Your SlideShare is downloading. ×
0
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Apresentação cloud computing senac
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Apresentação cloud computing senac

828

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
828
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
46
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CLOUD COM PUTI NG COMPUTAÇÃO EM NUVEM COMPUTAÇÃO NA NUVEM Equipe: Frankleno Ferreira da Encarnação João Paullain Junior Ronam Raimar
  • 2. COM PUTAÇÃO NA NUVEM ● Por que uma nuvem? ● ● ● Precursores Tipologia do cloud computing características da cloud computing ● Cloud Computing Green Vantagens e Riscos do Cloud Computing ● Finalizando
  • 3. POR QUE NUVEM?
  • 4. O desenho de uma nuvem é utilizado para fins de abstração. A nuvem representa uma rede de algum tipo cuja estrutura não precisa ser conhecida, pelo menos não naquele momento. utilizar uma nuvem para indicar que há redes ali. A computação nas nuvens simplesmente absorveu esta ideia, mesmo porque o desenho de uma nuvem, seguindo a ideia da abstração, passou também a representar a internet.
  • 5. A computação em nuvem é um dos métodos de arquivamento de dados e consiste em possibilitar o acesso remoto a programas, serviços e arquivos sem que seja necessária a instalação de aplicativos específicos no computador.
  • 6. PRECURSORES
  • 7. Joseph Carl Robnett Licklider Joseph Carl Robnett Licklider, físico um dos pioneiros da internet ao fazer parte da ARPA (Advanced Research Projects Agency), lidou com a tarefa de encontrar outras utilidades para o computador que não fosse apenas a de ser uma "poderosa calculadora". Nesta missão acabou sendo um dos primeiros a entender que os computadores poderiam ser usados de maneira conectada, de forma a permitir comunicação de maneira global e, consequentemente, o compartilhamento de dados. Seu trabalho determinou a criação da Intergalactic Computer Network (ICN), que posteriormente deu origem à ARPANET, que por sua vez "abriu as portas" para a internet.
  • 8. John McCarthy Um dos principais nomes por trás da criação do que conhecemos como inteligência artificial, com destaque para a linguagem Lisp, até hoje aplicada em projetos que utilizam tal conceito. No início da década de 1960, John McCarthy tratou de uma ideia bastante importante: computação por tempo compartilhado (time sharing), onde um computador pode ser utilizado simultaneamente por dois ou mais usuários para a realização de determinadas tarefas, aproveitando especialmente o intervalo de tempo ocioso entre cada processo.
  • 9. Tipologia do cloud computing
  • 10. IaaS Infrastructure as a Service ou Infra-estrutura como Serviço: quando se utiliza uma porcentagem de um servidor, geralmente com configuração que se adeque à sua necessidade. PaaS Plataform as a Service ou Plataforma como Serviço: utilizando-se apenas uma plataforma como um banco de dados, um web-service, etc. (p.ex.: Windows Azure). DaaS Development as a Service ou Desenvolvimento como Serviço: as ferramentas de desenvolvimento tomam forma no cloud computing como ferramentas compartilhadas, ferramentas de desenvolvimento web-based e serviços baseados em mashup.
  • 11. SaaS Software as a Service ou Software como Serviço: uso de um software em regime de utilização web (p.ex.: Google Docs, Microsoft SharePoint Online). CaaS Communication as a Service ou Comunicação como Serviço: uso de uma solução de Comunicação Unificada hospedada em Data Center do provedor ou fabricante (p.ex.: Microsoft Lync). EaaS Everything as a Service ou Tudo como Serviço: quando se utiliza tudo, infraestrurura, plataformas, software, suporte, enfim, o que envolve T.I.C. (Tecnologia da Informação e Comunicação) como um Serviço.
  • 12. Características da cloud computing ● o usuário pode acessar determinadas aplicações independente do seu sistema operacional ou de hardware; O usuário não precisa se preocupar com a estrutura para executar a aplicação: hardware, procedimentos de backup, controle de segurança, manutenção, entre outros, ficam a cargo do fornecedor do serviço; ● ● ● Compartilhamento de dados e trabalho colaborativo se tornam mais fáceis, uma vez que todos os usuários acessam as aplicações e os dados do mesmo lugar: a "nuvem". Muitas aplicações do tipo já são elaboradas considerando estas possibilidades; Dependendo do fornecedor, o usuário pode contar com alta disponibilidade, já que se um servidor parar de funcionar, por exemplo, os demais que fazem parte da estrutura continuam a oferecer o serviço;
