• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas
 

Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas

on

  • 279 views

Elaborada em linguagem simples e didática, essa cartilha traz informações úteis aos trabalhadores, aos membros do RH e também às empresas que queiram combater a prática do assédio moral.

Elaborada em linguagem simples e didática, essa cartilha traz informações úteis aos trabalhadores, aos membros do RH e também às empresas que queiram combater a prática do assédio moral.

Ficam autorizados, gratuitamente, o compartilhamento, distribuição e impressões para fins não comerciais.

Statistics

Views

Total Views
279
Views on SlideShare
279
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
10
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas Assédio Moral no Trabalho em perguntas e respostas Document Transcript

    • É uma série de comportamentos repetitivos e prolongados, praticados em razão do trabalho, que ofendem a dignidade da pessoa e desgastam o ambiente de trabalho. Um fato isolado não caracteriza o assédio e talvez até não tenha maiores consequências, mas a sua repetição acaba causando constrangimento e humilhação. O assédio ocorre tanto nos órgãos públicos quanto em empresas privadas detodos ostamanhos e segmentos. O que é assédio moral ? Uma innidade de comportamentos, desde que sejam repetitivos, prolongados e ofensivos à dignidade do trabalhador. Alguns exemplos: desprezar, ironizar, espalhar boatos, fazer piadas, pôr apelidos ofensivos, xingar, fazer usar roupas ou acessórios como forma de punição, conversar somente aos gritos, criticar sempre o trabalho, por melhor que ele esteja e dar instruções confusas. Também é assédio proibir o colaborador de utilizar o banheiro ou limitar seu tempo de utilização, estabelecer metas e prazos impossíveis, dar tarefas muito abaixo de sua capacidade, ameaçar constantemente de demissão. Outra forma muito comum é isolar a pessoa, ignorá-la, não convidá-la para reuniões ou eventos da empresa, retirar seus equipamentos e atribuições e obrigá-la a carsem trabalhar. Quais comportamentos podem ser considerados assédio ? Eventos isolados, conitos eventuais, críticas construtivas e cobranças de resultados e punições (desde que respeitosas e moderadas), más condições de saúde e higiene no trabalho. E o que não é assédio ? em perguntas e respostas A situação mais comum é a do patrão, ou superior, que assedia seus subordinados, mas o contrário também ocorre (subordinados assediando seu superior). Existe ainda assédio entre colegas do mesmo nível hierárquico e é possível que mais de uma dessas formas ocorra ao mesmo tempo. Quem assedia? Váriosnomes:oassédiotambém échamadodeviolência moral, mobbing,terrorpsicológico ou bullyingnotrabalho.
    • Qualquerum, mas é mais comum que o assediado seja minoria no ambiente de trabalho, por conta de características como orientação sexual, cor de pele, raça, origem (pessoas de outros Estados), sexo, opção religiosa, aspecto físico (magros ou obesos, altos ou baixos), idade avançada, inexperiência (estagiários ou calouros) e portadores de necessidades especiais (físicas ou mentais). Também sofrem mais aqueles que têm estabilidade no emprego, como gestantes, doentes, vítimas de acidente de trabalho, membros da CIPA (Comissão Interna de Prevenção deAcidentes)e dirigentessindicais. Quem pode ser vítima de assédio ? A tendência é o ofendido se isolar de seus amigos e familiares, o que prejudica as relações afetivas de todos aqueles com quem convive. Ele pode sofrer uma série de doenças, com sintomas tanto físicos quanto mentais, como síndrome do esgotamento prossional (síndrome de burnout), depressão, ansiedade, gastrite, pressão alta, síndrome do pânico, abuso de drogas e de álcool, por exemplo. O número de casosde suicídioe detentativas de suicídio é altoentre osassediados. O que acontece com a vítima de assédio ? Os m ot iv os sã o: a um ent ar a produtividade a qualquer custo, obrigar o assediado a pedir demissão ou provocá-lo até que ele dê motivo para ser demitido, ou mesmo por puro sadismo do agressor. Há empresas nas quais o assédio é estimulado e utilizado como forma de gestão de pessoas, ao que se dão os nomes de assédio moral coletivo, institucional, organizacionalou “straining”. Por que se pratica o assédio ? Assédio moral não é crime, mas alguns comportamentos isolados são considerados crimes, como xingar (crime de injúria), ameaçar de causar algum mal (crime de ameaça) e espalhar boatos maldosos (crime de difamação), porexemplo. Assédio moral é crime ? O assédio sexual é crime e ocorre quando o superior hierárquico, se utilizando de seu cargo, intimida ou chantageia o subordinado para obter favores sexuais, contra sua vontade. Tanto o agressor quanto a vítima podem serde ambosos sexos. Qual é a diferença entre assédio moral e assédio sexual ? Alémde receberem,namédia, umsalárioinferior aodos homens,asmulherestambém sãoasmaioresvítimasde assédio.
