Inovação no Ensino e na Aprendizagem

1,436 views
1,292 views

Published on

Apresentação no IPB Bragança, já lá vão mais de dez anos!...

Published in: Education
0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,436
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Inovação no Ensino e na Aprendizagem

  1. 1. Inovação no Ensino e na Aprendizagem Francisco J. Restivo Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto fjr@fe.up.pt IPB, 2001
  2. 2. Sumário Tendências actuais Novos perfis de competências Formação ao longo da vida Novos paradigmas no ensino / aprendizagem E nós? Algumas conclusões IPB, 2001
  3. 3. Tendências Actuais IPB, 2001
  4. 4. Tendências actuais Novas tecnologias Rapidez da mudança Antigamente, um emprego para a vida Hoje, uma profissão para a vida, e vários empregos No futuro, várias profissões ao longo da vida! IPB, 2001
  5. 5. Desafios da Sociedade da Informação Globalização da economia Customização dos produtos Trabalho em rede / parcerias Suportes digitais Competição baseada na informação e no conhecimento Necessidade de novas competências IPB, 2001
  6. 6. Entre nós Atraso confrangedor Irrecuperável através da simples substituição de gerações Indispensável encontrar factores de aceleração IPB, 2001
  7. 7. Digital divide: o fosso digital Será que as NTIC aproximam ou afastam: Ricos cada vez mais ricos, pobres cada vez mais pobres? Hoje, é uma das preocupações do G8 Mudança de atitude: globalização é a oportunidade, pobreza é o desafio! IPB, 2001
  8. 8. Factores de aceleração Saber viver na Sociedade da Informação e do Conhecimento Novos perfis de competências Saber viver na Sociedade da Aprendizagem Formação ao longo da vida IPB, 2001
  9. 9. Novos perfis de competências IPB, 2001
  10. 10. Novos perfis de competências Ter capacidade para aprender sempre Ser capaz de manusear informação nos mais variados suportes Ser capaz de formular juízos críticos autónomos e de ser criativo Saber trabalhar em cooperação e em rede Possuir auto-estima e motivação Deter uma cultura sustentada sobre as organizações IPB, 2001
  11. 11. Novos perfis de competências Saber ouvir os outros e ser capaz de comunicar as ideias com rigor e precisão Ter a ideia que se vive em transformação: abertura, diversidade, coesão Dominar línguas estrangeiras Não perder a identidade cultural Ter uma forte consciência ecológica Conhecer os factores de competitividade: satisfazer o cliente IPB, 2001
  12. 12. Hard skills vs. Soft skills A formação inicial, mesmo de nível superior, é apenas a primeira pedra do edifício da formação ao longo da vida A missão das instituições é contribuir para formar cidadãos activos, empreendedores, produtores de pensamentos e de juízos críticos autónomos, construtores de projectos pessoais de vida Desempenhar uma profissão e saber aprender! IPB, 2001
  13. 13. Formação ao longo da vida IPB, 2001
  14. 14. Formação ao longo da vida Cada vez mais necessária Nos mais diversos formatos Estudar um tópico, de um dia para o outro Assegurar a empregabilidade Pelas mais diversas instituições Utilizando intensivamente as NTIC IPB, 2001
  15. 15. Formação ao longo da vida Oportunidade de negócio! Iniciativa eLearning da UE Universidade de Aveiro evolui.com IPB, 2001
  16. 16. Novos paradigmas no ensino / aprendizagem IPB, 2001
  17. 17. Ensino/Aprendizagem Fim do paradigma tradicional: transmissão / armazenamento de dados O foco deve estar no ‘aprendente’ O sistema deve ter em conta os vários estilos de aprendizagem (learning stiles) E atender à quantidade, qualidade e acessibilidade da informação disponível IPB, 2001
  18. 18. Ensino / Aprendizagem Convergência ensino presencial / ensino à distância Há muitos produtos WebCT AulaNet SocratEase IPB, 2001
  19. 19. Conceito de serviço O ensino / aprendizagem é um serviço Deve ser desenhado nestes termos Utilizando as metodologias apropriadas Logística Gestão de operações Optimização IPB, 2001
  20. 20. Intervenientes Professores Administradores Aprendentes Conteúdos IPB, 2001
  21. 21. E nós? IPB, 2001
  22. 22. Nós, professores Produtores de conteúdos... Em competição com todos os outros professores... Qual é a nossa vantagem? Interacção professor / aluno IPB, 2001
  23. 23. Que fazer? Digitalizar os conteúdos Ferramentas pouco amigáveis Criar redes temáticas MIT www.fe.up.pt/~fjr IPB, 2001
  24. 24. Nós, alunos Que interessa realmente aprender? Não está tudo na Web? NÃO! Interacção professor / aluno Interacção aluno / aluno Chama-se a isto ESCOLA... IPB, 2001
  25. 25. Algumas conclusões IPB, 2001
  26. 26. Conclusões Não chega assegurar a empregabilidade à saída da formação inicial É necessário assegurar a empregabilidade ao longo da vida A aprendizagem escolar deve estar sustentada no que perdura, não no efémero É um desafio cultural muito sério! IPB, 2001

×