• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis
 

Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis

on

  • 1,774 views

Aula 1 do curso "Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis"

Aula 1 do curso "Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis"

Statistics

Views

Total Views
1,774
Views on SlideShare
1,749
Embed Views
25

Actions

Likes
3
Downloads
1
Comments
0

3 Embeds 25

http://cursomobile.blogspot.com.br 19
http://cursomobile.blogspot.com 4
http://www.linkedin.com 2

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis Presentation Transcript

    • Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis IntroduçãoFrederico Gonçalves Plataformas e Arquiteturas para Dispositivos Móveis 10-04-2012
    • Fontes
    • 1. Smartphones e TabletsA consolidação dos smartphones e Tablets no consumo de mídia e o surgimento de novos dispositivos conectados
    • 7 bilhões de habitantes6,4 bilhões de assinaturas móveisFonte: http://www.businessinsider.com/infographic-how-mobile-phones-are-dramatically-changing-the-world-2012-7
    • Smartphones no mundo Smartphones Feature phones 5,6 bilhões 835 milhões Assinantes móveis Fonte: Mary Meeker, Kleiner Perkins, Morgan Stanley Research
    • Smartphones no mundo Smartphones 13% Feature phones 87%
    • Fonte: Vision Mobile
    • Previsão de evolução
    • E no Brasil?
    • E no Brasil? 14% Smartphones Featurephones 86% Fonte: Google, Our Mobile Planet, Brazil
    • E no Brasil?
    • Tablets devem repetir
    • Novos dispositivos surgindo • SmartTVs • Nexus Q • Google Glasses • ...
    • Resumo • Aparelhos celulares globalmente consolidados como tecnologias de massa • Smartphones e Tablets devem aumentar consideravelmente sua penetração próximos anos • Soluções de SmartTVs sendo adotadas por vários fabricantes devem alavancar a adoção da tecnologia • Novos acessórios, como o Nexus Q, devem reforçar os ecossistemas dos diferentes fabricantes • Qual será o dispositivo do futuro? O Google aposta numa nova forma de interação com o Glass.
    • 2. Guerra das PlataformasApresentação de Eric Schmidt no Mobile World Congress de 2010 reiterando o apoio da Google a plataforma Android
    • Panorama geral • Desde o lançamento do iPhone em 2007 a Apple tornou-se a referência em smartphones – Experiência do usuário, ecossistema de aplicações, conteúdo e recursos do navegador • A Nokia, até então grande líder do segmento, sofreu fortemente com a mudança do cenário – Recentemente a Nokia anunciou uma parceria com a Microsoft para tentar reverter o quadro negativo • A perda de mercado da Nokia foi em grande parte ocupada por fabricantes que adotaram a plataforma Android do Google – Early-adopters: Samsung, HTC, – Tradicionais: Motorola, LG, Sony-Ericsson – Cost-leaders: Huawei, ZTE, Acer, Dell, Asus, entre outras
    • Panorama geral • O grande número de fabricantes Android produzem centenas de dispositivos, das mais variadas configurações e preços Samsung - Galaxy S III ZTE Warp Android 4.0.4 Android 2.3 4G LTE speed 3G Super AMOLED capacitive touch screen 4.3" touch screen 8.0MP digital camera 5.0MP digital camera Price: $799,99 Price: $179,99
    • Solução vertical • Apple adota um modelo vertical, com um forte controle sobre seus produtos – Hardware: projetado pela Apple e produzido por “contract manufacturers” – Sistema operacional: iOS – Framework de aplicações (APIs) – Aplicações: muitas delas produzidas por terceiros, mas aprovadas e comercializadas pela Apple (App store) – Conteúdo disponível em grande parte controlado através do iTunes • Com poucos produtos de alta qualidade, conseguiu ser reconhecida pela excelência • O foco de seu negócio é a venda de aparelhos de primeira linha com elevada margem de lucro • Consumidores tipicamente da classe A, dispostos a pagar pela qualidade
