !!
  12. 12. A estrutura básica da cadeia de frutas de South Tyrol
  13. 13. VI.P = 9 co-operativesNo passado 4.500 ha 300.000 t BOGAL BIO CAFABIO MERAN POG ALPE OVEG ORTLER NOG GEOS MIVO JUVAL OGA IVO Gargazon Tscherms MELIX M-T-C Pomus Lanaf.-OGOL POMUS MELIX GEOS Lana LEV OBSI TOG GOG FRUBONA Fruchthof Ü.A SACRA . 12xGr . GRUFRUT SACRA Kaiser A. ESO EGMA_Kaltern EOFRUTESOG NEUFRUCHT Neuselifrut Coopereatives UNIFR.-KURM. VOG = 34 co-operatives 10.600 ha 650.000 t
  14. 14. VI.P = 6 co-operatioveslater 4.500 ha 300.000 t OGN ALPE OVEG MiIVO-ORTLER JUVAL GEOS GEOS BIO-S NOG NOG
  15. 15. VI.P = 9 co-operativesjetzt 5.000 ha 2009 = 370.000 t 1 ponto de venda GEOS BIO-S NOG NOG
  16. 16. BIO later MERAN OGAVOG = 18 co-operatives10.600 ha 650.000 t COFRUM MELIX Lanafrucht POMUS 85 % co-operatives GEOS OGOL TOG BRUBONA . Fruchthof Ü.A 12xGr . SACRA 15 % VOG BIO GRUFRUT ESO Kaiser A. KALTERN-EGMA EOFRUT NEUFRUCHT KURMARK
  17. 17. BIO MERAN Pool 1 now OGA COFRUM Lanafrucht MELIX POMUS Pool 2 GEOS OGOL TOG4 Verkaufspools BRUBONA . . Fruchthof Ü.A 12xGr Fakturierung SACRA Pool 3 GRUFRUT100 % VOG ESO Kaiser A. KALTERN-EGMA EOFRUT Bio Pool 4 NEUFRUCHT KURMARK
  18. 18. Futuro?100% VIP BIO MERAN OGA COFRUM Lanafrucht POMUS GEOS OGOL TOG 100 % VOG . BRUBONA Fruchthof Ü.A 12xGr . SACRA GRUFRUT SACRA ESO Kaiser A. KALTERN-EGMA EOFRUT NEUFRUCHT KURMARK
  19. 19. Embaladoras High Tech
  20. 20. Serviço de extensão para fruticultores e viticultores VI BGA BX BGA ET ÜE LF UNServiço de Extensão
  21. 21. Estação Experimental Laimburg BGA LAIM BU RG LAIM BURGPesquisa
  22. 22. Proteção de Geadas
  23. 23. Bins plásticos
  24. 24. Mecanização
  25. 25. Tecnologia sobre viveiros
  26. 26. Condução das plantas
  27. 27. mbasamento em fisiologia -
  28. 28. Pink Lady®Inovação em variedades
  29. 29. Tela antigranizo
  30. 30. …de manejo integrado de pragas aprodução integrada de frutas a…
  31. 31. Estratégia básica e filosofia O alvo é atingido por Quem aumenta sua renda atravéz do investimento em melhoria das técnicas de produção e inovação em variedades ao invéz de reduzir custos.
  32. 32. Preço / kg (1970-2009)(Inflação ajustada) €-Cent / kg 140 83 €-Cent 120 100 58 -30% 80 43 - 27% 37 - 14% 60 40 20 0 70 73 76 79 82 85 88 91 94 97 .00 3 6 9 Quelle : Kurt Werth
  33. 33. Produção / ha (1970-2009) t / ha 70 43,2 + 19% 52,2 + 21% 60 36,5 +29% 50 28,3 t /ha 40 30 20 10 0 70 73 76 79 82 85 88 91 94 97 .00 .03 .06 .09 Quelle: Kurt Werth
  34. 34. Produção / ha (1970-2009) t / ha 2009 : 62,0 t / ha 70 + 15 % 60 50 40 30 20 10 0 70 73 76 79 82 85 88 91 94 97 .00 .03 .06 .09 Quelle: Kurt Werth
  35. 35. Rendimento bruto / ha(1970-2009) Ajustado pela inflação€ / ha4000035000 22.350 €30000 18.850 - 16% 16.680 -12% 18.270 +9%25000200001500010000 5000 0 70 72 74 76 78 80 82 84 86 88 90 92 94 96 98 .00 2 4 6 8 Quelle : Kurt Werth
  36. 36. No presente : …quem se …quem nada distingue dos outros o ganhador écom o grupo é se mantendoum perdedor O especialista equilibrado
  37. 37. Aumente a densidade!!! Más da forma correta :
  38. 38. Dupla fila ~ 3,000 plantas/HA
  39. 39. Sistema V- 5,550–5,050 plantas/HA
  40. 40. Plantas finas > 10,000 plantas/HA
  41. 41. Fila única 3 x 0,8 – 1,00 m !