  • 13. Características da cloud computing ● ● ● O usuário pode contar com melhor controle de gastos já que muitas aplicações em cloud computing são gratuitas e, quando é necessário pagar, o usuário só o fará em relação aos recursos que usar ou ao tempo de utilização. Dependendo da aplicação, o usuário pode precisar instalar um programa cliente em seu computador. Independente da aplicação o usuário não necessita conhecer toda a estrutura que há por trás, ou seja, ele não precisa saber quantos servidores executam determinada ferramenta, quais as configurações de hardware utilizadas, como o escalonamento é feito, onde está a localização física do data center. O que importa ao usuário é saber que a aplicação está disponível, não importa de que forma.
  • 14. Cloud Computing Green Sustentabilidade e eficiência são os requisitos que a sociedade atual busca implementar em todas as áreas A computação verde ou TI verde pode ser definida como o uso eficiente de energia para recursos computacionais. Um estudo de 2010 da Microsoft , Accenture e WSP Environment e Energia demonstrou que mover aplicações de negócio para a nuvem pode reduzir a pegada de carbono das empresas em até 90% e de 95% produzido por seus clientes em relação áqueles que executam software equivalente em seus próprios servidores.
  • 15. ● Cloud Computing Green ● OBJETIVOS 1. Reduzir o consumo de energia, diminuindo os requisitos de hardware. Isto irá reduzir drasticamente seu consumo de energia e, por sua vez, suas contas de energia. 2. Reduzindo a dependência de recursos naturais, tais como o papel por documentos digitalizados. Elimina a necessidade de imprimir páginas e, portanto, diminui o uso de papel. 3. Limitar redundância de recursos. O tempo ocioso é um problema considerável pois a maior parte dos recursos instalados nas empresas quase nunca são usados em 100% do seu poder de computação e 100% do tempo. Na maior parte do tempo, o servidor está inativo, ocioso apenas consumindo energia. A Tecnologia em nuvem possibilita que as pequenas empresas só usem a tecnologia e energia que eles realmente precisam.
  • 16. Vantagens e Riscos do Cloud Computing COMODIDADE PRATICIDADE FLEXIBILIDADE CONVERGENCIA TECNOLOGICA INTERCONECTIVIDADE
  • 17. Vantagens e Riscos do Cloud Computing Menos proteção à privacidade sob os olhos da lei Para obter as informações que você tiver armazenado nos servidores de terceiros na web, nos EUA eles só precisam de uma citação, o que é bem mais fácil de se conseguir. Este tipo de busca também pode ocorrer até mesmo sem o seu conhecimento. Frágeis sistemas de segurança são fáceis de invadir O governo ter acesso aos seus dados armazenados na nuvem provavelmente é uma preocupação muito menor do que um indivíduo qualquer ilegalmente ter este acesso. Em aplicativos colaborativos na web que são feitos para grupos as questões de segurança se relacionam com todos os envolvidos. Travamento de dados e controle de terceiros Quando você vive na nuvem, você está à mercê de uma empresa que pode tomar decisões sobre os seus dados e plataforma de maneiras nunca vistas antes na computação. Indisponibilidade do servidor e congelamento de conta Os servidores podem sair do ar, e quando você depende de um aplicativo na web para acessar algum arquivo ou e-mail. Tecnologias offline como o Google Gears, funcionalidades decentes de exportação e um bom sistema de backup podem aliviar esta questão em particular, mas nem todos os sistemas oferecem estes recursos.
  • 18. Finalizando Ainda que recente a computação em nuvem estará, em um futuro próximo, compenetrada dentro das organizações como estratégia e não apenas como ferramenta tecnológica que possibilitará melhorar a eficiência, a produtividade e os custos evitando gastos desnecessários com fontes externas de espaços físicos de armazenamento de dados, uso de licenças de softwares, tornando-se até fonte de novos ingressos com o aluguel do tempo ocioso da infraestrutura. Com o crescimento e a cotidianização da internet tudo indica que ela tenderá a ser uma ferramenta indispensável para alcançarmos a democratização do acesso à rede por meio da virtualização das maquinas e o uso de compartilhamento de recursos e aplicações.
  • 19. webiografia Jonathan Strickland. "HowStuffWorks - Como funciona a computação em nuvem". Publicado em 18 de março de 2009 (atualizado em 24 de março de 2009) http://informatica.hsw.uol.com.br/computacao-emnuvem.htm (10 de novembro de 2013)

×