Your SlideShare is downloading. ×
0
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
EUA
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

EUA

4,844

Published on

Slides feitos por Filipe Rhuan , alguns assuntos : Segunda Guerra Mundial , Guerra Fria , Relações Externas , Presidentes dos EUA , Negros .

Slides feitos por Filipe Rhuan , alguns assuntos : Segunda Guerra Mundial , Guerra Fria , Relações Externas , Presidentes dos EUA , Negros .

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,844
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
102
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Filipe Rhuan<br />EUA<br />
  • 2. Segunda Guerra<br />EUA<br />
  • 3. Segunda Guerra Mundial <br />
  • 4. O marco inicial ocorreu no ano de 1939, quando o exército alemão invadiu a Polônia. De imediato formaram-se dois grupos : Aliados, constituído primeiramente pela Inglaterra, URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), França e Estados Unidos, e Eixo, onde Alemanha, Itália e Japão faziam parte. Este importante conflito terminou somente no ano de 1945 com a rendição da Alemanha e Itália. O Japão foi o último país a assinar o tratado de rendição e ainda sofreu um forte ataque do Estados Unidos, que despejou bombas atômicas sobre as cidades de Hiroshima e Nagazaki. <br />Segunda Guerra Mundial <br />
  • 5. Segunda Guerra Mundial <br />
  • 6. Segunda Guerra Mundial <br />
  • 7. O Muro de Berlim (&quot;Berliner Mauer&quot; em alemão) foi uma barreira física, construída pela República Democrática Alemã (Alemanha Oriental) durante a Guerra Fria, que circundava toda a Berlim Ocidental, separando-a da Alemanha Oriental, incluindo Berlim Oriental. Este muro, além de dividir a cidade de Berlim ao meio, simbolizava a divisão do mundo em dois blocos ou partes: República Federal da Alemanha (RFA), que era constituído pelos países capitalistas encabeçados pelos Estados Unidos; e República Democrática Alemã (RDA), constituído pelos países socialistas simpatizantes do regime soviético<br />A divisão da Alemanha <br />
  • 8. A divisão da Alemanha <br />
  • 9. Organismo internacional instituído com o propósito de manter a paz e a cooperação entre as nações, criada a 24 de Outubro de 1945 e sediada em Nova Iorque. A sua eficácia não depende dos seus próprios recursos, mas sim da cooperação permanente de todos os seus membros. Os Estados Unidos, as Comunidades de Estados Independentes, o Reino Unido e a França, considera-se que possuem uma maior preponderância que as demais nações, e isto como consequência de aparecerem de 1945 como principais vencedores da Segunda Guerra Mundial.<br />Fundação da ONU <br />
  • 10. O assassinato do Presidente John F. Kennedy em 1963 mudou o ambiente político do país. O novo Presidente do país, Lyndon B. Johnson, capitalizou-se nesta situação, usando uma combinação da situação política no país e sua própria determinação política para continuar com a agenda de Kennedy; mais notavelmente, o Ato dos Direitos Civis de 1964.<br />Direitos civis<br />
  • 11. Muitos programas de assistência para indivíduos e famílias, incluindo um sistema de saúde público, que passou a cobrir muitos dos custos médicos de idosos, foram criados e aprovados durante a década de 1960, primariamente durante o termo de ofício de Johnson, que estendeu-se de 1963 até 1969, que o próprio chamou de &quot;Guerra contra a Pobreza&quot;.<br />Guerra contra a pobreza e a Grande Sociedade<br />