  42. 42. Prioridades no caminho60-er 70-er 80-er 90-er >2000Redução da Redução da Redução da Redução da Redução daMão de Obra Mão de Obra Mão de Obra Mão de Obra Mão de Obra Aumento de Aumento de Aumento de Aumento de PRODUÇÃO PRODUÇÃO PRODUÇÃO PRODUÇÃO Melhorar a Melhorar a Melhorar a QUALIDADE QUALIDADE QUALIDADE Inovação de Inovação de VARIEDADES VARIEDADES AUMENTO da EFICIÊNCIA
  43. 43. MÃO DE OBRA PRODUÇÃO QUALIDADE h/ha t / ha Q-Classes60-ies 900-1000 20-22 270-ies 800-900 25-30 1080-ies 700-800 30-40 1590-ies 600-700 40-45 15>2000 400-500 50-60 30
  44. 44. Aumento das Técnicas de Viveiro
  45. 45. PLANTE SOMENTE ASMELHORES MUDAS!!!
  46. 46. +
  47. 47. As técnicas de poda dependem da qualidade das árvores novas Porta enxertos com superficie lisa Altura de enxertia(ca. 40 cm) Altura e comprimento dos ramos antecipados Distribuição e número de ramos antecipados Diâmetro do tronco
  48. 48. Porta enxertos sem burnots
  49. 49.  A eficiência de produção depende do diâmetro do tronco
  50. 50. Poda depois do plantio Fuji KnipAntes Depois
  51. 51. Número de frutas / planta2. ano 3. 4. >4. Gala 25-30 45-50 55-65 90-1002. ano 3. 4. >4. Fuji 15-20 30-35 40-45 70-80
  52. 52. Interceptação de luz !!! Depende de : Formato da planta Posição dos ramos laterais Número de ramos Distribuição dos ramos ao longo do tronco
  53. 53. Relação folha / frutaDiferenciação entre variedades: Gala 30 folhas / fruta (=500 cm2) Fuji 50 folhas / fruta (=750 cm2)
  54. 54. Eficiência da luz : Otímo 53% 53% Otímo Média 35% Média 24%17% Ruim 25% Ruim> 1 m distância de plantio 1 m - < 1 m Distância de plantio
  55. 55. Fuji Alvo  550 – 600 dt/ha Tamanho de fruto  75-85 mm Distância de plantio Plantas/ha 3,0-3,2 X 1 -1,2 = 3 -3.300 20 kg planta
  56. 56. Gala Alvo  500 – 550 dt/ha Tamanho de fruta  65-75 mm Distância de plantio Plantas/ha  3,0 X 0,8  = 4.200 15 kg planta
  57. 57. Manejo das plantas„Sem poda“ !!!
  58. 58. Desenvolvendo umapaixão pela fisiologia !!!
  59. 59. + -
  60. 60. NAANAA NAA NAA
  61. 61. Poda de raízes
  62. 62. + - -
  63. 63. Testemunha Poda de raízes test
  64. 64. Testemunha Poda de raízes
  65. 65. Melhore seus resultados : ...por incremento de eficiência – e não por aumento de quantidade !!
  66. 66. É mais fácil ... ...ganhar €/$ 10.000 /ha mais por investir em boas técnicas e novas variedades do que economizar €/$ 1.000 nos custos !!!
  67. 67. Organizada e coordenadainovação de variedades!!! removavariedades obsoletas e planteas que pagam mais!!!
  68. 68. Tendência deVariedades ?
