Marketing Digital
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Marketing Digital

on

  • 2,038 views

Apresentação sobre a tendência de mercado em ascensão: Marketing Digital.

Apresentação sobre a tendência de mercado em ascensão: Marketing Digital.

Statistics

Views

Total Views
2,038
Slideshare-icon Views on SlideShare
2,032
Embed Views
6

Actions

Likes
5
Downloads
65
Comments
0

3 Embeds 6

http://www.slideshare.net 4
http://www.azores.net 1
http://azores.net 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Marketing Digital Marketing Digital Presentation Transcript

    • Danilo Freitas Taiã Silva Rodrigo Stabolito Vanessa Barbosa Kelly Maron
    • Introdução  O desenvolvimento de ações de marketing na internet está sujeito aos mesmos princípios gerais observados em outros meios. Entretanto, sua implementação apresenta variações.  A Web 2.0 oferece possibilidades de interação e um fluxo contínuo entre conhecimento, interesse e compra. Além de velocidade, abrangência geográfica e profundidade de informação.  Mesmo assim, a comunicação digital será tão mais eficaz quanto maior for a integração com outras atividades de comunicação. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Codificação  De jeito parecido com que mensagens impressas são codificadas e decodificadas, as mensagens digitais também têm seu código. 1101010101010010101010101 0100100101101011010101011 0101010101010110101010101 010101010001101010101010 101010101010101001000110  Atrás do que se é apresentado aos nossos olhos, na comunicação digital, estão cadeias de zeros e uns que representam palavras, sons, vídeos e imagens. Estes números seguem uma lógica binária. Deste modo foi criado uma unidade específica, o bit (ou dígito binário). Giseli Adornato de Aguiar adaptado
    • Mídia Diversificada  É difícil entender a comunicação digital como mídia, somente. Pois ela, na prática, representa diversas mídias que já existiam como impressos, rádio e televisão. Exemplo  Por um lado temos um jornal impresso nas mãos para ler. Por outro lado, podemos ler as mesmas notícias na internet, além de poder buscar mais sobre o assunto que lemos e, inclusive, ver imagens, ouvir podcasts, assistir a vídeos ou até mesmo interagir com outros internautas em fóruns virtuais que falem do assunto. Tudo isto em uma mesma plataforma digital (a internet). Danilo Freitas
    • Mídia Diversificada  A tecnologia digital oferece quase todas as possibilidades já exploradas em outras mídias com ainda duas vantagens:  Velocidade  Interação  O indivíduo não fica somente no papel de receptor passivo, há a possibilidade de escolhas, há decisões a serem tomadas. A relação comunicativa entre emissor e receptor torna-se muito mais rápida, elaborada, interativa e eficaz. Giseli Adornato de Aguiar adaptado
    • Marketing Digital  O principal objetivo de qualquer empresa na Internet deve ser:  Estabelecer um relacionamento com consumidores.  Colocar o site no ar é apenas o primeiro passo de um longo processo. Um relacionamento implica não somente em ter o que dizer e oferecer, mas também em saber escutar e ser útil para o consumidor.  A Web permite:  Ampliar  Facilitar o diálogo da empresa com seus clientes.  Acelerar Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital  O uso da Internet deve seguir os princípios clássicos de definição de objetivos, identificação de metas e avaliação de resultados de qualquer campanha de vendas e comunicação.  Elementos Básicos do Marketing Digital  Site  Banner Serão descritos nos próximos slides  Links Patrocinados  Correio Eletrônico Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital - Site  É uma grande fonte de informação sobre a organização e seus produtos. Representa a “sede virtual” da empresa e deve abranger o máximo de conteúdo possível a depender de seus objetivos.  Precisa de uma atualização regular.  Deve trazer informações dos serviços/produtos, eventos situações e fatos (não necessariamente da empresa) de interesse do público-alvo.  Obedecer a princípios básicos de design e arquitetura da informação.  Permitir acesso rápido a qualquer informação buscada pelo internauta.  Entregar o planejamento e desenvolvimento do site para empresas ou profissionais especializados em Web. Já a atualização do site pode ser feita pela própria empresa. Marcelo de Oliveira Coutinho adaptado
    • Marketing Digital - Site  Um indicativo importante da efetividade do site é o número de pessoas que o visitam, o percentual que se registra para obter mais informações e o percentual de visitantes que retornam ao longo de um determinado período de tempo.  Formas de contabilizar audiência na internet:  Cookies (scripts armazenados no disco rígido dos usuários)  IP (número único atribuído ao computador que acessa o site pelo provedor)  Painéis de Audiência (fornecidos por institutos de pesquisa) Mas a única métrica que pode ser realmente comprovada pela organização proprietária do site é a de visitantes cadastrados. Marcelo de Oliveira Coutinho adaptado