  • 12. A eleição presidencial dos Estados Unidos da América de 1964 foi efectuada em 3 de Novembro de 1964. Os principais candidatos foram o então presidente Lyndon B. Johnson (Partido Democrata) e Barry Goldwater (Partido Republicano). Johnson venceu com larga maioria do voto popular e do colégio eleitoral daí resultante. O Partido Republicano obteve um dos piores resultados de sempre.<br />Eleição presidencial dos Estados Unidos da América (1964)<br />
  • 13. A tecnologia bélica evoluiu rapidamente durante a Segunda Guerra Mundial e foi crucial para determinar o rumo da guerra. Algumas das principais tecnologias foram usadas pela primeira vez, como as bombas nucleares, o radar, sistemas de comunicação por micro-ondas, o fuzil mais rápido, os mísseis balísticos, e os processadores analógicos de dados (computadores primitivos).<br />Desenvolvimento tecnológico<br />
  • 14. Desenvolvimento tecnológico<br />Fat Man bomba nuclear usadaem Nagasaki.<br />
  • 15. Guerra Fria<br />EUA<br />
  • 16. Guerra Fria é a designação atribuída ao período histórico de disputas estratégicas e conflitos indiretos entre os Estados Unidos e a União Soviética, compreendendo o período entre o final da Segunda Guerra Mundial (1945) e a extinção da União Soviética (1991).<br />Guerra Fria<br />
  • 17. Guerra Fria<br />
  • 18. Com o final da Segunda Guerra Mundial, a Europa estava arrasada e ocupada pelos exércitos das duas grandes potências vencedoras, os EUA e a URSS. O desnível entre o poder destas duas superpotências e o restante dos países do mundo era tão gritante, que rapidamente se constitui um sistema global bipolar, ou seja, centrada em dois grandes pólos.<br />A Crise no Pós-Guerra<br />
  • 19. Os EUA defendiam a economia capitalista, argumentando ser ela a representação da democracia e da liberdade.Em contrapartida a URSS enfatizava o socialismo como resposta ao domínio burguês e solução dos problemas sociais.<br />Capitalismo X Socialismo<br />
  • 20. Capitalismo X Socialismo<br />
  • 21. Após a derrota alemã na Segunda Guerra, os países vencedores lhe impuseram pesadas sanções. Dentre as quais a divisão da Alemanha em 4 áreas administrativas, cada uma chefiada por um dos vencedores: Estados Unidos, França, Reino Unido e União Soviética e duas zonas de influência: Capitalista e Socialista. Berlim, a capital da Alemanha, também foi dividida, ainda que sob território de influência soviética. A comunicação entre o lado ocidental da cidade fragmentada e as outras zonas era feita por pontes aéreas e terrestres.<br />Bloqueio de Berlim (Junho/1948 - Maio/1949)<br />
  • 22. Bloqueio de Berlim (Junho/1948 - Maio/1949)<br />
  • 23. Plano Marshall<br />A fragilização das nações européias, após uma guerra violenta, permitiu que os Estados Unidos estendessem uma série de apoios econômicos à Europa aliada, para que estes países pudessem se reerguer e mostrar as vantagens do capitalismo. <br />
  • 24. Mapa da Europa mostrando os países que receberam ajuda do Plano Marshall. As colunas vermelhas mostram a quantidade total relativa de ajuda por país. <br />Plano Marshall<br />
  • 25. Tratava-se da concessão de uma série de empréstimos a baixos juros e investimentos públicos para facilitar o fim da crise na Europa Ocidental e repelir a ameaça do socialismo entre a população descontente.<br />Plano Marshall<br />
  • 26. Corrida armamentista<br />Teste nuclear realizado em 18 de Abril de 1953 na Área de Testes de Nevada.<br />
  • 27. Terminada a Segunda Guerra Mundial, as duas potências vencedoras dispunham de uma enorme variedade de armas, muitas delas desenvolvidas durante o conflito, outras obtidas dos cientistas alemães e japoneses.<br />Novos Tanques, aviões, submarinos, navios de guerra e mísseis balísticos constituíam as chamadas armas convencionais. Mas também haviam sido desenvolvidas novas gerações de armas não convencionais, como armas químicas, que praticamente não foram utilizadas em batalha.<br /> Corrida armamentista<br />
