Utilizando JMeter para realizar testes de carga em aplicações WEB
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Utilizando JMeter para realizar testes de carga em aplicações WEB

on

  • 24,608 views

Utilizando JMeter

Utilizando JMeter
para realizar testes
de carga em
aplicações WEB

(Robinson Castilho / Bacarin)

Statistics

Views

Total Views
24,608
Views on SlideShare
24,448
Embed Views
160

Actions

Likes
5
Downloads
404
Comments
0

4 Embeds 160

http://www.slideshare.net 141
http://navegarepressiso.blogspot.com.br 11
http://navegarepressiso.blogspot.com 7
http://www.passosdumatester.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Utilizando JMeter para realizar testes de carga em aplicações WEB Presentation Transcript

  • 1. Utilizando JMeter para realizar testes de carga em aplicações Web Robinson Castilho castilho@bacarin.com.br Bacarin Software Ltda JUGMS
  • 2. Agenda ● Apresentação ● Motivação ● Visão Geral JMeter ● Principais elementos ● Teste prático ● Conclusão ● Perguntas & Respostas ● Coffe-break :)
  • 3. Apresentação ● Robinson Castilho (bacarin.com.br/jugms.com.br) ● Desenvolvedor C++ e Java ● Sun Certified Java Programmer ● Sun Certified Web Component Developer ● 7 anos de experiência ● Atuação: Bacarin Software Ltda ● Instrutor SENAC/MS ● Membro do JUGMS
  • 4. Será que aguenta o “tranco”? ● Quantos usuários simultâneos o sistema pode atender sem capotar? ● Qual pico de utilização o hardware resiste? ● Como saber o tempo médio de resposta para uma determinada quantidade de usuários?
  • 5. JMeter, o que é? ● Projeto mantido pelo grupo Jakarta Apache. ● Usado para simular e analisar carga de uso de um recurso. ● Podemos testar carga em: – Sistemas Web – Conexões FTP – Web Services – JDBC (conexão a SGBD) – LDAP, etc
  • 6. Características do JMeter ● Multiplataforma (100% Java) ● Interface gráfica ● Multithreading – simula multiplas requisições simultaneamente. ● Extensível – Plug-ins – Samplers ● Estatísticas e gráficos
  • 7. Requisitos e Download ● Requisito: Maquina virtual java http://www.java.com/download/ ● Download JMeter: http://jakarta.apache.org/jmeter ● Executar: – Unix: java -jar ApacheJMeter.jar – Win: jmeter.bat
  • 8. Tela Inicial JMeter
  • 9. Tela Inicial Árvore de elementos com: ● Test Plan: Agrupa os ítens utilizados em um Plano de Teste. ● WorkBench: Área de trabalho temporária que apóia o desenvolvimento do plano de testes
  • 10. Elementos do JMeter ● Test Plan e WorkBench ● Thread Groups: Grupo de usuários executando solicitações ● Samplers: Solicitação (http, ftp, LDAP...) ● Logic Controllers: Controlar a execução (repetidores, randomização, etc)
  • 11. Elementos do JMeter ● Listener: Visualizar resultados do teste ● Configuration Elements: Configurar dados padrão ● Assertions: Verificar respostas obtidas
  • 12. Elementos do JMeter ● Pre-Processors: Gerar dados para serem processados ● Post-Processors: Processar resultados, extrair dados para análise ● Timer: Controlar tempo de execução do plano de teste
  • 13. Elemento Test Plan
  • 14. Elemento Test Plan ● User Defined Variables: Podem ser utilizadas durante o teste. Use: ${app}. ● Run Thread...: Se marcado, executa os grupos de threads em seqüência (não paralelo). ● Fuctional Test Mode: Armazena o resultado das requisições
  • 15. Elemento Config ● Usado para configurar o plano de teste ● Comumente usados para definir padrões de configuração ● Em testes WEB, configura-se: – Servidor – Protocolo – Path, ...
  • 16. Elemento Config – Http Request
  • 17. Elemento Thread Group ● Representa um conjunto de usuários executando a mesma atividade ● Elemento muito importante do plano de teste ● Contribui ativamente na simulação do plano de teste