    • Toda a sociedade, já que o assediado para de produzir e passa a depender da Previdência Social, e muitos acabam aposentados com pouca idade, por invalidez. Mais alguém é prejudicado com o assédio ? Em primeiro lugar, não se isole. É extremamente importante que você receba o apoio e carinho de sua família, amigos e colegas de trabalho, especialmente daqueles que também são oujá foram alvos. Denuncie o comportamento ao departamento de Recursos Humanos da empresa, de preferência por escrito. Evite conversar com o agressor sem a presença de testemunhas. Escreva um histórico das agressões e anote todos os detalhes dos fatos, como data, hora, local, nome do agressor e das pessoas que testemunharam. Reúna provas, que podem ser testemunhas, memorandos, SMS, e- mails, bilhetes, gravações e lmagens de conversas. Procure atendimento médico e psicológico e guarde cópia de todos os documentos (atestados, laudos, receitas, notas scais demedicamentos e dedespesasmédicas). Sou vítima de assédio. O que devo fazer ? Bastante. Nos ambientes em que há assédio o clima organizacional não é bom, a produtividade cai, há retrabalho e riscos de desperdício de material e até de sabotagem. A vítima ca doente e se afasta do serviço para tratamento, o que sobrecarrega seus colegas de trabalho. O assédio é motivo para a despedida indireta (a popular “justa causa da empresa”), que ocorre quando o trabalhador pede demissão por causa das humilhações que sofre, mas consegue reverter o pedido na justiça, e passa a ter direito a todas as verbas devidas na demissão sem justa causa. É possível ainda que o trabalhador consiga a condenação da empresa ao pagamento de indenização por danos morais, mesmo que ela não tivesse conhecimentodos fatos. Por m, cresce a rotatividade dos funcionários (turnover),o que resulta em aumento de custos com recrutamento, seleção e treinamento, sem contar que bons prossionais evitam trabalhar em empresas conhecidas por praticarassédio moral. A empresa sofre prejuízos com o assédio? Noanode2012,ostranstornosmentaisecomportamentais foramaterceira maiorcausa de afastamentosparatratamento peloINSS (concessãodeauxílio-doença),etambématerceira causadeaposentadoriaporinvalideznascidades.
    • Seja solidário com seu colega e dê apoio. Se o assédio estiver partindo de um grupo de pessoas, não participe das agressões, por uma questão de solidariedade. Saiba que você, no futuro, também pode acabar sendo uma das vítimas. Se os trabalhadores se unirem,o agressorperde força. Vi meu colega sendo assediado. O que faço ? Se o assédio persistir, procure seu sindicato e denuncie. Ele deve estar apto a destacar um representante para te acompanhar em reuniões da empresa para discutir o assunto. Você também pode fazer a denúncia pela in te rn e t ou p es s oa lm en t e no Min is té ri o Pú b lic o do Tra b a lh o ( ), no Ministério do Trabalho da sua Regiãohttp://portal.mpt.gov.br ( ) ou na Vara do Trabalho mais próxima de vocêhttp://portal.mte.gov.br/postos/ ( ). Procure owww.tst.jus.br/web/acesso-a-informacao/varas-do-trabalho1 advogado do sindicato ou um advogado de sua conança e leve todos os documentos que tiver, casopretenda entrarcom uma ação. A quem denunciar? A lei obriga a empresa a manter um ambiente de trabalho saudável. Portanto, ela deve estabelecer políticas de identicação, prevenção e combate ao assédio e deve deixar bem claro a todos que os atos de violência não serão admitidos. É muito importante criar canais que permitam a denúncia das vítimas e que garanta a apuração dos fatos e a punição dos assediadores. É necessário vigiar constantemente o ambiente de trabalho e fornecer frequentes treinamentos e reciclagens aosfuncionários. Qual é o papel da empresa ?Não, é possível que ocorra longe da empresa e até fora do horário de expediente, como acontece no caso da cobrança abusiva de metas feita por e-mails particulares, telefone ou SMS (mensagens de texto) à noite e aos nais de semana. O assédio só ocorre dentro da empresa ? Amaiorquantidadedecasosde assédio moralorganizacional ocorrenasempresasdossetores bancário,comercialede teleatendimento. Fred Filho Consultoria em Assédio Moral no Trabalho Criação: Frederico Eugênio Fernandes Filho Revisão: SarahReame Fernandes © 2014 - Fred Filho Consultoria Empresarial em Assédio Moral noTrabalho. Identificação,prevenção e combate. Autorizada a reprodução integral e o compartilhamento para fins não comerciais, desde que cit ada expressamente a fonte e mantida a integridade do texto. http://fredfilho.blogspot.com.br/ fredfilho.consultoria@gmail.com