  • 28. O maior destaque ficou com uma nova arma não-convencional, mais poderosa que qualquer outra arma já testada até então: bomba atômica.<br />A União Soviética iniciou então seu programa de pesquisas para também produzir tais bombas, o que conseguiu em 1949. Mas logo a seguir, os EUA testavam a primeira bomba de hidrogênio, centena de vezes mais poderosa. A União soviética levaria até 1953 para desenvolver a sua versão desta arma, dando início a uma nova geração de ogivas nucleares menores, mais leves e mais poderosas.<br /> Corrida armamentista<br />
  • 29. Em 1949 os EUA e o Canadá, juntamente com a maioria da Europa capitalista, criaram a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), uma aliança militar com o objetivo de proteção internacional em caso de um suposto ataque dos países do leste europeu.<br />Pacto de Varsóvia<br />
  • 30. Pacto de Varsóvia<br />Mapa dos países pertencentes ao Pacto de Varsóvia.<br />
  • 31. O único grande confronto militar que envolveu batalhas em que de um lado haviam forças militares americanas e do outro forças soviéticas, foi a Guerra da Coréia. A península da Coréia foi dividida, em 1945, pelo paralelo 38, em duas zonas de influência: uma ao norte, ocupada pela União Soviética, e a partir de 1949 pela República Popular da China, comunista; era a República Popular Democrática da Coréia. A outra porção, ao sul do paralelo 38 N, foi ocupada pelas tropas americanas e permaneceu capitalista com apoio das nações ocidentais passou a ser conhecida como República da Coréia.<br />Guerra da Coréia (Junho/1950 - Julho/1953)<br />
  • 32. Guerra da Coréia (Junho/1950 - Julho/1953)<br />
  • 33. Guerra da Coréia (Junho/1950 - Julho/1953)<br />
  • 34. Forças da ONU retirando-se da Coréia do Norte, após o armistício.<br />Guerra da Coréia (Junho/1950 - Julho/1953)<br />
  • 35. A Guerra do Vietnã foi um dos maiores confrontos militares envolvendo capitalistas e socialistas no período da Guerra Fria. Opôs o Vietname do Norte e guerrilheiros pró-comunistas do Vietname do Sul contra o governo pró-capitalista do Vietname do Sul e os Estados Unidos.<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 36. Corpos de Vietnamitas em Saigon, Vietname do Sul, 1968<br />Estados Unidos: 2.300.000 homens serviram no Vietnã de 1961 a 1973, com 58,159 mortos e 303,635 feridos.<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 37. Lyndon Johnson, quando tomou posse na presidência após a morte de Kennedy, não considerava o Vietnã uma prioridade, mais preocupado com a criação do que chamava de ‘Grande Sociedade’ e de programas sociais progressivos. Entretanto, em 24 de novembro ele reuniu um grupo de conselheiros em torno do embaixador Lodge, retornado às pressas de Saigon, para ouvirem as notícias trazidas pelo embaixador e conhecer mais profundamente a situação do que ocorria no Vietnã e prometeu se empenhar em ajudar os vietnamitas do sul a vencerem a guerra contra os comunistas.<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 38. O total de vítimas da Guerra do Vietnã entre os anos de 1964 até 1975 é impreciso, oscilando entre 1 milhão e meio a dois milhões de vietnamitas mortos, entre civis e militares. Parte considerável da população economicamente ativa do país morreu durante o conflito. Este fato provocou uma grave crise econômica nos anos seguintes ao término do conflito. Morreram aproximadamente 54.000 soldados estado-unidenses até a retirada dos Estados Unidos do conflito em 1973.<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 39. Nas décadas passadas desde o conflito, as discussões acontecem sobre se a retirada norte-americana foi uma derrota política ao invés de uma derrota militar.