  • 18. Elemento Thread Group
  • 19. Elemento Thread Group ● Number of Thread: Qtde de usuários simultâneos ● Ramp-up Period: Intervalo entre os lançamentos. É dividido pelo número de threads. Ex: 10 (threads) / 10 (ramp-up) = 1 ● Irá disparar 1 thread/segundo ● Loop Count: Qtas vezes deve executar as threads de teste
  • 20. Elemento Thread Group ● Start time e End Time: Agenda o horário de início e fim da execução, respectivamente. ● Duration: Define a duração do teste (sobrescreve End Time) ● Startup Delay: Define a espera para o início do teste (sobrescreve Start Time)
  • 21. Elemento Sampler ● Executa a requisição ao servidor ● Está sempre associado a um Thread Group ● Podemos implementar Sampler customizados ● Usaremos: Http Request
  • 22. Elemento Sampler
  • 23. Elemento Sampler ● Além das propriedades auto- explicativas, podemos citar: ● Send Parameters with the request: Envia parâmetros junto a requisição ● Send Files with the request: Envia arquivos junto a requisição
  • 24. Elemento Sampler ● Optional Tasks – Retrieve All...: Informa para parsear e recuperar URLs internas – Use as Monitor: Usado junto ao Monitor Result (verifica status do servidor) – Save response...: Transforma a resposta em MD5
  • 25. Elemento Listener ● Capturam os resultados gerados pelo plano de teste ● Apresentam os resultados em diversos formatos: – Gráficos – Tabelas ● São associados a: – Test Plan – Sampler
  • 26. Elemento Listener
  • 27. Exemplo Prático
  • 28. Isso foi apenas uma degustação :) ● Jmeter pode muito mais do que isso ● Existem outros recursos não explorados ● Outros tipos de aplicativos podem ser testados ● Podemos automatizar a execução usando ANT
  • 29. Ant e JMeter ● Ant é uma ferramenta para automação de tarefas ● Similar ao “make” ● Utilização: <jmeter jmeterhome=quot;${jmeter.home}quot; resultlog=quot;${basedir}/target/JMeterResults.xmlquot;> <testplans includes=quot;BreweryTestPlan.jmxquot; dir=quot;${basedir}/tests/loadquot;> </testplans> </jmeter>
  • 30. Ant e JMeter ● Utilizar XSLT para exibir resultados em HTML ● Customizar o teste utilizando parâmetros e propriedades ● Passível de integração com sistemas de integração contínua (ex: CruiseControl)[1] ● Tudo isso e muito mais. Apreciem :)
  • 31. Conclusão ● Jmeter é fácil de operar ● Permite simular cargas de utilização de diversos tipos de recursos ● Passível de automação com Ant ● Free!!!
  • 32. Perguntas & Respostas
  • 33. Visite-nos http://www.jugms.com.br http://www.bacarin.com.br
  • 34. Bibliografia ● [1] http://www.infoq.com/news/2008/ 04/JMeter-Ant-CI ● [2] http://www.linux.com/feature/34432 ● [3] http://jakarta.apache.org/jmeter/ ● [4] http://www.javaworld.com/ javaworld/jw-07-2005/jw- 0711jmeter.html?page=1 ● [5] http://www.vivaolinux.com.br/artigo/ Jmeter-com-qualidade-e-performance/ ● [6] http://pt.wikipedia.org/wiki/Jmeter Acessados em 20/09/2008
  • 35. Elaborado e revisado por Robinson Castilho castilho@bacarin.com.br 20/09/2008
  • 36. Licença ● Este material está licenciado sob a Licença Creative-Commons Atribuição-Uso Não- Comercial-Compartilhamento pela mesma Licença 2.5 Brasil ● Você pode: – Copiar, distribuir, exibir e executar a obra – Criar obras derivadas ● Sob as seguintes condições: – Atribuição. Você deve dar crédito ao autor original, da forma especificada pelo autor ou licenciante. – Uso Não-Comercial. Você não pode utilizar esta obra com finalidades comerciais. – Compartilhamento pela mesma Licença. Se você alterar, transformar, ou criar outra obra com base nesta, você somente poderá distribuir a obra resultante sob uma licença idêntica a esta.