Redes NGN            Next Generation Networks                                                   Frederico Madeira         ...
Definições“É uma rede de pacotes capaz de prover serviços de Telecomunicaçõese permite que sejam usadas diferentes tipos d...
Evolução das redes tradicionais2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
Características➔Convergência de voz, dados e vídeo para a mesma infraestrutura derede➔Ambiente Aberto, multi-fornecedor, f...
Características➔   Protocolo chave: IP➔   Utilização de meio de TX de alta largura de banda    ➔ Fibras óticas    ➔ WDM (W...
Arquitetura em Camadas2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
Camadas➔   Arquitetura baseada em camadas funcionais➔➔   Camada de Acesso (Edge Layer)     ➔ Interface para disponitivos i...
Padronização➔   Necessária para criação de um ambiente multi fornecedores➔   Separação das camadas através de interfaces d...
Padronização - Organizações➔   MSF (Multiservice Switching Forum)➔   IMS (IP Multimedia Subsystem)➔   IEEE 1520➔   ISC (In...
Exemplos de Interoperabilidade                            multivendor                              Nortel                 ...
Exemplos de Interoperabilidade                            multivendor2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comun...
Tecnologias Mais Inovadoras2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
Tecnologias Mais Inovadoras➔   Camada de Core    ➔ MPLS (Multiprotocol Label Switching)    ➔ É a tecnologia mais avançada ...
MPLS - Características➔   Rede única para comutação de todos os tipos de serviços: Voz, dados    e vídeo➔   Tecnologia de ...
MPLS - Características➔   Criado para atender aos requisitos de aplicações multimídia:    ➔ QoS    ➔ Confiabilidade    ➔ S...
O rótulo MPLS2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
Rede de Transporte●   Rede de transporte são compostas de sistemas de transmissão (TX)    que interconectam equipamentos d...
Rede de Transporte - Evolução         Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ng...
Rede de Transporte - Evolução         Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ng...
Rede de Transporte - Evolução         Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ng...
DWDM     (Dense Wavelenght Division Multiplexing)➔   Motivado pela crescente demanda de dados➔   Trouxe um aumento conside...
DWDM            (Dense Wavelenght Division Multiplexing)           Fonte: http://www.cisco.com/univercd/cc/td/doc/product/...
DWDM     (Dense Wavelenght Division Multiplexing)●   WDM – Até 4 sinais de comprimento de onda diferentes●   DWDM - 8, 16,...
DWDM     (Dense Wavelenght Division Multiplexing)●   Evolução    ●   Uma única fibra pode carregar 160 comprimentos de ond...
DWDM             (Dense Wavelenght Division Multiplexing)                         Exemplo: Rede da Global Crossing        ...
Rede de Acesso●   Conjunto de tecnologias para levar conectividade e serviços aos    assinantes●   Oferta de serviços trip...
FTTX                   Fonte:http://www.teleco.com.br/ftth.asp2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação,...
GVT na era da NGN                  Fonte: https://www.gvt.com.br/portal/institucional/tecnologia.html2ª SETIC - Semana de ...
Dúvidas2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
Referências●   TRONCO, Tania. Redes de Nova Geração. Editora Erica, 1a Edição. 2006●   FERNANDES, Luiz. Tutoriais Redes Op...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Redes NGN - Next Generation Networks

2,664
-1

Published on

Apresentação 2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação na UNINASSAU

Published in: Technology
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
2,664
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
117
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Redes NGN - Next Generation Networks