<br />Quase três milhões de norte-americanos serviram no Vietnã. Entre 1965 e 1973, os Estados Unidos gastaram 123 bilhões de dólares com a guerra e a ajuda econômica ao Vietnã do Sul, o que resultou num grande déficit no orçamento federal do país. A guerra demonstrou que nenhuma potência, mesmo sendo uma superpotência, era capaz de dispor de força e recursos ilimitados. Mas talvez mais significativamente, a guerra do Vietnã demonstrou que a vontade política, talvez mais que o poder material, é o fator decisivo no resultado de um conflito.<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 40. Entre as novas tecnologias usadas pelos americanos estava os sprays desfolhadores de árvores. Este produto químico era conhecido como o Agente laranja. A guerrilha do norte se escondia em arbustos provocando grandes baixas nos soldados aliados. Era necessário desfolhar estas árvores para visualizar o inimigo. Muitos dos combatentes vietnamitas fugiam em túneis. O impacto ecológico deste agente químico foi catastrófico para a cobertura vegetal e para a população que habitava a região. Ainda hoje é possível perceber resíduos nos sistemas ecológicos em várias partes no país<br />Guerra do Vietnã (1960 - 1975)<br />
  • 41. Corrida Espacial<br />
  • 42. União Soviética dá início à corrida espacial no ano de 1957, quando os soviéticos lançaram Sputnik, o primeiro artefato humano a ir ao espaço e orbitar o planeta.<br />Em novembro do mesmo ano, os russos lançaram Sputnik II e, dentro da nave foi a bordo o primeiro ser vivo a sair do planeta: a cadela Laika.<br />Corrida Espacial<br />
  • 43. Corrida Espacial<br />
  • 44. Estados Unidos entraram na corrida, lançando o Explorer I, em 1958. Mas a União Soviética tinha um passo na frente, e em 1961 os soviéticos conseguiram lançar Vostok I, que era tripulada por IuriGagarin, o primeiro ser humano a ir ao espaço e voltar são e salvo.<br />A missão Apollo 11 conseguiu realizar com sucesso a missão, e Neil Armstrong e Edwin Aldrin tornaram-se os primeiros humanos, respectivamente, a caminhar em outro corpo celeste.<br />Corrida Espacial<br />
  • 45. Corrida Espacial<br />
  • 46. Outro campo em que ocorreu grande desenvolvimento durante a Guerra Fria foi o das comunicações. Temendo um possível bombardeio soviético, durante a década de 1960, o Pentágono financiou o desenvolvimento de um sistema de comunicação entre os computadores, que envolveu centros de pesquisa militares e civis, como algumas das principais universidades americanas.<br />Arpanet<br />
  • 47. Presidentes<br />EUA<br />
  • 48. Franklin Delano Roosevelt (Nova Iorque, 30 de Janeiro de 1882 - WarmSprings, 12 de Abril de 1945) foi o 32° presidente dos Estados Unidos da América (1933-1945), realizou quatro mandatos e morreu durante o último, foi o primeiro presidente a conseguir mais de dois mandatos, e será o único devido à 22ª Emenda. Durante sua estada na Casa Branca, teve de enfrentar o período da Grande Depressão e a Segunda Guerra Mundial. Em 1939, foi o primeiro presidente dos Estados Unidos da América a aparecer na televisão, mesmo ela tendo sido inventada com Calvin Coolidge no cargo.<br />Franklin Delano Roosevelt<br />
  • 49. Harry S. Truman (Lamar, Missouri, 8 de maio de 1884 — Kansas City, Missouri, 26 de dezembro de 1972) foi um político estadunidense, 33º presidente dos Estados Unidos da América, governando de 1945 a 1953.<br />Truman lutou na Primeira Guerra Mundial e em 1922 entrou para o Partido Democrata, tendo sido eleito senador em 1934 e 1940. Em 1944, concorreu à eleição como Vice-Presidente com Franklin D. Roosevelt e a 7 de novembro foram eleitos. Com a morte de Roosevelt, em 12 de abril de 1945, Truman assumiu o cargo de Presidente dos Estados Unidos, durante a Segunda Guerra Mundial. Foi um dos principais responsáveis pelo lançamento das bombas sobre Hiroshima e Nagasaki.<br />Harry S. Truman<br />