    • Solução horizontal • Google aposta numa solução horizontal, com uma plataforma “aberta” – Hardware: grande diversidade – Sistema operacional: várias versões, oferecidas pelo Google e integradas em produtos pelos OEMs – Framework de aplicações (APIs): com algum controle para garantir compatibilidade mínima – Aplicações: produzidas por terceiros e comercializadas por diferentes canais. A filosofia do Google é dar liberdade de escolha aos usuários (“empower the user”) – Conteúdo começa a ser distribuído através do Google Play • Grande variedade de produtos, desde dispositivos “low end” até “high end”. Alguns deles sem certificação Android (sem Google Play e aplicações do Google). Plataforma fragmentada. • Seu objetivo é utilizar a plataforma Android como um meio para alavancar seu negócio de marketing on-line. • Consumidores de todas as classes, tipicamente buscando solução de bom custo benefício.
    • Plataformas legadas • Plataformas existentes até então sofreram fortemente o impacto de Android e iPhone – Plataformas legadas: Symbian, Black Berry OS, BREW e Window Mobile, etc. – A maioria dessas plataformas foram criadas para atender a requisitos do mundo de Telecom – Modelo de negócios fechados (“Walled Garden”), centrados nas operadoras – Ecossistema fechado, com poucos fornecedores e pouca oferta de conteúdo e aplicações • Grande dificuldade em concorrer com plataformas de última geração, tecnicamente mais avançadas e com um ecossistema mais rico
    • Smartphone market sharede vendas anuais http://www.gartner.com/it/page.jsp?id=1622614 Source: Gartner (April 2011)
    • Smartphone market sharede vendas anuais Previsão Previsão Previsão 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2015Symbian 63,5 52,4 46,9 37,6 19,2 5,2 0,1Android 0 1 3,9 22,7 38,5 49,2 48,8RIM 9,6 16,6 19,9 16 13,4 12,6 11,1iOS 2,7 8,2 14,4 15,7 19,4 18,9 17,2Microsoft 12 11,8 8,7 4,2 5,6 10,8 19,5Other 12,2 10 6,2 3,8 3,9 3.4 3,3Total Units 122.315,60 139.287,90 172.374,30 296,646.6 467,70 630,48 1,104,898 http://www.gartner.com/it/page.jsp?id=1622614 Source: Gartner (April 2011)
    • Outros números (MWC 2012)iOS Android• 400 milhões de usuários • 400 milhões de usuários• 650.000 aplicações • 1 milhão de ativações/dia• 30 bilhões de downloads • 600.000 aplicações • 20 bilhões de downloadsFonte: http://www.gottabemobile.com/2012/06/11/apple-by-the-numbers-at-wwdc-2012/
    • Market share deplataformas e fabricantes • Android como plataforma dominante
    • Plataformas smartphones
    • Plataformas smartphones
    • Plataformas smartphones
    • Impacto do Android paraOEMs • A plataforma aberta traz benefícios e desafios para as OEMs – Benefícios • Redução do custo de desenvolvimento • Ecossistema amplo (conteúdo, serviços, aplicações) • Evolução do produto – Desafios • Dificuldade de diferenciação dos produtos
    • Impacto do Android paraOEMs • “Samsung e HTC foram as que mais se beneficiaram do sucesso do Android” Vision Mobile
    • Fonte: http://www.engadget.com/2012/07/27/idc-samsung-and-apple-ship-almost-half-of-all-smartphones-but/
    • Pirâmide de lucratividade
    • Ecossistemas expandindo-se para outas telas
    • Tablets market share devendas anuais
    • Tablets market share devendas anuais Previsão Previsão Previsão 2010 2011 2012 2013 2016iOS 83,9 66,6 61,4 54,6 45,9Android 14,2 28,8 31,9 33,8 37,3Microsoft 0,0 0,0 4,1 8,0 11,8RIM 0,0 1,3 2,2 3,3 4,8Other 1,9 3,2 0,4 0,3 0,1Total Market 17,61 60,016 118,882 182,457 369,257