    • Marketing Digital - Site  Um site pouco poderá fazer pela imagem da empresa se ele não for adequadamente divulgado.  Para atrair visitantes, a empresa pode:  Anunciar em sites com grande volume de consultas.  Desenvolver campanhas de comunicação. Todo o material produzido pela empresa (anúncios, embalagens, mala direta, uniformes etc) podem se constituir em divulgadores do site. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital - Banner  São definidos como um espaço comprado em sites com grande número de visitas (google, orkut, baixaki, uol, youtube etc). Podem variar de acordo com  Visualização:  Estáticos (apenas uma imagem fixada)  Animados (sequência de imagens em fluxo contínuo)  Interação:  Não Interativos (receptor apenas recebe a informação)  Interativos (receptor pode tomar decisões sobre a informação) Danilo Freitas
    • Marketing Digital - Banner  Uma evolução do banner é o conteúdo Rich Media.  São pequenos filmes, animações ou mesmo jogos que permitem ao consumidor tomar maior contato com a marca ou obter informações mais detalhadas sobre a utilização do produto.  Os Banners são avaliados com base em duas métricas:  Páginas vistas (número de vezes em que a página contendo o banner foi exibida em um computador).  Taxa de cliques – clickthrough (percentual do total de pessoas que, ao visualizarem o banner, clicaram nele e foram parar no site do anunciante). Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital - Banner  Além dos portais, diversas empresas fornecem softwares para medir esses índices.  É importante ter em mente que o número de páginas vistas não é garantia de que o banner foi realmente visto pelo usuário.  Estudos até agora disponíveis indicam a importância dos banners não somente nas vendas, mas também – e principalmente – no estabelecimento da consciência de marca. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital – Links Patrocinados  São determinados termos em sites de busca comprados pelo anunciante por meio de serviços especializados. Toda vez que um internauta realiza uma pesquisa em um desses sites, se ele digita palavras iguais ou semelhantes às “compradas” pelo anunciante, seu endereço vai aparecer no topo da lista ou em outro local com destaque visual.  As palavras mais populares freqüentemente são leiloadas de forma eletrônica por determinados períodos de tempo.  Campanhas de links patrocinados, embora não tão eficientes na construção de marcas, costumam ser muito boas na promoção de vendas. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital – Correio Eletrônico E-mail Marketing  É o uso do correio eletrônico para divulgar um site ou oferta.  Confiança é um elemento fundamental  O sucesso de uma campanha vai estar diretamente vinculado ao respeito que a organização tem para o consumidor, ou seja, deve-se contatar via e-mail somente pessoas que já possuem um relacionamento com a empresa ou que demonstram interesse em receber informações sobre a área de atuação da organização. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital – Correio Eletrônico  É fundamental adquirir listas de e-mails.  Uma estratégia eficaz para a construção de listas é criar promoções no site oferecendo algum tipo de brinde ou benefício para quem se cadastrar.  Uma boa campanha de e-mail marketing caracteriza-se por peças visualmente agradáveis que não ocupem muito espaço na caixa postal do usuário e que ofereçam algum benefício imediato (brinde, desconto, informações úteis sobre o produtos e serviços etc).  É muito importante deixar um espaço de link para o internauta que queira retirar seu nome da lista de e-mails que são enviados. Marcelo de Oliveira Coutinho
    • Marketing Digital – Resumo Objetivos Métricas Fornecedores Site (portal) Informações em Visitantes (cookies, ip...); Agências de publicidade; profundidade; Cadastros. Empresas especializadas; Formação de database; Webdesigners. Prestação de serviços e vendas. Banner Consciência de marca; Páginas vistas; Portais; Divulgação/detalhes do Clickthrough. Agências de publicidade. produto ou serviço. Link Patrocinado Promoções. Clickthrough. Empresas especializadas. E-mail Prestação de serviços; Taxa de clique; Empresas especializadas; Informações iniciais, E-mails abertos. Fornecedores de listas. ofertas e promoções. Marcelo de Oliveira Coutinho adaptado
    • Marketing Digital – Boca-a-Rede  É o marketing viral estruturado para a internet.  Pode ser efetivado por meio de  Redes Sociais (orkut, twitter, facebook, myspace etc).  Fóruns Virtuais (InForum, Terra Fórum, ForumNow etc).  Função  Gerar conscientização da marca. Danilo Freitas
    • Marketing Digital – Boca-a-Rede  As métricas dependem do sistema de busca do portal.  Para se criar um boca-a-rede é preciso atingir influenciadores de opinião que falem sobre a marca.  Vale lembrar que a função desta ferramenta é gerar conscientização de marca a partir de opiniões positivas vindas de influenciadores. Portanto é preciso selecionar “divulgadores” que sejam conhecidos e simpáticos. Danilo Freitas