  • 50. Dwight David Eisenhower (Denison, Texas, 14 de outubro de 1890 — Washington, 28 de março de 1969) foi presidente dos Estados Unidos da América entre 1953 e 1961 e comandante supremo das forças aliadas durante a Segunda Guerra Mundial, tendo sido designado para este posto em 1943. Coube a ele o comando do desembarque na Sicília pelos Aliados. E graças a seus esforços diplomáticos foi possibilitado o desembarque aliado na Normandia - o Dia D.<br />Dwight D. Eisenhower<br />
  • 51. John Fitzgerald Kennedy (Brookline, Massachusetts, 29 de Maio de 1917 — Dallas, 22 de Novembro, 1963) foi um político estadunidense e o 35° presidente de seu país (1961–1963). No início de 1960, Kennedy declarou-se candidado democrata às eleições presidenciais daquele ano. Kennedy tomou posse, sucedendo a DwightEisenhower, a 20 de janeiro de 1961. Tão logo assume a presidência, tem que enfrentar uma crise causada pela invasão de Cuba por exilados cubanos com o auxílio da CIA. Assume a responsabilidade pelo fracasso, mas mantém a popularidade.<br />Ao meio-dia e meia do dia 22 de novembro, passando pela Dealey Plaza, Kennedy é atingido por dois tiros, um no pescoço (que também atinge o Governador do Texas John Connally) e outro fatal na cabeça .<br />John Fitzgerald Kennedy<br />
  • 52.
  • 53. LyndonBaines Johnson (27 de agosto de 1908, Stonewall, Texas — 22 de janeiro de 1973, San Antonio, Texas) foi o trigésimo sexto presidente dos Estados Unidos da América, de 1963 a 1969.<br />Johnson era vice-presidente de John Kennedy, e assumiu o cargo de presidente com o assassinato do mesmo. Foi em seu governo que os EUA entram totalmente na Guerra do Vietnã. Ele completou o mandato de Kennedy e foi eleito presidente em uma vitória na eleição presidencial de 1964.<br />Johnson era um grande líder do Partido Democrata dos Estados Unidos e como presidente foi responsável pela criação da lei da &quot;Grande Sociedade&quot;, programa que incluia os direitos civis, sistema de saúde pública, conhecido nos EUA por Medicare, assistencia à educação e a &quot;Guerra contra a Pobreza&quot;. Simultaneamente, ele envolveu o país na Guerra do Vietnã, começando com 16 mil soldados norte-americanos em 1963 e passando a 500 mil no começo de 1968.<br />LyndonBaines Johnson<br />
  • 54. Richard Milhous Nixon (Yorba Linda, 9 de Janeiro de 1913 — Nova Iorque, 22 de Abril de 1994) foi o 37° presidente dos Estados Unidos da América (1969-1974). Começou a carreira em 1953 quando foi eleito vice-presidente enquanto DwightEisenhower se elegia presidente dos Estados Unidos.<br />Em 1960, fora derrotado pelo democrata John Kennedy na eleição presidencial, por menos de 80 mil votos de diferença e por pequena margem no Colégio Eleitoral. Persistente, voltou a candidatar-se pelo Partido Republicano em 1968, vencendo a eleição contra o democrata Hubert Humphrey. Em 1972, foi reeleito com esmagadora maioria no Colégio Eleitoral (520 votos a 17) sobre o oponente George McGovern.<br />Nixon negociou a retirada das forças dos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnã, aproximou os Estados Unidos da República Popular da China e viajou a Moscou, onde deu impulso às negociações com a União Soviética sobre a redução de armamento.<br />Richard Milhous Nixon<br />