    • Resumo • Nokia e RIM (Blackberry) vem perdendo market share rapidamente • iOS e Android são as plataformas dominantes do segmento de smartphones e Tablets • Diversos fabricantes adotaram a plataforma Android, alguns com mais sucesso que outros • Plataformas estão expandindo-se para outros mercados, como o de SmartTVs • Microsoft, com ajuda da Nokia, será capaz de virar o jogo? • E Amazon e Facebook?
    • 3. Ecossistemas MóveisConteúdo e aplicações nas quatro telas
    • Fonte: Vision Mobile
    • Lojas de aplicações • O domínio do Android e iOS é motivado por fatores que vão além da tecnologia. – O ecossistema de desenvolvedores é peça chave na equação • Do ponto de vista do usuário final, cada nova aplicação agrega valor para a plataforma; • Da perspectiva de um desenvolvedor de aplicativos, a plataforma ganha valor com cada novo usuário.
    • Lojas de aplicações • Quando o número de desenvolvedores, aplicações e usuários alcançam massa crítica, a plataforma cresce exponencialmente – iOS (Números de Setembro de 2011 – Vision Mobile) • Aproximadamente 500 mil aplicações • Custo médio de desenvolvimento: $10.000,00 ~ $25.000,00 • Investimento externo em aplicações $15bi “The rate of App Store downloads continues to accelerate with users downloading a staggering two billion apps in just over a year, including more than half a billion apps this quarter alone,” said Steve Jobs, Apple’s CEO. “The App Store has reinvented what you can do with a mobile handheld device, and our users are clearly loving it.” http://www.businessweek.com/technology/ByteOfTheApple/blog/archives/2009/09/app_store_passe.html
    • Lojas de aplicações • Fabricantes utilizam as lojas de aplicações mais como ponto de controle do ecossistema do que como mecanismo de venda – Estima-se que a Apple tenha gastado mais de $1Bi com a App Store
    • Lojas de aplicações • Do ponto de vista dos desenvolvedores, as lojas de aplicações são um excelente canal de vendas – Canal de distribuição global – Rápido time-to-market – Custo baixo: normalmente 30% do preço de venda – Mecanismo de transferência de crédito simples – Possibilidade de rentabilidade com vendas diretas, in-app billing, marketing, etc.
    • Fonte: Vision Mobile
    • Fonte: Vision Mobile
    • Quanto custa desenvolveruma aplicação? Fonte: Vision Mobile
    • Mecanismos demonetização Fonte: Vision Mobile
    • Tipos de aplicação (AppStore) Fonte: Gartner
    • Tipos de aplicações(Android)
    • Preços (App Store) Fonte: Gartner
    • E qual o faturamento comuma aplicação? • Em entrevista feita pela Vision Mobile a 1500 desenvolvedores o faturamento por app/mês – 7% mais que R$10.000,00 – 13% entre R1000,00 e R$5000,00 – 14% entre R$500,00 e R$1000,00 – 35% até R$1,00 a R$500,00
    • Case “Draw Something” • Lançada em fevereiro de 2012 – Em menos de 6 meses tornou-se a App número 1 em mais de 79 países – Com mais de 20 milhões de downloads – Gera mais de $100.000,00 de faturamento por dia – Mais de 12 milhões de usuário por dia • Crescimento rápido – AOL levou 9 anos para chegar a 1 milhão de usuários – Facebook levou 9 meses – Draw Something levou 9 diasFonte: Business Insider
    • Resumo • Ecossistemas são essenciais para o sucesso das plataformas modernas – Conteúdo, aplicações, serviços e conectividade • Lojas de aplicações e desenvolvedores são peças chave nos ecossistemas – Usuários  Desenvolvedores  Aplicações  Usuários • Lojas de aplicações são excelentes canais de distribuição – Atraem pequenas empresas e desenvolvedores autônomos • O grande número de aplicações e a diversidade gera um efeito “long tail” – Difícil criar uma aplicação de grande sucesso e obter lucro, dada a grande oferta de aplicações – Entretanto casos de sucesso tem o potencial de atingir um público enorme, gerando grande lucro