  1. 1. Redes NGN Next Generation Networks Frederico Madeira LPIC­1, LPIC­2, CCNA fred@madeira.eng.br www.madeira.eng.br2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  2. 2. Definições“É uma rede de pacotes capaz de prover serviços de Telecomunicaçõese permite que sejam usadas diferentes tipos de banda larga etecnologias de transporte habilitadas a QOS. Os serviços oferecidos sãoindependente da tecnologia de transporte utilizada e sempre baseadosno protocolo IP.” Fonte: ITU-T “É um termo amplo para descrever algumas importantes evoluções arquiteturais em redes de telecomunicações. A ideia geral de NGN é que uma mesma rede transporte todas as informações e serviços (voz, dados e todos os tipos de mídias como o vídeo), encapsulando-os em pacotes tal como é feito o tráfego de dados na Internet. NGNs são geralmente construídas com base no protocolo IP. .” Fonte: Wikipedia2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  3. 3. Evolução das redes tradicionais2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  4. 4. Características➔Convergência de voz, dados e vídeo para a mesma infraestrutura derede➔Ambiente Aberto, multi-fornecedor, favorecendo a redução de custos ➔ Fim da arquitetura proprietária ➔ Separação de SW e HW ➔ Fim da arquitetura monolítica ➔ Interfaces Abertas ➔ Ex: Evolução dos Computadores pessoaisAmpliação dos serviços ofertados➔Redução dos custos dos serviços ofertados➔2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  5. 5. Características➔ Protocolo chave: IP➔ Utilização de meio de TX de alta largura de banda ➔ Fibras óticas ➔ WDM (Wavelengh Division Multiplexing)➔ Criação de rede multi serviço (rede única)➔ QoS➔ Arquitetura baseada em camadas funcionais ➔ Camada de Acesso (Edge Layer) ➔ Camada de Núcle (Core Layer) ➔ Camada de Controle (Network Control Layer) ➔ Camada de Serviços e Aplicações2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  6. 6. Arquitetura em Camadas2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  7. 7. Camadas➔ Arquitetura baseada em camadas funcionais➔➔ Camada de Acesso (Edge Layer) ➔ Interface para disponitivos instalados nos assinantes➔ Camada de Núcleo (Core Layer) ➔ Transporte da informação do usuário até o destino➔ Camada de Controle (Network Control Layer) ➔ Estabelecimento das rotas nos equipamentos de acesso e de núcleo para encaminhamento do tráfego➔ Camada de Serviços e Aplicações ➔ Aplicações dos usuários (autenticação/autorização/tarifação/gerenciamento)➔2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  8. 8. Padronização➔ Necessária para criação de um ambiente multi fornecedores➔ Separação das camadas através de interfaces de programação de interfaces (API) abertas➔ Desenvolvimento e promoção de implementações de acordos sobre protocolos e interfaces que viabilizam a separação dos planos de controle e comutação➔ Decomposição das funções dos elementos de rede em componentes com interfaces bem definidas➔ Interoperabilidade2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  9. 9. Padronização - Organizações➔ MSF (Multiservice Switching Forum)➔ IMS (IP Multimedia Subsystem)➔ IEEE 1520➔ ISC (International Softswitch Consortium)➔ Parlay➔ JAIN (Java Advanced Intelligent Network)➔ ETSI (European Telecommunications Standards Institute)➔ IETF (Internet Engineering Task Force)2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  10. 10. Exemplos de Interoperabilidade multivendor Nortel Huawei Nokia Nokia Nokia Ericsson2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  11. 11. Exemplos de Interoperabilidade multivendor2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  12. 12. Tecnologias Mais Inovadoras2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  13. 13. Tecnologias Mais Inovadoras➔ Camada de Core ➔ MPLS (Multiprotocol Label Switching) ➔ É a tecnologia mais avançada ➔ IP é transportado sobre MPLS/Ethernet➔➔ Rede de Transporte ➔ DWDM➔ Rede de Acesso ➔ xDSL ➔ FTTX➔2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  14. 14. MPLS - Características➔ Rede única para comutação de todos os tipos de serviços: Voz, dados e vídeo➔ Tecnologia de pacotes, as informações são encaminhadas em blocos chamados pacotes (ao invés de circuitos)➔ Flexibilidade para facilitar ampliação devido ao crescimento do tráfego➔ Qualidade de serviço (QoS) – equivalente a PSTN➔ Baixo custo operacional➔ Multi-protocolo➔ Introduz em uma infra-estrutura de comunicação características de redes sem conexão e de redes orientadas a circuito (Baseado em circuito virtual)2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  15. 