  • 55. Gerald Rudolph Ford, Jr. (Omaha, 14 de Julho de 1913 — Rancho Mirage, 26 de dezembro de 2006) foi o quadragésimo (1973–1974) vice-presidente e o trigésimo-oitavo (1974–1977) presidente dos Estados Unidos. Nascido Leslie Lynch King, Jr., seu nome foi mudado depois da adoção. Permanece ainda como o único a servir como presidente sem ser eleito, quer para a Presidência, quer para a Vice-Presidência, pois SpiroAgnew, vice-presidente de Nixon, também havia renunciado junto a este, depois de comprovado seu envolvimento com negócios ilícitos. Considerado, em retrospecto, um político honesto e ideologicamente moderado, que enfrentou inflação crescente, descrédito com o mundo da política, promoveu os Direitos Humanos no âmbito do Conselho da Europa, o fim do regime branco na antiga Rodésia (atual Zimbábue) e concluiu a saída dos EUA do Vietnã.<br />Gerald Rudolph Ford<br />
  • 56. James Earl &quot;Jimmy&quot; Carter, Jr. , conhecido como Jimmy Carter, (Plains, Geórgia, 1 de outubro de 1924) é um político norte-americano, tendo sido o 39° presidente dos Estados Unidos da América. Venceu o republicano Gerald Ford na eleição presidencial de 1976, por pequena margem no voto popular e no Colégio Eleitoral. immy Carter, ao contrário dos seus antecessores republicanos, influenciou o processo de abertura democrática de países da América Latina, quase todos então governados por ditaduras militares. Em 1977, Jimmy Carter encontrou-se com o então presidente brasileiro Ernesto Geisel e influenciou a ala de militares brasileiros ligados a Geisel para um processo de abertura, que seria continuado por João Figueiredo.<br />James Earl &quot;Jimmy&quot; Carter, Jr.<br />
  • 57. Ronald Wilson Reagan (6 de Fevereiro, 1911 — 5 de Junho, 2004) foi o 40º (1981-1989) Presidente dos Estados Unidos da América e o 33º governador da Califórnia (1967-1975). Assumindo-se como membro da facção mais conservadora do Partido Republicano, Reagan conseguiu ser eleito governador da Califórnia em 1966, vindo a desempenhar o cargo até 1974. Nesse período reprimiu manifestações estudantis contrárias à Guerra do Vietnã em universidades californianas. <br />Ronald Reagan<br />
  • 58. George Herbert Walker Bush (Milton, Massachusetts, 12 de junho de 1924) é um político estadunidense. Foi o 41º presidente dos Estados Unidos da América (1989-1993). Anteriormente, ele já tinha servido como embaixador na ONU (1971-1973), diretor da CIA (1976-1977), e o 43º vice-presidente dos Estados Unidos da América na gestão do presidente Ronald Reagan (1981-1989). Como Presidente dos Estados Unidos da América, George Bush é talvez melhor conhecido por liderar a coalizão das Nações Unidas na Guerra do Golfo (1990–1991). Em 1990, comandado por Saddam Hussein, o Iraque invadiu seu vizinho rico em petróleo, o Kuwait. A larga coalizão removeu as forças iraquianas do Kuwait e assegurou-se de que o Iraque não invadisse a Arábia Saudita.<br />George H. W. Bush<br />
  • 59. William &quot;Bill&quot; Jefferson Clinton (Hope, Arkansas, 19 de Agosto de 1946), nascido William Jefferson Blythe III e mais conhecido como Bill Clinton, foi o 42º presidente dos Estados Unidos da América, por dois mandatos, entre 1993 e 2001. Tendo assumido o cargo, as prioridades domésticas de Clinton incluíam reformas na área de educação, restringir vendas de armas, fortalecer leis de proteção ao meio ambiente e proteger o emprego de pais que têm que cuidar de seus filhos doentes. Internacionalmente, suas prioridades incluíram reduzir barreiras de comércio (NAFTA) e mediar os conflitos na Irlanda do Norte e entre israelenses e palestinos. Foram anos de grande desenvolvimento econômico da nação, com o déficit fiscal da era Reagan sendo reduzido.<br />Bill Clinton<br />