  69. 69. Movimento das variedades no South Tyrol 60s Variedades locais 70-75 Golden , Jonathan, Red Del. 75-80 Idared, Gloster, Jonagold 80-85 Jonagold, Granny 85-90 Granny , Gala 90-95 Gala, Braeburn 95 - 00 Braeburn, Fuji 00-05 Fuji, Pink Lady, >2005 Kanzi, Modì, Jazz
  70. 70. Estações de melhoramento na Europa Leikanger (N) Polli - Estland Balsgard (S) Dobele - Lettland Babtai - Lithauen East Malling (GB) ZIN Minsk Uni. Warschau (PL) CPRO (NL) Skiernevice (PL) Dresden (D) Better3Fruit (B) Holovousy (CZ) CRA Gembloux (B) - Wädenswil Inst. f. Exp. Biologie (CZ) Delbard (F) -Hauenstein (CH) INRA (F) -- Fruture BayOB (D) LAIMBURG Rumänien IFO (F) CIV Uni. Bologna Uni. Novi Sad (SM)IRTA-Mas Badia- (E) Istit. Frutt. Roma SRBIJA San Michele FENO Agr.Res. Found. (GR) GRIBA might be not complet graph
  71. 71. Estações de melhoramento no MundoSummerland CANWenatchee USA Suwon KOR Univ. Minneapolis USA Xiongyue Aomori J Xincheng Ohio USA Morioka J Zhengzhou Taigu Nagano J Cornell Geneva USA Changli Gumma J Yantai PRI Qingdao Akita J Purdue University Beijing Rutgers University Zhengzhou Illinois University Hauagge BR Epagri Cacadór BR ARC RSA Dep.Agr. Western Australia AUS Epagri Sao Joaquin BR Stanthorpe AUS Stargrow RSA Colour fruits HortResearch NZ Nevis NZ might be not complet graph
  72. 72. Alianças Globais paragerenciamento das patentes PBR
  73. 73. INN Mondialfruit (F) DL (F) International NewC &O (USA) Castagn (F) variety NetworkWillow Drive CIV (I) Rede de trabalhoVan WellTRECO internacional dePro Tree novas variedades Stargrow (RSA) ANA (CHL) CV Chile (CHL) Flemming´s (AUS) Waimea (NZ)
  74. 74. R.Nicolai (B) AIGN Starfruit (F) Associated Brandt´s International Group Fruit Tree (USA) of Nurseries Associação Internacional do grupo de viveiristasViveros Requina (CHL) Topfruit (RSA)Los Alamos ANFIC (AUS)De Rosaurer (ARG) NZ Fruit Tree Company NZ)
  75. 75. WWW : world wide (variety management) webDie Grafik stellt keinen Anspruch auf Vollständigkeit
  76. 76. Consórcio de Inovação Varietal• Fundado em junho 2002• Membros: VOG & VI.P• Operando em Avaliação e Testes de variedades• Objetivo: inovação Varietal trends
  77. 77. Extension Service Laimburg Na COMISSÃOExtension Service VARIETAL- Laimburg o Executivo é VI.P VOG Director SK
  78. 78. Divisião da responsabilidade com a Comissão Varietal• A estação de pesquisa LAIMBURG coordena atividades científicas e pomológicas;• O SERVIÇO DE EXTENSÃO , testa variedades e tendências com base em diferentes pontos de vista• Experiências e diferentes pontos de vista do VI.P e VOG são afinados entre seus representantes• O GERENTE EXECUTIVO é encarregado de executar e coodenar as tarefas.
  79. 79. O crescimento de uma fruticultura moderna deve ser a combinação entre a inovação com investimentos adequados com adequadas técnicas de produção.Novas Qualidade da Não é suficientevariedades planta somente produzir maçãs. Manejo das Plantas Nós temos que produzir a melhor qualidade da Gosto e variedade certa com as habilidade Qualidade dos com fisiologia frutos técnicas certas.
  80. 80. Club Varieties®
  81. 81. PBR e Marcas Registradas
  82. 82. Community Plant Variety Office (CPVO) applications since 1995 -2009 = 303 varieties454035302520 4215 30 26 2610 21 21 19 18 18 15 21 17 17 5 12 10 0 1995 1997 1999 2001 2003 2005 2007 2009
  83. 83. Community Plant Variety Protection (CPVO) Variedades distribuidas desde 1995 – 2009 22030252015 28 2210 18 16 17 13 14 15 14 15 15 12 12 5 9 10 0 1995 1997 1999 2001 2003 2005 2007 2009
  84. 84. Variedades Variedades A B B A B F C C F K D K E G G K exclusive Hoje AmanhãInovação com variedades exclusivas
  85. 85. Cripps Pink/ Rosy Glow - Pink Lady®
  86. 86. Civni - Rubens ® Club variety
  87. 87. Nicoter - Kanzi ® Club variety
  88. 88. CIV G198 - Modì® Club variety
  89. 89. Scifresh - Jazz® exclusive production
  90. 90. Teste de consumo Golden Delicious Sonya Gold Chief Pinova % ++ 27 31 50 26 + 37 38 28 30 31 22 36 43 -März 2007 Studiennummer: 1 5 3 1 0 7 8 / Degustations- und Akzeptanztest: “Neue Apfelsorten”
  91. 91. Teste de consumo Golden Delicious Sonya Gold Chief Pinova % ++ 29 23 32 49 42 + 34 33 24 34 29 27 43 -März 2007 Studiennummer: 1 5 3 1 0 7 8 / Degustations- und Akzeptanztest: “Neue Apfelsorten”
  92. 92. Novas variedades de interesse
  93. 93. ArianeINRA (F)
  94. 94. Delbard ( Frankreich) Delfloki
  95. 95. Coop 39- (USA) Crimson Crisp
  96. 96. Coop 43- (USA) Juliete
  97. 97. Shinano Gold – Nagano (Japan)
  98. 98. Coop 43- (USA)Shinano Gold T 22 / Envy Rotes Fruchtfleisch
  99. 99. Coop 43- (USA)Shinano Gold red flesh
  100. 100. Muito obrigado pela sua atenção Thank you very much for your attention kurtwerth@sk-suedtirol.it Talvéz nos veremos novamente em South Tyrol na INTERPOMA em Bolzano 4 a 6 de novembro 2010 See you again perhaps ad in South Tyrol ad INTERPOMA in Bolzano 4.- 6. November 2010

×