15. MPLS - Características➔ Criado para atender aos requisitos de aplicações multimídia: ➔ QoS ➔ Confiabilidade ➔ Segurança➔ Multiplexação Estatística: Quando a banda não for utilizada, pode ser preenchida por outros fluxos de dados, ao contrário da multiplexação TDM onde são alocados circuitos dedicados para a transmissão dos fluxos de dados.➔ Encaminhamento baseado em rótulos ➔ Menor processamento ➔ Consequentemente mais rápido➔ Não nem de camada 2 e nem de camada 3➔ É considerado da camada 2,52ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  16. 16. O rótulo MPLS2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  17. 17. Rede de Transporte● Rede de transporte são compostas de sistemas de transmissão (TX) que interconectam equipamentos de comutação ou de rede de pacotes● Sistemas de TX utilizam: ● Meios físicos (wired) como por exemplo cabo coaxial / Fibras ● Meios sem fio (wireless) como por exemplo sistemas de rádio● Multiplexação = Agregar vários canais de voz no mesmo meio de TX2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  18. 18. Rede de Transporte - Evolução Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ngn-core-with-tseries2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  19. 19. Rede de Transporte - Evolução Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ngn-core-with-tseries2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  20. 20. Rede de Transporte - Evolução Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/ipoptical-core-networking-optimizing-the-ngn-core-with-tseries2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  21. 21. DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing)➔ Motivado pela crescente demanda de dados➔ Trouxe um aumento considerável da banda dos sinais passantes na fibra ótica➔ Transmite sinais múltiplos de dados usando diferentes comprimentos de onda da luz através de uma única fibra ótica➔ DWDM alcança capacidades que são quatro ou oito vezes os tradicionais sistemas TDM➔ Sistema econômico para aumento da capacidade de banda sem a necessidade de troca da fibra2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  22. 22. DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing) Fonte: http://www.cisco.com/univercd/cc/td/doc/product/mels/dwdm/dwdm_fns.htm2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  23. 23. DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing)● WDM – Até 4 sinais de comprimento de onda diferentes● DWDM - 8, 16, 32 e 64 sinais de comprimento de onda diferentes2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  24. 24. DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing)● Evolução ● Uma única fibra pode carregar 160 comprimentos de onda. ● Se cada um for de 10Gbps ● A capacidade final será de 1.6Tbps2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  25. 25. DWDM (Dense Wavelenght Division Multiplexing) Exemplo: Rede da Global Crossing Fonte: http://www.slideshare.net/Sarah17/global-network-infrastructure2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  26. 26. Rede de Acesso● Conjunto de tecnologias para levar conectividade e serviços aos assinantes● Oferta de serviços triple-play (dados, voz e vídeo)● Alta demanda de conteúdo multimídia● Na tecnologia atual, quanto mais distante da central, pior a largura de banda● Tecnologias emergentes: FDDX ● FTTC – Fiber to the cabinet, onde a fibra vai até um armário na rua e a distribuição para os assinantes na quela vizinhança é através de xDSL ou Ethernet tendo como meio o cabo coaxial ou o par de cobre. ● FTTB – Fiber to the building, onde a fibra vai até o prédio e a distribuição para os assinantes são feitas através de uma rede Ethernet tendo como meio o cabo coaxial ou o par de cobre. ● FTTH – Fiber to the home, onde a fibra vai até dentro da casa do assinante2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  27. 27. FTTX Fonte:http://www.teleco.com.br/ftth.asp2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  28. 28. GVT na era da NGN Fonte: https://www.gvt.com.br/portal/institucional/tecnologia.html2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  29. 29. Dúvidas2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  30. 30. Referências● TRONCO, Tania. Redes de Nova Geração. Editora Erica, 1a Edição. 2006● FERNANDES, Luiz. Tutoriais Redes Opticas, DWDM, disponível em http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialdwdm/default.asp● FTTX (Fibra), o que é ? http://www.teleco.com.br/ftth.asp● Verbete wikipedia, Wavelength-division multiplexing, disponível em: http://en.wikipedia.org/wiki/Wavelength-division_multiplexing 2ª SETIC - Semana de Tecnologia da Informação e Comunicação, 2012
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×