  • 60. George Walker Bush (NewHaven, 6 de Julho de 1946) é um empresário e político americano, foi o 43º presidente de seu país, sucedendo Bill Clinton em 2001, e sendo sucedido por BarackObama em 2009. Bush foi o 46º governador do Texas entre 1995 e 2000. É do Partido Republicano. A plataforma de política externa mais significativa de Bush antes de tomar posse envolvia o apoio a uma economia e relação política mais fortes com a América Latina, em especial o México, e uma diminuição do envolvimento na &quot;nation-building&quot; e noutros compromissos militares de menor dimensão.<br />George Walker Bush<br />
  • 61. Barack Hussein Obama II (Honolulu, 4 de agosto de 1961) é um advogado e político dos Estados Unidos, e o quadragésimo quarto e atual presidente do país, desde 20 de janeiro de 2009. Sua candidatura foi formalizada pela Convenção do Partido Democrata em 28 de agosto de 2008. Graduou-se em Ciências Políticas pela Universidade Columbia em Nova Iorque, para depois cursar Direito na Universidade de Harvard, graduando-se em 1991. Foi o primeiro afro-americano a ser presidente da Harvard Law Review. No pleito de 4 de novembro de 2008 Obama foi eleito o 44º presidente dos Estados Unidos da América, vencendo seu adversário John McCain, por uma diferença de 52% a 47% no total de votos.Entre a eleição e a tomada de posse, Obama formará a equipe da nova administração. Para ela têm sido apontados vários nomes, como o de Rahm Emanuel para Chefe de Gabinete da Casa Branca. Durante seu mandato, em 2009 foi acusado de ser anti-ssemita por entidades extremistas israelenses ao manifestar seu apoio para a criação de um Estado para os refugiados palestinos.<br />BarackObama<br />
  • 62.
  • 63. Relações Externas <br />EUA<br />
  • 64. Há dois tipos de objetivos em tais relações:<br />Petróleo<br />Supremacia de Israel<br />Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 65. Petróleo:<br />Países do oriente médio possuem extensas área de petróleo em seu território.<br />EUA é a nação que mais consome de petróleo no mundo.<br />EUA interfere politicamente, ou fisicamente na estrutura interna de tais países, conseguindo manter-se como potência.<br />Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 66. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />Acordo entre Israel e Jordânia<br />
  • 67. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />Cerimonial nos EUA<br />Após guerra do golfo.<br />
  • 68. Supremacia de Israel<br />Há grandes laços afetuosos e políticos entre Estados Unidos e Israel, devido o mesmo ter grande parcela em sua formação cultural e influência sobre o mundo.<br />Supremacia de Israel<br />Há grandes laços afetuosos e políticos entre Estados Unidos e Israel, devido o mesmo ter grande parcela em sua formação cultural e influência sobre o mundo.<br />Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 69. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 70. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br /><ul><li>11 de setembro de 2001
  • 71. Atentado terrorista ao Estados unidos.</li></ul>Torres em chamas<br />Osama Bin Laden – Terrorista Responsável<br />
  • 72. Reunindo-se os interesses norte-americanos, seu poder de conquista, seu dinheiro e suas armas, os países do oriente sofrem sua repressão constantemente.<br />Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 73. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 74. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 75. Estados UnidosRelações com Oriente médio<br />
  • 76. Anteriormente:<br />Desejo pela liberdade;<br />Anseio de crescimento;<br />Busca de autonomia.<br />Estados UnidosRelação com a Europa<br />
  • 77. Pós guerra fria:<br />Luta econômica;<br />Entraves políticos e científicos.<br />Estados UnidosRelação com a Europa<br />
  • 78. Atualidade:<br />É uma potência diferente das demais, base do capitalismo mundial.<br />Estados UnidosRelação com a Europa<br />
  • 79. Relações na maioria das vezes, puramente capitalistas:<br />Concorrência com os países mais desenvolvidos do continente;<br />Uso da mão de obra dos menos desenvolvidos;<br />Mercado consumidor com todos, em ambos os sentidos de venda.<br />Estados UnidosRelação com a Europa<br />
  • 80. Cuba:<br />Com medo do comunismo atuar na America, EUA intervêm na revolução cubana, porém não obtém o alvo 100%, ‘deixando’ assim cuba entrar e combinação política com URSS, e se tornar comunista.<br />Decide então, embargá-la economicamente perante o mundo.<br />Estados Unidos Relação com América<br />
  • 81. Estados Unidos Relação com América<br />
  • 82. Recentemente vem-se “afrouxando as rédeas” dos EUA sobre cuba, e a mesma tem buscado dinamizar-se ao meio econômico e político do mundo.<br />Estados Unidos Relação com América<br />
  • 83. Tem boas relações com o Brasil, usufruindo de seus produtos.<br />Possui vários encontro formais, para tratar de negócios com o Brasil.<br />Estados Unidos Relação com América<br />
  • 84. Como de era de se esperar, EUA tem algumas desavenças com Venezuela. <br /> (vale a pena lembrar que a mesma possui grande reserva de petróleo , o combustível norte-americano)<br />Estados Unidos Relação com América<br />Não meta com a Venezuela, Obama, não se enganem, <br />não siga o mesmo caminho estúpido desajeitado e do<br /> seu antecessor, Georg W. Bush&quot;,<br /> disse o presidente da Venezuela. <br />
  • 85. Altos Números de desempregos no mundo;<br />Empresas fechando as portas;<br />Estados Unidos Relação com América<br />
  • 86. Governo empresta capital as multinacionais, para que sustentem a produção e equilibrem o cenário.<br />Esperança depositada sobre BarackObama.<br />Estados Unidos Relação com América<br />
  • 87. Negros<br />EUA<br />
  • 88. Nos Estados Unidos da América, o racismo chega a extremos contra os negros, índios, asiáticos e latino-americanos. <br />Até 1965, existiam leis, como as chamadas leis de Jim Crow, que negavam aos cidadãos não-brancos toda uma série de direitos a KuKluxKlan .<br />Essa organização-seita ainda existe naquele país, alegadamente para defender a liberdade de expressão e liberdade de ofensa daquele grupo social.<br />Negros<br />
  • 89. Negros<br />Se você não está pronto para morrer por alguma coisa, você não está pronto para viver&quot;.(Martin Luter King Jr.)<br />
  • 90. Martin Luther King um dos principais líderes do movimento americano pelos direitos civis e defensor da resistência não violenta contra a opressão racial. <br />Lutou por um tratamento igualitário e contribuiu para a melhoria da situação da comunidade negra, mediante protestos pacíficos e discursos enérgicos sobre a necessidade do fim da desigualdade racial. <br />Negros<br />
  • 91. O boicote aos ônibus de Montgomery<br />Em 1955, King, que havia acabado de terminar o doutorado, foi indicado para coordenar um boicote aos ônibus de Montgomery. Os líderes negros da cidade haviam organizado o boicote para protestar contra a segregação racial em vigor no transporte público após a prisão de Rosa Parks, uma mulher negra que havia se recusado a ceder o seu lugar a uma passageira branca .<br />Negros<br />
  • 92. Durante a ação, que durou 381 dias, King foi preso, a sua casa foi atacada e muitas ameaças foram feitas contra a sua vida. <br />Negros<br />
  • 93. O vôo até a Lua não é tão longo. As distâncias maiores que devemos percorrer estão dentro de nós mesmos.<br /> Charles de Gaulle<br />

×